quinta-feira, agosto 09, 2007

Reflexo do reflexo é a imagem?

Igualdade ou liberdade?

Igualdade e liberdade são igualmente utópicas.
Ninguém é igual e não somos livres.
Liberdade é antes de tudo não ser escravo de todas as suas vontades.

Igualdade como ? Se olhamos tudo por pontos tão diferentes?
Liberdade pode ser um pensamento, uma idéia.
Igualdade pode ser num sentimento, uma condição.
A natureza não nos fez iguais, mas nos deu um grande espaço para que exercêssemos nossa liberdade e com tanta liberdade passamos a confundir nossos limites e as fronteiras alheias.

Criaram a moral, a ética, as leis e regras onde teoricamente somos todos iguais.
Somos ?
A liberdade que nos foi concebida precisa antes de tudo aceitar nossas diferenças e
por tanto não anular diante de tal fato a consideração por interesses, ideologias, ideais e formas de encarar existências opostas.
Igualmente tolos somos quando pensamos num mundo livre e igual. Um torna a existência do outro impossível, pois se tudo posso e tudo tenho, o que fazemos quando discordarmos sob algum aspecto?

Antes de qualquer coisa primamos pelo interesse de sermos reconhecidos, notados, desejados, amados, respeitados, considerados, aceitos. Num universo onde tudo é a mesma coisa, onde mora a liberdade de escolha?
Se existe um líder já não existe igualdade.
Se existe um líder pressupõe que a liberdade é limitada.
Quando necessitamos de um guia podemos ser livres?
Estar atrás de alguém não sugere liberdade para acreditar que esse que vos guia é a melhor opção?
Qual seria a sua opção se fosses o guia?
Aceitaria a responsabilidade de determinar o caminho de seus seguidores?
Quem é mais livre, o pastor ou seus cordeiros?
A natureza humana sempre nos submeteu a competição.
Estaríamos vivos se fossemos iguais?
Um vírus não poderia dizimar todos os organismos de uma vez só?
O mesmo Deus para todos?
A mesma punição e recompensa independente das intenções?
Igualdade ou liberdade?

Ou um ou outro.
Qual sua escolha e por quê?


Tico Sta Cruz

33 Comments:

Blogger Monica said...

Oi Tico
Acho que pensando assim, o ideal seria ter a liberdade para decidir se queremos ser iguais ou diferentes, poder escolher se o igual nos agrada ou se o diferente permanece mais enriquecedor.
Sei que é impossivel sermos iguais, e a liberdade podemos alcança-la dentro de nos mesmos.
A vida em sociedade obriga a respeitar o sistema imposto a população. Dai a imaginar que uma liberdade geral , seria faltar com respeito aos proximos também? O ideal é liberdade de poder escolher como queremos viver, sem que essa liberdade gere uma diferença que seria imposta pelos que querem ser livres, ou seja tambem acho que liberdade e igualdade não podem coexistir, mas essa igualdade talvez não seria tão benefica, jamais existiria igualdade entre os seres humanos, precisamos das diferenças para evoluir, a evolução é grata as diferenças entre as especies, e a diferença entre a mesma especie é o que faz o desenvolvimento de tal.
Não precisamos ser iguais, basta que haja um respeito entre nos, basta saber os limites de ser livres, de ser iguais ou diferentes, pra tudo deve existir um consenso.
A diferença nos enriquece, nos faz batalhar para alcançar objetivos, nos faz trabalhar nossas mentes, que necessitam de desafios. Precisamos batalhar pelo respeito entre as diferenças, e que a liberdades seja para todos uma escolha, não uma imposição.

2:51 AM  
Blogger Borboleta Bia said...

Igualdade ou liberdade?
Nem um dos dois. Acredito no respeito.
A liberdade absoluta é independente de tudo e todos, no entanto não confio em sua existência.
Vivemos em sociedade, dependemos um dos outros para que possamos sobreviver. Então se dependemos do outro não podemos ser livres.
Podemos ter nível maior e menor de dependência, limites estes impostos ou conquistados por nós dentro da cultura que vivemos. Isso nos torna mais ou menos livre que o próximo.
Já a busca pela igualdade sufoca, mata.
Somos movidos por pensamentos e gostos distintos o que nos diferencia um dos outros. Mas como humanos somos egoístas e esquecemos de respeitar os limites do outro.
Nosso mundo é feito de trocas assim como a natureza que faz da luz a sobra, a sombra a imagem, a imagem o abstrato, o abstrato a transformação das imagens que partiu da luz.
Somos movidos por diferenças, afinidades e escolhas.

Beijos,
Gabi

4:23 AM  
Blogger larissa said...

Entrei agora, depois de algum tempo sem visitar seu 'cantinho' li o ultimo post mas algo me atraiu a clicar no primeiro de 2004

" DOS SENTIMENTOS: AUTO-ESTIMA"

Um dia no trabalho uma amiga havia comentado que tinha lido esse texto seu e a fez mto bem no momento q ela estava passando... mas não pensei q esse " sentimento" de alívio fosse acontecer em mim tmb...

Na verdade o q li foi um complemento do livro que terminei de ler esses dias.. O SEGREDO, pois suas palavras dizem exatamente o mesmo do seu conteúdo.

Infelizmente to indo trabalhar agora com uma certa " angustia " por não ser o que eu gosto de fazer... mas as vezes não temos escolhas, enquanto não atraimos aquilo que realmente queremos, temos que lutar com as armas q a vida nos oferece.

Ontem assisti um filme que me lembrei de vc... " A volta do todo poderoso " é uma comédia mto boa, que conta a historia de um cara que queria mudar o mundo, e sabe o q ele fez?! Pediu isso a Deus... e Deus deu a esse homem a oportunidade de conseguir isso.
E ao longo do filme os cabelos do cara foram crescendo e a barba tmb, ficou mto parecido com vc!! rs


A todos que comentam aki eu o recomendo... vale a pena!

Enfim...
é isso! rs

Agora vou indo que o mundo lá fora não para.

Beijosss

Lary
flogao/lissinha18

7:09 AM  
Blogger Danielle said...

A IGUALDADE NÃO É PLENA...
SE NÃO SOMOS NEM NUNCA SEREMOS IGUAIS..PELO MENOS QUE AS CONDIÇÕES OFERECIDAS ASSIM O SEJAM...
A DIFERENÇA.A VARIEDADE..A DIVERSIDADE É O QUE NOS FAZ SEGUIR E DESENVOLVER SEJA COMO RAÇA HUMANA..SEJA COMO SER HUMANO...

A LIBERDADE TAMBÉM NÃO É PLENA..
PORQUE ELA ESBARRA NOS LIMITES PARA COM O PRÓXIMO...O RESPEITO...QUE É O TERRITÓRIO DO LIMITE DE CADA UM...

E SE NÃO SOU ESCRAVO DE MINHAS VONTADES SOU ESCRAVO DAS VONTADES DE OUTRO ? E QUEM É ESSE OUTRO ? É DIFERENTE DE MIM ?

SE NÃO SOU LIVRE NA IGUALDADE, PORQUE NÃO EXISTE LIBERDADE NEM IGUALDADE TOTAIS...SERIA EU ESCRAVO DAS DIFERENÇAS ?

SER LIVRE..MESMO QUE UTÓPICO...NÃO É REPOUSAR NA IGUALDADE..QUE TAMBÉM É UTÓPICA...
MAS É CAMINHAR NA DIFERENÇA...

IH..VIAJEI...
ACHO QUE ESCOLHI OS DOIS...
PUTZ..BATEU UMA SAUDADE DAS AULAS DE FILOSOFIA LÁ NA UFRJ...Ô COISA BOA...EU ERA FELIZ E SABIA..rsrs.

BEIJOS,

DANNY

7:35 AM  
Blogger Carlos said...

...Bem... Por mais que seja difícil, seja por questões políticas, falta de poderes, financeiras, e etc... O nosso "EU" é o verdadeiro "dono do nosso nariz".Mas... Estamos "sempre" dependendo de outros pra fazer coisas, que nos interessa diretamente; dependo do interesse alheio, que talvez, seja mais fácil (com a ajuda), continuar a nossa caminhada... É preciso nos nutrir, para ser mais forte, e avançar sobre essas tantas barreiras que nos são impostas... A medida que aumenta o nosso conhecimento, fica mais fácil conquistar "essa tal liberdade"... Antes de mais nada(?!)Pra falar em liberdade, é preciso estar liberto, se não, é falso. Mas tenho algumas influências para tal assunto. Quanto me ver na posição de líder, tal consideração (hoje)não me cabe. Mas quem puxou esse assunto, sabe que quem está liderando as passeatas, protestos, apresentações shows e etc; lógico: é o líder. Quando nós estamos com a dúvida,tentamos botar dentro da cabeça de outra pessoa, pra ver a crítica...
A minha escolha é a liberdade. Ser igual? estar condicionado, a achar tudo "normal" não questionar nada? não ler nada? e o pior: não falar nada? Quero "essa tal liberdade". Ter acesso, conforto, opções de escolha, viajar...

PS: Eu venho pensando nuns versos, e esse apresenta mais uma coincidência: "Estou sempre, pensado em aparar o cabelo de alguém... E sempre tentando mudar, a direção do trem..." Mas pode deixar que estou me contendo.

Abraços e até breve,

Paulo Mileno

7:39 AM  
Blogger Lucas Lima said...

isso
ai ser igual pra que???
ninquem e igual a ninquem
cada um pensa de um jeito
o que pra vc pode ser o mal
pra mim pode ser o bem
cada um do seu jeito
na sua loucura

com muita paz e amor
respeito ao proximo
pois afinal seu direito
acaba onde começa o do proximo

luz e amor - paz

9:42 AM  
Blogger **Renata Ferri** said...

Igualdade ou libebrdade?
Não sei.
A liberdade é precisa. E a igualdade talvez seja um desejo ou uma espécie de rótulo.
Acho que uma parte da igualdade se reflete aqui:"o que você detesta em mim eu detesto em você" Assim como podemos ter a igualdade por um lado positivo também.A igualdade pode se fazer presente entre nós, no momento em que podemos ter benefícios,e também igualdade no amor..isso é indispensável.
Já a liberdade...será que à temos ou precisamos dela?
"Mas nao tenha medo, nunca tenha medo. Tudo que eles querem é um conflito entre nós e não TEEEEEEMMMMMMMMMMMM".
Você tem a liberdade de escolher.
E na igualdade..não.
"Eles são frustrados, calados
só andam de um lado para o outro perdidos em desamor
eles são caretas, doentes
não sabem ver beleza como a gente e são filhos do rancor".
A liberdade por um lado é mais positiva..pelo menos essa foi minha conlusão!
Bêjo0s,
Rê!
Te amo MEU SANTO FORTE!
www.ticodrc.blogspot.com

9:52 AM  
Blogger PRODUZIDO POR S.O.S. TRÂNSITO URBANO said...

Salve, Tico!
Sua postagem me permitiu lembrar, e que v. também vai lembrar, aquilo que sabemos:Tudo é Dharma...
A palavra Dharma é geralmente traduzida como retidão, ação correta, dever, mas, de acordo com o contexto, também pode se referir à Lei Eterna ou Ordem Cósmica, à Religião Eterna, à missão do indivíduo no mundo, etc.
“Para descobrir o que é correto (Dharma) e o que é incorreto (adharma), aplique este simples teste: se vai contra a Verdade e o Amor, é incorreto; se promove a Verdade e o Amor, ou é repleto destes, é correto.”

“Existem 7 facetas do Dharma (aqui, no sentido de retidão ou ação em harmonia com a Lei Cósmica), assim como existem 7 cores contidas nos raios do sol.
A primeira faceta do Dharma é a verdade.
A segunda faceta é o bom caráter.
A terceira é a conduta correta.
A quarta é o controle dos sentidos.
A quinta é a penitência ou austeridade.
A sexta é a renúncia e a sétima é a não violência.
Todas esta facetas foram estabelecidas para a proteção do indivíduo e o bem-estar da sociedade.” (.)
Um velho sábio - que vive na Índia < tem 150 cm de altura / 80 anos > - nos alerta o seguinte:
“Cuidem, até onde seus meios lhes permitam, de satisfazer as necessidades dos pobres, que são, em realidade, manifestações do Divino. Dividam com eles qualquer alimento que tenham e façam-nos felizes.” (...)
Há uma guitarra "cantando" por aí...
NAMASTÊ!

11:20 AM  
Blogger Khalee Whiteagle said...

acredito que a liberdade nos seja intrínseca de uma forma igual, para todos mesmo.

a questão é que esquecemos realmente completamente que temos liberdade.
que SOMOS livres. que podemos escolher a forma de viver que quisermos. temos apenas que construi-la.

acredito que todos os seres vivos têm uma importância igual no cosmos, por serem todos a expressão de um só ser, UMA vida.

e acredito que a liberdade é o que faz a vida se recriar, evoluir, transformar, em todos os sentidos e permanentemente.

se você acredita que não exista liberdade, você está apenas se tolhendo de utilizá-la mais. não é porque não vemos um meio de fazer algo que esse meio não existe.

precisamos de um guia de vez em quando porque não se pode viver em permanente caos(liberdade). as direções são necessárias, e se em um momento não conhecemos o próximo passo e alguém pode nos ajudar, nada demais.

a ajuda mútua também é um dos princípios básicos da vida. se não for o principal.

todos somos conhecedores de caminhos, caminhos que percorremos e conhecemos bem. e podemos ajudar se alguém passa com seu caminho pelo nosso.

ms uma das coisas essenciais é realmente cada um saber pra onde vai por si mesmo, sem depender de ninguém pra se orientar. eu disse sem DEPENDER, o que não quer dizer não pedir ajuda nunca.

acho que o nosso maior problema é ter preguiça pra realizar todos os nossos sonhos.

é sempre muito mais fácil ficar quieto e deixar tudo como está. o "difícil" é sempre atravessar a mata do que ainda não existe, a não ser dentro da gente. construir a estrada.

estamos vivos e somos iguais, em essência.

as diferenças são didáticas e possibilitam a evolução do Ser Total.

é como a luz que se refrata no cristal nas 7 cores.


beijos!

11:40 AM  
Blogger Auíri Au said...

Iguais nas necessidades!!
DIferentes nas escolhas!!
Iguais no amor!!
Diferentes no desejo!!!
Bons, maus,
livres, presos
ligados ao mesmo sonho, talvez útopico, talvez real, mais sempre atrás das grades do nosso sistema!!!!



Auíri Au


Igualdade, liberdade e fraternidade

1:13 PM  
Blogger Alessandra said...

me descupe

6:50 PM  
Blogger Suelen DRC said...

Igualdade... liberdade... definições distintas, mas ao mesmo tempo entrelaçadas.
Liberdade... quem és realmente livre...
Vivemos limitados!!
Limitados pelo medo, limitados pela sociedade, limitados pelo nosso subconsciente!!
A igualdade é contraditória.
A grande diferença de td, é o que somos e no que nos tornamos.
Somos diferentes, mas será que nos tornamos pessoas diferentes??
Diversifique, mude, renove-se!!

Bjocas em seu coração, querido!!
Te amo!!!

9:23 PM  
Blogger Junior São gonçalo said...

O AMOR!

Sempre o AMOR!

Somente assim, conseguirás a sua escolha...seja LIBERDADE ou IGUALDADE...

Existe liberdade VERDADEIRA sem o amor?
Existe igualdade VERDADEIRA sem o amor?

O único caminho...
A luz no fim do túnel...
A esperança...

QUE NUNCA SE ACABE O AMOR...!
Pois quando se acaba o amor...resta somente "o que não é o amor"

NA MINHA OPINIÃO, SÓ SOBREVIVEREMOS A TUDO ISSO QUE PASSAMOS DIARIAMENTE, SE RESGATARMOS O AMOR AO PRÓXIMO... SE RESGATARMOS O "SE COLOCAR NA SITUAÇÃO DO PRÓXIMO"...

VERDADES MÁXIMAS:
Tudo isso que vivemos é somente uma passagem...
Estamos todos no mesmo barco...

ENTÃO....
...
...
...
...
...

Me diga....

...
...
...

Como sobreviveremos..?!!!!!


FORTE ABRAÇO AMIGO,
ATÉ...

JUNIOR

4:49 AM  
Blogger Gabih³ said...

Igualdade.

Porque se todo mundo escolhesse a igualdade, e a elegesse como prioridade em suas vidas, e enxergasse as outras pessoas como iguais, existiria então, a liberdade.

6:25 AM  
Blogger Lux said...

Hah, this is a false dilemma. One cannot have equality without having the liberty to exercise their rights. All states of status come from forced actions or free choice. I'd rather have the freedom to choose my own "poison" that being forced to. There is a reason for the slogan: Bread, education and liberty!

-Lux

8:39 AM  
Blogger Rosa de Janeiro said...

Se é que tenho escolha, eu prefiro a liberdade,
Prefiro escolher meu líder já que não tenho a opção de não ter um.
Prefiro a liberdade para escolher a condição de vida que melhor me
enquadre, por mais que venha acompanhada de regras e leis para seu bom funcionamento.
Prefiro a liberdade quue me faz pensar em todos os problemas o mundo e acreditar que se
tudo fosse do meu jeito não estaria essa caos ,as que na verdade faço parte ativa nesse caos.
Na verdade agora já não prefiro nada, as idéias se misturam e chego a conclusão de que
o maximo que posso fazer é tentar fazer o melhor possível co o pouco que me é permitido
pelos que são diferentes de mim, ou seja, quem está acima de mim.

10:46 AM  
Blogger Decifra-me ou te Devoro said...

Igualdade para os iguais.....liberdade para todos.....!!!
È assim q funciona??
"Igualmente útopicas".....discorrer sobre isso tbm é utopia...

"Liberdade, essa palavra
Que o sonho humano alimenta
Que não há ninguém que explique
E ninguém que não entenda"
Cecília Meireles

2:21 PM  
Blogger Fabiana said...

ÓTIMA apresentação no Criança Esperança!!! Amei amei!!!!

MTO BOM MEEEEEEEEEEEEEEESMO finalmente terem aberto um espaço pra ti falar o q realmente deveria ser dito lá!!!


Bjos ;*

1:14 AM  
Blogger **Renata Ferri** said...

Tico, que lindão que você estava no Criança Esperança ontem!
Falou muito bem como sempre.
:D
Feliz Dia dos Pais!
Bêjo0s,
Rê!
Te amo MEU SANTO FORTE!
(Responde meu email dos voluntários :) )

6:51 AM  
Blogger Luciana said...

Oi Tico!!! Pergunta difícil, hein!! Igualdade ou liberdade???? No país em q vivemos q se diz democrático, ñ podemos escolher nem um, nem outro... infelizmente...
Igualdade??? Enquanto tantos morrem, passam fome, ñ tem o q vestir, ficam horas em uma fila d hospital... (enfim, são tantos problemas q ñ caberia todos aki) outros vivem no bem/bom com nosso dinheiro...
Liberdade??? A violência é tanta q muitas vezes ñ temos a liberdade d sair d nossas ksas p/ uma simples volta no quarteirão, vivemos em um verdadeiro presídio em nossa própria ksa....
O q será d nossos filhos???????????? Isso me assusta...
Bjssss!!!!!! Adorei vcs ontem na tv!!!
Luciana Lemes

8:51 AM  
Blogger Romulo said...

vc já escutou ratm?? o que vc acha?? da letras deles. bem o ratm lutam por uma causa e vivem em torno disto. visto que vc tico começa liderar uma causa social não seria a hora apropiada para o detonautas fazer um disco novo com letras mais politizadas?? que possam fazer o público pular e refletir.

4:20 PM  
Blogger Priscila said...

Oi Tico!
Logo que comecei a ler não sei pq mas pensei no comunismo x visao cristã...
ambos defendem a liberdade e a igualdade de formas distintas...por isso até hoje a igreja não aceita a "teologia da libertação" que tem como pano de fundo o comunismo...que na ideologia preve a luta de classes... enfim...decidi pesquisar e encontrei frases que nos fazem pensar...
Uma opinião defendendo a nossa LIBERDADE como seres diferentes perante Deus, cada um com seus DONS... jamais podendo serem assim considerados IGUAIS dentro de um sistema ...enfim, algo muito mais instrospectivo baseados nos ensimanetos de Jesus.
E uma segunda opinião de alguem que felizmente já pude ver uma palestra e seu trabalho frente as comunidades mais pobres é realmente muito bonito... uma visão mais prática... (que na minha humilde opinião nem por isso não baseada tbm nos ensimantos de Jesus)

1)
"Aprendi que um jovem cristão deixa de ser jovem, e há muito não é cristão, quando se deixa seduzir por doutrinas ou ideologias que pregam o ódio e a violência... Aprendi que um jovem começa perigosamente a envelhecer, quando se deixa enganar pelo princípio fácil e cômodo de que 'o fim justifica os meios', quando passa a acreditar que a única esperança para melhorar a sociedade está em promover a luta e o ódio entre grupos sociais, na utopia de uma sociedade sem classes, que se revela bem cedo na criação de novas classes" (Papa João Paulo II, em 1980).

2)
" A Igreja Católica está vivendo tensões internas muito fortes. A tendência do Vaticano é cada vez mais se interessar em ter uma igreja forte e não um mundo melhor. Mas, embora existam os setores da Igreja que apoiam o presidente Bush, existem os progressistas que acreditam numa cultura madura, acadêmica, que fazem a opção pelos pobres. O que queremos é uma igreja mais religiosa, portanto, mais voltada para quem precisa. A igreja está no meio do povo, se relaciona direto com as comunidades e não pode fazer da religião um mero fator de acomodação e de indiferença histórica. Ao contrário, deve proporcionar momentos de indignação, resistência e libertação. Há uma nova sociedade, um novo homem se formando e é preciso acompanhar esta nova formação" (Leonardo Boff ex-frei excumungado pela igreja, um dos líderes da teologia da libertação no Brasil)

____________________
Não sei por que ... mas cada vez mais acredito que a resposta para quase todas as discussões, principalmente ideológicas está no EQUILÍBRIO ... não vejo uma resposta "SIM" OU "NAO"... para mim entre o sim e o não pode estar a possibilidade, o entendimento e a verdadeira vontade de fazer o bem e nos tornarmos seres humanos melhores.

Pri

8:02 PM  
Blogger Everton said...

"liberdade pra dentro da cabeça"

sds

8:40 AM  
Blogger _KaRi_ said...

Acho que deveríamos ser tratados como iguais em alguns momentos, como na hora de fazer valer a justiça.
Mas também precisamos ser livres para podermos escolher o que é melhor e assim decidir, por exemplo, se queremos ser livres ou iguais...

-É isso
Beijo
Kari

11:57 AM  
Blogger Karoline said...

.moral.
.ética.
.bons costumes.
.sociedade hipócrita.
.poder de decisão na mão de alguns despreparados e oportunista que guiam a vidas dos poucos e burros, e fracos e desorientados membros do povão.
.tudo vira lixo se fôssemos livres.
.de maneira nenhuma seremos iguais.

12:50 PM  
Blogger Wolf_Angel said...

"quem me dera ao menos uma vez entender como um só Deus ao mesmo tempo é três. E esse mesmo Deus foi morto por vcs...é só maldade então deixar um Deus tão triste...

Quem me dera ao menos uma vez, como a mais velha tribo, dos mais belos índios...Não ser atacado por ser inocente!!!! "

E mais uma vez Renato Russo cantou o presente profetizando infelizmente o atual futuro...
Sopros de luz!
Façamos o bem sem olhar a quem e quem sabe o próximo futuro cante outra canção..."e que o nosso egoísmo se transforme em união"

Namastê!

=****

3:45 PM  
Blogger edilza said...

Este comentário foi removido pelo autor.

4:39 PM  
Blogger fellipe campos fernandes said...

Igualdade ou liberdade?
Pergunta dificil!!!
Hoje em dia vivemos em um mundo, completamente desigual e sem liberdade. Pessoas trancadas em suas casas, com medo de sair nas ruas, e ser mais uma vitima, por uma bala perdida, assaltado, ou estupidamente violentado por jovens imbeiceis de classe média.
Cade a preciosa liberdade de fazermos o que dar na cabeça!!!!

A igualdade????
Ainda existe muitos preconceitos,
descriminação de pele, raça, religião, cultura etc... um mundo totalmente retrotada, em vez de evoluir nesses conceitos só anda para trais. A desigualdade toma conta de boa parte de todo planeta.
Se existice pelo menos um pouco de conciência das pessoas, concerteza teriamos a oportunidade de desfrutar de mundo de liberdade e igualdade.
Todos devemos lutar por um planeta melhor, combatendo todas essas diversidades!!!

Grande Abraço Tico
Luz e amor

6:51 PM  
Blogger borbô * said...

tens a receita de como equilibrar ? seria perfeito hãn ?

é ... acho que sou mais liberdade.
mas o porque eu não sei. não faz pergunta difícil vai ?

:)

saudade.
beijo grande.

5:59 PM  
Blogger Vânia Carla said...

Nossa, acho muito legal esse espaço que a galera tem para expor suas idéias, interagir com você, é muito legal ouvir você dizer as suas mensagens de otimismo, de fé e de perseverança, ver você protestando contra a violência e tals e dar espaço pra gente poder dizer o que pensa a você, não apenas te ouvir, não apenas ser apenas um no meio da multidão concerteza são essas caracteristicas que tem feito mais e mais a galera te admirar, a capacidade que você tem de ser artista sem ser esnobe, a sua humildade de ser tão conhecido e tão bajulado e mesmo assim não deixar de ser um ser humano humilde que sabe reconhecer que no fundo somos todos iguais.
Te admiro demais Tico, sucesso pra você.
Um grande beijo.

12:51 AM  
Blogger " said...

Tu me concedes a liberdade de escolher as duas???
Então tá...
Com relação a IGUALDADE,
sou a favor das DIFERENÇAS,
que sempre existiram e sempre existirão.
podem até mudar os casos, como por exemplo nas
”diferenças comportamentais”.Em 1970 eram os hippies
e hoje os “emos”???
Agora vamos para uma Empresa:
Tu consegues imaginar se todos os funcionários quizessem ser
o Diretor??? Quem montaria os
produtos??? quem faria a limpeza, que é necessária
até por uma questão de saúde, inclusive do Diretor.
Quem faria o Marketing??? Quem faria a venda???
O que PRECISA MUDAR para que o mundo se torne um pouco melhor,
é que as PESSOAS RECONHEÇAM
que as DIFERENÇAS SÃO NECESSÁRIAS e que DEVEM SER RESPEITADAS.
Cada pessoa ou cada função/atividade TEM A SUA
IMPORTÃNCIA.
NÓS PRECISAMOS UNS DOS OUTROS para que o TODO se complete.
É mais ou menos como um quebra-cabeça, onde cada
peça é diferente, mas uma se encaixa na outra.
Temos que compreender que o ser humano NÃO PODE ser RECONHECIDO
pela cor da sua pele, raça, nacionalidade,
crença, gostos pessoais, situação financeira, status e sei lá o
que mais. Existem BONS e MAUS entre brancos e negros,
brasileiros ou argentinos, roqueiros ou pagodeiros, ricos ou
pobres, católicos ou luteranos e assim por diante.
A BONDADE, A DIGNIDADE, AS VIRTUDES, O CARÁTER,
ESTÃO NO CORAÇÃO, NA ALMA,
E NÃO NA APARENCIA. E quando o nosso corpo não estiver mais presente,
OS ESPÍRITOS NÃO TERÃO COR DE PELE.

Quando aprendermos a RESPEITAR AS
DIFERENÇAS, a IGUALDADE DE TRATAMENTO ACONTECERÁ.

Depois volto para falar sobre a LIBERDADE.

PS.: Que saudade!!! Mas...
estou Aprendendo a Viver sem Você!!!
Abraços!!!

3:44 PM  
Blogger Cristal said...

Desculpe, no comentário que fiz sobre Igualdade, aí em cima,
saiu um “ ao invés de
Cristal. Sei lá o que eu fiz.

LIBERDADE!!!
Bem, não sei se o que me faz sentir livre
é o mesmo que faz a ti.
Eu acredito que sempre que houver 2 ou mais alternativas,
para o que quer que seja, e eu
tiver o direito de escolha, estarei praticando a liberdade.
Se vou conseguir aquilo que escolhi, é outra etapa,
porque vivemos em comunidade,
e tem aquela velha história, de que a minha liberdade acaba
quando começa a do outro.
Sendo assim, a liberdade existe sim, mais é limitada,
e considero isso positivo e necessário, em alguns casos.
Podemos até citar o exemplo da educação dos nossos filhos.
Sabemos o que acontece com as crianças que crescem sem limites,
sem disciplina, sem algumas regras
a serem respeitadas.
Quando tu mencionaste o caso dos líderes e os que são liderados,
se esse líder não nos for
imposto por algum motivo qualquer, estaremos sendo livres sim,
porque escolheremos aquele
com o qual compartilhamos as idéias, os pensamentos
ou sentimentos. Não vejo aqueles que “seguem” alguém,
menos livre do que aquele que lidera, porque em tudo na vida,
precisa haver alguém que organize
os pensamentos e as ações de um grupo. E para mim,
o bom líder é aquele que além de saber sugerir as suas idéias,
sabe também, ouvir e colocar em
discussão as dos outros que fazem parte do seu grupo.
Mas liberdade não é só isso, não.
Muitas vezes somos “prisioneiros” dos nossos medos,
culpas, angústias, ou de sentimentos negativos como
o ódio, o rancor, ressentimentos, baixa-estima,
complexos de inferioridade e tantas outras coisas,
que só nós mesmos é que podemos conseguir a nossa libertação,
aceitando ser quem somos, e não, tentando ser do
jeito que achamos que seremos aceitos, respeitados,
reconhecidos, amados e desejados.
Isso não quer dizer que devemos nos conformar com
os nossos defeitos, mas se lutarmos para mudar alguma
coisa em nosso comportamento, deveria ser por nós
mesmos, porque acreditamos que se mudarmos, seremos mais felizes,
e não para agradar os outros.

Sobre o teu texto de hoje, tens razão. Mas as vezes dependemos de outra pessoa para fazer com que o que imaginamos se torne real.
Olha aí a liberdade limitada...

Então... acho que vou tentar dormir agora.
Beijo de Boa Noite pra ti...

7:16 PM  
Blogger Ana Paula said...

Oi amore!!!
Mais com a liberdade a ser escolhida como ficaria a igualdade perante as punições que por ventura seria seria a conseguencia da liberdade?

VIVO PELO AMOR!!!

1:02 PM  

Postar um comentário

<< Home