domingo, outubro 07, 2007

Pornografia pura.

Talvez este título te induza a ler um pouco da intimidade desse alguém que pode ser você.
(NUNCA SE DEVE GENERALIZAR AS COISAS)

Os ricos nunca se preocuparam com os pobres.
Porque os ricos têm uma vida diferente e morriam de forma diferente.
Acontece que o jogo virou e agora os ricos estão morrendo como os pobres sempre foram mortos.
Isso os preocupa.
Qual rico quer ver a morte estampada num 38 bem diante de seus miolos?
Os ricos usam relógios de 50 mil reais conquistados com muito esforço e trabalho sério, principalmente os que ganham dinheiro estimulando o consumo de bens que os pobres jamais terão. Fazem trabalhos sociais para diminuir vossas culpas e para dizerem a si mesmos que diante dessa desigualdade absurda de valores cultuados ainda são capazes de sentir dor com a dor alheia.
Por que isso não pode ser verdade?
Quem não quer ter uma mansão e um barco estacionado em Angra dos reis?
- EU NÃO QUERO.
Guerra de cores, guerra de classes, guerra de ideologias.
Estou cansado de discutir com esquerdistas burgueses a respeito de uma realidade que eles só conhecem do baixo Gávea. Estou cansado de bater boca com a direita fascista que acha que todo favelado é bandido e tem que morrer.
O muro de Berlin caiu há tempos.
O governo com sua dificuldade em colocar de maneira prática seus objetivos vai como um trator passando por cima de todos os valores e escrúpulos que defendeu ao longo dos anos que não esteve no poder. Defendendo e justificando a corrupção. Estúpidos!!! Por outro lado temos na oposição um bando de sanguessugas que mamaram nas tetas da república por longos períodos, que compactuaram com atitudes IDÊNTICAS e deselegantes para quem se apropria da ética para fazer valer seus interesses partidários.
Nossos políticos com raras exceções são doentes, cleptomaníacos, sedentos por influência, dinheiro e poder. ARDILOSOS.
O que fazer com tanto dinheiro se não houver uma Mônica para comer no fim de semana?
Sem as mulheres no mundo o acumulo de capital não teria uma razão.
Sim, faço uma conexão perigosa entre sexo, dinheiro, poder e egoísmo. É a natureza humana.
Festas, orgias, carrões, viagens, ilhas, fazendas, banquetes, palavras jogadas aos quatro cantos para mostrar o quanto são importantes. Uma simbiose de parasitas e outros tipos que alimentam esse infame “sisteminha” mostrando suas caras na TV para fingir que estão preocupados com o cidadão brasileiro. Mais galhofas e falácias.
O Brasil é uma grande novela, um reduto de piratas, uma população indecente de valores estapafúrdios, que não respeita a liberdade. Condena o que pratica, numa atitude totalmente demente e patológica.
Os movimentos estão comprados, a política está com seu rabo sujo como um cachorro com diarréia que corre em círculos espalhando merda para todos os lados. Os artistas estão com medo de perder seus patrocínios, seus shows em prefeituras, seus rendimentos confortáveis, os intelectuais preferem discutir tudo sentados em suas poltronas de couro entre seus livros de capa dura.
O barco esta afundando e cada qual já assumiu seu papel na omissão coletiva. A crescente violência é a resposta a tanto desaforo e tamanha falta de sensibilidade dessa sociedade egocêntrica e doente que compra revistas tendenciosas e verdades de fim de semana, que tem como objetivo participar de Big Brother e tornar-se famoso e célebre sem precisar estudar ou desenvolver algum talento.
Que tipo de mundo é esse?
Que tipo de crianças estamos criando?
Que tipo de gente deseja o que estamos desejando?
Nossa dissimulação nos enforcará diante do maracanã lotado para ver Flamengo e Fluminense.
Foda-se?
Veremos !!!!!!

E assim caminhamos em direção a nossa morte CEGA.

Estes dias descobri que a palavra "BRASILEIRO" etimologicamente significa
TRAFICANTE DE PAU-BRASIL.

Faz sentido.

Tico Sta CRuz

Ps: Os comentários estão interessantes, vale a pena ler e debatê-los.

40 Comments:

Blogger Reticências said...

Usando o título pra atrair atenção? Ta parecendo jornalista de imprensa marrom que ganha pelo número de sangue e escândalos que consegue colocar na manchete.

Nunca generalizar, você está certo.
O barco já afundou, a merda respinga neles e o que acontece? Os ricos continuarão preocupados. Enquanto as orgias, mansões, mulheres (e homens!) forem encobertas por um assistencialismo tapa-buracos.

“Nossos políticos com raras exceções são doentes, cleptomaníacos, sedentos por influencia, dinheiro e poder.”

Sabe o Epitácio Cafeteira, o primeiro relator do processo movido contra o senador Renan Calheiros por quebra de decoro parlamentar que se posicionado a favor da absolvição do então Presidente do Senado? Lembro dele indo de porta em porta quando morei no Maranhão. Comprando votos e vendendo promessas. Abria um caminhão e jogava comida nas ruas. Ruas sujas, com esgoto a céu aberto (isso na região central da cidade), disputando com porcos os farelos que caíam e meninas que podiam brincar comigo na época, se vendendo aos peões da obra pra conseguir dinheiro pra ir pro “sul”. Essa cidade era Pedreiras no meio dos anos 80. Cafeteira foi eleito Governador do Maranhão em 1986 com um percentual superior a 80% dos votos válidos. A mesma Pedreiras onde os filhos de servidores públicos recebiam benefícios do governo, denunciada em 2002 se não me lembro. Nunca mais voltei. Mas o senhor Epitácio continua, agora senador...

Citei isso pra mostrar essa história que se repete, desse povo que não se mexe. É um cinismo que me enoja, uma dinâmica que me envergonha.

Tento entender essa sanha por dinheiro, esse meio onde mulheres se vendem por uma gravidez- aposentadoria e por um ensaio numa revista masculina. A propósito quem compra essa revista pensa o que? “Deixa eu ver o que o dinheiro compra?”

Tenho observado muitos intelectuais descobrindo que as alternativas que eles propuseram ficavam bonitas no papel, mas emporcalhadas quando se encontravam com a realidade política.

Já ouvi alguém dizendo que temos o mundo que merecemos. Não quero concordar com isso, enqto eu tiver senso crítico e determinação de fazer diferente. Eu estou de olhos abertos, tentando insistentemente lutar contra a maré.

Só pra fechar meu raciocínio, acrescento aqui um texto famoso de Bertold Brecht, que inovou o teatro e chacoalhou a política com suas idéias.

O Anafalbeto Político
O pior analfabeto é o
Analfabeto político. Ele não ouve,
não fala, nem participa dos
acontecimentos político.
Ele não sabe que o custo de vida,
o preço do feijão, do peixe,
da farinha, do aluguel,
do sapato, e do remédio,
dependem das decisões políticas.
O analfabeto político
é tão burro que se orgulha e
estufa o peito dizendo
que odeia a política.
Não sabe o imbecil que
Da sua ignorância política
nasce a prostituta,
o menor abandonado,
e o pior de todos os bandidos
que é o político vigarista,
pilantra, o corrupto
e lacaio dos exploradores do povo.


Teve um tempo perto do “achamento” do país em que aqui era sinônimo de paraíso. Utopia de Thomas Morus, que fala de uma ilha perfeita, foi escrito baseado aqui. Nenhum título seria mais apropriado...

Ah, e pra fechar, coloco aqui o artigo de certo cara que encontrou um 38 pela frente. Ele foi publicado na Folha de São Paulo de segunda-feira, 01. É assim que pensam os ricos.
Pensamentos quase póstumos
LUCIANO HUCK
Pago todos os impostos. E, como resultado, depois do cafezinho, em vez de balas de caramelo, quase recebo balas de chumbo na testa

LUCIANO HUCK foi assassinado. Manchete do "Jornal Nacional" de ontem. E eu, algumas páginas à frente neste diário, provavelmente no caderno policial. E, quem sabe, uma homenagem póstuma no caderno de cultura.
Não veria meu segundo filho. Deixaria órfã uma inocente criança. Uma jovem viúva. Uma família destroçada. Uma multidão bastante triste. Um governador envergonhado. Um presidente em silêncio.
Por quê? Por causa de um relógio.
Como brasileiro, tenho até pena dos dois pobres coitados montados naquela moto com um par de capacetes velhos e um 38 bem carregado.
Provavelmente não tiveram infância e educação, muito menos oportunidades. O que não justifica ficar tentando matar as pessoas em plena luz do dia. O lugar deles é na cadeia.
Agora, como cidadão paulistano, fico revoltado. Juro que pago todos os meus impostos, uma fortuna. E, como resultado, depois do cafezinho, em vez de balas de caramelo, quase recebo balas de chumbo na testa.
Adoro São Paulo. É a minha cidade. Nasci aqui. As minhas raízes estão aqui. Defendo esta cidade. Mas a situação está ficando indefensável.
Passei um dia na cidade nesta semana -moro no Rio por motivos profissionais- e três assaltos passaram por mim. Meu irmão, uma funcionária e eu. Foi-se um relógio que acabara de ganhar da minha esposa em comemoração ao meu aniversário. Todos nos Jardins, com assaltantes armados, de motos e revólveres.
Onde está a polícia? Onde está a "Elite da Tropa"? Quem sabe até a "Tropa de Elite"! Chamem o comandante Nascimento! Está na hora de discutirmos segurança pública de verdade. Tenho certeza de que esse tipo de assalto ao transeunte, ao motorista, não leva mais do que 30 dias para ser extinto. Dois ladrões a bordo de uma moto, com uma coleção de relógios e pertences alheios na mochila e um par de armas de fogo não se teletransportam da rua Renato Paes de Barros para o infinito.
Passo o dia pensando em como deixar as pessoas mais felizes e como tentar fazer este país mais bacana. TV diverte e a ONG que presido tem um trabalho sério e eficiente em sua missão. Meu prazer passa pelo bem-estar coletivo, não tenho dúvidas disso.
Confesso que já andei de carro blindado, mas aboli. Por filosofia. Concluí que não era isso que queria para a minha cidade. Não queria assumir que estávamos vivendo em Bogotá. Errei na mosca. Bogotá melhorou muito. E nós? Bem, nós estamos chafurdados na violência urbana e não vejo perspectiva de sairmos do atoleiro.
Escrevo este texto não para colocar a revolta de alguém que perdeu o rolex, mas a indignação de alguém que de alguma forma dirigiu sua vida e sua energia para ajudar a construir um cenário mais maduro, mais profissional, mais equilibrado e justo e concluir -com um 38 na testa- que o país está em diversas frentes caminhando nessa direção, mas, de outro lado, continua mergulhado em problemas quase "infantis" para uma sociedade moderna e justa.
De um lado, a pujança do Brasil. Mas, do outro, crianças sendo assassinadas a golpes de estilete na periferia, assaltos a mão armada sendo executados em série nos bairros ricos, corruptos notórios e comprovados mantendo-se no governo. Nem Bogotá é mais aqui.
Onde estão os projetos? Onde estão as políticas públicas de segurança? Onde está a polícia? Quem compra as centenas de relógios roubados? Onde vende? Não acredito que a polícia não saiba. Finge não saber.
Alguém consegue explicar um assassino condenado que passa final de semana em casa!? Qual é a lógica disso? Ou um par de "extraterrestres" fortemente armado desfilando pelos bairros nobres de São Paulo?
Estou à procura de um salvador da pátria. Pensei que poderia ser o Mano Brown, mas, no "Roda Vida" da última segunda-feira, descobri que ele não é nem quer ser o tal. Pensei no comandante Nascimento, mas descobri que, na verdade, "Tropa de Elite" é uma obra de ficção e que aquele na tela é o Wagner Moura, o Olavo da novela. Pensei no presidente, mas não sei no que ele está pensando.
Enfim, pensei, pensei, pensei. Enquanto isso, João Dória Jr. grita: "Cansei". O Lobão canta: "Peidei".
Pensando, cansado ou peidando, hoje posso dizer que sou parte das estatísticas da violência em São Paulo. E, se você ainda não tem um assalto para chamar de seu, não se preocupe: a sua hora vai chegar.
Desculpem o desabafo, mas, hoje amanheci um cidadão envergonhado de ser paulistano, um brasileiro humilhado por um calibre 38 e um homem que correu o risco de não ver os seus filhos crescerem por causa de um relógio.
Isso não está certo.
LUCIANO HUCK, 36, apresentador de TV, comanda o programa "Caldeirão do Huck", na TV Globo. É diretor-presidente do Instituto Criar de TV, Cinema e Novas Mídias.



Luz

...

4:12 PM  
Blogger Suelen DRC said...

Engraçado, que td que vai um dia volta... e eles (os ricos),agora começaram a ter com o que se preocupar.
Talvez seje muita coisa para a pobre cabeça vazia deles, que só pensam em esbanjar seus luxos e suas vidas fúteis!! Como vc mesmo disse: "Nossos políticos com raras exceções são doentes, cleptomaníacos..." e o povo brasileiro com raras exceções são esquizofrênicos e omissos, e o resultado de tudo isso e o que vemos acontecer todos os dias, essa guerra desenfreada!! Tudo está ligado,tudo faz parte da mesma soma e assim caminha a humanidade infelizmente!!
O significado de "Brasileiro" é coerente a situação real!!

Continuamos tentando, insistindo!!

Bjão querido, te amo!!

4:13 PM  
Blogger *Vanessa Lima* said...

Como sempre, estou eu aqui mais uma vez para ler, e ler, e ler, o que vem me abrindo os olhos.
É lamentável tudo o que vem acontecendo com o nosso país, e assumo a culpa, todos nós temos um pouco de culpa. E estou tentando reverter este quadro. Se cada um fisesse um pouco acredito que poderíamos mudar. Não me calarei mais. BASTA!
Por hoje é só... até que faz sentido... "traficantes', que ironia, rs.
Fui

4:54 PM  
Blogger **Renata Ferri** said...

Desculpa o palavrão, mas porra esse lance do brasileiro faz total sentido.
E "agora", a realidade começou a preocupar os ricos...pois está os prejudicando de alguma forma.
Será que desse modo eles param de se preocupar somente com o próprio umbigo!?????
Devemos sempre pensar positivo e que as pessoas possam mudar, mas acho que nesse caso..não.

Bêjo0s,
Rê!
Te amo MEU SANTO FORTE!

5:55 PM  
Blogger Kari said...

Pois é, os ricos estão começando a morrer como os pobres, mas parece que nem assim as coisas se resolvem, não é?

Não sei onde esse país vai parar. Realmente não sei como estamos criando nossas crianças, mas sei que os adolescentes e jovens estão sendo criados da forma mais "jogada" possível.

Semana passada, uma jovem foi morta aqui em Recife(entre tantas outras. Mas essa era filha de um conhecido, por isso me marcou um pouco mais).
Ela estava entrando em casa, quando foi abordada por três "caras" e um deles acabou atirando.
Diferente do que pensei, a polícia acabou achando os três "caras". Suas idades eram 18, 16 e 15 anos. E o que atirou foi o mais novo. Em seu depoimento, ele disse que ela não reagiu em momento algum, ele simplesmente atirou.
E o que vai acontecer com esse "pequeno assassino"? Nada, porque a sociedade não o considera um criminoso, e sim um JOVEM EM CONFLITOS COM A SOCIEDADE, pode uma coisa dessas?
Esse menino vai continuar solto e com uma arma na mão. Quantas outras jovens ainda poderão perder a vida, só porque ele tem conflitos com sociedade em?

Apesar de que, a própria sociedade é omissa. Não sabe lutar nem por seus direitos.
Cadê o direito de "ir e vir"? Quase não existe, mas todos acabam sempre se acostumando com as coisas, por pior que elas sejam.

Como disse, Marina Colassanti, "a gente se acostuma para poupar a vida. Que aos poucos se gasta, e que, de tanto acostumar, se perde de si mesma."

Não sei onde vamos parar, mas confesso que tenho medo até de saber...

Um beijo
Kari

6:08 PM  
Blogger Rosa de Janeiro said...

Faz muito tempo que não venho aqui..estava sem internet... e sem muitas outras coisas tb rss mas estou muito pensativa depois de ter lido esses últimos textos, e fico me perguntando até ond vc vai chegar ou até onde vc pretende chegar!

Espeero que longe e que faça a diferença. Queria também que outras pessoas pudessem receber essas informações que vc tanto fala aqui... imagine se eu que te acompanho como artista e como pensador só em ficar um tempo sem intert perdi varios acontecimentos imagine quem não tem tantos recursos quanto eu....

queria ser útil nesse quesito...

um abraço.. até a proxima.. e esse final foi foda!

6:35 PM  
Blogger Inamara said...

Meu Santo Forte…..Minha Santa Cruz ......Meu amado (hj tenho que acrescentar isso!!!)
Adoro quando venho aqui e vejo esta tua fúria, esta tamanha indignação e certamente com TAAANTOOOSSS motivos....
Sua alma assim cortando...sangrando faz a minha também doer tamanha a revolta por tudo que vc tão bem descreve sempre
Tb tenho feito minha parte de colibri tentando apagar o incêndio da floresta...e isso já tem mais de 20 anos. Militei nesse partido que hj é governo por acreditar em sua proposta para uma sociedade mais igualitária, por uma melhor distribuição de renda, por mais justiça (e essa é a palavra que acho mais linda pois onde há JUSTIÇA não há desigualdades, fomes, guerras...tudo é justo pra todos)....perdí um emprego onde era concursada por meus posicionamentos (há 3 meses o recuperei, mas foram 6 anos lutando do lado de fora!!!) ...mas o que vejo em meu presente???
Acabo de chegar de uma assembléia no sindicato da minha categoria...( e fui cheia de dores, cólicas, num domingo) mas mal voltei e já estou com minha cara estampada nos jornais locais....mas é assim que eu e vc viveremos até nosso último dia aqui neste planeta....não sabemos viver sem lutar...é sem sentido a vida quando a gente se senta e se conforma...pelo menos pra gente que nasceu com uma alma como a nossa!!!
Se alguma palavra puder te confortar quero iniciar aqui com uma frase do Che (que acho que enlouqueceu na sua busca...ultrapassou a fronteira do que poderia ser viável) que faz todo o sentido: “Tem-se que endurecer, mas sem perder a ternura jamais!!!” e vejo isso em vc...como vc as vezes é tão doce, poético, suave e como as vezes faz cortar, faz sangrar, faz doer!!!
Bem...eu tive certeza quando li o título que vc discorreria sobre todas estas vergonhas pelas quais nosso país passa!!! Realmente isso é pornografia mesmo!!!
Quero apenas considerar alguns aspectos.....eu não sei e vou morrer sem saber o que de real o poder faz com as pessoas pois neste momento encontro dificuldade em listar nomes que não se corromperam por ele....então é fato, pra não nos contaminarmos só seguindo a filosofia do “Há governo, sou contra!!!!”
De meus 9 anos de idade pra cá, que é a partir de quando me lembro quem era o Presidente da República (e de lá foram Médici, Geisel, Figueiredo, Sarney, Collor, Itamar, FHC e Lula), este é o melhor dos governos pelo qual já passei....e vou te dizer que me DÓI ter que admitir isso, pois foi deste que eu mais esperei e consequentemente a minha maior decepção!!! Corrupção e roubalheira SEMPRE HOUVE, tenho certeza, só que na época dos militares ninguém podia falar NADA senão era morto ou torturado nos porões do DOI/CODI....os jornais, pra não terem espaços em branco em suas colunas , publicavam receitas de bolo, nada podia ser dito que contrariasse ou “ofendesse” a eles...mesmo que fosse verdade....uma tia minha que fazia Sociologia na USP tinha um soldado na porta das suas aulas para que pudessem ouvir o que se dizia nelas!!! Liberdade de expressão não existia e seus movimentos de protesto já o teriam levado a morte, a tortura ou a clandestinidade naquele tempo!!!
Na época dos civis....bem...o que dizer de 80% de inflação ao mês??...o camarada ganhava 100 e no fim do mês o dinheiro dele valia 20 e ele nem podia passar na porta de um banco pois não era aceito, mas para a classe média e os ricos...esses só lucravam com o tal “overnight”, pois quando amanhecia seu dinheiro ali depositado tinha recuperado o que havia perdido na noite anterior (sou bancária há 18 anos e vi tudo isso!!) ...eram duas sociedades...a dos que podiam e a dos marginais....os miseráveis à margem da sociedade ...os que não existiam....e que produziram essa geração de marginais da violência que temos hj, pois são os que não tinham direitos a nada....não se cuidou dessa parcela imensa da sociedade e hj vemos os péssimos resultados!!!!
Então meu amor....esses problemas vêm de anos de descaso, mas hj ao menos na parte econômica o Brasil é um país melhor, mas melhorar toda a desigualdade implantada por décadas de descaso, vai precisar de enormes doses de EDUCAÇÃO pois acredito que é a ÚNICA saída para qualquer problema do mundo!!!
Não me refiro só a educação escolar somente....é o que vc faz....conscientização....trabalho de formiga mesmo....muita dedicação, exemplo (acredito que se educa muito mais por exemplo de que por palavras)...Veja como a educação é importante: Sou do tempo que não se usava capacete, cinto de segurança e hj quando entro no meu carro tenho que imediatamente colocar o cinto senão ouço meu neto me corrigindo, se passo num semáforo amarelo, ele tb me cobra e só tem 4 anos....mas já é de uma geração que foi educada pra isso, é natural pra ele, não teve que se corrigir, entende??...mas com exceção de nossas crianças, temos todos que nos reeducar de muitas coisas, e até elas não aprenderão se não dermos o exemplo...e esse trabalho é HERCÚLEO...creia!!! MAS TEM QUE SER FEITO!!!
Talvez não viveremos para ver o mundo que sonhamos, mas não podemos desistir JAMAIS....não podemos tb perder as esperanças e quando nos sentirmos endurecidos, cheios de fúria, cansados, e por vezes até envenenados com a boca amarga....vamos sim assistir a uma partida de futebol, sentar e falar bobagens, beber um chopp, rirmos e pularmos nosso carnaval.....ninguém agüenta tanta desgraça sem um relax mental...o ser humano precisa, senão a vida se torna um insuportável.....mas sem que nos deixemos levar por estas amenidades como sendo só o que queremos ou precisamos...pão e circo!!!! Depois de relaxar, reorganizar os pensamentos.....de volta a luta de SEMPRE!!!
Que seu coração amanhã reencontre sua ternura e sua doçura, te dê um descanso...até a próxima indignação (que é diária)....nós que comungamos de sua luta e disposição e pertencemos ao mesmo clube por imensas afinidades, estaremos juntos nessa luta ...até quando???
Como diz uma letra de uma outra banda que eu A D O R O tb
“SÓ ENQUANTO EU RESPIRAR!!” (O Teatro Mágico)
Fica na Paz.....Fica com Deus ....e TODOS os Beeeiiijooosss!!!!

8:03 PM  
Blogger Danielle said...

“Malditos sejais ladrões, gatunos, pichelingues, unhantes, ratoneiros, trabuqueiros dos dinheiros públicos, dos quais agadanhais, expropriais cerca de 20% de todos os orçamentos, deixando viadutos no ar, pontes em nada, esgotos a céu aberto e crianças mortas de fome, mortas de tudo, enquanto trombeteais programas populistas inócuos.”
(Arnaldo Jabour)

CAMINHAMOS EM DIREÇÃO AO ABATE, SORRIDENTES, ALIMENTANDO O PRÓPRIO SISTEMA QUE NOS EXTERMINA AOS POUCOS...EM TROCA DE ILUSÓRIOS MOMENTOS DE FAMA E LAMA...

É PORNOGRAFIA E PUTARIA PURA E CHULA PORQUE SE UTILIZA DE TODOS OS MEIOS PARA ALCANÇAR OBJETIVOS QUE NÃO SÃO OS NOSSOS...

ENQUANTO NÃO LEVANTARMOS NOSSAS CABEÇAS ACIMA DO MAR DE HIPOCRISIA E DISSIMULAÇÃO EM QUE ESTAMOS ENFIADOS ATÉ O PESCOÇO E EFETIVAMENTE MEXERMOS NOSSOS TRASEIROS CARCOMIDOS PARA DEIXARMOS DE SER UM DOS ELOS DESSE SISTEMA FÉTIDO A ENGRENAGEM CONTINUARÁ FUNCIONANDO..E CADA VEZ MAIS E MAIS SE ALIMENTANDO DE CADA UM DE NÓS....

BEIJOS,

DANNY

8:23 PM  
Blogger Voluntários da Expressão said...

Seguimos repintando uma casta hindu de organização.

Hoje não há mais florestas, não há coração.

O capitalismo nessa crise não afeta ninguém mais que tente uma revolução.

Está passando de hora,
E o passado acenou com as mãos.


Naquela época jovens roubavam,
Outros tentavam mudar.

Observamos os números, a equivalência é um absurdo.

No mar da insanidade nadavam alguns sãos voluntários.

Diante do oceano de capitalistas e despreocupados.

Essas palavras foram minhas perspectivas do pensamento futuro.


Tentei imaginar o que um ser humano brasileiro diria sobre a situação em algumas décadas.
Me preocupa o fato do meu neto ter capacidade junto de sua sociedade pra se moverem pelo bem de todos, quando estes sofrerem com mais impunidade e violência no futuro.

Afinal, as coisas com seu devido espaço e liberdade tendem a se desenvolver.

Ele tentaria me julgar por que em minha época, quando ainda havia
tempo de mudar alguma coisa, minha sociedade não fizera nada como a dele faz. Ele teria nojo de mim, me chamaria de folgado, de irracional, de morto-vivo.

Meu neto, burguês, renunciara às festas de luxo pra andar com uma roupa de última geração antibalas e promover junto com seu grupo neo-anarquista uma revolução. Mesmo que o tráfico tenha se transformado num comércio legal, mesmo que todos os seus amigos sejam usuários, ele esta lá, como um bastardo que não quer ser mais um que sofre e dá o braço a torcer.
Pobre neto, ninguém tinha tanta perseverança como ele.
E viu, numa sociedade tão injusta, nossa família ser roubada.
Tentando desesperadamente reagir, foi ameaçado pelo governo de ser internado num hospício de desintegração cerebral, apenas por tentar desmantelar a corrupção que ele via explicitada na tv.
Acabou indo para um país da América Central, bem mais desenvolvido do que o Brasil.

Esse é um futuro possível para nossos descendentes.
Esse é um mundo possível que se realiza a cada dia.

Posso ser melhor.
Posso oferecer algo melhor.
Posso salvar o futuro.
E eu ainda tenho 18 anos.

Mas preciso de alguém para ir mais longe.

6:09 AM  
Blogger Reticências said...

E a “polêmica” continua...
Hj ao ler a Folha (08/10), mais uma vez vem o assunto do assalto do rolex. Resolvi apresentar aqui os dois textos, se não se incomoda. Achei oportuno.

FERNANDO DE BARROS E SILVA

Qual é, Mano Huck?
SÃO PAULO - Nunca antes na história deste país um Rolex roubado provocou tanto barulho. O "Painel do Leitor" da Folha se transformou no palco de uma discussão quente como há muito não se via, na qual, a despeito das nuances, prevaleceram duas posições antagônicas: 1. Luciano Huck é a cara da elite brasileira e precisou ser assaltado para cair na real; 2. o apresentador foi agredido duas vezes, pelo ladrão e pelos leitores -e acabou pagando por ser rico e famoso.
Não vamos brincar de mocinho e bandido. Nem com os sinais invertidos. É interessante, sem dúvida, que Ferréz, o escritor do Capão, dramatize o episódio pela ótica do assaltante (na página ao lado). Mas a conclusão de que "todos saíram ganhando" e, afinal, "num mundo indefensável, até que o rolo foi justo para ambas as partes" equivale a fazer a apologia do crime e da barbárie em nome de uma suposta crítica das injustiças sociais. O texto chocará muita gente de boa-fé e joga água no moinho do preconceito contra pobres, pretos e motoboys, à revelia das intenções do autor.
Menos chocante para muitos talvez tenha sido a biografia edificante que Huck fez de si. Primeiro diz que paga todos os seus impostos -"uma fortuna". A seguir, mostra-se preocupado com o Brasil: "Passo o dia pensando em como deixar as pessoas mais felizes e como tentar fazer este país mais bacana. TV diverte e a ONG que presido tem um trabalho sério e eficiente". Por fim, declara uma opção de vida: "Confesso que já andei de carro blindado, mas aboli. Por filosofia". Um cara tão legal... O mundo não é justo.
Mas podia ser pior. Entrevistado pela "Veja", Huck frustra a pauta de sempre da revista. Mostra-se tolerante, defende o ensino público e ainda minimiza o papel do Estado penal no combate à criminalidade.
É divertido ver como as respostas são melhores que as intenções da entrevista. Mas que traição de classe. Mano Huck resolveu bancar o progressista otário justamente nas páginas amarelas. Chama o ladrão!
E o texto do Ferréz, em Pensamentos e Debates:
Pensamentos de um "correria"
FERRÉZ
________________________________________
"Ele não terá homenagem póstuma se falhar. Pensa: "Como alguém usa no braço algo que dá pra comprar várias casas na quebrada?"
________________________________________


ELE ME olha, cumprimenta rápido e vai pra padaria. Acordou cedo, tratou de acordar o amigo que vai ser seu garupa e foi tomar café. A mãe já está na padaria também, pedindo dinheiro pra alguém pra tomar mais uma dose de cachaça. Ele finge não vê-la, toma seu café de um gole só e sai pra missão, que é como todos chamam fazer um assalto.
Se voltar com algo, seu filho, seus irmãos, sua mãe, sua tia, seu padrasto, todos vão gastar o dinheiro com ele, sem exigir de onde veio, sem nota fiscal, sem gerar impostos.
Quando o filho chora de fome, moral não vai ajudar. A selva de pedra criou suas leis, vidro escuro pra não ver dentro do carro, cada qual com sua vida, cada qual com seus problemas, sem tempo pra sentimentalismo. O menino no farol não consegue pedir dinheiro, o vidro escuro não deixa mostrar nada.
O motoboy tenta se afastar, desconfia, pois ele está com outro na garupa, lembra das 36 prestações que faltam pra quitar a moto, mas tem que arriscar e acelera, só tem 20 minutos pra entregar uma correspondência do outro lado da cidade, se atrasar a entrega, perde o serviço, se morrer no caminho, amanhã tem outro na vaga.
Quando passa pelos dois na moto, percebe que é da sua quebrada, dá um toque no acelerador e sai da reta, sabe que os caras estão pra fazer uma fita.
Enquanto isso, muitos em seus carros ouvem suas músicas, falam em seus celulares e pensam que estão vivos e num país legal.
Ele anda devagar entre os carros, o garupa está atento, se a missão falhar, não terá homenagem póstuma, deixará uma família destroçada, porque a sua já é, e não terá uma multidão triste por sua morte. Será apenas mais um coitado com capacete velho e um 38 enferrujado jogado no chão, atrapalhando o trânsito.
Teve infância, isso teve, tudo bem que sem nada demais, mas sua mãe o levava ao circo todos os anos, só parou depois que seu novo marido a proibiu de sair de casa. Ela começou a beber a mesma bebida que os programas de TV mostram nos seus comerciais, só que, neles, ninguém sofre por beber.
Teve educação, a mesma que todos da sua comunidade tiveram, quase nada que sirva pro século 21. A professora passava um monte de coisa na lousa -mas, pra que estudar se, pela nova lei do governo, todo mundo é aprovado?
Ainda menino, quando assistia às propagandas, entendia que ou você tem ou você não é nada, sabia que era melhor viver pouco como alguém do que morrer velho como ninguém.
Leu em algum lugar que São Paulo está ficando indefensável, mas não sabia o que queriam dizer, defesa de quem? Parece assunto de guerra. Não acreditava em heróis, isso não!
Nunca gostou do super-homem nem de nenhum desses caras americanos, preferia respeitar os malandros mais velhos que moravam no seu bairro, o exemplo é aquele ali e pronto.
Tomava tapa na cara do seu padrasto, tomava tapa na cara dos policiais, mas nunca deu tapa na cara de nenhuma das suas vítimas. Ou matava logo ou saía fora.
Era da seguinte opinião: nunca iria num programa de auditório se humilhar perante milhões de brasileiros, se equilibrando numa tábua pra ganhar o suficiente pra cobrir as dívidas, isso nunca faria, um homem de verdade não pode ser medido por isso.
Ele ganhou logo cedo um kit pobreza, mas sempre pensou que, apesar de morar perto do lixo, não fazia parte dele, não era lixo.
A hora estava se aproximando, tinha um braço ali vacilando. Se perguntava como alguém pode usar no braço algo que dá pra comprar várias casas na sua quebrada. Tantas pessoas que conheceu que trabalharam a vida inteira sendo babá de meninos mimados, fazendo a comida deles, cuidando da segurança e limpeza deles e, no final, ficaram velhas, morreram e nunca puderam fazer o mesmo por seus filhos!
Estava decidido, iria vender o relógio e ficaria de boa talvez por alguns meses. O cara pra quem venderia poderia usar o relógio e se sentir como o apresentador feliz que sempre está cercado de mulheres seminuas em seu programa.
Se o assalto não desse certo, talvez cadeira de rodas, prisão ou caixão, não teria como recorrer ao seguro nem teria segunda chance. O correria decidiu agir. Passou, parou, intimou, levou.
No final das contas, todos saíram ganhando, o assaltado ficou com o que tinha de mais valioso, que é sua vida, e o correria ficou com o relógio.
Não vejo motivo pra reclamação, afinal, num mundo indefensável, até que o rolo foi justo pra ambas as partes.
________________________________________
REGINALDO FERREIRA DA SILVA , 31, o Ferréz, escritor e rapper, é autor de "Capão Pecado", romance sobre o cotidiano violento do bairro do Capão Redondo, na periferia de São Paulo, onde ele vive, e de "Ninguém é Inocente em São Paulo", entre outras obras.

7:15 AM  
Blogger Junior São gonçalo said...

Tico,

Não aguento mais...

Vou deixar um desabafo, um comentário e ao mesmo tempo um algo que vem de dentro, sincero.

É UMA GRANDE VERDADE que me sinto super bem em ler os seus textos e poder expressar a minha opinião e na maioria das vezes, indignação com tudo o que está acontecendo.

Mas É UMA GRANDE MENTIRA achar que só isso, por hora, basta.

Não estou dizendo que é o que acontece com a maioria das pessoas que fazem parte desse clube, não, não é isso. Mas estou falando o que acontece comigo. Penso desta forma:

Tá, é super bom vir aqui, ler um texto do Tico Sta Cruz, admirar a inteligência do cara, as atitudes e deixar uma mensagem de apoio, um comentário, enfim...

Mas vamos pensar o seguinte:

O Tico é um ícone, um líder, um mito, um Deus??? ou simplesmente uma pessoa como nós, que possui ideais, cultivando a sua sabedoria e aprendizado dessa jornada, agindo de forma ética e humana???

???????????????????

Amigos, vamos despertar dentro de cada um de nós o exemplo do nosso grande Sta Cruz.

Um texto forte, de conteúdo, muito construtivo, tal como este, não pode ficar limitado somente ao clube da insônia...Tem que ser interpretado ao pé da letra...Mais do que isso, toda a nossa inteligência trocada aqui, deve ser APLICADA no dia-a-dia.

Sabe, falo isso porque o que EU sinto (não estou falando que é a verdade absoluta) é que parece que esperamos sempre o Tico vir aqui, postar um texto foda, fazer um comentário, derepente fazer uma pesquisa, ficar por dentro do assunto, mas se limitar somente à aquele comentário, não leva pra rua, pro trabalho, pra família... Sei lá...

Repito, isso é o que EU sinto...

Imagino um "Tico", um "Che", um "Martin Luther" em cada um de nós, de verdade, de coração. São pessoas como nós. Não são super seres.

Não estou desmerecendo, nem tirando o mérito de ninguém; mesmo porque cada um sabe do seu valor; mas é fato que seríamos muito mais fortes se acreditássemos que todos nós somos capazes.

ACREDITO QUE O TICO FICARIA MUITO MAIS FELIZ E SE SENTIRIA REALIZADO SE OLHASSE SEMPRE PARA TODOS NÓS MUITO MAIS COMO IRMÃOS, CÉLULAS, DO QUE FÃS...
SOMOS FÃS DE SUAS ATITUDES TICO,SIM, MAS ESTAMOS AQUI PARA ACRESCENTAR, "ENGROSSAR O CALDO", "NUTRIR" AS IDÉIAS E NÃO SIMPLESMENTE TORNAR MAIS ALTO O GRITO, GRITAR POR GRITAR...

Sabe, venho sentindo isso..sei lá se é viajem... Não falo também que eu procedo da maneira correta e as outras pessoas não, repito, não é isso.Mas é o que sinto. E como estamos aqui no clube, um papo aberto como este é sempre bem vindo...

Esse texto e muitos outros são maravilhosos, de conteúdo não-distorcido, as opiniões de leituras, os debates, enfim, esse espaço não precisa de elogios para ter o seu mérito...

MAS OLHEM PARA O TICO, POR EXEMPLO, HÁ ALGUNS ANOS ATRÁS, VEJAM A EVOLUÇÃO, A SABEDORIA, SABEMOS QUE NÃO FOI SÓ POR UM DETERMINADO FATO QUE ELE COMEÇOU A AGIR ASSIM, SABEMOS DISSO, MAS VEJAM, É NOTÓRICO O CRESCIMENTO, O AMADURECIMENTO...

AGORE OLHE PARA DENTRO DE VOCÊ...

O QUE MUDOU? O QUE VEM FAZENDO? AH, PARTICIPANDO DAS MANIFESTAÇÕES...? MUITO BOM! EU TAMBÉM! ESTÁ ESTUDANDO? LENDO LIVROS? PROCURANDO SE INFORMAR MELHOR? MUITO BOM! EU TAMBÉM!!!

É O CAMINHO CERTO? É, SEM DÚVIDAS!!!

mas só isso, puro e simplesmente,

AINDA É POUCO, AMIGOS!!!
PODEMOS MUUUUUUITO MAIS!!!
TEMOS QUE FAZER MUUUUUUITO MAIS!!!

Não vamos fazer disso tudo só uma "onda", só pra poder falar pra alguém...

VAMOS FAZER VALER E ACONTECER!!!

Tico, por favor, seu textos são fodas, o clube é maravilhoso, as pessoas, os nossos irmãos também...
Mas por favor, gostaria muito que você "levantasse essa bola" aqui, seja num próximo post, ou derepente promovendo um debate, sei lá...

Também é sabido que as coisas dentro de cada um, deve acontecer naturalmente. Não conseguimos “abrir” a cabeça de alguém e enfiar lá dentro...

Eu não me limito mais a somente ler um texto como este e tecer um comentário, virar as costas e pronto...Me desculpe. Acho que já fiz e falei demais até...

A PARTE QUE MAIS ME CHAMOU A ATENÇÃO:

"Os movimentos estão comprados"

"Os artistas estão com medo de perder seus patrocínios, seus shows em prefeituras, seus rendimentos confortáveis"

"os intelectuais preferem discutir tudo sentados em suas poltronas de couro entre seus livros de capa dura"

"O barco esta afundando e cada qual já assumiu seu papel na omissão coletiva. A crescente violência é a resposta a tanto desaforo e tamanha falta de sensibilidade dessa sociedade egocêntrica e doente"

E que me motivou a fazer este, muito mais do que um comentário...

Obrigado Tico, estamos Juntos sempre!!! Todos Nós!!!

VAMOS MUDAR ESSA MERDA, DE VERDADE!!!
COM INTELIGÊNCIA!!!

"O crime organizado é forte porque é organizado, e nós NÃO somos"

Um Grande abraço,

JUNIOR

7:54 AM  
Blogger pedrosamosa said...

Sem palavras... No fim quis até rir... Bate na porta e pergunta: hey, tem alguém no mundo?
Ta lotado e ninguém te ouve abrindo a porta.
É isso irmão!

10:28 AM  
Blogger Priscila said...

Tenho um amigo dono de uma grande empresa em SP, certa vez ele estava indo com minha amiga para um bar,no carro dela( um carro popular) então o sinal fechou em um dos cruzamentos mais perigosos de SP e ele estava com seu rolex no braço esticado PARA FORA desse mesmo carro popular... (não estou dizendo que este foi o motivo que chamou a atenção do bandido de plantão, ele poderia ter botado o 38 na cabeça da minha amiga mesmo não notando o relógio) mas a questão é ... ele fez isso, os motivos só o bandido pode responder , pois ele só disse, PASSA TUDO, ela passou os celulares e o dinheiro que estava dobrado por cima...acha q meu amigo passou o relógio???? não , ele gritou pra ela acelerar , e sabe o pior, ela acelerou, POR UM MILAGRE 1) o bandido nao atirou, 2) não acontece um acidente, pois o sinal estava fechado e é um cruzamento movimentado.
só estou contando isso por que foi motivo para uma discussão de semanas entre eu e meus amigos, eu questionei exatamente o fato dele estar usando esse Rolex, e o pior com a porra do braço pra fora do carro.
Eu DISCORDO e não aceito nenhum argumento de qualquer milhonário que esbanje sua fortuna, nesse ponto me considero cabeça dura,até hoje nenhum conseguiu me convencer do contrário, sinceramente, acho o cúmulo da falta de escrúpulos voce VER as condições que o país se encontra e GRANDE PARTE POR NOSSA CULPA (senão a maior parte) e ter a CARA DE PAU não falo de comprar isso mas de de usar a luz do dia com o braço pra fora do carro.
Assumo que já fui taxada por alguns amigos de reacionária nesse sentido, mas não entra na minha cabeça, princpalmente qdo escuto " mas aquilo foi conquistado com dinheiro honesto, pago todos impostos, eu acho bonito, não posso ter o direito de usar ? " voce tem TODO o direito de usar, mas tbm tem TODO o direito de CALAR a boca qdo um miserável IGNORANTE, que NUNCA frequentou uma escola botar um 38 na sua cabeça!!!!
Minha pergunta é simples, acha que esse miserável escolheu nascer pobre e nunca ter tido acesso a cultura, educação, casa, comida? Se qdo ele nascesse tivesse perguntado, vc quer nascer de que lado ? Na favela ou ser filho de pai rico? acha que ele escolheria a primeira opção???
Alguns pobres por mérito proprio escolhem o caminho da musica e do futebol para sair da miséria,mas e ai, eu sou pobre nao tenho nem o dom da musica e nem o de jogar futebol ...
Sabe outra coisa "engraçada", por coinscidencia trabalhei qse 3 anos da minha vida na Renato Paes de Barros, uma rua não muito longa no Bairro do Itaim, saía daquele prédio no mínimo 2x por dia ANDANDO, pergunte se fui uma vez assaltada???? è um bairro onde vivem alguns globais, e faço questão de dizer isso aqui, para voces notarem a diferença de algumas pessoas que tem consciencia. Encontrei o Paulinho Vilhena 3x na padaria da esquina, vestido de hering e chinelo, DUVIDO QUE ELE TENHA SIDO ASSALTADO NAQUELA CONDIÇÃO.
TALVEZ ai esteja a diferença, o primeiro é materialista rendido ao consumismo e o pior, alienado com a situação que o país se encontra, TALVEZ o segundo não.
Qto a ONG que o Luciano Huck tem e FAZ QUESTÂO DE FALAR E MOSTRA-LA o TEMPO TODO!!!! quem sou eu (que trabalho em ONG) para questionar a importancia da mesma, não questiono a importancia, questiono o tamanho, ela atende POUQUISSIMAS pessoas.
Nossa , incrivel como esse assunto me tira do sério...me desculpa o tamanho do comentário Tico.
Ainda bem que quando tenho a chance de falar isso na cara de gente como ele eu SEMPRE falo, minimiza um pouco a minha raiva. UMA ÙNICA vez consegui convencer a pessoa de que ela estava errada e ela mudou depois do que eu falei, espero o dia que eu possa convencer mais.

11:29 AM  
Blogger Stefano said...

Prezado Tico

Gostei de tua análise, mas ao final pode-se concluir que "sempre foi assim" e de que "todos [os políticos] são iguais", no que eu discordo de você.

A ESCROTIZAÇÃO GERAL DO PAÍS (violência e corrupção RECORDES;CAOS GERAL NA SAÚDE; desmoralização do Congresso e do Judiciário; absurda apatia popular diante disso tudo) não caiu da "árvore dos acontecimentos", ela veio junto, sim, COM O GOVERNO LULLA.

A impunidade e a desfaçatez deste governo da mentira e da gastança, dos vagabundos premiados com ministérios inúteis, coroaram a subversão geral de valores que estamos assistindo.

Mirem em Lulla e no que ele representa: ele é o mal do Brasil.

11:52 AM  
Blogger Stefano said...

(chateando de novo)

Só agora li o texto do tal Ferréz, que poderia ser da Regina Cazé ou do MV Bill ou do Marcola: afinal, o cara diz que o bandido levar o relógio e Huck, a vida, É UMA TROCA HONESTA.

Como são criminosamente hipócritas, esses pençadores!

"Revoltados" ricos que odeiam os pobres e amam o pobrismo para justificar seus trabalhos.

A manutenção da pobreza, para sempre, pintando as favelas e periferias como exemplos de civilidade, cultura e "resistência" a sei lá o quê.

Gente hipócrita e racista, que quer nos fazer acreditar que é um grande motivo de orgulho viver em meio ao caos, esgoto e criminalidade ao invés de mostrar que civilidade é poder ir e vir sem ter que pedir a traficantes ou "milcianos"; civilidade e dignidade, acima de tudo, é ter saneamento básico(matéria que Lulla gasta muito menos do que esbanja em auto-louvação publicitária); que os pobres querem e merecem muito mais do que aprender a bater lata ou grafitar paredes. Ensinem a ler e escrever DE VERDADE e não imponham sub-leituras ideológicas baratas, que está de excelente tamanho. Já temos analfabetos funcionais demais.

12:24 PM  
Blogger Gil said...

Tico,

Soube que vc estará em Curitiba para um show no próximo dia 22/10.

Sou professor do curso da UNICURITIBA, a mais tradicional faculdade de Direito (agora Centro Universitário) da cidade e gostaria de convidá-lo para uma palestra na terça-feira dia 23/10 em nosso grande auditório para nossas turmas de DIREITO e COMUNICAÇÃO SOCIAL.

Aguardo seu contato.

Grato,

G.Canto
(41.7812-9030 / 41.3259-3504)
gil.canto@gmail.com

12:29 PM  
Blogger Clube da Insônia said...

Caro Stefano.

Creio que a Escrotização do Brasil é algo inerente ao Brasil. Tenho estudado muito a história do nosso país, mas não só pelos livros didáticos ou pelo que a imprensa coloca a disposição, pois existe o Brasil que interessa e o Brasil profundo que não conhecemos assim tão bem, diria até o Brasil REAL. E a história obviamente foi e até hoje permanece contada quase sempre por quem tem cultura, educação, influência dentre outros "bens" necessários para progredir os interesses dos contadores.
Lembra-se de José Bonifácio?
Lá em 1823.
Tentando unificar grupos aparentemente inconciliáveis: Negros, brancos e mestiços, escravos, livres e índios.
A civilização seria alcançada mediante a EDUCAÇÃO dessa população "nacionalizada", organizada em uma sociedade regida pelos princípios da boa política.
Para Bonifácio o único caminho plausível era superar as diferenças raciais e culturais, que poderiam se tornar um permanente foco de tensões ( Incrível como isso já estava programado para ocorrer).
Vou pular a parte que ele sugere que a criação de uma raça brasileira, onde as misturas seriam naturalmente o berço real de nossa raiz.
NO entanto, a mestiçagem como fulcro da nacionalidade afrontava um dos elementos básicos sobre o qual construíra a identidade da própria elite: SUA COR BRANCA.
O PROJETO Bonifaciano foi por isso derrotado.

A narrativa histórica e LITERÁRIA foram instrumentos privilegiados, utilizados pela elite para elaborar e DIFUNDIR a idéia do que era ser brasileiro.

(AGORA VEM A PARTE INTERESSANTE)

A produção histórica ficou a cargo do INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO BRASILEIRO (IHGB), fundado em 1838. Muitos interpretes do Brasil pertenceram aos seus quadros.
Em 1840 a instituição promoveu um concurso para premiar o MELHOR PLANO para escrever a história do País. ( PRECISO DIZER ALGO MAIS?)

O vitorioso foi o ALEMÃO KARL VON MARTIUS. Mas as vozes mais potentes foram daqueles que prescreviam uma nacionalidade exclusivamente BRANCA.

Bom, dai podemos entender que o Brasil nunca se preocupou muito em construir uma história de INCLUSÃO.

A política sempre visou conspirar a favor dos interesses próprios de nossos representantes, que deveriam nos representar, mas que nunca se preocuparam com isso de fato.

Podemos partir então para a Ditadura Vargas com seu populismo que encanta gerações, e depois podemos inserir na história as diversas tentativas de Lacerda e seus aliados para jogar cotas de corrupção e desestabilizar o governo, até que assume JK e quer fazer 50 anos em 5, comprando dívidas que estamos pagando até hoje, isolando Brasília, gerando uma inflação gigantesca, Depois vem quem ????
Jango???
Depois o governo Militar e aquela papagaiada toda de Comunismo contra Capitalismo alimentada desde a segunda Guerra pelos interesses americanos e soviéticos que na prática para o povão nunca passou de teorias que eles pouco entendiam.

Seguimos para uma "democracia" onde Tancredo Neves morre antes de assumir dando lugar a oligarquia SARNEY, ( Oh Meu Deus) e o que foi feito nesse período para melhorar as condições de EDUCAÇÃO, SAÚDE, SEGURANÇA no país?
Seguimos com o o voto baby que os brasileiros ostentaram com tanta precisão colocando COLLOR no Poder, o "caçador de Marajás" **Risos** QUE ACABOU ENGOLIDO pelos interesses que não respeitou quando vendeu sua alma para diversas correntes, afinal não é assim que se chega ao poder?

Seguimos com Itamar Franco que trouxe o Fusca de volta as nossas ruas, olha que maravilha e depois vimos FHC deixar de concorrer a um cargo de Senador como havia orientado seu então amigo vivo Ulysses Guimarães que desapareceu no mar, e tornar-se presidente.
A economia melhorou, foi o que herdou o Governo Lula, mas ele instituiu a tal CPMF para a saúde e onde foram aplicadas as verbas recolhidas?
Continuo vendo famílias inteiras em filas homéricas de hospitais públicos que não tem médicos e nem aparelhos para atender a demanda da GUERRA. Remédios apodrecendo.
Bom e a inclusão social???
Nenhuma.
Veio o escandaloso governo LULLA que prometeu um monte de mudanças, que vem dando bolsas a todos os famintos, que vem mantendo a economia estável, que está nas entranhas da corrupção que já começa a dar sinais que vai descambar para os antecessores incluindo um possível MENSALÃO mineiro que pode colocar por água baixo os planos presidenciais de Aécio Neves. Nossa, quanta sujeira.
Os Tucanos apavorados com a possibilidade de cagar para o lado deles, os DEMOCRATAS pagando de éticos sem esquecermos que quando ainda eram PFL tiveram seus quadros mudados várias vezes com problemas enfrentados por ACM e adjacências.
Escândalos nunca faltaram na história suja desse país que é lindo, rico e hipócrita.

Sendo assim, sem me estender ainda mais, pois já esta fedendo muito, concluo que, não é privilégio de governo algum essa imundice, é uma condição política do nosso país que aprendeu a usar o poder, sempre em benefício próprio ignorando que um dia, iriam brotar milhares de 38 por todos os lados.
E posso numa atitude profética afirmar que o Caso RENAN só está sendo estancado da maneira como estamos observando este TEATRINHO, porque vai derrubar muita gente importante.
Tomara que esteja errado, mas consigo ver pessoas pegando em armas e partindo para o terrorismo político muito em breve.
Ai o que faltará a nosso país???

Só os fenômenos climáticos, para que possamos ter uma gama completa de tragédias para vender jornais E REVISTAS DE FIM DE SEMANA.

Tico Sta CRuz

12:46 PM  
Blogger Junior São gonçalo said...

Continuo afirmando...

Estou aprendendo...

Está mais que confirmado:
Os políticos nunca fazem nada realmente pensando no próximo, no alheio, senão por algo em troca,no mínimo...

SEMPRE REINOU A POLITICAGEM EM NOSSO BRASIL!!!!!!

SE NÓS, NÓS, NÓS MESMOS!! NÃO FIZERMOS NADA, NÃO SERÃO ELES QUE FARÃO POR NÓS...!!!!

PARECE REPETITIVO, MAS É A VERDADE:

SOMENTE COM MOBILIZAÇÃO SOCIAL, ORGANIZADA, COM O POVO NA RUA, COM UMA SOCIEDADE, UMA JUVENTUDE, POLITIZADA É QUE PODEMOS COMEÇAR A IMAGINAR, FALAR, EM PROGRESSO...

POR ENQUANTO, SÓ PODEMOS NOS "GABAR" NO FUTEBOL E NAS RIQUEZAS NATURAIS
(por enquanto heim - já estão humilhando a nossa seleção e mapeando por satélite toda amazônia)...

NOSSA SOCIEDADE É HIPÓCRITA, BURRA, PREGUIÇOSA E RELAXADA...

NÃO QUER SABER DE PORRA NENHUMA!!!!

TOOOOODOOOOOS OS DIAS ESTÃO MORRENDO MILHARES DE PESSOAS...ASSASSINADAS, DE FOME E ACREDITEM....

DE FALTA DE VERGONHA NA CARA!!!!!!

ISSO É QUE MAIS "MATA" NO BRASIL!!!!

SEGUIMOS EM FRENTE,SEMPRE....

JUNIOR

2:03 PM  
Blogger Priscila said...

Só queria fazer um adendo ao meu comentário..
Em nenhum momento eu exalto a atitude de um bandido que na minha opinião tem que ir pra cadeia, SEM SOMBRA DE DÚVIDAS, porém não consigo compreender como ainda podem existir pessoas que vivem como se IGNORASSEM a presença dos mesmos ,em todos os sentidos, tanto quando coloca o rolex e sai de carro de 300 mil reais (sem blindagem) nas ruas esperando que "claro" nada aconteça....e pior, quando se é alguém CONIVENTE que ALIMENTA um marketing ABUSIVO de meta objetiva : aumentar o materialismo e o consumismo na mente das pessoas, vale ressaltar: grande maioria classe C e D que comprou a tv que o assiste em 20482084203482304823 prestações nas casas bahia.
Que ironia não? Ele também é um provocador, mesmo que indireto.

2:55 PM  
Blogger Priscila said...

Seria ainda mais ironico se tivessem roubado o seu tênis.

2:58 PM  
Blogger Stefano said...

Caro Tico

A Escrotização não começou com Lulla, claro...Você tem razão, sempre tivemos uma queda pela vulgaridade.

Se a história, como se costuma dizer, é contada pelos vencedores, isto não se aplica aqui no Esgotão...Aqui, fanáticos que roubaram, mataram e cometeram atos terroristas confessadamente afim de implantar uma ditadura nos moldes cubanos são apresentados, sem a menor cerimônia, de bravos-patriotas-que-lutavam-contra-a-ditadura militar...eu repudio ambas. E nem vou falar sobre a imoral indústria das pensões milionárias que estes idealistas recebem do Governo da Gastança. Haja Plasil.

Quer coisa mais vulgar e megalômana - e criminosa - do que tragica construção de Brasília (com todo meu respeito aos honestos brasilienses)? Fosse pouco, ainda isolou os políticos naquele bunker no meio do nada...que idéia genial! ...que conveniente...Nem preciso ir longe para lembrar que, aqui ao lado, os hermanos batem panela nas bochechas do Kirchner dia sim, dia não...pudera, o sujeito está alí, na esquina...

Infelizmente a questão ideológica tem um peso enorme por aqui, em termos de história...Recentemente o jornalista Ali Kamel (mais um "reacionário malvadão fascista de direita", segundo a galera dos pés no chão - e mãos também) demonstrou com fartura de provas a indecente manipulação de livros didáticos numa esquerdização cretina, burra, fuleira, mentirosa. Segundo essa gente, a Princesa Izabel era "feia como a peste e estúpida como uma leguminosa"...Segundo essa gente, discurso libertador é de Ferréz.

Em suma - porque já (me) enrolei demais - insisto que se simplesmente ensinarmos as crianças a ler e escrever, de verdade, já é meio caminho andado.


Parabéns pelas várias frentes de trabalho e valeu a troca de idéias...

Abração, Stefano

3:35 PM  
Blogger natalia said...

Na nota do autor do livro NA MARGEM DO RIO PIETRA EU SENTEI E CHOREI do Paulo Coelho, tem uma parte que é assim:
O monge Thomas Merton dizia: ”a vida espiritual se resume em amar. Não se ama por que se quer fazer o bem, ou ajudar, ou proteger alguém. S e agirmos assim, estamos vendo o próximo como simples objeto, e estamos vendo a nos mesmos como pessoas generosas e sabias. Isto nada tem a ver com o amor. Amar e comungar com o outro, e descobrir nele a centelha de Deus.”

E no começo do livro tem uma parte assim:
“todos os dias Deus nos da – junto com o sol – o momento em q é possível mudar tudo que nos deixa infelizes. Todos os dias procuramos fingir que não vemos esses momentos, que ele não existe, que hoje e igual a ontem e sempre ser igual a amanha. Mas quem presta atenção ao seu dia, descobre o instante mágico.(...)
A felicidade as vezes e uma bênção - mas geralmente e conquista. O instante mágico do dia nos ajuda a mudar, nos faz ir em busca dos nossos sonhos. Vamos sofrer, vamos ter momentos difíceis, vamos enfrentar muitas desilusões – mas tudo e passageiro, e não deixa marcas. E, no futuro, podemos olhar pra trás com orgulho e fé.
Pobre de quem escuta essas palavras. Por que então acreditara em milagres, mas os instantes mágicos da vida já terão passado.”

Pois e, eu comecei a ler esse livro hoje e fiquei pensando nessas palavras e, será que todos já tiveram um momento mágico desses para usá-lo não só a seu favor, mas a favor de outras pessoas também?
Bom...eu tenho minha consciência limpa. E você?

Beijuhh
=***

4:59 PM  
Blogger Rique Farr Sunsa said...

Primeira capa de jornais:
Luciano Huck � assaltado e perde um Rolex que sua mulher deu em seu anivers�rio.

Contra-capa:
Desabafo de Luciano Huck.

Cantinho da contra- capa:
Um homem e seus tr�s filhos s�o assassinados por d�vida no mercadinho.

Claro que esta �ltima � uma afirma�o hipot�tica, mas � o que acontece no nosso pa�s.

Bem, tenho um amigo que � advogado de uma empresa de eletrodom�sticos daqui de Pernambuco.
Certa vez, o dono desta empresa, falou para ele:
"Meu sonho � comprar uma Ferrari.
At� tenho dinheiro para isso, mas seria uma afronta para a sociedade".

Acho que estes afortunados senhores poderiam ter um pouco de sisudez, e perceber que uma das maiores causas da viol�ncia � a inferioriza�o da classe pobre.
Quando falo desta inferioriza�o, falo que eles pr�prios inferiorizam-se.
Um grande caso...
Por que roupas de marca falsificadas fazem tanto sucesso?
Puma, adidas, diesel e etc..
Ser� pela qualidade do tecido, ou pela vontade de poder(Aquela mesma que Nietzsche proferia)?

O que leva dois homens, numa motocicleta, com capacetes gastados, em um bairro rico, assaltarem um rica�o com um rel�gio que vale mais que todo o patrim�nio de suas fam�lias juntas?
Bem, isso � ret�rica.
Mas, bem que poderia n�o ser...

Ent�o, diferentemente de voc�s, que culpam apenas os ricos, deixo minha cr�tica aos pobres, que pela gan�ncia e vontade de ter o que n�o podem, roubam e matam.
N�o s�o coitadinhos, como falam.
Todos s�o providos de consci�ncia de seus atos, mesmo que n�o tenham 8 anos ou mais de estudo.

Ent�o, mesmo que voc� tenha capacidade de comprar algo que lhe realize, n�o dever�s comprar porque ser� uma afronta para a sociedade?
Acabaria-se, assim, o consumismo e, consequentemente, o capitalismo.
E a� camaradas, voc�s n�o teriam seus computadores modernos, nem celulares bons e etc...

Conclus�o:
Ser� que � preciso?

5:04 PM  
Blogger DÉIA said...

ANDRÉIA
nao consigo postar nenhum comentário
BEIJOS TICO

6:34 PM  
Blogger Inamara said...

Pessoas deste clube
Meus dedos estão coçando de tanta coisa que pensei enquanto lia estes comentários...vamos ver se me controlo, senão isso aqui vai virar um livro!!!! Rsrsrs
Voluntários da Expressão:
Eu JÁ tenho dois netos...um de 4 e outro de 2...e te digo com absoluta certeza....eles JAMAIS se envergonharão de mim....desde a mãe deles – minha filha de 24 anos – até o dia de hoje inclusive.....eles sempre me viram e me verão LUTANDO...SEMPRE e enquanto eu respirar!!! Faça sua parte, já que vc é tão jovem, mas quando menos esperar verá este dia chegar ...portanto comece a lutar por um planeta melhor para seus descendentes e para si próprio tb!!!
Junior São Gonçalo
Perfeito seu discurso...mas te digo que por ADMIRAR TANTO o dono deste blog e perceber tb a evolução que vejo nele desde sempre, posso assegurar-lhe que tudo isso me vem como identificação...pois luto e busco evolução tb desde que me conheço por ser humano....hj mesmo enfrentei uma passeata (e já foi a segunda em uma semana) no centro de minha cidade, sob sol de meio dia, com meus pés diabéticos gritando de dores, ...mas firme ali....porque nunca fiquei sentada em cima de minha linda (rsrsrs) bunda esperando as coisas acontecerem como acredito que devam acontecer.... a gente sabe o que cai do céu!!!!...todo o resto tem que vir com busca, determinação, luta, porém tb com respeito ao próximo e a maneira de pensar de cada um...desde que seja um “pensar”....mas quem não se dá ao trabalho desta prática, ai sim...a gente cutuca!!!! ....Parabéns por seu comentário!!!

Priscilla
O Tico inicia questionando: “Quem não quer ter uma mansão e um barco estacionado em Angra dos reis?
- EU NÃO QUERO.”
EU TB NÂO QUERO!!!!, mas não posso condenar quem queira....muito menos quem queira e consiga ter com fruto de seu trabalho honesto....
Muitos aqui estão falando de maneira a condenar quem é rico, como se isso fosse um demérito....e repito, só é se a riqueza for obtida de maneira desonesta e não podemos julgar sem provas!!!
Quem quiser ter um rolex e sair com os braços pra fora de seu carro exibindo-o, pode sim, mas deve saber os riscos que corre por fazer isso num país onde a desigualdade social é gritante.
Não conheço o Sr. Luciano Huck, mas pelo que ouço falar é uma pessoa que em seu meio é muito bem quisto e parece ser uma pessoa de boa índole, e tb que já nasceu em “berço esplêndido”, não foi a TV que o tornou uma pessoa de posses. Não gosto destas coisas maniqueístas tipo “bem feito pro rico...coitadinho do pobre”....ou pobre/rico, branco/preto, bom/mau, bem/mal....isso tudo é muito pequeno...as coisas são e devem ser pensadas muito maiores que de uma forma assim tão simplista!!!
Acredito em talentos e talentos em nosso mundo são premiados em forma de $$, bens...veja como vc mesma diz sobre meninos sem talentos para a música ou futebol....Quantos Pelés, Ronaldinhos, Kakas, Sennas, Schummachers, U2s, Metallicas, Xuxas, Silvios Santos, Ticos e sei lá mais...nem vou ficar listando aqui pois as pessoas sabem seus ídolos ou exemplos de pessoas.....existem dentre nós, população de 6 bilhões de seres humanos??? Realmente poucos. Estas pessoas são beneficiadas materialmente e por seus talentos....honestamente.....e podem fazer o que quiserem com suas famas....isso é uma escolha e não devemos julgar e nem cobrar que façam coisas que NÓS acreditamos que deveriam fazer por uma questão de gratidão e tb de consciência....mas alguns deles como nosso maravilhoso TICO ou o Bono (e tantos outros) fazem...outros fazem e a gente nem fica sabendo e outros não fazem....mas somos seres humanos...indivíduos...individuais....diferentes uns dos outros e a diversidade é saudável...e como creio em Deus...acho que Ele mesmo quer que seja assim, para percebermos as diferenças e cada um fazer o que acredita...MAS FAZER!!!
O Huck pode ter uma ONG do tamanho que ele quiser, ou não ter, ou ter uma maior ainda....desde que seja honesto e não prejudique ninguém!!! Já é de bom tamanho!!! Ele anda de rolex, o Paulinho Vilhena de chinelos eu e vc como gostamos (são estilos) e cada um sem prejudicar ninguém, e com sua consciência sobre as coisas!!!
Quanto ao artigo do Ferréz...bem nem vou me estender...achei horrível, de mal gosto e totalmente incorreto e preconceituoso, o que acho que ele deve combater sendo um homem de periferia, mas parece que ele tb tem preconceito de forma inversa a que combate.
POBREZA NÃO JUSTIFICA CRIME!!!!...mesmo crendo que gere em muitos a sensação de ser o único caminho
Outra coisa que tenho certeza é que entre os pobres, não apenas deste país, e sim do mundo inteiro , a imensa maioria é HONESTA, mesmo não tendo motivos pra ser e vendo tantas coisas erradas....mas isso da pano pra outro comentário !!!
Tico
Seu trabalho de discutir política em toda parte é maravilhoso....eu sempre digo que política não é a pornografia que assistimos em Brasília, nos cargos executivos federal, estaduais e municipais, nas câmaras municipais e federal e assembléias de todo país ...política fazemos dentro de nossas casas, em nosso bairro, nas escolas que freqüentamos, no nosso trabalho....enfim...política é a arte do bem viver!!!
Todos estes políticos que vc citou no comentário e os que estão ai até hj não foram parar onde estão por simples vontade própria (com exceções às ditaduras) , mas sim por nossas mãos, ou melhor, pelas cabeças despreparadas para tratar de política de nosso povo que se enoja e não quer nem começar a falar no assunto....mas repito o que disse e o que vc tb disse: SOMENTE A EDUCAÇÃO MUDA QUALQUER COISA NAS VIDAS DOS SERES HUMANOS...não há outro meio e disso tenho certeza!!! E como vc tão bem discorreu sobre os anos e anos de descaso.....não será NADA fácil mudar tamanho quadro de horrores que este país carrega como conseqüência!! Mas desistir JAMAIS....”VAMO QUE VAMO”....e não sei a resposta de quando veremos estas mudanças....nem ”to” ai pra saber...quero continuar sempre tentando!!!! “SÓ ENQUANTO EU RESPIRAR!!!”
Parabéns a todos por pensarem... que é o começo!!!!
Beeeiiijooosss ....Todos!!!! e a todos!!!

6:50 PM  
Blogger Wolf_Angel said...

Gente vazia...
"mas o mundo continua sempre o mesmo...o medo de voltar pra casa à noite..a falta de esperança e o tormento de saber que nada é justo e pouco é certo...e que estamos destruindo o futuro e que a maldade anda sempre aqui por perto..."
(clarisse - legião urbana)

essas pessoas que buscam em status o que suas mentes inférteis e fúteis não lhes pode dar, apenas martirizam o pesar de tantos brasileiros (ou não) menos favorecidos e mais apontados que elas...Que fama ein!
-olha o cara dormindo na fachada da minha loja! qnto tempo faz q ele não toma um banho? que nojo!
-mãeeeee, o chuveiro tá frio poww! vem trocar aqui!! não gosto de água gelada! e que bosta ein! aquela fronha laranjada não combinou com a parede do meu quarto novo! se liga pow!

é a tal da problemática urbana...
globalização?
idiotização?
sei lá, vou ver se ainda tem um restinho de suco de maracujá, já volto..

sopros de luz!
=**

6:51 PM  
Blogger DÉIA said...

GALERA CONCORDO COM O JUNIOR, ACHO QUE NÃO É SÓ FALAR TEMOS QUE COMEÇAR A AGIR.
OS BRASILEIROS SÃO IGNORANTES, DESCONHECEM SEUS PRÓPRIOS DIREITOS E POR ISSO NÃO FAZEM NADA PARA MUDAR, POIS ACHAM QUE OS GOVERNADORES ESTÃO FAZENDO MUITO DANDO A QUELA ESMOLA CHAMADA FOME 0 E ALGUMAS OUTRAS COIZINHAAAAAASSS POR AÍ.
TEMOS Q TOMAR UMA ATITUDE!
TICO TE ADORO

7:31 PM  
Blogger DÉIA said...

ESPERO Q DESSA VEZ O MEU COMENTÁRIO SEJA PUBLICADO

7:37 PM  
Blogger Clube da Insônia said...

Estou achando esse debate maravilhoso e como o nível das argumentações está sensivelmente evoluindo. As pessoas estão debatendo suas questões e principalmente entendendo que aqui estamos colocando idéias ao contrário de alguns lugares onde quando um não concorda com o outro se parte para a agressão pessoal.


INAMARA, suas palavras são especiais, consegue equilibrar e ponderar as idéias de forma clara e visivelmente sem querer julgar ninguém. Muito bom.

Junior - entendo perfeitamente seu entusiasmo e sua ânsia de colocar em prática nossas idéias e é por isso que sempre lhe vejo atuante e ativo em nossas manifestações. Lembre-se nós somos formigas, estamos começando um trabalho, provavelmente nem veremos o resultado, mas isso não nos impede de acreditar na força não é mesmo?

Priscila - Concordo em alguns pontos com suas colocações, embora também acredite que as pessoas têm o direito de escolher como ganhar dinheiro, em que aplicar, quais os bens que devem ostentar e o qual o significado desses valores que estamos recebendo o tempo inteiro através do incessante e pegajoso desejo de TER, TER, TER, afinal, como disse nosso companheiro RIQUE, as pessoas querem tanto que acabam procurando os produtos de marca falsificada, só pelo prazer de vestir um rótulo.
Nietzsche diz que nós amamos mais o desejo de ter o objeto amado do que o próprio objeto, e isso em alguns casos fica claro, pois quando conquistamos o que queremos logo o interesse passa e voltamos nossos olhos para outro desejo. Schopenhauer afirma que para cada um desejo realizado, existem 10 na fila esperando para entrar na sua consciência.

Ora bola, ninguém está aqui defendendo bandido e muito menos buscando um ponto de vista "bom" x "Mal". O que precisamos entender é como está funcionando a engrenagem desse mecanismo complexo que é a sociedade. Homens e mulheres, com defeitos e virtudes. Ninguém é totalmente bom e nem totalmente malvado.

Sociólogos, antropólogos, poetas, filósofos discorrem a respeito desses assuntos desde que o mundo é mundo.
Como viajante e experimentador da vida e do lugar que me propus a conhecer posso afirmar com todas as letras que embora não concorde com o nosso amigo do Capão redondo, Ferréz, o mesmo está expondo um pensamento muito comum e legítimo se encararmos que o objetivo político de quem está no poder seja em qualquer época é esse mesmo, jogar uns contra os outros, enquanto eles vão acumulando grana, fama, poder e xoxota.

O Brasil é uma colônia de exploração. Sempre foi, não afirmo que sempre será pois estamos todos lutando, pensando e transformando nossas cabeças para que nossos filhos, netos, possam ter valores e condições diferentes.
Mas quem somos nós?
Não somos 2% da população. Muitos aqui estudaram ou estudam em escolas particulares e faculdades privadas, no país o número de cidadãos que consegue terminar o ensino superior é pífio. As escolas passaram a aprovar as crianças sem sequer usar algum critério de conhecimento, apenas para não desestimular a freqüência.
Onde vamos chegar com essa mentalidade?

Não tenho uma solução, tenho perguntas, quero mostrar a quem quiser me ouvir que estamos sendo passados para trás desde que nascemos, e tentamos passar os outros para trás também pois não é assim que aprendemos a ver o outro?
Como escada?
Como obstáculo para o nosso sucesso?

Muito bem.
O curto circuito é muito maior que imaginamos e a grande massa não consegue percebê-lo por não ter acesso a educação, livros, cultura.
Se já é difícil conversar sobre isso com universitários, imagina com quem está pensando no que vai ter para comer amanhã?

Já descobri em mendigos, mentes brilhantes que resolveram desconectar desse mundo por opção.
A pobreza não é contagiosa e por isso ainda não conseguimos solucioná-la. Mas o que será do nosso presente se não sairmos dessa posição de conflitos entre classes e cores e credos e não partirmos logo para a raiz da questão.

Qual é a raiz da questão?
Alguém ousa nos dizer?

9:03 PM  
Blogger Priscila said...

Inamara, concordo com muitas coisas que falou, principalmente sobre a individualidade, e assumo, como me exalto quando o assunto é esbanjar ou ostentar acabo parecendo perder a razão, afinal a emoção domina a minha cabeça quando falo sobre isso.e é incrível por que mesmo calma e raciocinando sem raiva, não consigo compreender os motivos que levam alguem a esbanjar pelas ruas

Mas vamos ser práticos! Essas pessoas não estão infringindo a lei! e como eu disse em meu comentário, eu JAMAIS falaria que elas não tem o DIREITO de esbanjar, pois afinal , como um sistema "democrático" e capitalista iria ousar criar uma lei que punisse tal atitude? seria algo CONTRA o "SISTEMA", não é verdade? mas não estou falando de certo ou errado segundo as leis, estou falando de BOM SENSO, realmente algo que falta a essas pessoas e isso já não tem mais a ver com os motivos que os levam a esbanjar, para mim isso é um Fato.
Bom senso é saber ponderar as coisas ... qual o problema em usar o Rolex em uma festa em Angra dos Reis?nas várias vigens para Europa e EUA onde as chances disso acontecer caem significamente? Na casa dos amigos milionários? NENHUM. Não é tão difícil compreender que é um ato simples, Ter bom senso, é APENAS não usar e esbanjar na cara de quem não tem nada, no meio da rua, e não vou mais questionar os motivos do bandido, por algum motivo ele quer TER aquilo também,e por OUTRO motivo ELE NÃO TEM! e por OUTRO a segurança do país é um CAOS, estou sendo prática agora, ISSO PODE ATÉ DIMINUIR COM MAIS SEGURANÇA, EDUCAÇÃO, COMIDA ....ETC ETC ETC MAS NÃO VAI ACABAR !!!!!!!! Para quem não sabe a própria existencia do capitalismo propõe uma taxa de marginalizados, sem essa taxa o capitalismo não se sustenta.
Resumindo a grosso modo: para o capitalimo se sustentar OS POBRES SÃO NECESSÁRIOS.
Por tanto se ainda assim alguem dá a cara pra bater,ARQUE COM AS CONSEQUENCIAS DE SUA FALTA DE BOM SENSO, não reclame depois, não faça disso um estardalhaço nacional.

6:02 AM  
Blogger Voluntários da Expressão said...

Vamos por fogo nesse frio,
E vamos habitar o Brasil
Com palavras que deflagram nossas ânsias em nossos corações
Então vamos inventar novas tradições

Que a resposta não será um nada
Se há voluntários que são da Pátria
Então por que declarar indecisões
A hora é agora, aqui a história precisa dessas opiniões

"E quem não faz não precisa me ensinar como fazer
Eu não tenho tempo pra esse jogo
Eu faço o que eu quero, eu sigo os meus desejos"
E assim a gente segue criando um caminho pra seguir.


Paz pra todos nessa guerra, fé e perseverança!
Temos que acreditar que vamos conseguir, e dessa vez, sem palavras bonitinhas que vêm da Utopia.


Nós fazemos parte deste Clube, Caralhooooooooooooooooo!

7:02 AM  
Blogger Ana Cláudia Bessa said...

Tico,

em meio a tantos comentários é difícil falar mais alguma coisa.

Eu, junto com amigos temos um blog onde discutimos vários temas para debater o que fazer para dar um futuro diferente aos nossos filhos.

Se puder, nos visite:
www.ofuturodopresente.blogspot.com.br

Um abraço e parabéns pela iniciativa.
Não sei se estamos no caminho certo, mas precisamos fazer alguma coisa, nem que seja despertar o debate.

Muitas vezes me sinto desanimada. Mas não consigo fechar os olhos e parar.

Um grande abraço.

Ana Cláudia Bessa.

8:29 AM  
Blogger Rosa de Janeiro said...

Não precisa ser rico para não se preocupar com o pobre..
Eu já tenho minha parcela de culpa.. mesmo tendo mais estudos que muitos eu me considero ignorante diante de situações como a que frequentemente revivo, como por exemplo na entrada do shopping, onde meninos sujos, descalços, magrinho, com olhos vermelhos, já desdentados mesmo sendo menores me bordam pedindo alguma coisa...
Realmente não sei como agir.... Falar "não tenho" é cruel, dar algo é colaborar para a exploração que sofrem dos adultos e/ou colaborar com o vício deles. Você quer ajudar, mas sabe que infelizmente a maioria é marginalizado e já é descrente da vida e provavelmente irá te roubar na primeira oportunidade ... talvez seja uma isca.. vai saber...
Mas depois dessa rápida viagem entre as possibilidades eu já havia negado.. e um dos garotos com as mão sujinhas acariciou o rosto do meu filho. Mas não vi problema nisso.. apenas me entristeci em apenas imaginar o que se passava na mente daquele jovem... isso foi o início de uma grande sensação de ignorancia e impoência.
O que ele deve sentir ao ver menininhos felizes e limpinhos entrarem no shopping com seus pais e outros saírem com uma sacola grande de presente...

É muito triste..
E o que eu faço enquanto isso?
Fico aqui sentada diante do meu pc me lamentando e escrevendo coisas que as pessoas que frequentam esse lugar já sabem...

Quero mais..mais que isso.. mas naão sei por onde começar...

bjos.. acho que vc me entende...
até mais...

8:39 AM  
Blogger LETI said...

Obrigada por tanta informação, opinião...
Este tópico está parecendo uma continuação da apresentação dos Voluntários da Pátria na PUC/RS

É realmente incrível como podemos mudar de opinião através de uma reflexão de aceitar que nem sempre estamos certos...

Vi esta frase em algum lugar: "O ser humano é contraditório por natureza. Incoerente por definição. Instável por conseqüência. Às vezes a distância entre o que dizemos ser certo e a prática dele é maior do que nos damos conta."

9:24 AM  
Blogger Inamara said...

Meu amado Santo Forte....Minha Santa Cruz
Não sei o que dizer (mas claro que vou tentar pois a minha “briga” com as palavras é diária) para te agradecer por TUAS palavras elogiosas a minha pessoa
É muito clichê este começo, mas vou retribuir com tuas palavras:
As TUAS palavras é que sempre são especiais...e talvez por isso se reflitam nas minhas...e creia, na semana passada estava dizendo isso exatamente de você para a pessoa que esta ao meu lado: “O Tico consegue dizer as coisas de maneira simples....sem dizer “a rebimboca da parafuseta”...pra parecer erudito, culto e filosófico demais (mesmo sendo) ...e isso é sempre o mais difícil, ser profundo sem ser prolíxo, confuso....ter a capacidade de se expressar a respeito de coisas intensas, profundas e importante, de forma simples e clara a ponto de atingir o maior número de pessoas”....afinal....COMUNICAÇÃO é isso...e quem fala e/ou escreve deve ter esse objetivo alcançado e só desta maneira é possível....mas parece mesmo que não concordam com esta tese “os intelectuais- que - preferem discutir tudo sentados em suas poltronas de couro entre seus livros de capa dura. “ e acrescento...com suas linguagens que ninguém entende e não ajudam a quem eles “intencionam” (Será ?? ou apenas alimentam suas vaidades??)
Obrigada tb por reconhecer em minhas palavras minha busca pela JUSTIÇA que como já disse aqui é a palavra de significado mais perfeito ...pena que nem sempre bem empregada/utilizada....mas é assim...sempre buscando....nós que comungamos dos mesmos pensamentos e ideais!!!!...errando tb, mas buscando sempre acertar!!!
Vc tem sido minha inspiração....
TODOS os “OBRIGADAS”!!!!
TODOS os Beeeiiijooosss!!!!

10:02 AM  
Blogger Inamara said...

Cara Piscilla
Continuo dizendo as mesmas coisas que escrevi acima pra vc!!! Releia e reflita com sua alma em paz!!!
Não te conheço, mas me parece que vc é bastante jovem....e te digo que essa furia que a gente sente na juventude se transforma com a idade e perceba...não disse ameniza e nem vai embora...disse SE TRANSFORMA....pelo menos comigo aconteceu....
Tenho ainda roupantes de sair gritando e quebrando tudo, mas descubro que respeitar as pessoas que não pensam como eu é o melhor começo....tb quero ser respeitada, entende???
E assim vamos fazendo as reformas que esse mundo e nossas vidas tanto precisam....mas sem respeitar o semelhante, não mudamos nada...eles não nos ouvirão desta forma, apenas nos taxarão de loucos, baderneiros, alucinados e de que estamos querendo ser os donos da verdade...apenas a nossa verdade é a verdade...E NÃO É!!! Vc ouviria alguém que não te respeitasse??? Da mesma forma vc não vai conseguir mudar o pensamento de ninguém sem iniciar pelo respeito que deve ter ao dele!!! e dessa forma...acredito que vc até pode mudar conceitos divergentes e trazer pessoas pra seu lado!!!
Esse é um exercício diário ...CREIA...apesar de saber isso, ainda tropeço muito...mas estou aqui...todos os dias tentando...aprendendo....
Fica com Deus...Na paz...e Beeeiiijooosss

PS Desculpe Tico por abusar tanto do seu espaço!!!!

10:31 AM  
Blogger Stefano said...

Caro Tico & Amigos

Seguindo com meus pontos de vista sobre o estado atual das coisas, vou repetir a mesma tecla, a ideológica, pois é ela quem rege a política (ainda que os atores políticos sejam umas bestas que só papagaiam o que ouvem)...

Acredito que cabe aos políticos, sim, a solução da criminalidade. Eles têm tudo a ver com os mais de 70.000 assassinatos por ano aqui no Esgotão, recorde total e absoluto em qualquer canto do planeta, em paz ou em guerra. Eles têm tudo a ver com a impunidade que motiva esse genocídio. Eles têm todo o poder para redefinir a atuação das polícias e, sobretudo, fazer a coisa mais óbvia, porém trabalhosa: fechar as fronteiras para o tráfico de armas e cocaína, apesar dos laços fraternos entre o PT e as FARCS. Mas isso é outra história.

A ideologia entra nessa história pois fomos soterrados de lero-lero esquerdista por décadas, de doutrinação politicamente correta que relativiza e justifica, qual um Ferréz, a criminalidade como um suposto "acerto de contas" social...as vítimas são os bandidos, e eu ("a sociedade") sou o culpado. Eles arrastam uma criancinha pelas ruas da cidade, mas eu sou o perverso reacionário, que trabalha 4 meses por ano para alimentar o governo da gastança.

Ainda hoje assistimos Regina Cazé fazendo apologia do pobrismo, dizendo que é lindo viver numa favela, que aquelas comunidades serão o farol da nova-civilização ou sei lá o quê, garantindo um futuro especial para quem aprender a bater latas e grafitar muros...e ninguém avisa pra tonta - ela sabe - que dignidade e "cidadania" (palavra-coringa multi-uso) é ter esgoto na privada de casa e escola onde se ensine de verdade (nas escolas públicas, crianças da 4° série mal sabem ler; no futuro, esses semi-analfabetos ganharão bolsa do ProUni numa das faculdades caça-níqueis que Lulla está despejando milhões de reais, e teremos mais um profiçionáu na praça), entre outras coisas...

Abraços, Stefano

11:41 AM  
Blogger Junior São gonçalo said...

Mais uma vez expresso a minha felicidade em participar desse clube e debater saudávelmente com todos os membros.

Com certeza todos nós estamos pensando mais, questionando mais e principalmente, agindo mais...

O MAIS IMPORTANTE É SAIR DA CHAMADA "ZONA DE CONFORTO" !!!

E é por isso que estamos aqui...

Agradeço com toda a humildade a todos que caminham ao nosso lado. Estamos todos no mesmo barco.

Inamara- Somente agora constatei realmente a sua "idade".Minha ignorância, por um determinado momento, deixou não muito claro isso, mas li novamente o seu comentário e vi que você é uma verdadeira ativista e principalmente, transmite isso para todas as pessoas mais "jovens", inclusive seus netos. Um grande exemplo para todos nós! Fico feliz mesmo, de coração! Parabéns ! Não é pela sua idade, e sim, pela ATITUDE!!!

Este blog possui um dono, sim, o nosso grande amigo Tico...

Mas antes de qualquer coisa, tenho esse espaço como um "laboratório", como uma "refinaria", é por aí...

Lembro-me da primeira vez que dei as caras por aqui. O primeiro comentário. Lembro-me também da primeira manifestação que participei.

TENHO ORGULHO DE TER CONHECIDO ESSA GALERA NA RUA!!! PONDO A CARA, LUTANDO!!!

Valeu sempre Tico. Por todas as vezes. E sempre valerá.
Circuitos lotados, outros vazios; Manifestos com aderência, outros não...

NÃO IMPORTA...

ESTAREMOS SEMPRE AÍ...

Uma formiga quando olha uma folha muito maior do que ela, sabe do desafio, do trabalho que dará para se conseguir êxito...
MAS NEM ASSIM ELA DESISTE...
E consegue carregar até 10 vezes mais do que o seu próprio peso...
Impressionante, incrível, maravilhoso...

Pois é...
Somos realmente FORMIGAS...

Forte Abraço!

JUNIOR

12:30 PM  
Blogger glaucia said...

Putz Tico, muito interessante essa sua reflexão!!
Verdade, outra vez ouvi de um jornalista que os ricos estãos se preocupando com a "realidade" agora!!porque a criminalidade, a mizéria estão berrantes!! e principalmente no Rio, "a favela tá descendo o morro". Daqui ha poucos anos, Leblon, Copacabana e outros bairros nobres, perderão seu glamur pq a pobreza tá chegando na área!!
Pq queira ou não queira a necessidade obriga!!

E quanto a esse significado etmilógico da palavra BRASILEIRO,
onde que tú viu isso??!!

caraca muito de fuder!
nunca o significado esteve tão atrelado as práticas atuais dos brazucas(sem generalizações tb!)
Mas putz essa descoberta foi fods msm!!

Abraços man! e boas reflexões!!

3:51 PM  
Blogger Ana Paula said...

Oi amore!!!

Bom argumento...
Porém, espero que todo esse debate que esteja rolando não fique só nas reflexões e nas páginas que se devem seguir.

ana paula vivo pelo amor

10:50 PM  

Postar um comentário

<< Home