quarta-feira, fevereiro 13, 2008

Quando não se adivinha os rumos.

Clarear quando o dia clarear
Comentando flores da noite que passou
Hoje é o futuro que você se encomendou
Como podes não gostar?

Pois foste tu, amazona da ilusão.
Que em teu cavalo empunhara a palavra aberta
Marcando aos olhos de cristal a trilha certa
Movendo-se por entre mares e florestas
Dividindo corpos, discutindo dúvidas.
A terra girou e girou e girou
Aonde quer chegar?

Clarear quando a noite escurecer
Pois há poesia entre as estrelas do céu
A escuridão talvez seja apenas o que ainda falta descobrir.
E os caminhos vão se abrindo quando se tem coragem para seguir.

Enfrentar que só existe uma certeza.
E temer tal fato é por si só não permitir-se viver.

Viva a imensidão do útero
Descubra que o inferno é na terra
Onde não se deve negar o paraíso.
Nada é mesmo igual para sempre.
Há quem nos cobre juízo
Afirmando em culpas o pecado natural.

Já nascestes com uma morte em tuas costas
Afinal segundo eles,
Um homem penou, sofreu, se arrastou
E finalmente fora crucificado para salvar tua vida.

Lá do outro lado do mundo
Oriente se preferir.
Ocultam outras verdades
E são tantas e tantas e tantas

A minha verdade não anula a sua
Quero clarear e clarear e clarear
Até me escafeder em luz.
Por aonde vais?

Deixa ser assim, como tem que ser.

Tico Sta Cruz

30 Comments:

Blogger *¨*¨*¨* Eu acredito em fadas said...

(PUTA QUE PARIU! **)

"Hoje é o futuro que você se encomendou
Como podes não gostar?"
"Aonde quer chegar?"
"Viva a imensidão do útero
Descubra que o inferno é na terra
Onde não se deve negar o paraíso."

Open the eyes world.



OMG! Mutito bom, caraleeeo!
Quando eu crescer quero escrever assim... Um Hai Kai pra ti:

"É na consolidação dos desejos
que os mortais
perdem os sonhos"


(que merda esse site virou vício ¬¬)

8:32 AM  
Blogger Khalee Duranki said...

Que lindo!!!!!

=D

me perguntei se tinha sido você mesmo quem escreveu o texto, mas como você assinou no final..foi né?

uau!

d+!!!

beijos!

8:57 AM  
Blogger Altieres said...

Que lindo ao quadrado

"Pois foste tu, amazona da ilusão.
Que em teu cavalo empunhara a palavra aberta
Marcando aos olhos de cristal a trilha certa
Movendo-se por entre mares e florestas
Dividindo corpos, discutindo dúvidas.
A terra girou e girou e girou
Aonde quer chegar?"

FORÇA, sempre . . .

9:57 AM  
Blogger edilza said...

Este comentário foi removido pelo autor.

12:11 PM  
Blogger Tati said...

"Quero clarear e clarear e clarear
Até me escafeder em luz.."


sensação muito boa aqui dentro do peito!

=*

3:40 PM  
Blogger Inamara said...

Meu maravilhoso Santo Forte...Minha Santa Cruz

O que foi isso???
Uma rajada de Luz.....
Onde moram estes anjos que circulam sua alma, sua mente e te inspiram desta maneira!!!
Quais palavras vou usar aqui???
Hj é meu aniversário e vou "aceitar" essa beleza como presente...e mesmo que não fosse....é um PRESENTE pra quem tem olhos pra ler...ouvidos pra ouvir...e sobretudo alma pra sentir tocada!!

Todos os Beeeijooosss de sua "ina" na VEIA...(mas afinal, é vc que já esta em minhas veias...que vício bom esse!!!)

6:00 PM  
Blogger Le said...

Concordo com a a Inamara, ler isto as 7h40 da manhã é um presente...

Meu dia começou melhor, ou melhor CLAREOU.

Obrigada por compartilhar sua mente com a nossa.

Beijo
Leticia

1:49 AM  
Blogger silvana said...

Nossa! como é bom ler coisas que batem na gente e ecoam; sempre nos seus poemas tem algo que me marca e acaba virando refrão para mim; é identificação mesmo!esse trecho caiu como uma luva nessa manhã:"A escuridão talvez seja apenas o que ainda falta descobrir.E os caminhos vão se abrindo quando se tem coragem para seguir"É isso!!coragem contém genialidade e magia, por isso pode provocar mudanças tão fantásticas; então "saudações aos que tem coragem aos que estão aqui pra qualquer viagem, não fique esperando a vida passar tão rápido, a felicidade é um estado imaginárioooo"salve Barão Vermelho também..
bjss Silvana

3:47 AM  
Blogger Rosane Silva said...

Puta que pariu em Tico. Não estou puxando saco não, porque a minha cota dos próximos 5 meses já se esgotou toda ontem no circuito, mas sem brincadeira.. esse texto ta foda!

Na minha opinião é um dos 5 melhores que vc escreveu até hoje.

Parabéns! Te adimiro pra caramba!
Até mais!

Obs: Recite-o hoje no circuito! Não estarei lá mas tenho certeza que vão adorar! Beijos!

5:32 AM  
Blogger Rosane Silva said...

obs2: po.. viu como é bom mesmo! Agora que eu vi que geral comentou quase o mesmo que eu!
Pelo visto o retorno de saturno(não o CD) te fez evoluir bastante hein!

Bjos!!

5:34 AM  
Blogger Danny Souza said...

QUANDO NÃO SE ADIVINHA OS RUMOS
NEM OS MUNDOS
DE ESTRADAS
SEM FIM
ALGUMAS ASFALTADAS
OUTRAS ESBURACADAS
MAS DE ALGUMA MANEIRA
COM SUAS ÁRVORES
E JARDINS.
CAVALGANDO POR ILUSÕES
EM MEDOS E AFLIÇÕES
QUE DESAPARECEM
QUANDO VISLUMBRAS
O DIA NO HORIZONTE AMANHECER
JÁ QUE FOI
RODANDO EM MOINHOS
PELOS INÚMEROS
VIAJANTES DO CAMINHO
QUE FIZESTES
TUA LUZ APARECER

BEIJOS

DANNY

6:30 AM  
Blogger Lulu said...

Brilhante!

vamos dar um pouco de luz e assim clarear esse mundo tão sujo e escuro!

beijao!

6:58 AM  
Blogger *Carol Carolina* said...

quando um cometa radiante encontra o outro, há uma explosão..de luz, de força, de imensidão...

mesmo tudo apagado, mesmo na escuridão, eles podem se ver....

em pouco tempo o útero é menor lugar que ja existiu.
e o paraíso esta bem ali...aqui...diante dos nossos olhos; no nosso tempo, no nosso mundo.

ENJOY!

"Clarear quando a noite escurecer
Pois há poesia entre as estrelas do céu"

vc é pura poesia.

beijos

7:01 AM  
Blogger edilza said...

Este comentário foi removido pelo autor.

7:48 AM  
Blogger Carla Aguiar said...

"Quero clarear e clarear e clarear
Até me escafeder em luz."
Esse lindo verso me remeteu logo a: "Na luz eu sou, na luz eu me movo..." =)
Texto foda!
Reforço os comentários dos que escreveram antes de mim.

Beijo grande, querido.

8:33 AM  
Blogger sao29502 said...

"QUANDO NÃO SE ADIVINHA OS RUMOS"

Segue-se caminhando
À própria vontade.
Desbrava-se o desconhecido
com coragem
Codificam-se os sentidos
Abranda-se a inocência
Ampliam-se os horizontes

“E os caminhos vão se abrindo quando se tem coragem para seguir.
A escuridão talvez seja apenas o que ainda falta descobrir.
Pois há poesia entre as estrelas do céu.
Clarear quando a noite escurecer.”

11:24 AM  
Blogger Suelen DRC said...

Comentando de novo já que meu outro comentário não foi!
=/

Simplesmente perfeito!
Suas palavras refletindo a arte e a beleza!

Beijão querido!
Te amo!

3:40 PM  
Blogger Cristal said...

Parece que cada pessoa que leu teu poema, se identificou com alguma parte dele.
Então, senti vontade de encontrar coisas que se identificassem comigo, e ao começar a procura,
meus olhos foram parar num lugar que dificilmente eu presto atenção:
na data. Dia 13.
E esse número me fez pensar em outro dia 13, 6 viradas nas folhas do calendário após fevereiro.
Parece que meus pensamentos começaram a clarear.
Se não podemos adivinhar os rumos,
então... vou abrir meus caminhos,
sabendo que posso me deparar com o inferno, mas com as mesmas chances,
conhecer o paraíso.
Nada é mesmo igual pra sempre.
Se hoje já foi diferente de ontem e
a tua verdade não anula a minha, então...
que as coisas sejam como tem que ser, mesmo que eu não faça a mínima idéia de como é que
“tem que ser”.

Abraço apertado...

4:13 PM  
Blogger borbô * said...

Quanto ao futuro que encomendei, a vida se encarregou de traçar novos rumos, já que ela pode interferir nos meus desejos, pois eles nem sempre são tão certos, ou tão errados como deveriam ser.
E isso às vezes me deixa indiferente a absoluta certeza, o que me faz não temê-la como antes. Mas qual é a verdade por trás de toda essa certeza ?
Por onde vou ?
Hoje aqui...lá na frente ainda não sei.

"Deixa ser assim, como tem que ser."

Beijo lindo!
;*

8:44 PM  
Blogger Borboleta Bia said...

Por onde andava tal poeta?

Sentado na praça?

Ora, ora...
Bem sei que neste banco não senta romance.
Tão pouco contarolas da boca para fora angústias.
Não, não tenha medo
Nunca tenha medo de se expor

És jovem o bastante e não segues sozinho
Sei que é difícil seguir em frente
Quando outros poucos passos tocam o chão

Nossos braços ficam curtos
Mas eles não são longos o bastante para abraçar a todos

Já é noite e a luz da praça é acesa
E Drummond recita:

A porta da verdade estava aberta
mas só deixava passar meia pessoa de cada vez.

Assim não era possível atingir toda a verdade,
porque a meia pessoa que entrava só conseguia o perfil de meia verdade.
E sua segunda metade voltava igualmente com meio perfil.
E os meios perfis não coincidiam.

Arrebentaram a porta.
Derrubaram a porta.
Chegaram ao lugar luminoso onde a verdade esplendia os seus fogos.
Era dividida em duas metades
diferentes uma da outra.

Chegou-se a discutir qual a metade mais bela.
Nenhuma das duas era perfeitamente bela.
E era preciso optar.
Cada um optou conforme seu capricho,
Sua ilusão,
Sua miopia.

Seguimos juntos,
Gabi

3:22 AM  
Blogger Junior São Gonçalo said...

"Viva a imensidão do útero"
Viva a Luz!

Lembrei-me do "exercício da semente", citado no "Diário de um Mago". Cada dia temos a oportunidade de renascermos. Só depende do que queremos e desejamos com a força da atitude.

Luz! Muita Luz, irmão!
Lindo poema!

Junior

3:42 AM  
Blogger Junior São Gonçalo said...

"E os caminhos vão se abrindo quando se tem coragem para seguir."

Lindo!

A pouco tempo fui saber o significado da palavra "pecado". Tem origem no latim "pekus" que significa "pé defeituoso". Ou seja, aquele que não consegue caminhar.

A melhor maneira para se curar de um pecado, é caminhar.

Maravilhoso!

Forte Abraço!

Junior

3:51 AM  
Blogger Cinderela Compulsiva said...

A escuridão talvez seja apenas o que ainda falta descobrir.
E os caminhos vão se abrindo quando se tem coragem para seguir.
Totalmente original e a sua cara,a minha e de muitos que não conseguem ficar sem passar por aqui.
Estou a um tempão sem comentar, mais nunca deixo de ler, mas comento só quando tenho tempo. Eu curto cada vez mais esse blog e admiro cada vez mais você, e você ainda na luta para fazer as pessoas interpretarem certo o que deixo postado por aqui? Notei algumas confusões nos outros posts :P
Te admiro, te adoro, te curto, ...
Parabéns pela poesia, e por todos os outros posts que não pude comentar.
Beeeejo meu rei
;*

4:33 AM  
Blogger Borboleta Bia said...

Opsss... o correto é cantarolas e não contarolas *risos*

Gabi

9:14 AM  
Blogger Eduardo said...

"A minha verdade não anula a sua
Quero clarear e clarear e clarear
Até me escafeder em luz.
Por aonde vais?

Deixa ser assim, como tem que ser."

A medida com que fui lendo me deparei com o final e me resumi em ser o que você disse nesse final!

Querer me clarear, para saber pra onde irei...mas isso não vai me importar, porque eu sigo a minha vida da forma com que eu me encaixo nela, por isso eu a deixo ser como ela tem que ser, mas no momento certo eu terei minhas interferências a mudando de curso e rumo, seguindo em busca do meu Universo Paralelo em seguida sei que encontrarei as estrelas que eu preciso para: "clarear, clarear e clarear"...os meus seguintes passos!

Boas Energias!

Duardow

10:24 AM  
Blogger sil said...

Nossa, gatinho...
Estava muito inspirado!!!
Achei tudo tão lindo... Palavras de um eterno apaixonado???

Beijos

10:56 AM  
Blogger ** Renata Ferri ** said...

Ta simplesmente maravilhosooooo!
(E como disse das"palavras cruzadas", etenda isso do modo que lhe expliquei!)
Bêjo0s,
Rê!
Te amo MEU SANTO FORTE!

1:22 PM  
Blogger radik said...

Tico, to aqui não pra mais uma vez elogiar sua literatura. Essa é divina, cara. Cada dia melhor. (Pronto, num resisti e cabei elogiando)

Mas vim aqui agradecer da boa indicação da banda StellaBella.
Que banda. Que som!
Me lembrou Nirvana.
Me lembrei do Rock.
Rock orgânico.
Puro. Alto teor.

Bela participação sua.
Voz de roqueiro velho de estrada. Rasgada.

Muito bom.
Mesmo!

Grande abraço!

1:10 PM  
Blogger Lucia Fontenelle said...

Estou aqui, mais uma vez, tomando minha dose de admiração,que como a outros,vem se tornando um vicio.Entro, para conhecer seu lado poeta,sua intimidade da alma,que divides com os amigos,os amores,com seu seguidores,com quem te permite semear o coração.
COISAS QUE A MIM,QUE TE EMPRESTOU O ÚTERO COMO PRIMEIRO PARAÍSO,não seriam tão abertamente reveladas, pois exite o pudor natural dos filhos
Não há o que eu possa dizer sobre suas escritas,que alguém já não tenha dito.Não existem elogios que já não tenham sido feitos.
Há,sim, a descoberta atônita de que hoje eu sou sua filha,porque,tens mais do que eu para ensinar....
Eu te amo e te admiro MUITÍSSIMO, meu filho querido.

9:55 AM  
Blogger Cristal said...

O tempo é algo realmente impressionante. Já ouvi muita gente dizer que ele "cura" tudo, "resolve" tudo, mas hoje vejo que na verdade não é ele que cura ou resolve, porém, é com o passar dele que as coisas acontecem, então, há pessoas que preferem esperar ele passar e deixar que tudo se resolva "sozinho?!?", outros preferem fazer algo para "colaborar", mas de qualquer forma, tudo vai tomando seu rumo, e realmente, nada é igual pra sempre, porque a gente muda o tempo inteiro, de acordo com o que vamos vivendo e aprendendo.
No dia 13 de fevereiro, dia em que fiz meu comentário sobre esse texto, jamais imaginava que as coisas estariam como estão, ainda acreditava em tanta coisa que hoje não acredito mais, minha imaginação MALUCA já não está mais tão fértil, porque um balde de água fria me fez acordar. Se me dissessem naquele dia, que eu teria "vivido" o que vivi nesses meses, eu diria: NÃO, não vai ser assim... no entanto, tudo está mesmo muito diferente. Algumas coisas tomaram um rumo que eu não queria, me trouxeram tristeza. Outras, me surpreenderam e me trouxeram alegria... e assim, o barco continua navegando, sem termos a certeza de nada, muito menos de como será o dia de amanhã, o dia 13 de agosto, e todos os outros 13 que virão... se é que virão, porque nem disso podemos ter certeza.
Então... a vida continua, pelo menos até esse instante...

8:18 AM  

Postar um comentário

<< Home