sexta-feira, fevereiro 08, 2008

Eles querem a volta da DITADURA.

O novo comandante da PM do Rio de janeiro deu a seguinte declaração pública:
"Baile Funk em favela é reunião de vagabundo"
http://oglobo.globo.com/rio/mat/2008/02/07/pm_vai_reprimir_baile_funk_em_favela-425530490.asp

Mesmo não sendo funkeiro ou mesmo fã do estilo, me senti ofendido com uma colocação dessas vindo de um Oficial que vai dirigir a Polícia Militar do Rio de janeiro. Escrevi este artigo como resposta e enviei ao Globo. Para ler os comentários dos leitores basta clicar no título do post.
Incrível como estamos atolados em HIPOCRISIA ATÉ O TALO.

Segue o artigo:


Quer dizer que baile funk em favela é reunião de vagabundos?

Até onde vamos com esta postura preconceituosa e perigosa por parte de nossas autoridades?
Não conheço o trabalho do Coronel Marcos Jardim, mas acho que começou seu período apontando seu discurso para onde a corda sempre arrebenta, de forma demagoga e hipócrita.
Antes de tudo os bailes funks são manifestações culturais. É legítimo que os moradores das comunidades carentes tenham o direito à diversão dentro de suas áreas de convívio. Generalizar sempre é uma demonstração de desequilíbrio e falta de bom senso. Muitas pessoas honestas e trabalhadoras freqüentam bailes funks, inclusive filhos da classe média e de Ricos que aderiram a moda que faz trilha sonora de novelas e programas de TV.
Para alguns a música foi o caminho para sair do crime, a forma que encontraram de não compactuar com as organizações que dominam e dão as cartas nessa cidade. Um cantor de Funk chega a fazer cerca de 5 apresentações por noite, gerando uma renda honesta e tirando inclusive muitos jovens das mãos dos traficantes. A música tem esse poder. Consegue reunir as pessoas.
Vamos voltar à ditadura caro Coronel?
Vamos podar um dos poucos direitos que o morador das favelas e das comunidades carentes ainda tem ao entretenimento.
Há quem diga que a música é de mal gosto e não pode ser considerada cultural, então pergunto, o que vocês esperam que brote da cabeça de jovens que são ignorados, marginalizados e deixados de lado com relação ao conhecimento, a educação e ao valores da “família” brasileira que cultua exatamente o que condena?
Alguém acredita que acabando com os bailes vamos diminuir o consumo de drogas?
Caso isto venha acontecer então teremos que tomar a mesma iniciativa nas micaretas, nos shows de rock, nas raves, nos pagodes, nos ensaios das escolas de samba, em todo e qualquer lugar onde as pessoas se reúnam para se divertir.
A droga circula por todos os setores da sociedade, das coberturas ricas do Leblon onde a polícia não tem coragem de dizer que vai invadir, aos gabinetes de políticos, dentro da bolsa de valores, nos condomínios da barra da tijuca. O crime organizado tomou conta porque o estado deixou que eles assumissem o papel e agora quem paga o pato é quem quer se distrair depois de uma semana de trabalho para ganhar um salário ridículo?

Dizer que em bailes funks só tem vagabundo é o mesmo que afirmar que no congresso nacional só tem bandido e corrupto, que na ALERJ onde mais de 50% dos deputados estão respondendo a processos só tem criminosos, que na sua própria instituição a PM do Rio de janeiro onde policiais estão freqüentemente a frente de escândalos de violência e transgressão as leis e regras só tem delinquentes e todos nós sabemos que em qualquer lugar existe gente honesta e desonesta.
Sugiro que o senhor aproveite quando for determinar o fim dos bailes que acabe também com as festinhas regadas a cocaína nas mansões de alguns influentes cidadãos dessa cidade, que mande toda sua tropa para revistar jovens, adultos e crianças antes dos jogos de futebol e ao longo dos desfiles dos blocos e das agremiações nos próximos carnavais.

Como sempre, para mostrar ao que veio um membro de uma instituição desacreditada pela população recorre ao lado mais “fraco” para mostrar poder.
Acho que antes de acabar com o baile Funk caro coronel, precisamos descobrir por onde entram as ARMAS, munições e drogas que circulam por nossa cidade.
Quem são os responsáveis que deveriam combater o crime e participam ativamente dele. Quantos são os políticos que ganham muito dinheiro explorando esse mercado ilegal para o qual a sociedade vira as costas e que rende lucros milionários tanto para juízes e autoridades corruptas quanto para alguns membros das policias do Brasil inteiro que vivem graças aos arregos pagos, muitas vezes para sustentar suas famílias já que o salário de policial não dá pra pagar nem as contas direito.

Com tanta atitude a ser tomada para a prevenção da violência, o Senhor acredita mesmo que acabando com os bailes funks vai colaborar com a redução do consumo de drogas e com a desarticulação das quadrilhas?

Boa sorte Coronel.
Brilhante idéia.

Tico Sta Cruz

29 Comments:

Blogger Danny Souza said...

O CEL. MARCUS QUERENDO MOSTRAR " SERVIÇO " (apoiado por seguidores) CHAFURDANDO EM HIPOCRISIA E DEMAGOGIA PURA !
DAQUI A POUCO VÃO QUERER SEPARAR EM GUETOS...É MAIS DO QUE DITADURA..É PRETENSA SUPERIORIDADE..É NAZISMO...
:(

JÁ DEIXEI MEU COMENTÁRIO LÁ !

BEIJOS,

DANNY

8:22 PM  
Blogger LiLiTh* Eliane said...

Na real?
Me dá depressão em ler os comentários de lá.

São pessoas "instruídas" mas parece que têm um cabresto no rosto.

Leêm e não entendem.
E só se preocupam com seu próprio mundinho confortável.

Claro que FUNK é insuportável de ouvir... fato inegável. Mas talvez seja a única diversão das comunidades dos morros e periferia.

Se for para proibir que proibida tudo... começando por raves!!!

8:54 PM  
Blogger Luiz Alves said...

Hoje eu ouvi de um taxista
"ficam assaltando trabalhador... porque não assaltam esses políticos corruptos?"

Eu respondi a ele mentalmente
"Vê se eles têm coragem de assaltar os chefes deles"

é uma hipocrisia sem limites...

será que ele não vê que a reunião de vagundos acontece numa sala com
ar condicionado, e que os vagabundos estão todos de terno e gravata???

9:59 PM  
Blogger Auíri Au said...

O ano começou!!!!!!!!


VivAaaaa o CarNaVal


VIVAAAAAAAA as BunDas


VivAAaaaaaaaa o FuTeBoLLLLLLLL



ViVaa a HipoCriSIA

VIVAAAAAAAA



IMpressiOnante como para MOsTrar O pOdeR A CorDa Sempre ArrEbEnta no LAdo MaIS FraCO, Como VOCÊ mesMO DIsse!
A DEclaRAçÃo Do noSSO ComaNDante Só mosTRA cOMo sÒ tEmos PeSSoas DesprePAradaaas E IgnoraNtes Em CargOS ImPOrTantES qUE DEveRiAm dAR Bons ExEmplOS DE Como UsAR A CabeÇa NãO a HiPRoCRiSia!!


Luz



Auuíri Au

1:38 AM  
Blogger Rosanick said...

Nossa...você pegou pesado mas falou a verdade. geralmente pessoas como ele tem personalidade muito forte e senten-se agredidas quando questionados diretamente assim. Digo isso porque recentemente pude conversar com policiais numa reunião de família e posso te garantir que foram os donos da verdade se tratando de violência no Rio. Sei também que não se pode classificar a todos de uma vez só baseado em 4 ou 5, e que realmente eles estão mais por dentro que nós, mas ser questionado por uma personalidade como vc provavelmente mecheu com ele. Torçamos que seja para que repense a declaração que deu sobre o Funk e assuma o cargo com intenção de melhorar o máximo possível a segurança.
Ahh, falei demais.. vc sabe de tudo isso. Mas valeu pelo texto. Mais uma vez você ajudando a galera a ler nas entrelinhas.

Beijos Tico!

3:03 AM  
Blogger Junior São Gonçalo said...

Sempre os mesmos discursos prontos...
Os mesmos argumentos fajutos...

Muita hipocrisia, pouca vontade de mudança verdadeira. Somente medidas paleativas. Medidas inteligentes? Leis novas? Seriedade? Nunca!

O que dizer por exemplo, da nossa NOVA LEI brilhante, que proíbe a venda de bebidas alcoólicas NAS BEIRAS DAS ESTRADAS?
Você pode encher o pote e mamar todas no bar mais próximo do último acesso para rodovia, por exemplo, mas NA BEIRA delas, SOMENTE NAS BEIRAS, não!
Altamente eficaz e brilhante. Vide o saldo das mortes no trânsito.
E a hipocrisia? Ah, essa aflorou de vez no carnaval. Não se esqueça: "se beber não dirija".
Durante o ano todo, brigas e mais brigas para não serem exibidas propagandas dessas bebidas no horário x ou y. Mas durante o Carnaval, difícil foi NÃO ASSISTIR ÀS INFINITAS PROPAGANDAS delas. Ah, mas sempre com a frase que tira toda a responsabilidade do governo e a coloca no beberrão.

Esse é o nosso país amigos. Uma crescente farsa. Alimentada por nossa apatia e falta de comprometimento como cidadãos.

Viva o Brasil!
Feliz 2008! (agora vai, não!?)

Valeu irmão!

JUNIOR

5:21 AM  
Blogger Junior São Gonçalo said...

Só complementando o meu comentário, a "nova lei" que citei, na verdade é uma MEDIDA PROVISÓRIA. Mas não deixa de funcionar como "lei", pois tem essa força.
Segue a definição:

"A medida provisória , assim, embora tenha força de lei, não é verdadeiramente uma lei, no sentido técnico estrito deste termo, visto que não existiu processo legislativo prévio à sua formação.

Somente em casos de relevância e urgência é que o chefe do Poder Executivo poderá adotar medidas provisórias, devendo submetê-las , posteriormente , ao Congresso Nacional. As medidas provisórias vigorarão por 60 dias, prorrogáveis por mais 60. após este prazo, se o Congresso Nacional não aprová-la , convertendo-a em lei, a medida provisória perderá sua eficácia."

Abs!

5:40 AM  
Blogger Cristal said...

Bom Dia Tico,

Não tenho nada a acrescentar no teu texto que está muito completo.
Tu fosse muito feliz ao chamar a atenção para algo que nós seres humanos vivemos fazendo, as vezes, sem perceber, que é GENERALIZAR coisas e até pessoas.
Aqui em Santa Catarina, há alguns meses atrás, as festas raves foram proibidas. Houve muito protesto por parte da guriada.

Aqui na nossa Ilha aconteciam muitas raves. A guriada alugava uma casa, ou as vezes, eram filhos dos proprietários mesmo, e rolava muitas raves. Eu te confesso que um dia pela manhã estava caminhando e passei por uma delas e me assustei ao ver como gurias de 13,14, 15 anos, se encontravam depois de algumas horas de festa.
Muitas jogadas pelo jardim, outras na calçada, cenas tristes de se ver. Eu ficava pensando: será que os pais delas sabem que elas estão aqui, nesse estado??? senti pena delas, pelo que estavam fazendo com o seu corpo, com a sua vida, e dos pais o dia que descobrirem, porque muitas vezes acham que estão fazendo tudo de bom e de certo para os filhos, e depois descobrem que nem sequer os conhecem direito. Só que se as festas forem proibidas, eles vão arranjar outro jeito de fazer as mesmas coisas. Por isso é que concordo contigo, a solução desse problema não está AONDE acontece, mas,PORQUE acontece.

Mais uma vez, parabéns pelo teu texto. Tu não fez apenas criticas, mas abriu um leque para que se enxergue a dimensão do problema, e pontos que podem ser trabalhados para buscar uma solução.

Bom final de semana pra ti...

6:41 AM  
Blogger Pauline T.n.T said...

Fico sinceramente feliz por saber que existem pessoas como você, em nossa sociedade hipócrita.
Valeu mais uma vez, Tico!

Este coronel quer mostrar serviço, claro, e onde é que ele iria conseguir fazer isso ? Obviamente nas classes desfavorecidas! Suas colocações foram muito coerentes.

7:02 AM  
Blogger erica said...

Se a onda agora é viver a volta da Ditadura, por não voltar também com a Luta Armada contra a essa tal de Ditadura???

Por que não voltar a passeata dos 100mil no Centro do Rio?

Por que não quebrar o Batalhão da PM em represália a grandiosa besteira que foi dita por este cidadão???

Palavras são boas amigas, mas chega a hora que AÇÕES são o que realmente importa...

7:03 AM  
Blogger Fernanda said...

Vejam bem eu simplesmente odeio todo tipo de generalização, mas eu moro em uma favela chamada Nova Holanda, sou trabalhador e curso comunicação social, e estou sendo sincero, quando chego do trabalho a noite eu passo pelo baile aqui da favela e posso afirmar que todos que estão ali que vejo no funk, são traficantes ou usuários...fico triste pq até vejo crianças dançando até o que nem sabem acompanhados de pais usando drogas...pelas outras comunidades não posso dizer nada, mas por essa que eu moro o Comandante tem razão...me desculpem a franqueza, mas eu moro aqui desde que nasci e sei que antes era diferente os bailes, mas hoje horrível !!!

7:08 AM  
Blogger Carla Aguiar said...

"Incrível como estamos atolados em HIPOCRISIA ATÉ O TALO."
Acho que não é preciso dizer mais nada.
E sobre os comentários lá no Globo, é sempre a mesma coisa.
A maioria não entende o que lê e, pior, acaba fazendo ofensas pessoais.
Tenho curiosidade de saber como seria se você escrevesse mas assinasse com outro nome. Será quais seriam os argumentos deles?
Ótimo texto, pra variar.
Beijos, querido.

8:00 AM  
Blogger (( Brunosauay )) said...

Ate quando moradores de favelas vão sempre ser taxado de bandidos e marginais?
Todos sabemos que existe grande parte de Play Boys da Zona Sul que freqüentam bailes em comunidades, e nem por isso são marginais, ou até pouco tempo não, após o pronuciamento tacanha do novo comandande, agora podemos dizer que sim.
E quanto ao comandante Marcus Jardim, quando comandava o 12 batalhão em niterói, foi o único em que conseguiu diminuir bastante a criminalidade em morros próximos.
Ao contrário de outros, no entanto, pode-se dizer que foi um trabalho eficaz, pelo menos lá.

Um abraço!

11:46 AM  
Blogger Lucas Lima said...

Nossa!!!

Estou perplexo com o tamanho de nossa ignorancia quando não pensamos nisso antes!!!

Tantas pessoas individualmente ou em conjunto, todas a seu modo tentando resolver os problemas sociais desse pais, que está mergulhado em hipocrisia, e nenhum desses cidadãos de bem pensaram nisso!

Parabéns Sr.: Comandante
Você acabou de solucionar todos os nossos problemas de forma genial!

Muita luz ai pra você

Ps.:O pior de tudo isso e que ainda achamos gente pra dar credito a um sujeito desse.

Viva o baile funk!!!
Que tambem não sou adepto mais respeito.
Abaixo a hipocrisia!!!

2:12 PM  
Blogger Rique Farr Sunsa said...

Bem, de certa forma concordo com o Coronel.
Acho que ele se expressou errado.
É uma população pobre que envolvem-se, como disseste, com classe média alta.
Sem demagogia, mas já isto é muito estranho.
Em um país, como o nosso, as classes sociais raramente se misturam.
Em shows: Ricos, camarotes. Pobres, pista.
Em estádios: Ricos, sociais. Pobre, geral.

Lembro de uma matéria de 2 anos atrás...
Falava de um organizador de baile funk que foi preso.
Bem, entre outras coisas, armas e drogas eram vistas com naturalidade.
Cenas de sexo explícito?
Mas, claro.
Isto é normal...
Não quando a fiscalização inexiste.
Não sei como é no Rio de Janeiro, mas em Pernambuco(...) jovens de 15, 16, 17 anos, podem circular livremente nestes locais.
Pois, não há controle.
Não pedem sequer identidades.

Mas, bem, voltando ao tema.
Generalizando, o baile funk é um local perigoso, não um local de vagabundos.
Talvez o funk, por ter sido um estilo musical, no Brasil, restrito, até pouco tempo, aos conjuntos habitacionais, possa ser considerado como música de periferia ou como o Coronel acha(...) de vagabundos.
A critica deveria ter sido direcionada para os habitantes, das favelas, que vendem drogas e seus próprios corpos, fazedo ,assim, a imagem destes shows ficarem deste jeito.

Então, não podemos culpar o Coronel por esta declaração.
Devemos culpar os promotores destas festas.

3:34 PM  
Blogger *Carol Carolina* said...

gente, q nojo esse comentarios sobre a materia..
qta gente cabeça de feijao.
eu nao sei pq ainda me surpreendo, esse coronel ta precisando de uma dose de passado, pra tentar entender o presente.
e talvez quem saiba, umas aulas...do que, é que seria impossivel dizer....muita coisa....

ótimo artigo.
gostei.

beijo
ps: eu li o texto das mulheres; e achei mto verídico, e acho q "nós" temos que nos aceitar primeiro, assim, nao precisa de qlq coisa pra modificar oque Deus nos deu.
to falando de exagero e nao de cuidados diários.

3:50 PM  
Blogger Luiz Alexandre said...

Caro Tico.

Acho que os dois lados tem uma certa razão.

Inicialmente, o lado do Cel. faz sentindo, porque como foi dito aqui por moradores, os bailes funks nas favelas são festas destinadas somente ao uso e venda de drogas, sim!! Os bandidos fazem desses lugares bunkers, com arsenais de fazer inveja ao Saddan. E os moradores das favelas e os playboys que vão lá adoram... Acham lindo verem aquele lado perigoso e se sentem protegidos por um poder alternativo ao Estado.

Do seu lado, por acreditar que generalizações são burras. Que os ataques só aconterão em favelas realmente. Que a proibição é só para a "sacanagem" do pobre, pois a "sacanagem" do rico continuará. Os bailes serão proibidos mas as raves não.

Obviamente acho que o ataque tem que ser de TODOS os lados. O crime é igual quando cometido pelo rico ou cometido pelo pobre.

Mas sabemos que os pais dos filhos da classe média e alta não querem e nem podem ter seus nomes nos jornais. Não querem que seus mocinhos e mocinhas sejam presos, processados, expostos...

Ou seja, aquela moça com uma espada na mão e vendada, pode não enxergar, mas ela é muito bem direcionada para não causar "danos colaterais" e cortar só as cabeças de quem (não) interessa.

Abraços.

3:53 PM  
Blogger darkingcrow said...

ha muitas questões a serem levantadas sobre isso, sera que esse coronel tem filhos, bom, sera que ela sabe com quem eles andam, o que eles fazem, em que tipo de festinhas eles vão, assim como qualquer outra festa sempre ha alguem que use alguma coisinha diferente que disperta nem que seja a curiosidade e a curiosidade, bom naum sei, sera que esse coronel aceitaria fazer o exame de sangue, talvez, e se naum, duvida, bom mostrar publicamente que ira fazer algo com interece para as classes mais altas é uma demonst ração de imponencia, bom a elite como sempre esta pisando nas formas de expreções do povo, como viver naum só nesse pais mas nesse mundo cheio de injustiças como combatelas soluções, apenas aparentemente é preciso debater e chegar a um denominador comun o umesmo que não chegue que seja ouvida nossa voz, que possamos deixar pontos de interrogação na cabeça deles.
valeu tico muitas energias positivas nunca desista estamos do seu lado.

3:57 PM  
Blogger Nadine said...

Vendo a resposta dos leitores tornou-se muito mais fácil entender porque alguém é capaz de fazer uma afirmação como a do coronel. As pessoas gostam. Para o meu espanto, MUITAS pessoas aprovam! :O

Achei que a barra foi forçada com a referência a ditadura, mas obviamente é um belo texto.

Vamos esperar e ver mais uma "estratégia" da nossa polícia falhar?
Vamos né? O que mais nos resta a fazer?
O balde de pipoca já está no ponto!

5:24 PM  
Blogger Inamara said...

Meu lúcido Santo Forte....Minha Santa Cruz!!!

O que dizer??
Vc me arrepia...acho que sua cabeça tem dentro uma luz de sol...mas um sol que não se apaga...só pode ser...senão de onde viria tamanha LUcideZ???
Deixa em vida a doação para estudos...pq é incrível a vontade de saber o que produz tantas coisas belas e bem organizadas!!!
Não tenho o que dizer sobre o texto...seria ridículo tentar!!!

TOOODOOOSSS os Beeeiiijooosss de sua "ina" na veia

PS Desculpe...no comentário anterior saiu meu texto como João Pedro...é que não estava em casa e acabei entrando sem perceber com a conta Google de um amigo ...que aliás é a mesma do Orkut que ele estava utilizando...e nem percebi!!!

5:28 PM  
Blogger hellen said...

É extremamente chocante ouvir uma declaração dessas...

incoerência por parte do nosso querido coronel, não?

Sua resposta foi extremamente INTELIGENTE!


AMO suas idéias!


beijo Tico!

7:00 PM  
Blogger Jonathan said...

è Você Falou Tudo!

Cada dia Que Passa Cresce mais Ainda Minha Indignação!

A policia Arma e "protege" o Bandido e disconta Tudo na população carente das comunidades.

Sempre os Trabalhadores pagam o pato.

O mais Engraçado é que a Pm Vive Tendo escandalos e eles abafam o caso, os maiores marginais estão la dentro da propria policia.

Ta Faltando Uma Justiça Seria, Uma Justiça Que Puna corretamente, Todo Mundo Literalmente CAGA E ANDA por que sabe que não vai dar em NADA!

è Por Isso Que Cresce a Cada dia mais a corrupçao.

Desculpa Pelo Desabafo,Mais é Que eu Moro em area de risco, digamos uma comunidade carente e eu acho um absurdo eles classificarem assim o cidadão pobre!


um Abraço Tico,Cada Dia que passa so cresce meu carinho e admiração por você!

11:19 PM  
Blogger Jaquelyne said...

Resposta Excelente Tico..

... s/c ...

3:04 PM  
Blogger fernando said...

Saudações;

eu sou uma pessoa que profundamente sinto a necessidade de ideias, de cultura e informações pertinentes a assuntos que ou me interessam ou são necessarios pelo menos pra gente não fazer papel de alienado, idota, por onde agente passa,
Mais caro Tico;
soh quero deixar aqui registrado o seguinte, assim como esse post e mtos outros, que além de me ajudar a pensar de forma mais ampla, me ajudam como argumentos em discussões geralmente de rodas de amigos, que as vezes quando os sentidos estão meio altos, as ideias fluem mais facilmente.
Acho que tudo que cerca qualquer forma de socidedade, no que diz respeito a costumes, comidas, sei lá tudo que interfere na maneira que determinado grupo de pessoas vive, vc ah de convir comigo é uma forma de cultura.
Partindo disso, não podemos deixar de salientar que, qualquer forma de generalição é burrice, banalizar o carnaval, futebol, por exemplo, puramente pq, algumas pessoas que vai se saber pq conseguem se sobressair a tamanha grandeza e denigrem, não soh o Brasileiro, mais acho que todo ser humano precisa de coisas que mtas vezes os fazem esquecer angustias, sofrimentos e as vezes são nesses momentos em que conseguem ter um momentinho de felicidade espontanea, mesmo com a geladeira vazia, mesmo com tanta merda acontecendo na vida, quando sai aquele golzinho e voce não sabe pq mais o sentimento de alegria de adrenalina sobe tua cabeça e vc estravaza aquele puta grito de gol;
Todos ossentimentos ruin se vão, o mesmo ocorre no carnaval, são momentos de felicidade pequenos, mais por Deus não são válidos?!!?!?!?
´Não sei se vais concordar comigo caro amigo, mais as vezes a posição que certos comentarios aqui mesmo no blog não tem uma visao ampla do que realmente é querer algum momento de felicidade, seje ela causada pelo que for.

Antes eu queria generalizar tudo, aprendi a abrir mais a mente e ver varios pontos de vista.

Sou seu fã e devo mto do que penso hj a vc não por falta de personalidade mais sim por ter aprendido que nunca é de mais, que ninguem sabe tanto que não precisa conhecer o outro.

Apartir dae vai ficar mais facil mudar alguma coisa.

Forte abraço a todos e vc querido Cel. Tanta instrção na vida pra abrir a boca e falar tanta baboseira!!!

Mta luz ae!!!! Sorte a Todos

Fernando

msn: fernando_santuccimg@hotmail.com

3:54 PM  
Blogger Altieres said...

Brilhante Idéia, amos acabar com os bailes funks e jogar o resto da população dos morros na marginalidade. Uma idéia melhor, porque também não jogamos uma bomba nas favelas e acabamos com tudo por lá? já que eles acham que os problemas estão todos na favela...
Meu "eu não entendo" porque eles só mexem com que está quieto, será que eles não sabem que verdadeiros bandidos estão desviando as verbas publicas, sentados em suas mesas lotadas de dinheiro sujo!!!
Porque eles comemoram tanto quando eles descobrem 100 kg de cocaína de baixo da cama de um bandido se eles não procuram ir mas a fundo, eles estão tirando uma pequena parte dessa imensa bola de neve que todos nós vemos vir em nossa direção mas nós não fazemos nada para nos salvar.

FORÇA TICO VOCÊ ESTA CONSEGUINDO O QUE QUER, JÁ CONSCIENTIZOU MILHARES DE PESSOAS POR ESSE NOSSO PAIS.
OBRIGADO IRMÃO

3:21 AM  
Blogger renato alfred said...

fala grande tico em 1 lugar parabens concordo plenamente com sua posiçao no caso do nosso dignisso coronel

cara e oq eu sempre defendo aqui tb talves a musica funk nao seja de tao boa qualidade assim mais nao concordo qd vejo a galera desmoralizando e mais um estilo nao pode ser esquecido nao existe ! e nem podemos esquecer tb o lado unico da diversao desde pessoal e as letras senao sao tao cultas e criativas e pq falam com uma linguagem simples e direta de uma forma popular q essa galera consuiga entender e se divertir parabens ! tico vc e foda !

e proposito alguem aqui viu o descaso do sr governador de minas eacio neves ?? saiu na folha sp q em 2 presidios de minas os presos estao tendo q durmir em pe com sarna tem um cara morto na cela fedendo o carcereiro e um detendo emfim abandono total desrespeito aos direitos humanos !
oq acham disso ?
oq acha disso tico?

e apesar de nao concordar com o governo lula me preucupa saber q este cara ou algum membro de sua gangue tucana provavelmente vao assumir a presidencia da republica na proxima eleiçao oq acham diso?

abraço

4:00 AM  
Blogger Fabio said...

Acho que esse texto, assim como o comentário do Comandante foi superficial ao extremo (estarei eu sendo também superficial?). Em primeiro lugar é preciso notar qual o contexto em que a frase foi dita.

Os bailes funk são uma fonte de diversão legítima mas que são compostos por elementos ilegítimos. Em primeiro lugar é bem diferente haver consumo de drogas em uma festa (o que de certa forma é quase impossível de ser controlado) e a referida festa ser financiada, organizada, policiada por traficantes e homicidas. Segundo porque essas festas na maioria das vezes são realizadas em locais sem alvará, sem as condições mínimas de segurança (a não ser a dos próprios traficantes que seguem a lei do cão), desrespeitam a lei do silêncio, etc. Esse argumento de que é melhor liberar tudo porque não dá pra proibir tudo é fraco, simplório.
Não creio que proibir seja a saída, mas apertar o cerco a qualquer tipo de irregularidade, colocar ordem na coisa, é fundamental.

6:21 AM  
Blogger Márcio said...

O brasileiro esta sofrendo uma doença terrivel chamado o "dono da verdade" Tudo é hipocrisia, para justificar os atos banais e criminosos. Em nome da sinceridade (otários úteis) defendem os criminosos, traficoe genteque não presta. "Tudo é preconceito" tirando da sociedade o senso critico, em nome da transparencia e combater a hipocrisia,o seujeito começa usar drogas, se misturar com pessoas que não prestam, viram homossexual, etc tudo em nome de combater a hipocrisia. É uma doença social, não ter mais o senso critico!
m-d-a@bol.com.br

3:54 PM  
Blogger Márcio said...

O brasileiro esta sofrendo uma doença terrivel chamado o "dono da verdade" Tudo é hipocrisia, para justificar os atos banais e criminosos. Em nome da sinceridade (otários úteis) defendem os criminosos, traficoe genteque não presta. "Tudo é preconceito" tirando da sociedade o senso critico, em nome da transparencia e combater a hipocrisia,o seujeito começa usar drogas, se misturar com pessoas que não prestam, viram homossexual, etc tudo em nome de combater a hipocrisia. É uma doença social, não ter mais o senso critico!
m-d-a@bol.com.br

3:57 PM  

Postar um comentário

<< Home