terça-feira, novembro 06, 2007

Capítulos 6 e 7

( Depois de um breve intervalo, estamos de volta. Como podem observar o capítulo UM já não figura entre os selecionados ao seu lado direito da tela, mas nos arquivos do mês ele aparece, sendo assim, quem quiser acompanhar a estória e chegou aqui hoje, faça um pequeno esforço e busque o início de tudo. Se não quiser vai ficar curioso, pois a Saga de Sheila Cardoso, Agnaldo, Flávio Salinas, Detetive Machado, está em chamas!!!!!)



E foi ali que meu muro começou a desmoronar.

Cheiro de éter, gente vestida de branco. Acordei no hospital. Sem memória, sem lembrança alguma. Onde estive? O que fiz? O que aconteceu? O médico me pedira calma, explicou que tudo estava bem agora. Meu braço estava fraturado, o ar condicionado gelado com aquele avental verde me dera a impressão de que estava no pólo norte. De cima de uma maca observei que ao lado estavam muitas outras pessoas. Acordei na emergência de um hospital público. Era manhã ou tarde, não me lembro. Estava sozinho. O médico disse que tive muita sorte em não ter morrido ou ficado paraplégico. Desci as escadarias da área vip rolando e cai desacordado. Fui socorrido pelos seguranças e levado de ambulância. Acontece que precisava passar por alguns outros exames e lá não tinha equipamentos necessários. Fui transferido de volta para o Rio de janeiro e rodei por pelo menos cinco hospitais até conseguir uma vaga no corredor. Minha mãe estava apavorada. Ninguém sabia de mim até conseguir dar um telefonema. Amigos? Amigos sumiram, só fiquei sabendo deles dias depois quando finalmente consegui sair daquele inferno branco. Minhas lembranças são as piores possíveis. Gente baleada, gente largada pelo chão, médicos gritando, criança chorando, passou um rapaz que havia caído de uma árvore com a cabeça arrebentada, subiu o elevador e quando voltou já estava no saco preto. Perguntei a enfermeira o que tinha acontecido e fui informado de que não resistira aos ferimentos. Depois ouvindo conversas internas de corredor, fiquei sabendo que o hospital não tinha condições de fazer a cirurgia, não havia mais de um especialista no local. A tentativa de salvar a vida do jovem fora decidida através de um sorteio, ele perdeu. Inferno. Inferno. Todo mundo fodido. Nenhuma estrutura, nenhum recurso. Sem plano de saúde me submeti ao que grande parte dos pobres fodidos sem assistência médica se submetem. Humilhação. Passado o sufoco voltei para casa e recebi as últimas notícias com relação ao caso de Sheila. A policia não sabia de porra nenhuma. O Detetive Machado continuava desaparecido, sua família não tinha nenhuma notícia, suspeitas de que estivesse morto.
A imprensa publicara declarações de uma pessoa que preferia manter-se anônima. O traficante queimado no carro tinha relações estreitas com Agnaldo. Segundo consta, eles estariam montando uma rede de distribuição de drogas sintéticas. O pai de Agnaldo respondeu acusando o responsável pela denuncia de complô para sujar a imagem do filho. Sujar a imagem do filho? Caralho, o filho nem tinham mais imagem de tão sujo, parecia um borrão. A policia concluíra através de investigações e grampos telefônicos que o policial vítima de Agnaldo não tinha qualquer ligação com o caso. Fui novamente procurado pelos homens da lei. Questionaram meus ferimentos. Expliquei que estava numa festa e que havia tombado de uma escada. Meus boletins médicos confirmavam a versão. Queriam mais detalhes sobre meu relacionamento com Sheila Cardoso, ela morrera grávida e o filho poderia ser meu. Num primeiro momento meu impulso foi negar, disse que havíamos transado sim, porém com todos os cuidados necessários. Um deles sorriu maliciosamente e blefou, sorte sua garoto, pois ela estava infectada com o vírus HIV. Fazia filmes pornográficos e provavelmente deve ter contraído a doença de algum puto com quem filmara. Depois descobri que fazia parte de um ataque psicológico. Eles queriam me intimidar, me assustar. Entrei em contato com a irmã de Sheila e ela me garantiu que os médicos legistas não encontraram nos exames feitos qualquer evidência de alguma DST. Fiquei um pouco mais aliviado. Faltava confirmar a gravidez. O caso já estava começando a dar ares de que iria se transformar numa pequena nota no jornal. Chacinas e balas perdidas estavam inundando de sangue às publicações, conflitos entre traficantes, a cidade em guerra civil e como faltava a policia recursos mais amplos para a investigação, tudo se encaminhava para o arquivamento nas pastas dos homicídios sem solução. Mais da metade, diria até, muito mais da metade dos homicídios no Brasil não são resolvidos. Falta estrutura, inteligência, cuidados especiais por parte da perícia, para que os casos possam ser esclarecidos. Como o Rio de janeiro é uma fábrica de presuntos, seria realmente impossível esclarecer tantas mortes. Em menos de seis meses foram mais de 4.500 crimes, fora os desaparecidos. Detetive Machado era o que mantinha a investigação respirando por aparelhos, afinal de contas era policial e mantinha relações cordiais com a corporação. A reação do pai de Agnaldo me chamou atenção. Ele sempre que perguntado dizia, deixem à memória de meu filho em paz. Ele foi morto, acabou, não voltará. Parecia satisfeito com a falta de esclarecimento do caso. Perguntei-me se essa postura talvez não representasse o medo de que a morte do seu filho pudesse ligar os envolvidos a suas atividades ilegais. A família de Sheila também não se pronunciava. Alguma coisa muito estranha estava envolvendo esse silêncio de ambas as partes. Entre os familiares das vítimas de violência existe um comportamento quase padrão, a revolta, a busca por justiça, o inconformismo com a perda. Mas pareciam congelados. Os pais de Sheila se diziam desacreditados na justiça, na policia, no Governo, nas autoridades. Quantos casos não acompanharam de pessoas que foram mortas e os responsáveis continuaram soltos, livres, sequer identificados. Até assassino confesso prestigiava de liberdade. Num país onde o crime contra o patrimônio gera mais tempo de reclusão do que o crime contra a vida a descrença numa conclusão aceitável era totalmente normal. Confiavam somente na justiça divina. Restavam-lhes as fotos, as roupas, os objetos que permaneciam intactos no mesmo lugar onde a filha deixara em seus últimos momentos. O fotolog e o blog passaram a receber visitas recordes. Também estavam circulando pela rede fotos tiradas no local do crime. Incrível como as pessoas gostam de compartilhar esse tipo de material. Fotos da cabeça de Agnaldo, do corpo destruído, do local do crime, ermo, escuro. Fotos do corpo de Sheila machucado, com os olhos semi-abertos. Estes arquivos bateram no meu e-mail e confesso que não consegui me controlar. Eu falo dos outros mas assumo que também vejo quando me mandam. Não sei o que acontece. Algo é mais forte.
Mais alguns dias e já estava livre do gesso. Mantive minhas atuações como figurante. Já não agüentava mais. Precisava evoluir. Procurando por testes entre as escolas de teatro que freqüentava descompromissadamente descobri que um filme estava abrindo seleção para elenco. O fato de ter quebrado o braço, interrompeu meu ciclo na academia. Tive que ficar afastado dos exercícios por algum tempo e para não perder a grana vendi meus “produtos” para outros caras. Compradores nunca faltaram. Guardei a grana. Tocou meu telefone, era Melissa, queria saber como estava, ficou sabendo através da Carla que havia me metido numa confusão e que acabara indo parar no hospital. Expliquei que tinha despencado da escada, não lembro de ter brigado com ninguém. Melissa queria me ver. Queria ver Melissa. Combinamos de nos encontrar.
Participei do teste para o Filme. Dias depois estávamos comemorando juntos.
Finalmente consegui passar num teste. Não seria o protagonista mais o diretor gostou do meu desempenho. Disse que fotografava bem e que me daria um bom papel, me restava aguardar o fim da seleção. Agora sim, seria reconhecido, um filme, a passagem para me tornar um astro famoso, uma figura importante. Me aguardem !!!!!
Fiz os exames pedidos pela polícia incluindo os de DST. O Filho de Sheila não era meu, mas também não era de Agnaldo. Exames complementares concluíram que o filho dela era do Detetive Machado.

23 Comments:

Blogger Cláudia Vila Nova said...

Eita ferro,quase que a "carreira" de Anselmo vai pra brejo.

Cadê a continuação disso aquiiii???
Tô virando noveleira e noveleira de internet.Chique.

Grávida do detetive Machado?hummm.
Próximo capítulo por favor.

Beijos pessoa linda.

2:07 AM  
Blogger yamy said...

UUAUU...


gravida do detettive machado???

nunca imaginei que ela estaria gravida dele...

tO loka para ver o proximo!!!

bejOs

6:20 AM  
Blogger manuh said...

Agora pegou fogo mesmo!
a saga está ótima, mas... falando do nosso Brasil, e sobre as raves que citou no capítulo anterior, ontem a manchete princial dos jornais foi a proibição das festas Raves aqui em Santa Catarina, devido ao grande número de mortes por uso de drogas ilegais e fatais. Um caso a ser discutido.
Os jovens estão revoltadinhos por aqui. Eita consciência!
Ah é bom ressaltar,belo comentário sobre a falta de assistência médica no país!

Beijo grande querido,
Manu.

6:39 AM  
Blogger borbô * said...

Coitado do Salinas. Mas finalmente o autor resolveu dar um trabalho novo pra ele. Espero que dê certo dessa vez.

E a Melissa. Rolou um namorico ?

E essa Sheila aí vou te contar hein...grávida do detetive...fala sério !

Gostaria de desenhar os personagens como eu os imagino e te mandar...rs...mas eu só sei desenhar borboleta, casinha, árvore, e pessoas (de 4 traços e uma bolinha pra cabeça).

Risos.

Um beijo 'noveleiro'.

8:25 AM  
Blogger Rositah said...

Oiii Ti...
td bom???

Detetive Machado??
bomba!!!
agora o sangue escorre!!!!
rs

que venha os proximos capitulos
ansiosa!!!!
=D

Bjos**

11:31 AM  
Blogger *Carol Carolina* said...

o detev. machado é literalmente "o cara".


uma maleta da C.S.I Miami seria uma boa para essa quantidade de investigações!

mais por favor.....

kd a melissa???
*risos*
e a Carolina???

2:52 PM  
Blogger Suelen DRC said...

É, parece que a maré de azar resolveu largar ou pelo menos dá uma trégua pro Anselmo...
Até na hora de cair da escada ele foi "beneficiado" pela sorte, rs!!
Aguardando...

Beijos querido!!

3:12 PM  
Blogger Rayane said...

Nossaaaa
O Filho era do Detetive Machado???
Meu Deuss!!!
Quando acho que não tem mais nada a me surpreender....

Viciada nessa novela!!!
Proximo Capítulo, Por favor!

Beijão lindooo!!!
;***

4:11 PM  
Blogger Danielle said...

A VIA CRUCIS DO FLÁVIO NÃO TÁ MOLE..AGORA FOI PARAR NO CAOS DA SAÚDE PÚBLICA..MAS AINDA TEVE SORTE PORQUE CONSEGUIU UM LUGAR NO CORREDOR...A MAIORIA NEM ISSO...

AGORA..ESSA SHEILA HEIN...TSC...TSC...

E JÁ QUE ELE PEDIU..AGUARDEMOS O ASTRO FLÁVIO !
DAS PASTAS DE DENTES, PASSANDO PELAS PÁGINAS POLICIAIS, ATÉ A TELONA DO CINEMA.

VAMOS VER NO QUE VAI DAR...

BEIJOS,

DANNY

5:09 PM  
Blogger Son Pedro said...

Tem tudo pra virar um novo "Faroeste Caboclo" (embora o João de Santo Cristo e o Flávio Salinas não tenham muita coisa haver), sería ótimo uns 20 minutos daría pra cantar essa história resumidamente? rsrs
Aliás , qual o nome dessa história?
Vê se responde a esse comentário
abraços ,até o oitavo capítulo!

6:00 PM  
Blogger **Renata Ferri** said...

É muito estranho ler a estória assim, de baixo pra cima...da uma agonia. heheh
Mas estou ficando muito anciosa pra saber o restante,
e o que me chamou a atençao foi a forma como vc descreve na estória a realidade.
Uma questão importante esse lance das DSTs.
Ah, e essa Sheila..meu Deus..ninguém segura essa mulher.
Bêjo0s,
Rê!
Te amo MEU SANTO FORTE!

11:23 AM  
Blogger Noli said...

Não sou noveleira assidua
mas confesso que venho aki todos os dias pra ler um novo capitulo hihiihihihihihihihih

Mas no mais, ainda num entendo esses amores pelo estrelato, prefiro ficar aki escrevendo meus poemas, minhas criticas e minhas historias
vivendo meus amores, meus pecados e meus sonhos

Tico muita inspiração, muita calma e muita vida pra vc
mil bjos nessa nuca linda hihi

12:16 PM  
Blogger BigTwo said...

Muito empolgante essa novela !!
hehehehe

Estava eu aqui grudado na tela do computador, quando eu menos percebi, acabou o capitulo...
E olha que o capitulo nao eh pequeno...

Nossa, a Sheila queria a proteção de todos mesmo...Não importasse o q ela tinha q fazer pra ter essa proteção...
Que imaginação !!
Parabens Tico...!!!

Ate mais galera...

2:33 PM  
Blogger EFEITO SINGULAR said...

A história está cada vez mais intrigante...Detetive Machado? Tsc, tsc...nem imaginei q seria dele...continua q está indo muito bem. Adoroooooooooooooooooo um drama com uma pitada de suspense!

Bjos meu querido Tico
;)

________________POSITIVE VIBRATIONS!

5:09 PM  
Blogger Mariana said...

Nunca vi ar condicionado em hospital público...

1:46 AM  
Blogger Kari said...

Engraçado como nao dá pra ler essa novela como uma noveinha qualquer.
To adorando a forma como a tua visao do mundo esta sendo colocada.
É legar ler tantas críticas de uma forma tao descontraida. As pessoas leem e ás vezes, nem ao menos percebem o que estao lendo, acham que é apenas uma estória interessante.

Estas de parabéns, viu Tico?
Muito legal mesmo!

Continuo aqui curtindo essa crítica diferente!

Beijos,
Kari

4:49 AM  
Blogger DÉIA said...

OI TICO!
ESTOU TRISTE POR NÃO PODER VISITAR O BLOG COM MAIS FREQUENCIA POIS ESTOU TRABALHANDO.
HOJE DEIXEI DE IR ALMOÇAR PARA VIR NESTA LAN HOUSE LER MINHA NOVELA FAVORITA. MAS ESTOU FELIZ POR ESTAR TRABALHANDO.
TICO, QUER FAZR UMA PESSOA FELIZ? MANDA UM RECADINHO PARA MIM!!!!!
TA TÃO DIFICIL SEGUIA A NOVELA E SEUS INTERVALOS POR CAUSA DA FALTA DE TEMPO, EU ACHO QUE MEREÇO UM OI SEU NE! MAS SE NÃO ME MANDAR CONTINUAREI LENDO MESMO ASSIM.
BEIJOS

9:20 AM  
Blogger Jaquelyne said...

Rsrsrs..

Tiii..
cade os proximos capitulos?

tooo muuito curiosaa rsrsrs

...

Tiiiiiii

te amO muuito

3:16 PM  
Blogger Pauline T.n.T said...

Trama cada vez mais complexa!

6:13 PM  
Blogger lulu_lyra said...

detetive Machado? como assim?
hahaha

Tá ficando cada vez melhor isso aqui, e o bom é que vc tá integrando a nossa realidade, drogas, violência, descaso com a saúde pública...
to adorando!

beijao :*

6:57 PM  
Blogger DÉIA said...

ATENÇÃO
V
O
T
E

T
I
C
O

P
A
R
A

PRESIDENTE

3:07 AM  
Blogger DÉIA said...

ESTIVE PENSANDO CÁ COM MEUS BOTÕES DE CARNE E OSSO E CHEGUEI A CONCLUSÃO DE QUE VOÇÊ REUNE TODAS AS QUALIDADES NECESSÁRIAS PARA NOS REPRESENTAR NO SENADO.
VOÇÊ É INTELIGENTE, FALA E ESCREVE SUPER BEM E JÁ TEM UM CURRICULO GRANDE DE ESFORÇOS PARA MUDAR ESTE PAÍS SEM NENHUMA INTENÇÃO FINANCEIRA, ANTES MESMO DE SONHAR EM SE CANDIDATAR. (EU ACHO!!!)
TENHO CERTEZA QUE TODAS AS PESSOAS QUE POSTAM NESTE BLOG CONCORDARÃO COMIGO, E MAIS, TE AJUDARÃO A SE ELEGER.
ANTES DE VOÇÊ CONCORDAR COM TUDO ISSO JÁ CONVENCI MINHA MÃE E MINHA IRMÃ A VOTAREM EM TI E OLHA NÃO FOI DIFÍCIL.
NÃO SEI SE VAI ME ACHAR UMA RIDICULA, MAS EU TENHO O DIREITO DE INDICAR ALGO QUE ACHO BOM PARA MEU PAÍS.
NÃO PRECISAMOS DE UM BANDO DE PINGUINS DEVORADORES DE SERES HUMANOS,
NÃO PRECISAMOS DE FALSAS FORMALIDADES, POIS SÃO INUTEIS NA NOSSA SOCIEDADE,
PECISAMOS DE UM CARA ESPONTANEO INTELIGENTE, QUE ACIMA DE TODA BELEZA, TEM UM CARATER DIGNO DE INVEJA E UMA SENCIBILIDADE PARA COM O MEIO EM QUE VIVE GIGANTESCA, E QUE MOSTRA UM GRANDE AMOR AO PRÓXIMO E AO AMBIENE.
FALA SÉRIO, VOÇÊ É TUDO ISSO E MUITO MAIS. É O CARA PERFEITO!!!!!!
ESPERO QUE CONCORDE COMIGO E ACEITE MINHA PROPOSTA DE TRABALHO!
ANTES DE TERMINAR TENHO QUE DIZER AQUELAS COIZAS QUE NÃO ME CANSO DE REPETIR.
VOÇÊ É LINDO, MARAVILHOSO...... PERFEITINHO.........
------------UM MILHÃO DE BEIJOS SENHOR PRESIDENTE-------------------

3:33 AM  
Blogger DÉIA said...

TEM MAIS UMA COIZA QUE ESQUECI DE DIZER, FAZ UNS 2 MESES QUE PROCURO O LIVRO DO DETONAUTAS PARA COMPRAR AQUI NA MINHA CITY E NÃO ENCONTRO!
QUE p!

3:36 AM  

Postar um comentário

<< Home