quinta-feira, junho 21, 2007

O elefante e a borboleta.

O amor do elefante pela a borboleta que todos os dias batia suas lindas asas coloridas nos arredores de um jardim zoológico nostálgico onde crianças em fila indiana passeavam vez enquanto para admirar os animais.
A borboleta adorava voar e vagar como se dançasse uma valsa celestial investindo em movimentos mágicos sua despretensiosa existência sem notar que despertava no coração do imenso mamífero, palpitações de alegria por presenciar atenciosamente a linda bailarina delicada em suas apresentações.
O elefante recebia atenções especiais em seu cárcere. Os meninos e meninas adoravam quando soprava por sua tromba enorme um jato de água que transformava-se num lindo arco íris de encontro ao sol.
Seu prato predileto?
Ervas com frutas e folhas de árvores.
Árvores estas que brotavam por todos os lados e que emanavam sombras e abrigo para o repouso de sua amada.
Ao aproximar-se do grande e esquisito animal a borboleta com cautela e discrição admirava suas formas arredondadas e o imenso território livre que dispunha para aproveitar o ar fresco que soprava ao entardecer.
O elefante sonhava todas as noites em declarar seus sentimentos para aquele sublime ser, mas os enormes contrastes faziam com que ele apenas a admirasse de longe.
A borboleta livre, frágil e ao mesmo tempo ágil e leve.
O elefante grande, forte, pesado e preso.
Ambos dividiam seus espaços em distintas realidades.
O elefante se imaginava voando ao lado da linda borboleta.
Ela adorava perceber a alegria e a empolgação das crianças ao encontrá-lo.
Enquanto se exibia para ela a sua maneira, ela admirava sua paciência e sua concentração.
Os dois nunca trocaram palavras, somente olhares. Mas algo os aproximava de maneira inexplicável.
O amor do elefante pela borboleta foi tornando-se cada vez maior e certo dia numa noite iluminada ele resolveu declamar um soneto que fizera pensando nela.
Percebeu que Greta (assim resolveu chamá-la) estava tranquilamente admirando as estrelas. Encontrou coragem e se aproximou.
- Te vejo tão linda e tão livre voando pelos campos. Respirando as flores. Quando te aproximas fico mudo quase prendo a respiração para não assustá-la.Não saberia exatamente como dizer tudo que penso quando vejo-a leve e cintilante, graciosa em uma existência de harmonia quase em êxtase com a natureza.
Gostaria de ser pequeno e ter asas para acompanhá-la em todas as suas aventuras, de me elevar a mais do que uma imaginação que me conduza a caminhos aonde talvez nunca venha a conhecer. Sou feliz por adorar-te e admira-la sempre que resolve dar o ar de sua graça. Por outro lado tenho medo de que um dia resolva viajar para longe e nunca mais venha a sentir o imenso prazer que sinto ao despertar e esperar por suas aparições. Uma mistura de balé e teatro, com suas cores que me hipnotizam. Todo esse tempo em que cresci e convivi com esse pequeno espaço que me deram, nunca desejei estar distante de ti, embora tenha total consciência de que vivemos em mundos diferentes. Ao mesmo tempo prefiro estar condenado a esta prisão e ter o privilégio de suas visitas quando conseguimos nos ver do que estar livre e distante dos sentimentos que alimentam minhas verdadeiras intenções a seu respeito. Sei que nunca poderemos nos casar, pois nossas naturezas são muito diferentes, mas preciso dizer que te amo antes que seja tarde demais. Fiz um soneto pra ti e gostaria que lesse escondidinha em sua casa, não precisa me dizer se gostou ou não, pois antes de tudo sou um admirador confesso da forma como leva a sua vida e liberdade é a palavra que tenho para defini-la em meu coração.

A borboleta ouviu tudo silenciosamente, com um pequeno sorriso no canto da boca. Seus olhos refletiam uma admiração recíproca e ao mesmo tempo se encheram de lágrimas ao ouvir aquele monstro tão gentil e simpático se abrindo em belas palavras.
Disse:
- Ora meu querido elefante. Tenho toda a liberdade do mundo, posso ir onde quiser visitar quem eu quiser assistir e participar de tudo que me cerca. Posso voar e viajar longas distancias conhecer e admirar lindas flores. Posso até desaparecer e aparecer em lugares diferentes, mas por que achas que estou sempre aqui bailando por perto?
Quando te vi pela primeira vez te achei estranho e diferente. Passei algum tempo da minha vida sendo uma pequena lagarta e morria de medo de que pudesse nem me perceber. O tempo foi me transformando, ganhei asas, cores e liberdade. Recebi da natureza o direito de ser e fazer o que quiser e escolhi ficar por aqui, vendo seu caminhar lento mas constante,
sua determinação e paciência em divertir todas aquelas crianças com suas brincadeiras.

Sinto-me feliz em compartilhar essa liberdade com você. Embora tenhamos um contraste de posições, quero que saiba que estarei sempre por perto pois também preciso dizer que te amo e o amor é o desejo de encontrar alguém que viva sinceramente a liberdade de amar alguém só pelo bem querer.

Num vôo rápido a borboleta pousou bem na ponta da tromba do elefante. Os dois se olharam e nada mais foi preciso para justificar aquela relação e o sentimento que os unia.

Nem todas as diferenças.
Nem todas as limitações.
Nem a sensação de que controlas a vida
pode impedir que a semente de um amor verdadeiro
seja semeado quando existe cumplicidade e respeito.
Alguns mais livres.
Outros mais confortáveis.
Será possível amar mais de um ser?

Sim, disse a borboleta.
Mas eles nunca entenderão!!!!!!

Tico Santa Cruz

53 Comments:

Blogger Fabiana said...

Gente, que lindo! (L)



Só pelo bem querer... Amo você!


Bjos ;*

3:31 PM  
Blogger Priscila said...

To aqui em lágrimas...como assim? rs
Estou muito sensível por esses dias...
Minha vida tomando rumos que eu nem imaginava...rumos bons eu espero...
e eu preocupada... agora leio esse texto tão....... que estou sem palavras pra comentar o quanto ele me confortou.
Você é um ser especial.E está no meu coração.
Leu o txto do Chaplin ontem?
Bjos!
Pri

3:59 PM  
Blogger kk_baby said...

o amor é o amor nem precisa entender nada.
é simplesmente amor,quando acontece nem percebe como.muito menos por quem ou se quer ve as diferenças



beijao Tico

4:47 PM  
Blogger **Renata Ferri** said...

Oi Tico,
esse texto não sei porque me identifiquei muito com ele.
Talvez seja por ser louca por elefantes! ahah
Mas também tem outro motivo, assim como a borboleta, li otexto com lágrimas nos olhos!
É lindo e descreve P.E.R.F.E.I.T.A.M.E.N.T.E. o meu sentimento por vc e o modo diferente de nossas vidas!
Mas mesmo assim, repare que nunca deixei de dizer que te amo!
É isso,...
o texto é maravilhoso!
Bêjo0s,
Rê!
www.ticodrc.blogspot.com
TE AMO0!

4:51 PM  
Blogger Danielle said...

OLHOS RASOS D´ÁGUA...

DESEJAR BEM
UM BEM QUERER
SEM JUSTIFICATIVAS...
UM PURO E SIMPLESMENTE
AMAR

:)

BEIJO

DANNY

5:00 PM  
Blogger Junior São gonçalo said...

Simplesmente....LINDO!

Um texto de enorme sinceridade, simplicidade e harmonia...

Tal como o maior sentimento de todos...

O AMOR!!!

Um texto de amor!

Adorei Tico! Me faz muito bem ler seus sentimentos. Sejam eles de revolta, de insatisfação, de faz-de-conta ou como esse, de amor.

Você é um ser iluminado,muito humano!

Posso dizer, sem hipocrisia, demagogia ou "babação de ovo", que através do clube, de te conhecer e caminhar ao lado dos voluntários da pátria, a minha vida mudou!

Mudou e mudou para melhor, me sinto bem, me faz bem!

MUITO OBRIGADO TICO!!!!

SAIBA QUE TE AMO!
TE AMO COMO UM IRMÃO!

COMO HOJE EM DIA, NÃO TENHO MAIS VERGONHA DE DIZER EU TE AMO PARA AS PESSOAS QUE ME FAZEM BEM!!!!

PARABENS MEU IRMÃO!!!!

SEMPRE!!!

COM CARINHO,
JUNIOR SÃO GONÇALO

5:16 PM  
Blogger Suelen said...

Nossa que lindoooooooooo!!!
Que paz esse texto me transmitiu!!!!!!! Realmente "o amor é o desejo de encontrar alguém...
...só pelo bem querer".
Se todos nós aprendessemos a viver com as diferenças de cada ser, seríamos pessoas mais felizes, onde o amor, o carinho, o respeito, seriam as fontes principais da vida!!! Por isso, que eu sempre digo: a melhor maneira de agradecer por um belo momento é desfrutá-lo plenamente!!! Fique na paz, meu querido!!!!!
Te amo, só pelo bem querer!!!!!!!!!
Bjocas em seu coração!!!

Suelen DRC

5:29 PM  
Blogger Rafa - Deus que cura- said...

"To sem palavras, linda, linda, linda.
complicamos tanto a vida, buscamos pessoas e amores perfeitos, sendo a vida tao simples e imperfeita.
Os perfeitos nao tem graça!
O erro e o nosso maior professor!
e as diferenças fazem a vida ter mais graça!
bjs

5:37 PM  
Blogger Khalee Whiteagle said...

amor é liberdade, é viver tudo o que se quiser com vontade de evoluir e de conhecer mais a vida..

não acho que seja só possível amar mais de um ser, mas NECESSÁRIO. é vida demais que existe no universo pra centrar esse sentimento imprescindível em um só ser.

amar sem medo é a liberdade em si.

=)

beijos!!!!!!

5:49 PM  
Blogger Roberta Fernanda said...

Vivo agora, tão distante das pessoas que verdadeiramente amo, que estou me tornando fria, e solitaria.

Mais isso que acabei de ler, fez aquecer meu peito, sinto uma coisa boa.

Tomara que seja algo que permaneça por um certo tempo, mesmo que pouco.

O amor, tem dimençoes que desconhecemos, como queria estar bem com ele, e comigo mesmo.

Em alguns casos, por mais estranho e incomum que seja, eu sei que amo, como posso te amar, se nao convivo, se nao conheço realmente que voce e?! tambem nao sei, mais alguma coisa ha por traz disso, tenho certeza.

Beijos.

Se cuida.

6:12 PM  
Blogger Daniela Priole said...

Amor Platônico

"Eu sou apenas alguém
ou até mesmo ninguém
Talvez alguém invisível
que o admira a distância
sem a menor esperança
de um dia tornar-me visível
e você?
você é o motivo
do meu amanhecer
e a minha angústia
ao anoitecer
voce é o brinquedo caro
e eu a criança pobre
o menino solitário que quer ter o que não pode
Dono de um amor sublime
mas culpado por quere-la
como quem a olha na vitrine
mas jamais poderá te-la
eu sei de todas as suas tristezas
e alegrias
mas você nada sabes
nem da minha fraqueza
nem da minha covardia
nem sequer que eu existo
e como um filme banal
entre o figurante e a atriz principal
meu papel era irrelevante
para contracenar
no final..."

Legião Urbana


Quando li o texto da borboleta e do elefante me lembrei dessa música.
Amor platônico!!
Será possível amar mais de um ser?
Não entendi essa sua reflexão dentro do texto..
Bjs

8:39 PM  
Blogger Fabiana said...

Meu comentario foi pela metade, então voltei só pra concordar com a Khalee...

"não acho que seja só possível amar mais de um ser, mas NECESSÁRIO"


Bjs ;*

8:57 PM  
Blogger pena-daniel said...

Está é uma música minha gostaria que desce sua opinião.

Cor de néon.

Vou amor
pra qualquer lugar
não sei como vou ficar
nem onde ir.
É assim
melhor pra você e pra mim.
Vou viver mais um pouquinho
do que me resta.
Chora minha viola agora
Toque as lagrimas da minha dor
Quantos sentimentos tristes
Sorrisos vazios e sem valor
Ninguém vai lembrar
Que um dia agente se amou
O tempo se encarrega de apagar
Tudo aquilo que restou
Chora minha viola agora
Só chora, chora.
Chora minha viola agora
Só chora, chora.
Quero pra você
Um lugar azul da cor de néon.
Quero encontrar o seu rosto
No dê alguém com meu frisom (BIS).

11:40 PM  
Blogger Carla Aguiar said...

Que post mais lindo, querido!

"Nem todas as diferenças.
Nem todas as limitações.
Nem a sensação de que controlas a vida pode impedir que a semente de um amor verdadeiro seja semeado quando existe cumplicidade e respeito."

Exatamente isso! E o amor transcende; está acima de todas as coisas desse mundo...
E quem disse que é preciso entender???
Amo você!!!

Beijo do tamanho do mundo! =)

6:02 AM  
Blogger Palavras de um mundo incerto said...

Tico,

Tri legal o soneto, a canção, o texto,a história,enfim perfeito.

Amar e amar é simplesmente tudo que fazemos com a verdade de ser feita.

Nada de mentira e de fingimento. Apenas é ser tu,real com as coisas que acontecem no período chamado: tempo.

Amor é perceber mesmo que não nos perceba que estamos fazendo algo em evolução a vida, ao sentimento,
ao carinho e a luz para um amanhã de surpresas.

Abraçosssssssssssssssssssss!

Marcos Ster

8:05 AM  
Blogger **Renata Ferri** said...

Olá MEU SANTO FORTE, passando só pra vc lembrar de mim! hahah
;)
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO
TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO TE AMO

Bêjo0s na sua nuca!
Rê!
www.ticodrc.blogspot.com

9:32 AM  
Blogger • Elιѕα Fαlαѕcнι • said...

Ticolino!!!

Que lindoooooo!!! =']

aiaiaiaiaiiai...

"Olhos rasos d'água...!!"

Te amo muito!!!!

s2

Ps: O arraiá da justiça foi maravilhoso!!

Foi muito bom ter a participação de várias pessoas que acreditam acima de tudo não só na paz...mas sim no amor...

...amor ao próximo...

=']

Te amo anjo!

Bjin!
E muitos abraços grátis!
Cuide-se

10:00 AM  
Blogger *Carol Carolina* said...

justificativas???
para que?
sei bem o que une; a verdade...
quero bem.
confio.
ouço.
sinto.
aprendo.
cuido.
respeito.
admiro.
compreendo.
compartilho.
aproveito.
me divirto.
deixo livre;
voo e pouso.

me sinto livre e confortável.
Tenho amor, só pelo bem querer.
vai entender...*rs!


bjo de borboleta

1:03 PM  
Blogger Zuza_Brasil said...

Belo texto...
belas escritas!!!
Mas infelizmente, quase ninguem do mundo pensa assim, sao indiferentes ao amor, sao indiferentes as coisas belas da vida... as coisas que realmente importa...
Mas mesmo sendo a minoria que compoem esse pensamento, ainda resta esperança de que o amor tome a frente onde quer que seja!!
te amo querido, de verdade...
sem malicia, sem maldade..
apenas amo!
como amo aos meus irmaos!

2:26 PM  
Blogger Renato Junqueira said...

Oi Tico, poxa texto maneiríssimo, tô até sem graça de comentar em comparação com tudo que outras pessoas já falaram aqui. Mas não vou forçar barra pra falar algo lindo e poético, não to muito inspirado. Mas o amor é o amor, e como vc disse lá no Clarohall,e não esqueço nunca, o amor não é só o amor romântico, o amor é o respeito, a valorização das pessoas, a honestidade, é qualquer tipo de ato bom que nós fazemos...o amor é revolucionário. Acho que isso está faltando um pouco hoje em dia, infelizmente. Mas acredito que se cada um tentasse exaltá-lo mais no seu dia-a-dia, quem sabe hoje as coisas seriam diferentes, bem mais diferentes. Bom é isso cara, adorei seu conto e não sei se tem muito a ver, mas é que vc citou a borboleta e aí me lembrei de um texto do meu blog e vou deixar aqui caso queira ler, ai vai:

A Sina das Borboletas

Dos pequenos pontos volumosos presos as folhas de uma planta
Nascem as lagartas
Aos nossos olhos, simples insetos
Aos da Natureza, lutadoras natas
Começam com apenas o objetivo de se alimentar
Mais do que isso, sobreviver
Os predadores são variados
As presas não tem muito como se proteger
De toda a prole, poucas sobrevivem
Agora grandes e fartas
Isolam-se do mundo à sua volta
E em seus pequenos casulos esperam pacientemente
Pode parecer lento e sem graça, mas ali dentro
A mágica acontece
Passam dias e dias, durante os quais seus pequenos corpos mudam radicalmente
No exterior pode ser inerte, mas no interior a dinâmica é imponente
É chegada a hora de nascer denovo
Com suas novas e fortes estruturas, arrebentam a camada envolvente
São novas criaturas
As mesmas em sua essência, porém com formas completamente diferentes
Agora com asas, voam pelo mundo afora
Em busca de parceiras atraentes
Sobrevoando as flores
Escolhendo as que lhe agradam
A borboleta madura não é mais aquela pequena lagarta
Cheia de vida ela nunca para
Voa de flor em flor beijando suas amadas
Mas tudo que é bom um dia acaba
E aos poucos acaba-se toda a graça...


Espero que goste, e até uma próxima!

Grande abraço,e mais amor em nossas vidas!

Renato, RJ.

2:29 PM  
Blogger Cláudia said...

A tá.Será que tenho algo pra dizer...não.O mais engraçado foi que li o texto ouvindo "Nada Vai Mudar".Coisas da minha vida Tico...Minha vida,sua vida..cada um tem a sua..rs*Beijos pessoa mais linda ,por dentro e por fora.
Claudia Vila Nova.

5:30 PM  
Blogger edilzasantiago said...

“Às vezes te odeio por quase um segundo...”

Sexta-feira de lua crescente, sabadão chegando e eu aqui, numa retrospectiva sentimentalóide dos meus dois últimos sábados: show com máquina descarregada de tantos flashes e foto com discurso engasgado no camarim; no outro, edredon, hojerizah a BBB – argh!! - e cochilo embalado pela sua voz na madrugada então inteligente...

Semana conturbada com compromissos da vida profissional me afastaram dessa leitura hoje tão necessária! Doses homeopáticas de cidadania, de conscientização. Entre uma leitura e outra, visitas a flogs e blogs de tantas fãs, inveja boa daquela foto em Brasília com uma fã num abraço tão íntimo! Inveja ainda maior lendo esse poema e reconhecendo o elefante, a borboleta...É, às vezes te odeio mesmo!

Enquanto o discurso segue entalado e essa foto carinhosa não vem, enquanto seus poemas não são meus vou dedicando meus melhores sentimentos a você torcendo para que logo se encontre, naquele espaço que já é tão seu! Quem sabe permaneça?

“...Depois te amo mais!”

Beijos nessa boca LINDA, meu Rei!

Santiago
www.winsantiago.nafoto.net
(add me? edilzasantiago@hotmail.com)

5:48 PM  
Blogger **Renata Ferri** said...

Sempre que nós estamos juntos..é vc quem liberta o mal de mim.
Faz uma forcinha e passa no meu blog q é destinado a vc...é tao fofinho, me esforço tanto pra deixar bonitinho!
T amo0...gostoso!
Bêjo0s na sua estrela quase escondida!
Rê!

12:17 AM  
Blogger Queiroz said...

O tema do meu último post é vc cara e seus protestos.

12:56 AM  
Blogger Cristal said...

É incrível como o sono resolveu me abandonar nessas últimas madrugadas.
Eu acordo (hoje foi as 4:00h) e mesmo contando mil carneirinhos, não consigo descobrir pra onde vai todo aquele sono que estava sentindo a poucas horas atrás, quando fui pra cama.

Então... lembrei do elefante e da borboleta, da lua e do sol e de tantas outras histórias de amor,
e pensei: como uma única atitude pode mudar a história de duas vidas. No caso do elefante e da borboleta, por exemplo, se o elefante não tivesse tido aquele minuto de coragem e se declarado a borboleta, aquele momento mágico do amor, que aconteceu no olhar entre os dois, poderia nunca ter acontecido, e o rumo que a vida deles teria tomado, poderia ter sido muito diferente.

E quanto a possibilidade de podermos amar mais do que um ser, não sei a que tipo de amor a borboleta se referia, mais se foi pensando em todas as diferentes formas de amor... é claro que podemos, e até sentimos falta, quando nos falta algum deles.

Será que se eu voltar pra cama agora, o sono volta???
Vou tentar...

E olha só... são 6:20h e aqui já está começando a amanhecer, então hoje vou poder te dizer:
Bom Dia, tá na hora de dormir!!!
Beijinhos de Bom Dia, então...

2:18 AM  
Blogger Rainha do Drama said...

Lindo seu texto...

As diferenças deviam ser mínimas...


__________________________________
O que aconteceu com o debate que ia haver aqui??

11:03 AM  
Blogger renatasicilianoesposito said...

Oi Tico
Lindo o texto! Poesia e beleza aparte, uma coisa me intrigou: o verde e o amarelo. Por que o verde está no discurso do elefante e o amarelo no da borboleta?...
Tenho muitas hipóteses mas nenhuma resposta.
Enfim!
Fato é, que me deu uma vontade de ter um elefante...
Um grande abraço, Renata.
P.S.: Continue firme nos protestos.
Até o próximo.

11:10 AM  
Blogger Allenascimento said...

Dizem que assim é o amor...

1:26 PM  
Blogger Auiri Au said...

Legal, Tico!!!

....meu bem querer é segredo é sagrado, estar sacramentado.....

relamente to aprendendo muito lendo esses textos...
Muito obrigado por compartilhar conosco!!!

paz
Auiri au

1:28 PM  
Blogger Ale said...

mew,vc me fez chorar,gostaria de saber quem é o elefante e a borboleta.
gostaria de saber sobre o livro que te pedi atravez do seu e-mail
e muito obrigada por encher meus olhos de conhecimentos

8:18 PM  
Blogger **Renata Ferri** said...

Sabe de uma coisa? Eu gravei tudo oq vc falou pra mim hoje.
Fiquei muito feliz por vc ter gostado do meu blog q é seu! ahahah
Pode deixar que não vou te abandonar e daki pra frente estarei mais participativa sim.
Te amo! Muiiiiiiiiiiiiiiito!
Se cuida... tira umas horinhas de sono..vc precisa que eu sei.
Bêjo0s,
Rê!
www.ticodrc.blogspot.com

10:30 PM  
Blogger Wolf_Angel said...

"eu salto pro alto,eu vou em frente, de volta pro presente...eu sei que uma rede invisível irá me salvar...o impossível me espera do lado de lá..."

as borboletas bailam num mundo tao solto que se perdem na imensidão da liberdade desmedida, enquanto que num jogo os elefantes se assustam com tamanha audácia de um ser tão pequeno emanar tanta felicidade, e se apaixonam pela cena e n]ao pelo ser...como sempre...a gente se apaixona por tantos atos que esquece que a pessoa que os executa pode estar na verdade gritando por dentro...

sopros de luz!
=*

6:27 AM  
Blogger Mariana said...

Tico, só tenho a agradecer por ter você pra escrever essas coisas lindas pra gente ler!

Demais mesmo!

E o mais legal. Eu ouvindo o primeiro cd do Detonautas e lendo aqui, todos esses posts, e vendo o quanto vc amadureceu, velho.

E me orgulho de meu ídolo ser assim!

Beijo!

9:40 AM  
Blogger mcb. said...

"e o amor é o desejo de encontrar alguém que viva sinceramente a liberdade de amar alguém só pelo bem querer"

lindo demais !

e eu amo vc ursinho !

10:06 AM  
Blogger Rosa de Janeiro said...

Hj não estou inspirada para o amor...
por mais que eu enha imaginado 1000 situações que se encaixem nesse texto simpático não consigoi me encaixar nele e a´fica difíci.
só pude aroveitar uma parte que destacou-se a importancia de dizer que ama antes que seja tarde demais!

Então não seja por isso!

Amo vc e os meninos por tudo que são e que representam na minha vida!!

Bjos!

2:11 PM  
Blogger __ Cá* Mangini __ said...

Quando se encontra um amor verdadeiro,
uma paixão repentina,
Uma vontade a ser seguida,
algo que não se tem explicaçao.
Deixamos para trás muitas coisas, as vezes sem pensar nas consequencias.
Porque tem algo nos chamando, puxando....
Para esse tipo de coisa não há impedimentos.
Para o amor, para a paixão, sinceridade, cumplicidade, vontade de querer ficar junto, da admiração mútua (por mais estranha que ela possa parecer)
Nenhuma diferença ou limitação acaba com o que é feito para ser.

Amor sempre!
Se eles não entenderem?
Azar deles.
Nós entendemos

4:43 PM  
Blogger M. said...

"volta e meia eu fico pensando nas coisas que eu fiz,nas escadas por onde subi e depois eu desci..."
A liberdade de amar é impagável,mas claro,sem esperar nada de volta..tem como? Do que se faz uma amor sincero? É deixar livre..quantos amores são livres? E se for preso é amor?
Amar os momentos nunca é volúvel ou é? eu amo momentos...pequenos momentos sempre me dizem com ainda estou viva e porque estou viva!
Gui, sexta passada teve show da Cachorro Grande ,The feitos & Faichecleres..deveria ter ido! Foi foda demais...

Beijos na nuca, Guilherme.

M.

5:39 PM  
Blogger edilzasantiago said...

Amores de momentos, de uma vida inteira, amores possíveis ou não, amores imperfeitos, compartilhados, duplicados ou triplicados, distribuídos em larga escala ou exclusivos, platônicos, amores inventados...AMORES! Amor estranho amor, como esse que me faz voltar aqui e buscar você, meu ídolo de carne, osso e piercings, meu anjo temperamental!

À minha frente o encarte do último CD aberto nA faixa "Tudo que eu falei dormindo", a mesma música que toca no repeat enquanto a tv muda exibe um filme repetido...

Segunda já à vista, mas viraria minha(s) madrugada(s) para falar-lhe ao 'vivo' tudo que venho falando em letras e canções no meu flog...Pois eu sempre quis dizer de fato!

É...

"E se para os outros já não faz sentido
Eu continuo tentando,
Insistindo!"

Boa semana...fica bem...se cuida!

Beijos nessa boca LINDA, meu Rei...
Santiago
www.winsantiago.nafoto.net
(add me? edilzasantiago@hotmail.com)

8:11 PM  
Blogger maria said...

esse NÃO DEU pra não comentar. assisto, leio, vivo. de perto.
bj.
BETA.

10:57 PM  
Blogger Clara said...

Que texto Lindo !!!! Emocionante !!! Impossível não brotar algumas lágrimas !!
Sublime !

Bjus enormes

8:05 AM  
Blogger **Renata Ferri** said...

Oi MEU SANTO FORTE!
Tudo bem?
Vc vai na passeata no próximo sábado!?
o.0 blog atualizado0!
T amo00.
Bêjo0s,
*
*
*
Rê!

10:55 AM  
Blogger Flavinha! said...

Pode chorar??????

Se puder me libera porque tô chorando muiiiiiiiitoooooooo!!!!

Ai, ai, ai, como que faz??
Será que é a TPM, ou será que a "menina amor" não pode ler coisinhas de amor e fica chorando a toa?????

Eu amo você porque você escreve essas coisinhas lindas e ainda me faz chorar...

" Amar não é ter que ter sempre certeza
É aceitar que ninguém é perfeito pra ninguém
É poder ser você mesmo e não precisar fingir
É tentar esquecer e não conseguir fugir

Já pensei em te largar
Já olhei tantas vezes pro lado
Mas quando penso em alguém é por você que fecho os olhos
Sei que nunca fui perfeito mas com você eu posso ser
Até eu mesmo que você vai entender

Posso brincar de descobrir desenho em nuvens
Posso contar meus pesadelos e até minhas coisas fúteis
Posso tirar a tua roupa
Posso fazer o que eu quiser
Posso perder o juízo
Mas com você eu tô tranquilo

Agora o que vamos fazer, eu também não sei
Afinal, será que amar é mesmo tudo?
Se isso não é amor, o que mais pode ser?
Estou aprendendo também..."
Rogério Flausino e Fernanda Mello

consegue me entender???

um dia vou te pedir uns conselhos amorosos, acho que vc pode me ajudar... risos

beijos
Flávia

12:11 PM  
Blogger _KaRi_ said...

Lindo, muito lindo!
Espero um dia, poder encontrar um elefante também...

Beijão
Kari Mendonça

4:56 PM  
Blogger mcb. said...

estou encantada ! a história do elefante e da borboleta não sai da minha cabeça.

:)*

5:38 PM  
Blogger sao29502 said...

Linda mensagem, Tico!

Que esse sentimento se prolifere como o polen na primavera.

7:10 PM  
Blogger sao29502 said...

Pedritha diz:
"Verdadeiramente simples e essencial...o AMOR
Lindo texto.Bjs"

7:19 PM  
Blogger edilza said...

Jurei q faria apenas um comentário por post seu.
Acontece que agora assisto aos noticiários e imediamente a mente faz um link com vc!
Penso: 'o que será q ele tá achando disso? qual será sua reação? vai comentar sobre isso no próximo show, na próxima aparição em tv ou revista?' Muito doido, isso...
O que dizer sobre os jovens que tiveram boas oportunidades na vida - famílias aparentemente regradas e estruturadas, educação de bom nível, carreiras universitárias em construção - e ainda assim agiram tão brutalmente?

PÁRA O MUNDO QUE EU QUERO DESCER!!!

Boa semana...fica bem...se cuida!

Beijos nessa boca LINDA, meu Rei!
Santiago
www.winsantiago.nafoto.net

('eu continuo tentando, insistindo...": edilzasantiago@hotmail.com ;)

8:46 PM  
Blogger van.almeida said...

VC ME FAZ TÃO BEM....

AMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVCAMOVC...


FICA COM DEUS...


BJOS

6:38 AM  
Blogger Carla Aguiar said...

Direitos Humanos
05/07 às 14h.
Até! ;)

8:15 AM  
Blogger Polak - O Poeta said...

Tico,

Parabéns pelos textos, soube que você estará no próximo congresso da UNE em Brásilia, eu estarei por lá também, divulgando meus trabalhos poéticos.

Parabenizo pela sua dedicação, amor , e respeito a arte, principalmente pela poesia que é tão desvalorizada num país tão rico em criatividade como o nosso.

Falo da cidade de Curitiba, e tenho amor incondicional a cidade do Rio de Janeiro que me abrigou de forma muito cordeal, a maioria das publicações que faço nasce por aí, quando vier por essas bandas do Sul vamos poetar pelas escolas, hospitais, estamos muito carentes por aqui, precisamos difundir essa idéia por todo o Brasil.

Parabéns novamente!

Polak

9:56 AM  
Blogger **Renata Ferri** said...

Tico,
Danny e eu estamos querendo saber kal horário vc vai estar aki em Nova Iguaçu amanha! rsrs
Se nao...nao rola da gente ir e nem levar os livros! hehe
Bêjo0s,
Rê!
www.ticodrc.blogspot.com

3:43 PM  
Blogger lucas said...

Simplismente lindo me indentifiquei muito com esse texto!!!
FLW!!!

9:46 PM  
Blogger Renatta said...

Lindo demais este texto, e sem dúvidas, o amor é o maior sentimento que o ser humano pode ter e deve expressá-lo, não somente na forma de casal, mas na forma de admiração e respeito pelo próximo. A tolerância talvez seja o caminho para encontrar o respeito ao semelhante. No caso da borboleta e do elefante, mesmo em mundos diferentes, cada um soube respeitar e aceitar as limitações do outro e mesmo assim nasceu a admiração, o carinho, o respeito e junto a tudo isso, o amor.
Tico, admiro demais as tuas idéias, o teu ideal e sem dúvidas, cada um deve fazer a sua parte, em prol do todo e de todos. Não adianta nada levantar bandeiras de pacifismo se não soubermos respeitar quem está no nosso dia-a-dia e aceitar as diferenças e limitações de cada um. Percebo esta preocupação em cada gesto ou palavra tua.
Fica com Deus,
Rê Carou.

8:20 PM  

Postar um comentário

<< Home