quarta-feira, novembro 14, 2007

Capítulo 9

( Se for a primeira vez por aqui, leia os capítulos anteriores)



Os dias passaram.Malu me ligou marcando a data de minha gravação.

Anotei na minha agenda de compromissos que estava praticamente em branco. Nada, nenhum trabalho interessante, nenhum compromisso, nenhuma festa regada a champanhe, nenhum ensaio fotográfico, nenhum passeio por ilhas paradisíacas, nenhum telefone de nenhuma mulher desejada, nenhum encontro entre amigos célebres, apenas um lembrete de que deveria ligar para Rogério e perguntá-lo como quem não quer nada se poderia entregar meu material para algum produtor de TV. Cara de pau é necessário. Com não tinha absolutamente nenhuma alternativa melhor, peguei seu número e liguei.
Alô, Rogério, tudo bem? Quem está falando? Sou eu, Flávio? Flávio de onde? Sou eu Rogério, Anselmo. Anselmo ou Flávio? Rogério, sou eu, seu amigo Anselmo, da escola lembra? Saímos outro dia para nos reencontramos numa choperia com suas amigas. ÃAAAAAh, porra Anselmo, tu ta de sacanagem? Por que disse que era Flávio? Bom, acho que tenho que tocar nesse assunto mesmo. Flávio Salinas é o nome artístico que uso. Não gosto de Anselmo, não consigo imaginar um artista famoso sendo chamado por um nome desses entende e por isso resolvi me denominar Flávio. Entendi Anselmo e prefere que te chame de Flávio então? Se puder fazer isso por mim te agradeço, aquele dia fiquei muito sem graça de te falar disso, pois as meninas estavam por perto e acho que não pegaria bem não é mesmo? É verdade, falando nisso comeu a Melissa? Demorei alguns dias, mas nós saímos sim. Mas comeu ou não comeu? Vai me dizer que ficou de namorinho com ela? A Melissa é uma menina bacana Rogério, aquele dia ficamos conversando bastante lá no motel... CONVERSANNNDO????? Tu ta de sacanagem que tu ficou no motel conversando com aquela gostosa, porra só você mesmo Anselmo. Se puder treinar e me chamar por Flávio acho que é melhor. Certo, bem lembrado, vou me esforçar. Pois então, ela não quis me dar aquele dia, disse que não fazia esse tipo e blábláblá, mas depois nos encontramos e com muito bate papo saímos para comemorar minha participação num filme e acabou rolando. Participação num filme?!? Que ótimo, ela trepa gostoso? ( Porra, eu querendo falar de trabalho e o cara querendo falar de buceta.) Cara, ela é bem gostosa sim. Ela falou alguma coisa da Carla? Não, me contou que a Carla é fanática por celebridades e está tentando uma carreira artística também. Pois é, tu acredita que depois que mulher acabou de me dar, nem disse nada e já foi perguntando se poderia apresentá-la ao diretor da novela que estou fazendo? Sério? Sério, filha da puta, era isso que ela queria na verdade, um contato com o diretor, mas quer saber, que se foda, comi ela gostoso pra caralho, aproveitei o que queria e dei um telefone qualquer só pra não encher meu saco. Cada um usa as armas que tem não é mesmo? Pois é Flávio, viu como agora acertei. Então Rogério, na verdade estou precisando de uma ajuda sua também. Fale meu amigo do peito. ( Senti uma ironia escrota no ar ) Bom, estou para participar de um filme e acho que já está na hora de tentar algo melhor, quem sabe você não.... Poderia te apresentar o diretor da minha novela? Não Rogério, desculpe, sei que muita gente deve ter se aproximado de ti para se aproveitar de alguma forma do seu sucesso e tal, mas na verdade estou realmente precisando fazer contatos e serve qualquer um. Te entendo parceiro, não posso negar que também foi na cara de pau que consegui um lugarzinho por lá. Pois então, posso te deixar um material e você entrega para quem achar que deve. Sem problemas Anselmo. Flávio, Rogério, se acostuma. Certo, desculpe, Flávio. Pode passar aqui onde estou morando e deixá-lo que entrego para um cara que conheço lá de dentro, foi quem me indicou na verdade e se ele gostar do seu trabalho quem sabe não te dá uma força também. Jura que faz isso por mim? Não prometo nada, mas não me custa deixar com ele certo? Ótimo meu irmão, muito obrigado.Onde é que você está morando? Estou num apart-hotel na Barra, quase todos os atores que estão começando moram por aqui. (Nossa seria maravilhoso conseguir um trabalho desses e ainda me mudar para a Barra, conviver com outros atores, atrizes). Legal, anotei o endereço e estarei deixando ai até o fim da noite. Você vem hoje ainda? Vou sim algum problema?
Não estarei aqui, mas pode deixar na portaria que pego quando voltar, tenho uma festa das boas para ir. Meu agente diz que tenho que estar presente no maior número de eventos possíveis para que possa sair nestas revistas de celebridades. Na verdade essas revistas são ótimas para isso, pois fazem propaganda gratuita. ( Ainda estamparei muito estas revistas, sei que vou conseguir) Legal. Ele praticamente nos obriga a participar de tudo, micareta, festa rave, show de rock, show de reggae, show de forró, Show de Calipso,onde tiver flashs e gente importante temos que estar para assegurar um lugar de destaque no imaginário alheio. Concordo com ele, inclusive te vi numa revista dessas outro dia. Pois é Anselmo, Flávio, desculpa, vou me acostumar. Flávio, Flávio,Flávio, Flávio o que mesmo? Salinas. Por que Salinas? Porque sim. Então voltando ao assunto, você me viu na revista, qual delas? Não sei exatamente são tantas e todas falam a mesma coisa. Então, vou te contar um segredo mas não pode contar pra ninguém, isso é segredo profissional. Certo, pode me contar. Você me viu com uma outra atriz não foi? Acho que sim, exatamente. Então, aquilo ali foi tudo armado, nós combinamos os três e ele ligou para assessoria de imprensa, disse onde estaríamos, o horário e tudo mais. Como assim? Muitas vezes é assim que funciona parceiro. Os artistas têm um assessoria que liga para estas revistas e combina tudo, depois nós fingimos que não sabemos de nada e somos “flagrados”. Tu ta de sacanagem? Não é sério. Claro que tem gente que já é mais famosa e tal que não precisa disso, mas muitos sobrevivem dessas revistas, são quase sócio delas, estão sempre figurando nas páginas, tem acordo, amizade, tudo mais, acaba sendo interessante para os dois lados. Caraca, achei que fosse tudo espontâneo. Que mané espontâneo nada. O meu empresário em particular é um cara bem relacionado, ele conhece todo mundo de todo meio, ele também cuida dos trabalhos de uma banda de Rock, de um artista de Hip Hop e de outros lances ai. Tem acordo em tudo que é canto pra tudo que jeito. Sabe esses prêmios que você assiste ai na TV. A banda dele sempre ganha, ele tem um contrato com a gravadora que por sua vez tem um contrato com a emissora para ganhar nas vendas da tal banda, então a emissora passa e fala do artista o dia todo, o tempo todo a banda está passando na programação, isso faz com que os adolescentes passem a gostar quase que por osmose da banda. A banda ganha milhares de prêmios isso faz com que os discos sejam vendidos, gravadora ganha seu dinheirinho, a emissora por sua vez não diexa barato e recebe participação nos lucros, a banda fica mais famosa, faz mais shows e todo mundo toma aquilo como verdade, sendo assim, fica bom para todos. Ah não é possível Rogério, não acredito nisso. Cara, estou te contando porque se você quer fazer parte do meio artístico tem que saber que nem tudo é o que parece ser e que muito do que se vive por aqui é programado e precisa ser compensado. Ninguém faz nada por ninguém de graça, você tem que se acostumar, é como se fosse um mundo a parte. Nossa, e eu pensando... Não pense muito, apenas perceba daqui para frente. Vou ficar mais atento. Olha Rogério, muito obrigado pelas dicas e pela força que estas me dando, você não sabe o quanto isso é importante para mim. Lembre-se Flávio Salinas, nada é de graça.
Ele deu uma gargalhada estranha, se despediu e desligou o telefone. Fiquei com aquilo na cabeça. Será que é verdade mesmo? Será que tudo isso é armação, que os artistas tem assessores de imprensa para aparecer nas revistas de fofoca? Será que as bandas ganham prêmios por politicagem de empresários? Nossa se for assim como ele está contando deve ser um lixo. Mas para descobrir se é verdade mesmo ou se é intriga preciso conseguir o meu lugar e para conseguir o meu lugar preciso encontrar uma porta aberta para dar o passo certo.
Meu telefone tocou. Alôuuu. Flávio Salinas? (Opa é trabalho, maravilha) Sim, quem está falando? Oi Flávio eu trabalho numa produtora que faz umas inserções em programas de TV. Tudo bom? Tudo bem. Pois então, quem me deu seu telefone foi o maquiador que fez o projeto da Brancol com você. ( Não dei meu número para aquela bicha) Sim, e do que se trata? Olha Flávio estamos precisando refazer os arquivos sonoros dos nossos programas, são inserções de vozes, de barulhos, algumas coisas de sonorização e como sei que você faz figuração aqui para a casa também, resolvi convidá-lo para participar, pagamos 100 reais a diária. E quantos dia serão precisos? Um dia só Flávio, na verdade é uma tarde, mas pagamos na hora é bem rápido, estou convidando somente pessoas indicadas, você estaria interessado? Sim, claro. ( Qualquer dinheiro ta valendo ) Pois então, nosso estúdio fica aqui no *&^%$# amanhã por volta das 16:00h ta ok pra você? (Caralho, é longe pra diabo, vou ter que pegar dois ônibus) Tá tudo bem, às 16 horas estarei por ai. Então fica combinado assim Flávio, chegando aqui te explico melhor do que se trata tudo bem? Tranqüilo. Desliguei o telefone.
O que seria da humanidade sem um telefone, principalmente um telefone celular? Acho que vou pegar essa grana e dar de entrada num aparelho novo, afinal de contas esse aqui já esta muito acabadinho. Tenho até vergonha de atendê-lo na frente das pessoas. Todo mundo com seus telefones com câmera, Mp3, visores holográficos, toques internacionais e eu com essa porcaria que só serve pra falar. Pode parecer bobagem, mas as pessoas percebem. O telefone não deixa de ser uma forma de mostrar quem somos nós não é mesmo? É assim com tudo, com roupas, carros, carteiras, bolsas, tudo, tudo, tudo. Para me tornar uma pessoa importante tenho que me comportar como tal, tenho que me mostrar como tal, caso o contrário não me darão credibilidade. Quantos mais coisas tiver para dizer que são minhas, mais importante serei, essa é a lei. Entro num crediário e vou pagando conforme a maré.

Peguei a condução rumo ao apart-hotel de Rogério para deixar meu material. Fui pensando muito nas conversas, em tudo que passara até aqui e em tudo que ainda precisaria fazer para conquistar meu lugar ao sol. Não nasci em vão. No meu mapa astral a pessoa dizia que eu seria um homem muito famoso, muito reconhecido e acredito sinceramente nessas coisas. Se as marés, as plantações, se tudo que faz parte da natureza é influenciado pelos planetas, por que só nós pessoas humanas não seríamos? Sempre leio o horóscopo antes de sair de casa, mesmo sabendo que aquilo ali é um genérico para todas as pessoas que nasceram em tal período, dá para tirar boas vibrações.
A praia da Barra é linda. Ainda vou morar nesse mesmo apart-hotel.
Desci e me fui até a portaria. O recepcionista me recebeu com um sorriso no rosto. (Será que ele me reconheceu?) Boa noite meu amigo, vim deixar este pacote aqui para o Rogério. Sim senhor, qual seu nome por favor? Flávio Salinas. Tudo bem Senhor Flávio o senhor poderia me emprestar um documento para que eu registre sua entrega? ( Como assim documento? Nunca vi isso.) Não entendi meu amigo. Desculpe-me Senhor Flávio. Pode me chamar só de Flávio. Desculpe-me Flávio, mas são normas do Hotel. Temos que registrar as entradas e também tudo que é deixado para os moradores, é uma forma de evitarmos problemas. Tudo bem, aqui está meu documento.
Coloquei em cima da mesa e já estava preparando meu discurso de explicação com relação ao nome. Desculpe-me Flávio, mas aqui diz que seu nome é Anselmo. Meu amigo, aqui é um aparte-hotel de artistas não é mesmo? Não tenho autorização para dar informações sobre os hóspedes. Tudo bem, eu sei que você sabe do que estou falando. Muitos desses artistas usam nomes artísticos, consegue compreender. Já entendi Sr.Flávio, mas terei que registrá-lo como Anselmo sim? Tudo bem, mas coloque ao lado Flávio Salinas e guarde bem esse nome, FLÁVIO SALINAS, pois ainda escutará muito falar dele, inclusive aqui no seu prédio. Confio que sim senhor. Pode olhar aqui para esta pequena câmera? Sim. Obrigado, o senhor está devidamente cadastrado e sua encomenda será entregue para o hóspede em questão. Muito obrigado, qual é seu nome por favor? Meu nome é Carlos Maciel. Obrigado Carlos Maciel, você é muito gentil. Obrigado senhor Flávio. Guarde esse nome Carlos, FLÁVIO... Salinas, vou guardar senhor, boa sorte.

De volta para casa entrei na comunidade que criei para mim mesmo no Orkut e nada, ninguém. O Brancol realmente não deve ter sido um trabalho relevante. Se não fosse Sheila Cardoso assassinada, acho que ninguém nunca teria sequer percebido que existem pessoas ali. Existem almas, corações, vidas, famílias envolvidas numa simples embalagem. Existem sonhos, glórias e tristezas e embora ninguém se importe, isso faz muita diferença para quem trabalhou e não teve seu mérito reconhecido.

O dia seguinte amanheceu chuvoso. Pegar ônibus com chuva é uma merda. Ficar esperando horas na porra do ponto. Tinha um idoso e algumas crianças com camisa de colégio público no local de modo que seria bem provável que o motorista passasse direto. Alguns motoristas de ônibus são muito escrotos, não respeitam a entrada de quem tem gratuidade. Finge que não vê, passa direto, não respeitam porra nenhuma.
Não deu outra. Passou o primeiro e não parou, o Senhor que estava ao meu lado reclamou que sempre acontecia isso com ele, segundo eles as empresas orientam os condutores a evitar ao máximo esse prejuízo. Prejuízo, perguntei. É eles só pensam em dinheiro, dinheiro, dinheiro, não estão nem ai para as leis, aliais lei nesse país deveria ser escrita em papel higiênico para as pessoas limparem suas bundas, pois ninguém respeita é nada. Tive que concordar com o senhor enquanto as crianças brincavam de chutar lama nos carros que passavam. Finalmente um bondoso motorista passou e entramos todos. Estava lotado para variar e quando o Senhor se encaminhou para o lugar destinado a gestantes e idosos o filho da puta que estava sentado lá fingiu que estava dormindo. Esperei um tempo para ver quanto durava a cara de pau, mas ele continuava fingindo enquanto ao seu lado existiam várias mulheres e o dono do lugar que parecia já ter se acostumado com o fator FODA-SE. Um cara levantou e cutucou o homem, ele nem piscava. Então o cara reclamou e o rapaz teve que acordar, resmungou, xingou virou um bate boca, o senhor ficou constrangido mas estava cansado demais e sentou. Alguns passageiros começaram a reclamar do cara que tinha reclamado, dizendo que ele babaca, que era chato, que não tinha que se meter no que não era chamado. Cheguei a conclusão que não fazia parte daquele mundinho mesquinho. Que todo mundo estava pouco se fudendo mesmo uns com os outros, que precisava ficar rico para fugir, sumir dessa vida maldita.

Cheguei ao estúdio todo ensopado. Não gosto de guarda-chuvas. Fui recebido pelo fulano que me ligou. Ofereceu-me um copo de água e me levou até uma pequena sala.
Aguarde aqui que já te explico o que faremos ok?
Na sala estavam duas senhoras bem velhinhas, um casal com umas três crianças, um cara de óculos escuros que parecia completamente chapado e eu. O fulano voltou e explicou que a produtora estava precisando renovar os arquivos de voz de alguns programas de TV, principalmente aquelas risadas que vão ao ar nos programas de comédia. Aqueles programas que passam sábado à noite e que não tem graça nenhuma as piadas, mas que escutamos umas risadas ao fundo. Sabe as risadas? Ele queria que gravássemos várias risadas em conjunto para depois inserir no BACKGROUND, como mesmo disse, dos episódios.
Puta que pariu, nunca imaginei que fosse conhecer alguém que fizesse parte do coro daquelas risadas, mas pelo visto agora além de conhecer ainda estaria participando delas. Tudo bem, precisava da grana para comprar meu celular, então fiz o trabalho junto com as outras criaturas e fiquei a tarde toda dando risada sem achar graça de nada.
Depois de dar a volta ao mundo novamente debaixo de chuva e com as ruas alagadas, consegui chegar em casa. Contei para minha mãe sobre o trabalho e ela ficou muito feliz, disse que contaria para todos os vizinhos que agora além de me verem na TV e nas embalagens de pasta de dentes, ainda escutariam minha risada. Mas mãe, como é que vão identificar minha risada no meio daquelas outras?????? Meu filho, a sua risada é a mais gostosa do mundo. Quando você era neném as pessoas se juntavam aqui na porta para ouvi-lo sorrindo. Todos vão saber qual é a sua risada. Conclui que mãe é mãe e pronto. Se ela estava dizendo, então que deixasse pensar assim, pelo menos tinha algo do que se orgulhar. Fui tomar um banho e esperar pelo próximo capítulo. Ainda pensei em ligar para o Rogério para saber se recebera meu material, mas achei melhor deixar para o dia seguinte. Liguei a TV e o jornal da madrugada estava no ar, notícias sobre mais desvios de verbas em Brasília, a Policia federal prendendo Deus e o mundo, violência no Rio de janeiro, parece a reprise da reprise, da reprise, e tudo continuaria igual se não fosse a surpreendente notícia de que uma ligação anônima colocara a polícia diante de mais fatos importantes que poderiam ajudar o esclarecimento no caso da atriz pornô assassinada. ( Caralho, transformaram a Sheila em atriz pornô e pronto, foda-se o que a família dela estaria sentindo ao ouvir aquilo) Fiquei atento. Segundo o noticiário a placa do carro denunciado pertencia ao pai de Agnaldo, o rapaz sem cabeça morto junto com Sheila. Um homem acabou sendo preso com um fuzil e munição e estava prestando esclarecimentos aos investigadores.
Como assim? O carro onde vi o detetive Machado pertence ao pai de Agnaldo? Não pode ser uma coincidência.

18 Comments:

Blogger Kari said...

Caramba Tico, tu disse que tava difícil continuar a novelinha, né? Imagina se não estivesse...
Cada capítulo é melhor que o outro...
Tá aprendendo direitinho, viu? Porque tá prendendo o leitor e deixando ele completamente curioso para o capitulo seguindo...
E eu continuo afirmando que tô adorando essas críticas...

Beijão,
Kari

2:32 PM  
Blogger Jaquelyne said...

Tii... adorando a Saga...
vC é um belo escritor rsrs

beijOs

3:13 PM  
Blogger Suelen DRC said...

É incrível como vc retrata td que vivemos no dia- dia de uma forma bem interessante.
Estou aqui imaginando quais são
as bandas que estão envolvidas nestes acordos empresariais...

Enfim, a história está ótima!!

Beijos querido que adoro tanto!!

4:05 PM  
Blogger manuh said...

Também odeio dia de chuva e gurada-chuva! *risos*
Mas isso não importa. Acho incrível o desejo das pessoas pelo mundo célebre, isso vale a pena? Só acho que valha no seu caso,como sendo uma pessoa pública disposta a utilizar disso de uma fomra positiva. Esse mundo de ilusão, da ilha de Caras e das revistas de fofoca, não nos levam a nada. Temos que ter princípios, nos preocupar com o futuro de nosso país qu não depende dos famosos e sim dos políticos corruptos, dos seres humanos idiotas e hipócritas, que preocupam-se apenas com seu próprio umbigo e a novelinha das oito. Onde está a consciência do ser humano? A cultura, a literatura, a educação, a poesia? Tudo isso parece não ter importância pra nossa sociedade. Isso me revolta. O que me conforta é pensar que existem pessoas que pensam como nós, o lamentável é lembrar que é a minoria.
Nem sei porque escrevo tanto aqui. Acho que me identifico até demais com você, e parecço desabafar através das palavras, já que ninguém parece me ouvir e me compreender.Tantos problemas, tanto a fazer por esse país, ninguém parece entender, é tão difícil assim? Minha cabeça trabalhando intensamente!Acho que estou ficando maluca.


Grande beijo,
Manu.

4:50 PM  
Blogger Inamara said...

Meu engraçadíssimo Santo Forte...Minha Santa Cruz!!!
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
O cara que pagou o Salinas precisava estar aqui gravando (grátis) as minhas risadas enquanto lia este capítulo!!! Acho que ficaria bem melhor do que "e fiquei a tarde toda dando risada sem achar graça de nada."...só imagino uma cena destas...acho que, de estar numa situação ridícula destes riria muuuiiitooo...taaantooo que ai sim minha mãe e toda a vizinhança reconheceriam a MINHA risada!!!!
Ri tb das mazelas do herói...o meu celular é igual ao "velho" do Salinas e todo mundo me manda comprar outro....mas ele se presta ao que deveria...pq um celular tem que tocar música, tirar foto...sei lá mais o que??? Diferente do Salinas ainda não vou trocar o meu!!! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
"anotei o endereço e estarei deixando ai"...o cara esta se sentindo já tão celebridade que esta usando o malfadado gerundismo!!!KKKKKKKKKKKKKKKKKKK
E essa?? pra terminar de cair de rir "Se as marés, as plantações, se tudo que faz parte da natureza é influenciado pelos planetas, por que só nós pessoas humanas não seríamos?"...será que ja não "li" isso em algum ambiente que ambos frequentamos????KKKKKKKKKKKKKKKK
Vou querer a milionésima parte dos royalties deste livro!!!! KKKKKKK
Beeeiiijooosss....TODOS!!!

5:58 PM  
Blogger Danielle said...

NOSSA ! INSPIRADÍSSIMO VOCÊ HOJE HEIN..
:)

* " Lembre-se Flávio Salinas, nada é de graça. "ESSA FRASE DIZ TUDO..PODE ATÉ SER O TÍTULO : " NADA É DE GRAÇA !"
E COITADO...JÁ VIU QUE O ROGÉRIO VAI COBRAR A AJUDA...
* O DIÁLOGO ENTRE O ROGÉRIO E O ANSELMO..QUER DIZER..FLÁVIO..FLÁVIOOOOO..rsrs..SOBRE ALGUNS " SEGREDOS PROFISSIONAIS " ESTÁ ÓTIMO E COMO TEM SENTIDO...
* ESTOU IMAGINANDO A CENA DA GRAVAÇÃO DOS BACKGROUNDS...rsrs..
* É INTERESSANTE A EVOLUÇÃO (OU SERIA INVOLUÇÃO...)DA SHEILA MESMO DEPOIS DE MORTA...
* JÁ GOSTARIA DE SABER ATÉ ONDE O SALINAS MORA...UM NÚCLEO DE VIZINHOS SERIA INTERESSANTE PRA MOSTRAR COMO O SALINAS É VISTO NAS REDONDEZAS...
* E QUE HORAS FOI ESSA QUE O FLÁVIO COMEU A MELISSA ? ELE JÁ ESTÁ APELANDO PRA PROPAGANDA ENGANOSA...rsrs...É..O RAPAZ TEM FUTURO..APRENDE RÁPIDO...

BEIJOS,

DANNY

6:13 PM  
Blogger Lulu said...

Descrição pura e verdadeira vc fez sobre a MTV.
A trama tá ficando cada vez mais tensa e a tinta da impressora acabando! hahahaha
...mas isso nao importa!
:)

beijao :*

6:34 PM  
Blogger **Renata Ferri** said...

Quando eu me interesso muito por uma estória, acho que o autor empresta algo dele a esta. Mas acho que me enganei.
Desculpa ter insinuado akilo.
Mas a gente ouve coisas dos outros e acaba acreditando..mas apartir de agora, só acredito nas coisas vindas de você, ok?
Bêjo0s,
Rê!
Te amo MEU SANTO FORTE!
E Flávio Salinas....tenho certeza de que algo vai dar errado na sua carreira....as coisas não são tão fáceis quanto pensas.

4:12 PM  
Blogger Monica said...

Salut Tico,
Je passe pour te voir de temps en temps et je me rends compte que tu n'es plus la..
T'es où? Tu me manque, ça me manque de savoir à quoi tu pense, à quoi tu t'es engager en ce moment. Je suis là, en me posant plein de question , est-ce-que tu es fatigué de te battre? ou alors, t'as laissé tombé toute les manifs, tous les mouvement, toutes les phrases auxquelles nous aimions tellement entendre, des idées qui nous motive, qui nous donne le courage de critiquer, surtout quand'on sait qu'il y a quelqu'un qui est là et qui pense comme nous, même si j suis si loin , même si dans mon coeur je pense à ma vie, la vie que j'ai quitté, mon pays, ma famille, ma culture, et tout l'amour pour ce gens qui pense comme moi, des gens avec qui je m'identifie, avec qui je me sens bien.
Bon, tout ça, ce pour te dire que je pense que je rentrera chez moi un jour, et pour que tu sachez, tu a contribué à cette decision, tu m'a fait pensé vraiment à ce que j'aime vraiment, o BRASA é minha casa, mais s'il te plaît, montre toi a nouveau, inspire toi , montre nous, retourne-toi aussi chez toi, ou mieux chez nous.
On t'aime vraiment: comme tu es.

Je t'ecris en français pour faire different, et t'atirrer l'attention justement du fait que ton image importe beaucoup et touche beaucoup de gens que tu n'imagine même pas, certais brasileiros qui vivent à l'etranger. Moi, je t'accompagne toujours, tu es unique, soit sûr que t'es quelqu'un important pour beaucoup de gens que tu n'imagine pas..!!!
Bisou dos brasileiros e brasileiras que vivem fora do BRASIL e te adimiram de montão.

Si tu veut la traduction il suffit de demander.!

Bisou

Je t'admire beaucoup.

Mônica

7:01 AM  
Blogger auau said...

Interessante a parte do rapaz dormindo no ônibus para não ceder lugar a pessoa!!


Abraços


Luz

7:53 AM  
Blogger Palavras de um mundo incerto said...

BAH!!! SEM PALAVRAS, POIS A KARI DEIXOU BEM CLARO O QUE TU ESTÁS CONSEGUINDO FAZER, ESTÁ DEIXANDO A GENTE "CURIOSO" A CADA CAPÍTULO DESTA TRAMA.

ABS E ATÉ MAIS!!!


Marcos Ster

10:36 AM  
Blogger Alessandra Diniz said...

Minha Paixão!!!
Estive sumida...com muitas saudades sua!!
Já percebi que as histórias são ótimas!! "Como sempre"!!! Saudades do nosso mundo. E tudo em você.

Amo você!! =)
Muita luz p/ nós
Beijoka

6:42 AM  
Blogger Tati* said...

Como assim ??-digo eu.rss
Sei não hein...o detetive Machado , segurança particular do Agnaldo , desaparecido ,dirigindo o carro de seu pai...
Suspeito!

E o SaliNas ?
Não bastasse ter sido figurante do linha direta , feito pequenas pontas em novelas e comerciais de cerveja , ele agora faz background ..altas gargalhadas rsrs ... daqui a pouco ele vai ser chamado para fazer aqueles testes de fidelidade de programas do tipo João Klebe hauaauhauha Coitado .

E o seu irmão ? O que aconteceu ?por quê ele foi morar nos States?Ele bem que podia dar o ar de sua graça na trama .E a saga continua ...


Ps.: Deu erro ao enviar o comment,caso seja duplicidade, por favor desconsidere este último. Beeeeeijos!

12:04 PM  
Blogger Letícia said...

Faz tempo que não comento.
Esse fim de ano tá foda.

'Parei' com a novela, Tico. Não tenho mais tempo.Li apenas o 'intervalo 2'.
Eu li um comentário que falava:"nós sempre soubemos que tudo foi assim.Mas tem dias que a nossa esperança...(não lembro)"

Enfim... não desista!Mesmo que ninguém vença no final, saiba que você "usando sua imagem" está 'abrindo' muitas mentes.E se olharmos a nossa volta, vamos perceber que é disso que estamos precisando: PESSOAS QUE PENSAM!
Te admiro pra caralho!!!

Quando der, apareço de novo.
Vida de colegial é FODA!

LUZ!
Lê.

6:35 AM  
Blogger Carolina said...

Ahhhhhhh,

como pode?
Seria muita estupidez o cara usar o carro do morto lá ;~

Mas se for de próposito qual seria o motivo?? o.O

A cada capítulo tá melhor a novelinha,
maas alias qual o nome dela? Tô acompanhando desde o início e nem sei o nome (se é que tem um) :P

Beijooos =***

9:09 AM  
Blogger Marco Antonio said...

Só não vire um Gilberto Braga, por favor.

Obrigado.

1:21 PM  
Blogger manuh said...

Querido,

Só queria que visse a foto que bati numa de suas visitas por aqui, achei o ângulo perfeito! Até que as aulas de fotografia serviram pra algo!


http://bp0.blogger.com/_VolRl_GQGaU/RyPsvtURrVI/AAAAAAAAADU/HdAlF3GCXIg/s1600-h/tico+104.jpg

Não é vírus não, só queria que visse mesmo, se quiser salvar, não precisa aceitar isso como comentário, só avise-me pra garantir que você viu mesmo, é exigir muito de você, não?!! Desculpa.

Grande beijo.

2:05 PM  
Blogger the tonautas said...

Oi, Tico.

hAUhauhaua, as partes mais engraçadas são as do "Anselmo é o caralho, meu nome é Flávio, porra!" huasuhsauhasuhsa!

Que cisma!

Abraços!

6:41 PM  

Postar um comentário

<< Home