sábado, maio 05, 2007

Drogas, jogo, hipocrisia, quem é o Brasil ?

De cara, quero avisa-los que passei o dia todo de ontem escrevendo este texto.
É longo e exige muita atenção, sendo assim, só comece se for terminar.
Caso o contrário, busque outra leitura e quando achar um tempo, volte e entregue-se.



No Brasil parece que o único mercado que funciona bem, cumpre os prazos, e se desenvolve de forma organizada é o mercado da contravenção, o que não precisa das burocracias da legislação vigente, que tem regras e leis próprias, onde a falta de ética ou descumprimento da palavra é punida exemplarmente, algumas vezes até com a própria vida.

Participamos de uma falsa democracia. De pesquisas de opinião pública manipuladas, do tal voto obrigatório que alimenta currais eleitorais e mantém "coronéis" comandando e decidindo o destino de milhares e milhares de analfabetos, muitos com o curso superior completo, outros que sabem ler e escrever perfeitamente, mas que não aprenderam a interpretar os fatos, e sem contar os que somente assinam seus nomes. A grande maioria não tem acesso a educação a informação e ao conhecimento.
Se pra quem tem o canudo, talvez uma formação mínima ou técnica já é complicado, imagina pra quem não tem nada. Vive a mercê, a margem dos assuntos que afetam diretamente vossas vidas.

Onde já se viu saber quem vai ganhar as eleições antes do fim da mesma?
Onde já se viu parlamentares que são eleitos para representar os setores da sociedade votando de forma secreta sem que possamos ter conhecimento de seus posicionamentos reais?
Onde já se viu usar um artifício que no passado garantia o direito político de defender idéias ou ideologias, para cometer crimes, desviar verbas públicas, roubar o país e ter IMUNIDADE, para ser julgado em FORO PRIVILEGIADO por MINISTROS da Justiça que deveriam dar o exemplo, defender e trabalhar em prol da dignidade da nação e, no entanto demonstram-se corruptos, corporativistas, retrógrados e ineficazes?

O Brasil é um grande covil de piratas.

A sociedade brasileira usa e abusa da falsa moral, da hipocrisia, da omissão, do conformismo, da falta de educação e cidadania. Jamais generalizar ao tratar de um assunto tão complexo, mas em sua grande maioria a verdade é que políticos e sociedade são cúmplices nesse mercado de almas compradas e vendidas a sangue e dinheiro sujo.
Pense bem, se você esta vendo um crime acontecer, sabe quem são os autores, tem provas concretas ao seu alcance para puni-los e fica calado, se omite, permite que isso perdure, você não está participando também???? Não está sendo cúmplice????
No mínimo conivente com a situação, mas ninguém quer assumir esse papel. Ninguém quer abrir os olhos e partir para o ataque, simplesmente porque de fato é muito trabalhoso e cansativo.
"Se nada de tão mal aconteceu comigo então, dane-se o resto.
Preciso trabalhar, pagar milhares de impostos, cuidar da minha vida e da minha família e sobreviver. Não tenho tempo para protestar, ir para as ruas, exigir meu direito, afinal, tenho dinheiro e posso usufruir mesmo que humildemente de serviços particulares.
Quem não tem, não é problema meu."
Cheguei a ler um comentário de algum boçal no site do jornal o Globo sobre o conflito que já passa de três dias numa favela do Rio, dizendo que "favelado é tudo bandido mesmo, que eles vêm lá do nordeste tentar a vida na cidade grande e se aglomeram nesses barracos sabendo dos riscos da violência porque querem, então que assumam a responsabilidade por possíveis danos". Fora tantos outros que além de preconceituosos e perigosos, soam quase fascistas.

Há que se entender então, onde estamos indo. A qual tipo de convivência estamos condenados a compartilhar num futuro próximo.
A ciência descobriu um gene que aumenta o tempo de vida dos seres humanos, estamos buscando a imortalidade, sem perceber que ao mesmo tempo estamos destruindo nosso planeta e que essas indústrias que se alimentam de armas e guerras são muito mais ricas e poderosas do que o gene que possa nos dar a oportunidade de viver mais tempo nesse inferno.

Nosso progresso e desenvolvimento estão criando cidadãos zumbis consumistas, egocêntricos, gananciosos e desequilibrados que cada vez mais precisam pisar e acabar uns com os outros para comprovar sua superioridade.
Brigamos por tudo, por território, por petróleo, por religiões, por dinheiro, por poder. Estamos sempre querendo mostrar e provar nossas verdades como se fossem absolutas certezas eternas.

Na minha opinião, esses empresários, magistrados, políticos, policiais, bandidos, todos os envolvidos nesses escândalos sem fim estão todos contaminados pelo mesmo vírus, pelo mesmo mal, o mal do século, a GANÂNCIA.
O Cara não vive feliz e satisfeito com o salário de 24 mil reais por mês e mais todos os benefícios que ele recebe para ser um MINISTRO DO SUPREMO. Ele precisa de mais, mais e mais, mais carros, mais apartamentos, mais poder, mais mulheres, mais influência e então de forma inescrupulosa sai vendendo um monte de sentenças para privilegiar seus beneficiários, ou seja, estudou, se formou, e construiu uma carreira num órgão público de extrema importância para o bom funcionamento do país para uso próprio.
Não consigo entender realmente o porquê dessa necessidade insana em acumular tanto DINHEIRO.
Isso é caso de medicina, é problema MENTAL, é um mal que está enraizado em todos os setores da sociedade.

Conforto, todo mundo quer, mas existe limite pra tudo, ou não?

Um filósofo que gosto muito de ler, chamado André Commte-Sponville, diz em seu livro "Bom dia angústia" no capítulo em que trata do dinheiro, que muitas de nossas ansiedades e tristezas estão vinculadas com a necessidade que temos do acúmulo de riquezas. E de que esse acúmulo tão somente é a sensação que desejamos desfrutar em nosso imaginário de coisas que o dinheiro pode comprar. Muitas vezes, as pessoas morrem sem sequer ter usado metade do que conquistou, mas olhar o extrato do banco e ver as aplicações com milhões traz um prazer ao cérebro desses humanos que se compara quase ao de um orgasmo. A cara pensa em tudo que pode ter e fazer com esse dinheiro em suas fantasias, mas na prática nem consegue e nem precisaria de tanto.
Um problema grave, que está fora de controle e cada vez sendo mais estimulado.

Não tem nada a ver com teorias comunistas ou socialistas. Também não defendo direita ou esquerda porque pra mim tornam-se todos escravos depois que tomam o poder. Querem sempre impor suas regras e suas formas de ver o mundo ignorando as diferenças, passando por cima da liberdade dos outros.
Vejam o nosso presidente Lula. Procurem discursos dele no YOUTUBE na época em que era tão somente um sindicalista e vejam como se comporta agora. Como se ajoelhou aos interesses de quem realmente é dono desse país. Veja como continua alimentando banqueiros e abrindo as pernas para as necessidades econômicas dos países mais desenvolvidos. Empurrando para debaixo do tapete a origem de todos os males que antes combatia de forma tão contundente. Não menos diferentes os outros de todas as correntes e ideologias que passaram pelo poder nesse país. Continuamos estagnados na posição de colônia de EXPLORAÇÃO. Se antes dos interesses dos Portugueses ou Espanhóis, hoje de parasitas que criamos no berço de nossos estados, no útero de nosso país.

Eles fazem o que querem e ninguém faz nada.
Isolaram a capital federal para dificultar a ação do povo.
Governam e votam sempre a favor de interesses partidários, mas ao mesmo tempo não existe nenhuma fidelidade ideológica.
Por isso é que insisto. Esse papinho de direita e esquerda só serve pra quem está longe do poder, chegando a cúpula todo mundo acaba se transformando, até para poder tentar alguma coisa.

Aconselho a quem está enjoado desses assuntos aqui no Clube da insônia a procurar textos mais antigos nos arquivos disponíveis bem ai do lado direito. Tem uma grande diversidade de temas. Poesias, contos eróticos, crônicas, tanta coisa que já vomitei por aqui.


Acho que o Brasil tem jeito sim, mas atualmente nós temos exatamente o que escolhemos e o que merecemos. Nossa irresponsabilidade e nosso descaso com o voto, com a política, com assuntos que são tratados de forma superficial nas escolas, dentro de nossas casas, mas que sem dúvida nenhuma são as raízes de todos os problemas.

O que estamos esperando acontecer???
Já vivemos sob uma forte ditadura.
A ditadura do MEDO E DO CONFORMISMO.
Essa é a pior de todas, pois está localizada bem ai dentro de você.


Sou a favor de um debate esclarecedor entre a CIÊNCIA E A SOCIEDADE para que possamos ter acesso a informações reais e concretas a respeito da LEGALIZAÇÃO DA MACONHA.
Chega de tapar o sol com a peneira. Vamos acordar. A repressão ao tráfico, à violência que acompanhamos diariamente nas manchetes de jornal, mata muito mais que a própria canabis.
Além do mais vamos jogar a luz nos interesses ECONÔMICOS, pois esses sim compram VERDADES que mantém o paradigma de pais, mães, jovens, padres, pastores e etc. De quem ainda discursa em relação as drogas como se fosse possível impedir alguém de usa-las.
O que mantém a MACONHA proibida e é o ponto de origem de tudo isso, caso queiram procurar informações no GOOGLE, é o fato de que o CÂNHAMO é uma poderosa matéria prima, concorrente do ALGODÃO. A Maconha foi proibida pelos AMERICANOS quando os mesmos sentiram na pele as consequências econômicas expostas por países menos desenvolvidos que faziam da lavoura de canabis uma das fontes comerciais mais lucrativas. Caso os leitores não tenham CONHECIMENTO, a VELA armada nos navios de nossos "DESCOBRIDORES" era feita de MACONHA ( Cânhamo), pois a ÍNDIA era uma das principais produtoras desse tipo de TECIDO criado a partir da folha da mesma.

Imagine para os americanos a tragédia comercial que seria se o NORDESTE brasileiro começasse a plantar e a produzir matéria prima para fornecer a grande indústria TEXTIL MUNDIAL um material que é bem mais BARATO E BEM MAIS RESISTENTE QUE o FAMOSO ALGODÃO ? Tudo que se faz com o Algodão pode-se fazer com o Cânhamo, sendo que este segundo ainda exige bem menos cuidado e não depende tanto de fatores meteorológicos para ser cultivado. Fora isso, ainda existe função medicinal na utilização para o controle o combate de diversos males incluindo AIDS, ENCHAQUECA, GLAUCOMA, dentre outros.
Argumentos a favor não faltam para que deixemos de lado nossa hipocrisia e nosso pensamento limitado, para entender que NINGUÉM ESTÁ DE FATO preocupado com nossa saúde, pois caso estivessem o TABACO (que é uma indústria milionária e que também sofreria as consequências da legalização da erva e CAUSA muito MAIS DANOS ) não poderia ser comercializado, o álcool que mata no Brasil em questões relativas ao trânsito, mas do que a guerra do VIETINÃ por ano, também não poderia ser consumido.
Lembrando que CERVEJA, VINHO, UÍSQUE, CAIPIRINHA, qualquer uma dessas bebidas que você faz uso socialmente, também causam dependência e doenças graves como a que matou, por exemplo, meu ídolo Raul Seixas. Muitos de meus heróis morreram de OVERDOSE de fato, o abuso, o excesso de qualquer coisa sempre nos trará prejuízos. Mas o problema é que agora nossos heróis, nossos amigos, nossos familiares, nossos cidadãos estão morrendo nas ruas, em suas casas, nas escolas e é por culpa de uma violência desenfreada que é gerada SIM PELO TRÁFICO E PELO REPRESSÃO AO MESMO. Esta guerra que nos acua, que nos mantém reféns dentro de nossas casas, que tira de nós o direito de ir e vir garantido na constituição, não pode ser mais levada adiante POR UMA HIPOCRISIA E UMA FALSA MORAL que nos causa muito mais danos do que o uso diário e continuo de um viciado em maconha durante toda sua existência.
Pessoas estão sendo mortas como animais. Policiais são corrompidos, são assassinados. Comandos inteiros comprados, fronteiras, litorais. Milhões de dólares movimentados e limpos em instituições financeiras que consideramos sérias, movem a economia desse mercado informal ao qual me referi no primeiro parágrafo deste texto.
A proibição é ÓTIMA para quem fatura vendendo armas no mercado NEGRO, ou mesmo legalmente, pois se vende para quem quer COMBATER E PARA QUEM É COMBATIDO. MUITA gente GRANDE, que passa despercebida pelas ruas, que anda de carro blindado e mora em condomínio cercado de seguranças, veste-se bem, SE ALIMENTA dessa ilegalidade, lucrando FORTUNAS. Se essa grana fosse controlada por um governo sério e taxada para que os impostos na comercialização do FUMO fossem revertidos para a área da própria saúde pública e da educação, teríamos muito mais recursos do que já temos e poderíamos, por exemplo, exigir o FIM DA CPMF que eles cobram para "ajudar" a investir nos setores citados.
Parem e pensem amigos, podemos ou não usar o "inimigo" a nosso favor?

É fato de que quem COMPRA drogas COLABORA COM O TRÁFICO, mas quem se omite a estas questões, quem as ignora quem insiste em não ver o que está óbvio, COLABORA MUITO TAMBÉM, pois mantém o paradigma e incentiva a PROIBIÇÃO que MATA e vai continuar fazendo vítimas e mais vítimas inocentes nesse país.

Vamos ouvir o que a CIÊNCIA tem a dizer, quais os prós e os contras, pois OUVIR POLÍTICOS que tem interesse em manter a mamata do dinheiro que ganham com tudo que já foi dito, já deu no que tinha que dar.

A mesma coisa para OS JOGOS DE AZAR.
Poderíamos ter esses bicheiros, essas pessoas que estão trabalhando com a contravenção a nosso favor, gerando empregos em seus bingos, em seus cassinos, em suas bancas legalizadas e não precisando alimentar juizes, autoridades, deputados, senadores, para oferecer a população algo que a população procura.
Quem não gosta de jogar? Quem nunca jogou num joguinho de azar na vida?
Seja um pôquer valendo dinheiro na casa dos amigos no fim de semana, ou mesmo numa loteria ou nas corridas de cavalos?
Por que mega sena pode e bingo não?
Por que loteria esportiva pode e jogo do bicho não?

Imagine o quanto não poderíamos lucrar com turismo e com impostos fazendo uma fiscalização eficiente e legalizando o jogo para que turistas e população possam exercer a liberdade de escolha. Joga quem quer ninguém é obrigado.
Quantos cassinos, quantos hotéis; Poderíamos ter uma LAS VEGAS funcionando para recolher impostos e fomentar ainda mais a economia de nosso país. Os tributos colocados nestes setores poderiam servir para o esporte, para a cultura, para a arte e para tantas outras coisas.
Foi Getúlio Vargas quem proibiu a exploração do jogo no país.
Estamos no ano de 2007, as coisas mudaram meus amigos.
Com estes bingos sendo fechados, quantas pessoas estão perdendo seus empregos?

Acho que a polícia federal está fazendo um excelente trabalho, mostrando quem são os verdadeiros bandidos dessa nação. Quem são os responsáveis por tanta desigualdade, tanta injustiça, tanta podridão nesse sistema fajuto e falido que vivemos. Se fuçar mais um pouco vão chegar em peixes ainda maiores.
A ilegalidade só serve para quem se alimenta desse dinheiro sujo e no caso estamos vendo quem são. Desembargadores, advogados, delegados, políticos, os que deveriam zelar por nossa integridade.

Todo mundo sabe que o jogo do bicho sempre esteve por trás e pela frente do CARNAVAL DO RIO DE JANEIRO. O mesmo que atrai milhares de turistas todos os anos e que movimenta quantias enormes para o estado. Quantos artistas famosos não expõem suas belas faces participando da festa popular mais famosa do mundo ? Quantas comunidades não trabalham nesta indústria que não para de funcionar, pois quando um carnaval acaba outro já começa a ser elaborado, empregando milhares de profissionais de todas as áreas. Sempre foi assim, todo mundo sabe. Mas ai, observamos mais uma vez a HIPOCRISIA da sociedade envolvida. Precisamos manter a compostura e apontar o dedo para dizer que estes bicheiros são bandidos, que jogo de azar é contra a lei, pois assim acaba sendo. Mas na hora de desfilar nas escolas de samba, na hora de curtir a festa, esquece quem sempre as proporcionou. O dinheiro vinha de onde??????????????????????????????????????




É claro que por trás da ilegalidade sempre existem guerras, jogos de interesse, politicagem, mortes, covardias e etc. ENTÃO, mas uma vez pergunto. Por que não usamos esses homens a nosso favor?
Por que não tornamos o Brasil um país decente, onde as pessoas possam exercer suas atividades de uma maneira que seja útil e positiva para todos?
Se o jogo fosse liberado, os MAGISTRADOS ENVOLVIDOS poderiam estar julgando e trabalhando em processos que estão criando MOFO nos tribunais, os Juízes e desembargadores poderiam estar adiantando, julgando e punindo os verdadeiros marginais. Mas não... Com a proibição, eles ganham um extra, vendendo sentenças e alimentando um mercado corrupto de diversas autoridades gananciosas que fazem bico prestando serviço para quem está fora da lei.
Isso se chama BURRICE MESMO.

Os federais estão fazendo o trabalho deles.
O STF, STJ, todos estes órgãos de justiça, estão mostrando o quanto são frágeis e corruptos, quão são sujos, por dentro, no âmago, com seus ministros envergonhando a nação.

Enquanto isso, presidente fica falando tudo o que o povo quer ouvir, bancando uma política paternalista que ajuda mesmo os pobres, mas que não dá oportunidade às pessoas de crescer e tornarem-se independentes.
Isso não é DEMOCRACIA.

Não estou aqui para defender bicheiro, até porque não gosto de carnaval e acho que a lei é a lei, mesmo quando a lei é contra algo que poderia ser útil. Mas onde estão as celebridades que adoram aparecer nas revistas para defender os homens que estão indos em cana e os que poderão ir, se antes compartilhavam suas intimidades enquanto estava tudo por debaixo do pano ?
E todos os MACONHEIROS FAMOSOS, por que não mostram a cara e confrontam esta sociedade hipócrita para mostrar que existem formas mais inteligentes de usarmos as forças contrárias a nosso favor, como nas artes marciais.
Se todos os maconheiros ilustres fossem as ruas nesse domingo às 14 horas no ARPOADOR, numa passeata em prol da LEGALIZAÇÃO DA MACONHA. Muita senhora iria se assustar em saber que o galã queridinho da novela faz uso social da erva. Que vários formadores de opinião que usam terno e gravata atrás das câmeras também gostam. Que muitos artistas importantes da música brasileira gostam queimam um de vez em quando e nem por isso são marginais, desonestos ou mesmo um perigo para sociedade, ao contrário.

O que falta é um impulso real por parte de todos para que possamos sair dessa inércia coletiva e assim colocar em prática políticas que ajudem de fato a diminuir a desigualdade e a violência nesse país.

Mas dificilmente você vai me ver falando ou tendo espaço para tratar deste tema de forma tão aberta quanto aqui. Pois para muita gente é perigoso falar sobre isso e para a sociedade pode soar como uma afronta. Mas quer saber???????

A HIPOCRISIA MATA.
E muitos inocentes estão morrendo por conta desta postura imbecil por parte dos que colaboram com isso. Todos nós.

Quem cala consente.
Quem se omite é conivente.

Uma coisa eu posso falar.
Não concordo com esse sistema podre e estou mostrando a quem quiser ver que não colaboro com ele.



Não tenho rabo preso com ninguém e por uma questão de coerência não faço uso de maconha e nem de cocaína.
Não escondo de ninguém que já tive experiências com diversas drogas, legais e ilegais. Por onde ando vejo e conheço muitas pessoas de bem, que são inteligentes, pagam seus impostos em dia, espiritualizadas, honestas fazendo uso tanto de cerveja como de um baseado. De maneira nenhuma as acuso de incentivar a violência ou não, por não saber a procedência de seus entorpecentes. Usa e sempre vai usar quem quiser. Ninguém consegue proibir ninguém nesse país de usar droga e nem tem moral para fazer isso porque tirando uma minoria muito minoria mesmo, quase todo mundo já fez uso de algum produto desses.
Sejam os legais ou ilegais, sejam os remédios vendidos nas farmácias ou anabolizantes em academias.

A diferença entre o veneno e a cura está na DOSE, mas a falta de informação e conhecimento alimenta a IGNORÂNCIA e é essa ignorância que pode nos levar cada vez mais ao fundo do poço.

A Violência também tem suas bases marcadas na ausência de um controle de natalidade, dentre outros temas que abordarei num próximo post.

Quer reduzir a idade penal ?
Então incluam que DESVIO DE VERBA PÚBLICA passe a ser CRIME HEDIONDO, sem direito a foro privilegiado.
Acho que assim, poderíamos ser mais justos.
Será que vamos passar a vida toda lutando com os galhos sem saber que o problema está na raíz da grande árvore do mal ?


Reflitam.

Encerro aqui.

Tico Sta Cruz

44 Comments:

Blogger Palavras de um mundo incerto said...

Tico!

Uma hipocrisia de hierárquias
gananciosas e fraudelentas.

Se você não obedecer o sistema,
você caí fora, mas se tu lamber
tudinho, tu morre rico e não
conseguirá fazer tudo que querias.

Por que os egocentristas de BRASÍLIA agem assim?

Por que a sociedade não mostra
a verdadeira face?

O lula se encaixou perfeitamente
no sistema egoísta, e com o poder
na mão, ele ignora a sociedade e
tenta tirar a atenção pra cima dos
escândalos que ele parece estar envolvido.

Isso é a democracia para os esquerdistas ou direitistas, ou para os DEM, um novo partido democrata,para esconder ainda
mais as fralcatruas que favorecem os reis de BRASÍLIA.

Pobre-podre mentalidade da sociedade cega, finjida, que ignora a realidade e, enquanto isso os considerados sábios desse Brasil incompleto de palavras, mergulham de cabeças por mais
uma cpi, por mais uma queima de arquivo. Serão criadas várias
cpis para esconder os homossexuais dessa política monopolista, que como você disse, e que realmente acontece, que são eleitos representates de estados, de munícipios etc....sem haver votação, sem haver percentual como é mostrada em época de eleição por tvs, por rádios, para os países aprenderam como funciona uma democracia de verdadeS: FRALCATRUAS.

" É melhor você ficar ligado que eu também quero bater.
Eu vou virar, vou vencer eu quero ver esses filhas da puta se fode".

Ladrão de gravata/ DRC

Abraçosssss!

Marcos Ster.

3:38 PM  
Blogger Tricolor said...

Que texto foda ... A cada dia mais eu me impressiono com a sua forma de expressar seus pensamentos, eu penso de forma muito parecida, odeio a hipocresia em que vivemos na nossa sociedade, mas não sei se consegueria me expressar dessa forma cara clara e imparcial que vc expõe seus pensamentos. Esse texto deveria ser enviado para Brasilia e ser enfiado goela a dentro desses politicos hipócritas que acabm com o nosso pais, fingindo se preocupar com a nossa saúde e bem estar. Tirando da sociedade o direito de escolha, se um individuo quiser jogar, é uma escolha dele e ninguem deveria proibir isso, se ele quer fumar idem, daqui a pouco vão nos proibir de fuder, pois vão dizer que estão preocupados com a nossa saúde, preocupados com as dst... é muita hipocresia !!! Ditadura emcubada do caralho !!!

Abraço

6:08 PM  
Blogger Lucimara said...

É Tico. Valeu muito a pena fazer essa leitura. Se prepara porque o meu comentário não vai ser muito pequenininho não. Você disse coisas que estão entaladas em nossas gargantas mas, que poucos tem coragem de dizer. "A HIPOCRISIA MATA." Concordo plenamente. Eu sou uma pessoa totalmente careta. Sou contra tudo o que possa prejudicar a saúde do ser humano. Mas não sou contra os usuários. Aliás usa quem quer. Todo mundo sabe dos danos que o uso de drogas causa à saúde, portanto fuma quem quer, bebe quem quer, injeta quem quer. Ninguém, que hoje é viciado, foi forçado a usar. Sou contra quem enriquece às custas da desgraça alheia. Esses sim, são os verdadeiros vilões e não os pobres coitados que fumam unzinho ou mesmo os viciados. Sou contra o traficante que mora numa mansão e não contra o "favelado" (sem intenção pejorativa)que morre em conflitos policiais. Não estou dizendo que eles são inocentes, não eles não são. Eles já destruíram muitas famílias e já levaram muita gente, como o nosso amado RODRIGO NETTO e tantos outros. Só não os considero os maiores vilões. Eles são o fruto da desigualdade, do preconceito, da intolerância, de um ambiente hostil e violento. É por isso que hoje se tornaram assassinos. Se o país oferecesse condições dígnas de vida a situação hoje não estaria tão caótica. O Brasil está em guerra e ainda não acordou pra isso. O povo tem que acordar pra isso. Só que é mais fácil ficar sentado. Esperando que os outros resolvam. A INÉRCIA também mata. E o Brasil não acordou ainda pra isso. "até bem pouco tempo atrás poderíamos mudar o mundo. Quem roubou nossa coragem?"
BEIJÃO GUERREIRO DA LUZ!FORÇA SEMPRE.TE VEJO EM UBÁ!
Lucimara/São João del Rei/MG

6:25 PM  
Blogger Fabiana said...

Em 2004, fiz um trabalho escolar sobre a maconha e a heroína.
Desde 2004, eu sei que a maconha, apesar de não parecer, traz certos benefícios. Um exemplo q vc citou aí, é o colírio dela pro alívio da pressão intra-ocular que o glaucoma faz... Tem a parada do cânhamo tbem. E uma soma à minha "experiência", é q eu não sabia das paradas das velas, ou pelo menos, não lembrava.
Bem, poderia fazer uma monografia sobre maconha aqui pra vc, pra vcs... *rs
Por saber de tantas coisas envolvidas a maconha, sou a favor da legalização sim. Usa quem quer. E aposto q se boa parte das pessoas q se dizem contra, tivessem acesso a tais informações, mudariam de opinião.
Já discuti tantas vezes com minha mãe por causa disso. Dependente do tabaco, assim como meu pai. É defender a maconha, e eles acharem q eu sou usuária. Eu sempre respondo “antes maconha, que tabaco”. (Mas eu não sou usuária, ok?! *rs)
Enfim... Esse assunto me empolga... Deixa estar.

De resto, como sempre, concordo com tudo.


Beijos amado ;*





“Trabalho oito horas sete dias por semana só por fumar uma erva eu vou entrar em cana. Deputados cheiram e bebem e não vão para prisão. Porque é ilegal? Eles que lesam a pátria e sou eu o marginal. Não seja alienado. Eles falam que faz mal e você aceita calado. Procure se informar, uma erva natural não pode te prejudicar. Quem de nós está errado? Você consome estas merdas e eu fumo um baseado. No que você pensa então? Eles pegam a palmatória e você estende a mão. Desde pequeno você é induzido a fumar induzido a beber e vendo a tv falar: Digam não as drogas, use camisinha e pare de brigar. Mas beba muito álcool até a sua barriga inchar. O que você tem na cabeça? Tudo que eles te falam você acha uma beleza. Aprenda a dizer não, pense um pouco meu irmão. Você tem medo de quem? Eu fumo a minha erva e não faço mal a ninguém. (...) Os negros já fumavam erva antes da África deixar. Mas os senhores proibiram por não querer nos libertar. E os senhores de hoje em dia estão proibindo também se o pobre começa a pensar, parece que incomoda alguém. Crianças crescem nas ruas não confiam em ninguém escondem nossa cultura referência ninguém. O País ta uma merda e a culpa é de quem? Manipulam as leis e vêm com um papo furado. Tudo que incomoda a eles, eles dizem está errado quem é o marginal? Crianças morrem por sua culpa e eu vivo ilegal. Tenho que me esconder por uma coisa natural enquanto eles metem a mão na maior cara de pau. Não vou ficar calado porque está tudo errado. Políticos cruzam os braços e o país está uma merda. Trabalho pra caralho e fumo minha erva e aí eu pergunto, a culpa é de quem?” Planet Hemp.

7:21 PM  
Blogger LiLiTh* Eliane said...

Não vivemos numa falsa democracia.
Vivemos numa democracia inexistente.
Com exceção da antiga Grécia, onde se originou, não me recordo de nenhuma civilização onde o poder o povo tenha prevalecido.

O que esperar de uma população de um país colonizado por ladrões fugitivos e famílias miseráveis que vieram tentar a sorte no país novo? A exploração e o “se dar bem” existem desde os primórdios de 1500.

Não estou querendo dizer que isso seja uma desculpa para aceitarmos o que vivemos hoje, mas acabar com 507 anos de sanguessugas no poder é uma luta considerável a ser travada. A única coisa que difere o presente do passado longínquo é a consciência que temos hoje, sabemos de tudo o que acontece e aceitamos calados e, ainda por cima, reelegemos os mesmos representantes. Vivemos numa inversão de valores assustadora.

Quanto à legalização das drogas, confesso que preciso ler mais à respeito. Num primeiro momento eu sou contra, concordo que o mercado paralelo fomenta a corrupção e o crime, que a legalização acabaria com parte da violência e com o monopólio das indústrias do tabaco e do álcool e que, inclusive, poderia haver um crescimento econômico SE bem empregado.

Mas o problema está nesse SE:
SE o Brasil tivesse políticos diferentes, SE a arrecadação de impostos fossem destinadas às áreas específicas, SE nosso sistema de saúde tivesse estrutura para atender um dependente químico, SE... SE... SE...
Não somos como a Europa, nossas leis não funcionam, na atual conjectura em que estamos, tenho certeza absoluta, que os políticos e as indústrias que lucram com esse mercado negro, reverteriam o quadro a favor deles.

Ante o exposto, será que a legalização realmente diminuiria o índice de óbitos de inocentes? Preciso pensar melhor para responder...

O valor de um centavo
No que exigir seu troco correto estará ajudando para um país melhor??

9:13 PM  
Blogger Borboleta Bia said...

Tico,

sem dúvidas um dos textos mais transparentes até hoje, muito bom, muito bom!!!!!

Marcos Ster, fora que aqui acontece o cononelismo eletrônico. Para quem não sabe pelo menos 80 parlamentares, entre senadores e deputados, são donos de concessões públicas de rádio e TV, contrariando o que diz a própria Constituição. Fico preocupada com esta centralização, quem está colocando em pauta o que vai ser dito e mostrado. A exposição que estes senhores da política tem sobre as pessoas que fazem parte de sua cobertura eletrônica. Quando as pessoas irão pensar de forma crítica se o que é mostrado é a única verdade e fonte de informação barata e de lazer que possuem? Como uma empresa de comunicação vai mostrar algo contra seu proprietário?
Tem uma matéria muito interessante que saiu na Rolling Stone Brasil de abril/07 “Políticos que controlam a mídia brasileira”, vale a pena conferir.

Para a “homem do centavo” acima, acredito que vc fez a pergunta já sabendo a resposta. No meu ver são nas pequenas atitudes que acontecem as transformações é um efeito borboleta. Mas devo confessar que não cobro o troco de 1 centavo.

Com admiração,
Gabi

10:18 AM  
Blogger Junior São gonçalo said...

Tico,

Mais uma vez estamos aqui conversando sobre temas que deveriam estar sendo incansavelmente debatidos e exigidos respostas dos representantes da nação,para os mesmos.

Você mais uma vez colabora para que nossos corações cheios de indignações,possam desabafar um pouco aqui,nas manifestáções, ou onde seja, toda essa baderna e hipocrisia, chamada Brasil, de sobrenome, Mundo...

Felizmente, vc é uma pessoa famosa, mas consciente! Não faz média com ninguém e é querido pelo caráter e simplicidade que age com todos nós.

Usa do tão pouco espaço q mtas das vezes lhe é concebido na mídia,para sempre expor tudo isso para a sociedade...

Isso qd não são aqueles programas de grandes audiências, de grandes emissoras, que só querem a imagem daquele cara q vive em passeatas e que agora está na moda, para aumentar a audiência... Só deixam rolar um playback e pronto... Não querem nem saber de tudo que realmente é o DRC e Tico Sta Cruz...

É bem verdade que vc poderia simplesmente só gravar um comercial de uma campanha de combate as drogas ou violência, como mtos fazem por aí...

Mas não! Vc põe a a cara para bater msm! As pessoas de tanto ver vc falando sempre falando dos mesmos assuntos, já falam até q vc quer ser político! Isso sim é hipocrisia!!

Falam tanto q devemos ajudar uns aos outros, e qd alguém do meio artístico vem e começa a lutar pelos ideais, visando o bem de TODOS, o que falam: ah, não.. esse cara só quer aparecer! fala sério..ele nem precisa disso!!!

ISSO É HIPOCRISIA!!!

Parabéns para vc meu amigo, meu irmão!!!

DE TÃO HIPÓCRITAS, ESSAS PESSOAS JULGAM ESSE MEU ELOGIO P VC,MINHA IDENTIFICAÇÃO, COMO UMA BABAÇÃO DE OVO!!!

Mas não se trata disso! Temos que realmente olhar uns aos outros como irmãos....MAS DE VERDADE!!! Não adianta ficar o Domingo todo enfiado na igreja e pensar que assim já está fazendo a sua parte! Naõ pense que dando seu dízimo ou sei lá o que, que assim estará comprando sua vaga no céu!!!

Vc tem certeza q existe céu? Eu não.. Então porque não começa a tentar agir, levantar, cobrar, por coisas simples nesse MUNDO DE VERDADE, ESSE QUE ESTAMOS VIVENDO, OU MELHOR, SOBREVIVENDO, AGORA?????

É impressionante...
QD AS PESSOAS QUEREM REALMENTE, ELAS CONSEGUEM...

Vamos aqui a alguns exemplos, que todos nós sabemos...

As OBRAS DO PANAMERICANO...estão sendo concluídas...

A CIDADE DO SAMBA... foi concluída da noite pro dia..

PALMAS!!!!!!!PALMAS!!!!!

E para construir um hospital público??? Ou um simples posto de saúde???

E para as obras do Favela-bairro????

ONDE ESTÃO AS PALMAS??????

É só para gringo ver!!!
É rir para não chorar....

OBRIGADO MAIS UMA VEZ MEU AMIGO!!!
OBRIGADO PELAS IDÉIAS, PELO ESPAÇO!!!

FORTE ABRAÇO, SEGUIMOS EM FRENTE...

JUNIOR SÃO GONÇALO

10:38 AM  
Blogger M. said...

Não sei se a relação das drogas e sociedade é toda hipócrita...acho que a liberação dessa droga não traria grandes benefícios..claro...para o uso medicinal,sim... a Lilith aí em cima, já disse coisas que concordo demais e tudo o que eu disser só vai acrescentar ou firmar..Temos problemas com o al´ccol e o tabaco...menores de idade tem acesso fácil á essas drogas...acho que a liberação da maconha não vai melhorar em nada a nossa condição atual.
Ainda acho que a questão da reforma agrária tem ligação mais do que direta com tudo o que vivemos hoje. Nossos campos são cada vez mais industrializados,famílias vêm para as capitais em busca de melhores condições..e daí esse caos todo!!! Acho que a reforma agrária é um palavra-chave...um largo passo.



Beijos na nuca, Guilherme.

M.

11:03 AM  
Blogger Danielle said...

A HIPOCRISIA GERA VIOLÊNCIA...GERA CONDICIONAMENTOS..GERA CONIVÊNCIA E ALIENAÇÃO PORQUE MASCARA A VERDADE E VENDE UMA ILUSÃO QUE INTERESSA À TERCEIROS.
SOMOS HIPÓCRITAS PORQUE APONTAMOS O DEDO MAS NOS EXCLUIMOS DA CENA..COMO SE PUDÉSSEMOS ATIRAR A 1A. PEDRA..
TEMOS QUE TER CONSCIÊNCIA DE QUE ALIMENTAMOS O SISTEMA QUE NÓS MESMOS CRIAMOS..QUE ESSES SENHORES DE ALTO ESCALÃO QUE AGORA ESTÃO LÁ EM CIMA DEITANDO E ROLANDO FORAM COLOCADOS POR NÓS..É PRECISO TER CIÊNCIA DE QUE TODOS FAZEMOS PARTE DESSE PROCESSO...ATINGE Á TODOS NÓS E NÃO UMA MINORIA ... O DINHEIRO DAS MAMATAS E ILEGALIDADES SAI DO BOLSO DE CADA UM DE NÓS...A MACONHA DO USUÁRIO QUE É EXECRADA ..É A MESMA DO BASEADO QUE SEU AMIGO OU SEU PATRÃO USAM...A BALA PERDIDA QUE ATINGIU UMA PESSOA DE UMA FAVELA É A MESMA QUE PODE ATINGIR QUALQUER UM NUM PONTO DE ÔNIBUS...
LEMBRO TICO QUANDO LÁ NA UFRJ VOCÊ COMEÇOU PERGUNTANDO QUEM NAQUELA SALA ERA USUÁRIO DE MACONHA OU CONHECIA ALGUÉM QUE USASSE...O ROSTO DE ESPANTO DAS PESSOAS FOI NOTÓRIO..TIPO.. " COMO ELE PODE PERGUNTAR UMA COISA DESSAS ? ELE ACHA QUE NOS INCLUÍMOS NISSO ? " OU SEJA...ERA COMO SE DROGAS E JOGOS DE AZAR NÃO FIZESSEM PARTE DA REALIDADE DA MAIORIA DAS PESSOAS..SÓ DE UMA MINORIA ..AÍ VEM A SEPARAÇÃO QUE LEVA Á EXCLUSÃO...
VOCÊ FALA EM GANÂNCIA E PODER...A GANÂNCIA DESENFREADA ALIMENTA O PODER QUE CORROMPE...QUERER MAIS E MAIS E QUE DANE-SE O OUTRO...NÃO HÁ AMOR..NÃO HÁ COMPAIXÃO...O OUTRO NÃO É MEU SEMELHANTE..E SÓ SE TORNA QUANDO EU PASSO PELA MESMA SITUAÇÃO...ONTEM ASSISTI UM FILME ALEMÃO CHAMADO " A QUEDA " QUE TRATA DOS ÚLTIMOS MOMENTOS DE HITLER ACUADO PELAS TROPAS RUSSAS...MESMO NOS DERRADEIROS INSTANTES ELE CONTINUA INSISTINDO NA TÔNICA QUE FOI SEU GOVERNO...NÃO Á HUMILDADE...NÃO À COMPAIXÃO..OU VOCÊ É FORTE OU FRACO..E NO CASO DELE, ELE E SEUS GENERAIS ERAM OS FORTES E O POVO ERA O FRACO...O POVO QUE ELE DÁ AS COSTAS É O MESMO POVO QUE ENVOLVIDO PELOS IDEAIS DE NACIONALIZAÇÃO O COLOCOU NO PODER..UMA NACIONALIZAÇÃO ESQUISITA QUE EXCLUÍA DESCENDENTES ESTRANGEIROS NA DESCULPA POLÍTICA DA PROCURA POR UMA RAÇA PURA...E FOI ESSA EXCLUSÃO QUE ELE JOGOU NA CARA DO POVO QUANDO OS DIVIDIU EM FORTES E FRACOS...
UMA NACIONALIZAÇÃO NÃO PODE SER EXCLUDENTE...NÃO PODEMOS EXCLUIR QUEM ESTÁ AO NOSSO LADO...NÃO EXISTE MORRO E ASFALTO..É UMA COISA SÓ...O QUE AQUELES SENHORES DOS ALTOS ESCALÕES NÃO QUEREM QUE VEJAMOS É QUE ESTAMOS TODOS NO MESMO BARCO...NÃO OS INTERESSA A UNIÃO DO POVO PORQUE UNIÕES SÃO FORTES ..FACILITAM A CIRCULAÇÃO DO CONHECIMENTO E ISSO É PERIGOSO PRA ELES QUE SUSTENTAM SEUS GOVERNOS OMISSOS NA MANUTENÇÃO DA IGNORÃNCIA DE SEUS ELEITORES..
SE AS PESSOAS QUE COMPÕEM A SOCIEDADE NÃO SE INCLUIREM COMO UM TODO NESSE CENÁRIO DE HIPOCRISIA E VIOLÊNCIA, NUNCA SAIRÃO DA OMISSÃO PORQUE SEMPRE ACHARÃO QUE NÃO SÃO AFETADOS ATÉ QUANDO TIVEREM UMA ESTÓRIA DE VIOLÊNCIA PARA CONTAR...
QUEM SE OMITE É CONIVENTE..QUEM CALA CONSENTE...
A SOCIEDADE BRASILEIRA PRECISA SE MOBILIZAR..MOSTRAR SUA CARA..GRITAR QUE NÃO ESTÁ SATISFEITA...
AGORA...DEITADOS ETERNAMENTE EM BERÇO ESPLÊNDIDO,
DEFINITIVAMENTE...
É QUE NÃO VAMOS A LUGAR NENHUM..

REFLITO
E NÃO ENCERRO AQUI...

MUITOS BEIJOS PRA TI,
DANNY

2:39 PM  
Blogger Clube da Insônia said...

Este comentário foi removido pelo autor.

5:36 PM  
Blogger Clube da Insônia said...

Este comentário foi removido pelo autor.

5:42 PM  
Blogger Clube da Insônia said...

Este comentário foi removido pelo autor.

5:42 PM  
Blogger Clube da Insônia said...

Este "Se" ao qual se referem, são os principais nós que não temos coragem de desatar.
As necessidades de cada estado são diferentes. O Tráfico de Drogas no Rio de janeiro, movimenta muito mais violência e destruição do que em São Paulo por exemplo, onde os conflitos estão acontecendo em sua grande maioria nas periferias, longe dos olhos das classes mais bem favorecidas.

A questão do governo não oferecer confiança para que possamos legalizar ou não, sabendo se vão controlar e repassar verbas cai NA MESMA BOBAGEM de quem quer a REDUÇÃO DA MAIOR IDADE. Quem garante que os Meninos de 16 anos RICOS, serão julgados igualmente pela justiça como os adolescentes de 16 anos pobres?

Os assassinos do índio PATAXÓ ESTÃO LIVRESSSSSSSSSSSSSSS!

Eu já li gente aqui defendendo a redução da maior idade.

Vamos parar de colocar as responsabilidades nos governantes e VAMOS COBRAR para que eles coloquem em prática.

Essa posição crítica é muito simples e cômoda quando estamos isolados do problema.

Está na hora das pessoas pararem de ficar jogando a responsabilidade para os outros e tomar parte no que lhe cabe. Se quiser ver as verbas sendo repassadas para os setores que precisam, COBRE, EXIJA, ficar em casa esperando acontecer é que não vai mudar nada.

Além disso.
Passe uma semana nas áreas de conflito urbano do RIO DE JANEIRO, que estão matando crianças, idosos, bandidos, policiais, advogados, médicos, estudantes, músicos, mendigos, estudantes, qualquer um que esteja no lugar errado na hora errada. E estamos vivendo cada vez mais no lugar errado na hora errada.
O Tráfico se alimenta da ilegalidade mesmo. A saúde pode ser recuperável, vítimas de bala de FUZIL, dificilmente são.

Desculpem, mas vocês vivem uma realidade muito distante e assim fica muito complicado debater, são dois pesos e duas medidas sempre.

Está aberto o primeiro debate.

MACONHA.
Prós e contras da legalização.

Vamos lá

Tico Sta Cruz

5:45 PM  
Blogger julianohernandez said...

hiprocrisia é foda....
sabe, sou musico, toco bateria...
jah fiquei indignado diversas vezes, jah mostrei minha opiniao diversas vezes, mas a cada 10 que escutam apenas 2 entendem oq quero dizer....entao tento esquecer tudo e mostrar meus sentimentos tocando, oque importa é isso:

Relax...

"Que meu corpo seja o instrumento entre meu instrumento musical e meu espírito.
Que a verdade do conhecimento superior guie minhas mãos e minhas notas tocadas.
Que pela arte minha consciencia revele os segredos da existencia suprema." retirado:

http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=2044956541945179265 ]

Abraco, e parabens, por ser este ser evoluido e iluminado que tanto é! sou seu fã cara, te amo.

principe.

8:36 PM  
Blogger Ruan said...

Olha Tico, vou dizer aquilo que todos nós já sabemos.

O Brasil é STATUS QUO TOTAL.

Servimos de escravos dos países "desenvolvidos" e nos esquecemos de nosso próprio país.
Não me refiro a população quando digo "esquecer", mas me volto aos governantes, que sabem sim (e muito) das necessidades de nosso país, mas que omitem e fingem que nada acontecem porque só se preocupam com a imagem do Brasil. Querem que o Brasil fique bonito nas campanhas de turismo, querem que o Brasil tenha muma economia potente, querem que o Brasil isso e aquilo e muito mais o que possamos imaginar.
Tudo bem, mas porque será que os turista se encanham por vir ao Brasil? Porque será que os serviços públicos são tão falhos?

Talvez seja por essa omissão que parte dos governantes, e que, logo partiu de nós mesmos.
A massa brasileira não é sem informação e sem conhecimento. Ela é apenas PREGUIÇOSA E CONFORMADA.

Eu conheço muita gente que tem informação pra muita coisa boa e que vive de uma forma alienada, mas isso certamente se dê por MEDO.


Bem... não ligue para as minhas palavras sem sentido algum. Fique em paz e continue sempre nos proporcionando estes belos textos e argumentos.
O Brasil tem cura e o seu médico é o POVO.

Abraço rapaz.
Ah, e sobre Detonautas, que era o queria dizer, vocês evoluíram muuuito musicalmente. Não entendo de música e essa não é minha especialidade, mas pelo o que acompanho de vocês, pude ver que deram um baita enriquecimento nas letras e melodias.
Ótimo trabalho, ou poderia chamar de prazer? uhauhauha


Deixo-te em paz agora.

6:20 AM  
Blogger Khalee Whiteagle said...

Vou começar por algo que você disse no final, Tico...até quando vamos lutar com os galhos esquecendo que o mal vem da raíz?

Até quando vamos nos focar só no que as pessoas FAZEM esquecendo o POR QUE elas agem ou são como são????????????

Quando vamos REALMENTE aprender a valorizar a vida, como um todo, incluindo a NOSSA vida, realmente cuidando uns dos outros como sabemos ser necessário?

Quando é que esse domínio do ego e ganância humanos vai terminar e dar chance pra gente respirar e aprender a viver, verdadeiramente, aqui?

Sim, é generalização...nem todo mundo tá nesse barco errôneo e destrutivo.

Há quem queira uma realidade diferente e mais, quem está AGINDO botando a diferença em prática.

Mas é, sim, pouca gente, se pensarmos no planeta todo.

E mesmo no Brasil, tem pouca gente querendo se mexer também.


Foi quando começamos a nos acostumar com a ladronagem política e toda essa corrupção que ela encontrou mais terreno pra frutificar. E taí. Deu no que deu.

Temos essa mania negativa de vermos o erro e NÃO FAZER NADA.
dos menores erros aos maiores!!!!!!!!!!

começando pela forma como nos tratamos até a forma como jogamos a responsabilidade de nossas vidas nos outros, é nosso esporte favorito.

Tá muito claro pra mim que cada vez menos teremos governos responsáveis pelas pessoas, e sim PESSOAS RESPONSÁVEIS POR SI, que não dependem de outros para cuidarem de si ou dizerem o que é certo ou errado. Essa noção tem que vir DE DENTRO DA GENTE, não é algo que tenham que nos dizer!!!!!!!!!

A árvore da humanidade tá bastante ferrada mas está VIVA, estamos aqui ainda, existe a esperança da mudança e da melhoria.
Nada é impossível. Temos chance, vamos acreditar e agir.

Todos os setores da sociedade têm defeito aqui:
Saúde, Segurança, Educação, todos!!!!! Além desses também, claro!!!!!!! Se vivemos em 2007 num país onde a maioria tem FOME, então a coisa tá mais errada do que a gente pensa!!!!!!!!!!

E enquanto isso tem gente ganhando mais de 40 salários mínimos e QUERENDO mais!!!!!!!!!! lindo!!!!!!!! assim que se faz!!!!!!!!!!!

Consciência é a chave....pra todo tipo de mudança.
Consciência de todos os erros que temos cometido, de toda nossa passividade, de nossa descrença na mudança, de nossa covardia, consciência em qualquer nível.

é MUITO mas MUITO absurdo que a gente ainda ache que depende de instituições, políticos ou empresas que cuidem da gente....que se responsabilizem por nós....loucura!!!!!!!!!!!!!!

cadê nossa autonomia??????
independência????????
DEMOCRACIA????????????????

não.....realmente o que vivemos não se encaixa em nada disso.

é o caos total que vivemos, se não é total é quase.

o que leva uma pessoa a se drogar? a precisar de uma droga pra viver?
era com ISSO que deveriam se preocupar!!!!!!!!!!!!!!!!!

liberar? sim!!!!!! claro!!!!!!!!!!!! mas também precisamos nos interessar bem mais pela saúde de CADA pessoa e procurar chegar a quem quer que seja e dizer: 'VOCÊ ESTÁ BEM? DO QUE VOCÊ PRECISA? COMO ESTÁ SUA VIDA?'

Cadê o interesse pelo próximo??????
Tem gente que só quer saber da família consaguínea e olhe lá!!!!!!!!!!!!!!
Tem gente que nem isso...

A responsabilidade pelo bem de todo mundo é de todo mundo.
Saber cuidar bem da própria vida, VALORIZÁ-LA e melhorá-la sempre, é um pressuposto da natureza, cada um precisa saber se manter da MELHOR maneira. não é empurrar a vida com a barriga sem vontade de viver....

NÃO CONHECEMOS AINDA O VALOR DA VIDA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
NÃO SABEMOS QUÃO FÁCIL PODE SER SERMOS FELIZES!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
NÃO SABER O QUE É AMAR O PRÓXIMO!!!!!!!!!!!!!!
NÃO SABEMOS O QUE É AMOR!!!!!!!!!!!!!!!!
NÃO SABEMOS O QUE É A VIDA!!!!!!!!!!!!!!!!
NÃO SABEMOS NAAAAAAAAAAAAAAAAAADAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Tamos no jardim de infância......ainda tem muito chão pela frente.

DISPOSIÇÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

CORAGEM!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

VAMOS VIVER COM AMOR E SABEDORIA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

9:56 AM  
Blogger Fabiana said...

Nós somos responsáveis por tudo que está acontecendo hoje. Nós somos responsáveis porque “é sempre mais fácil achar que a culpa é do outro”.
Preferimos ficar sentados vendo Faustão, que gerar um debate dentro de casa sobre os problemas que estão na nossa porta, é só abrir que eles correm pra dentro.

É fácil morador de outro estado, dizer q não se deve legalizar nada, quando não é o tráfico de drogas que os atingem com mais força. Menores praticam pequenos furtos na rua, pra comprar, quase sempre, drogas. Enquanto são pequenos furtos, “beleza” (com um milhão de aspas), quando se torna um furto seguido de sei lá, morte, o que fazer??? Reduzir a maior idade??? Poupe-me.

No site eu disse que concordava com a parte do “vocês vivem uma realidade muito distante e assim fica muito complicado debater”. Não deixo de continuar concordando, mas, relendo os comentários, creio que aqui devemos debater os prós e contras da legalização a nível nacional, esquecendo por um momento de focalizar o lugar onde vivemos.

Todo esse mercado paralelo, sustentado pela ilegalidade, perderia a força com a legalização da erva. E se o estado usar os impostos pro que se deve usar mesmo, os hospitais e escolas publicas aumentariam de qualidade. Caio na mesma moeda q você, sobre a maior idade, se ficarmos receosos com isso, é melhor nem começar.

Continuo sendo a favor da legalização, porém achei ridículo fazer passeata a favor disso. Tem tanta coisa pra ser motivo de passeata, por exemplo, cobrança de promessas políticas. Se ali tivessem 90% de pessoas preocupadas com o geral, eu até concordaria, mas aposto que a maioria estava preocupada mais em ir num bar, comprar e fumar o cigarro livremente. Aff.



E, envolvendo a saúde devo dizer:
O usuário se torna dependente não por causa da maconha propriamente dita, mas por causa do THC contido nela, que se for natural, a probabilidade de ser usuário é menor que se o THC estiver alterado (que é o caso do skank, planta alterada em estufas). Caso ocorra dependência, o usuário corre o risco de ter a síndrome amotivacional, que é o nome que se dá pra perda de interesse pelas coisas que ele julga não lhe interessar, como escola, família, trabalho (sintoma parecido com o da depressão). *A pessoa pode viciar, assim como se vicia no jogo, na Internet, no sexo, etc.*
O uso contínuo da maconha não comprova nenhuma ligação direta com os cânceres que o cigarro causa. O que não quer dizer que não haja, pois o cigarro de maconha tem praticamente a mesma composição de um cigarro de tabaco, o que muda é o principio ativo (THC = maconha; nicotina = tabaco). Apesar de o “maconheiro” tragar mais profundamente e segurar por mais tempo a fumaça no pulmão, ele fuma muito menos e pára, ou reduz, o consumo depois de 30 anos. *Quando você fuma maconha durante a quimioterapia, você não sente os efeitos colaterais fortes que os remédios causam.*
A maconha, não destrói neurônios, isso já está comprovado. Ela afeta a memória de curto prazo. *Como quando você está alcoolizado, vai de um lugar pro outro, e não lembra da onde veio.*
A droga faz com que, em alguns casos, a pessoa se torne mais ansiosa, acelera os batimentos cardíacos e dilata os vasos sanguíneos. *Mas, ameniza as dores da esclerose múltipla, a dor do glaucoma, e as dores da cólica menstrual.*
Cientificamente comprovado, o THC afeta os glóbulos brancos, parte imunológica do organismo, mas também não foi comprovada a incidência de infecções com relação ao uso. *Apesar dos portadores de HIV terem a imunidade baixa, a maconha é uma boa aliada pra restaurar o peso deles.*
E finalmente, *a maconha é uma válvula de escape para 68% dos casos de usuários de crack e cocaína, drogas bem mais pesadas, pois diminui a ansiedade que eles têm de se drogar.*

3:27 PM  
Blogger Borboleta Bia said...

É utopia pensar em erradicação de qualquer droga que seja. Ela dá prazer, por isso é consumida, caso contrário ninguém usaria.
Sou uma quase "puro sangue" por opção, é bem provável pela educação repressiva e tradicional que recebi, mas isso não é desculpa para fechar os olhos para a realidade. Como comentei no "Aperte o botão de alarme" sou responsável pelo meu consumo, meus atos e minhas escolhas.
Quando falo de minha educação incluo a quase maioria. Qualquer escola trabalha o tema drogas certo? Quando a professora solicita para fazer um trabalho sobre maconha ou qualquer droga que seja é quase um pedido: "Pesquise somente sobre os malefícios". Não recordo de ter visto nenhum trabalho que tenha apresentado tabelas comparativas entre álcool, cigarro e maconha, por exemplo. Por curiosidade fui buscar estas informações. Já pensou chegar em uma sala de aula e falar algo positivo sobre a maconha?
Achei interessante o teu comentário sobre cânhamo x algodão. Como o algodão é um comoditie e tem interesses por trás será difícil a entrada deste no mercado têxtil. Talvez isso mude com a onda do aquecimento global já que este tecido é um produto ecológico e sua fibra não passa por processos químicos. Lembro que a Adidas explorou na metade dos anos 90 cânhamo com o lançamento do tênis Chronic com pequeno teor de THC.
Não consigo ver um cenário claro, mas sabendo que a maconha é mundialmente a droga ilegal mais consumida e não é diferente aqui no Brasil, penso que o principal benefício que teríamos seria nossos militares voltados para outros combates ou drogas que realmente mate alguém em curto prazo, pois até onde se sabe maconha nunca matou ninguém de overdose.
Na Holanda onde a maconha e o haxixe são vendidos em pequenas quantidades em coffe shops o consumo destas drogas são muito menores comparados aos Estados Unidos onde existe um combate as drogas muito forte por parte do governo.
Enfim, como não existe a liberação da maconha o usuário acaba bancando a violência e o tráfico em partes sim, pois se não houvesse demanda não haveria venda. Então como não é liberado o narcotráfico acaba movimentando bilhões todos os anos e a lavagem e a circulação de capitais circulam solto no sistema bancário e financeiro internacionais.

Fica aí então Mal nenhum (Cazuza e Lobão)

Nunca viram ninguém triste?
Por que não me deixam em paz?
As guerras são tão tristes
E não tem nada demais

Me deixem, bicho acuado
Por um inimigo imaginário
Correndo atrás dos carros
Feito um cachorro otário

Me deixem, ataque equivocado
Por um falso alarme
Quebrando objetos inúteis
Como quem leva uma topada

Me deixem amolar e esmurrar
A faca cega, cega da paixão
E dar tiros a esmo e ferir
O mesmo cego coração

Não escondam suas crianças
Nem chamem o síndico
Nem chamem a polícia
Nem chamem o hospício, não

Eu não posso causar mal nenhum
A não ser a mim mesmo
A não ser a mim mesmo
A não ser a mim

Gabi

4:51 PM  
Blogger M. said...

Hoje ue moro numa roça (isso é uma roça) mas há pouco tempo,bem pouco mesmo eu morava na Ilha do Governador,preciso dizer mais alguma coisa? os caminhos pra chegar lá não são os melhores.Para que não conhece o RJ, eu vou dar uma idéia...para cehgar no meu ex bairro, tinha 3 opções só dependia do meu trajeto..linha vermelha,amarela ou avenida brasil... estudei lá naquela faculdade no rio comprido onde uma menina foi baleada em 2003...eu estava por lá...meu pai trabalha na Barra da Tijuca,quando voltava pro centro da cidade,um cara entrou,assaltou,o motorista assutado jogou o ônibus em cima de uma delegacia...sai correndo de lá...e o cara fez os passageiros de refém. Matou um menino que vinha do primeiro dia de trabalho e estava de aniversário. Liguei a tv, vi meu pai e o celular deele ainda não tinha sido devolvido...não tinha como falar...poderia ter sido ele no lugar do menino. No ano passado minha irmã fez o memso trajeto que o Netto fez naquele dia...ela disse que o memso se repetiu com uma carro atrás dela,mandaram o cara descer do seu auto e começaram atirar,o cara sumiu e eles acelerando atrás dela querendo passou raspando no carro...eu vivo essa realidade sim!Eu não acho que a legalização da maconha vai ajudar em alguma coisa...se for usada de maneira medicinal vai ser ótimo! Fora isso...não acredito que diminuirá a criminalidade...por quanto vão vender a erva? não vai haver uma concorrência? Tem uma matéria publicada na revista "rolling stones" que tem matérias fantásticas, que fala sobre a erva e seu uso medicinal...
Na Califórnia,os empresários que desejam maximizar seus ganhos com a cannabis-remédio costumam investir nos médicos;é comum pagarem am etade do valor da consulta de cada paciente,o que é bem justo,já que os conselhos de medicina ameaçaram suspender algumas licenças. Num consultório em Hollywood,praicamente todos saem de recitas na mão e são cerca de 30 por dia...os telefones não param de tocar..toca tanto que as recepcionistas não dão conta...
bem...os chapados vão á procura e quem não é...pode se tornar um..os empresários do ramo,fazem de tudo para aspessoas usarem esses remédios...não sei se a legalização de mais um vício,seria legal..essa é minha opinião.Pode soar com hipocrisia,mas não é! Acredito que com a legalizaçõ nossa situação na vai melhorar.Isso é apenas um aopinião minha.Existem maneiras mais eficazes para se pensar!

7:52 PM  
Blogger Carla Aguiar said...

Começando pelo final...
Não dá mesmo pra gente ficar lutando só contra os galhos. Se não cortarmos o mal pela raiz, toda essa luta será em vão.
Para mim, a raiz disso tudo são o egoísmo e a ganância. As pessoas querem se dar bem a qualquer custo e estão pouco se importando com os outros. Sinceramente, não consigo entender como as pessoas conseguem viver suas vidinhas felizes, preocupando-se somente com seu próprio umbigo, sabendo que muitas outras estão sofrendo, não têm o que comer, onde morar, etc. Como os políticos, que já ganham esses salários absurdos (e ainda roubam!) e só pensam em ganhar ainda mais, conseguem dormir tranqüilos, sabendo que com um pouco de boa vontade e desapego podem mudar a situação de milhares de pessoas? Sendo que isso não seria nenhum favor, uma vez que estão lá pra fazer exatamente isso!
Como eles conseguem ver o caos em que estamos e simplesmente não fazer nada?
Passando para a questão da maconha, acredito que ela deve ser legalizada, pois isso acabaria com o tráfico e diminuiria a violência gerada por ele, entre os outros benefícios já citados por você, como os usos têxtil e medicinal. Mas aí esbarramos nos interesses, né? Pra quê eles vão querer divulgar os prós da maconha e liberá-la, se assim, eles deixariam de ganhar o extra? Tem muita gente grande por trás disso e isso não é novidade pra ninguém...
O comércio legal da erva geraria impostos, claro. Mas já isso, não sei se faria muita diferença, afinal os impostos pagos quase nunca são utilizados para aquilo que se destinam, né?
Enfim, temos que quebrar esse círculo vicioso, mais uma vez, começando pela raiz (egoísmo e ganância). Mas como???
Como fazer as pessoas abolirem do seu cotidiano o jeitinho, a corrupção, a troca de favores, a hipocrisia, etc.?
Por quê algo tão simples como o respeito e o amor ao próximo se tornou algo tão raro nos dias de hoje???

Temos muito ainda o que pensar...
Temos muito ainda o que fazer...
Mas quem disse que seria fácil?

Beijos, querido!

5:43 AM  
Blogger Cristal said...

Já percebi que o assunto em destaque está sendo sobre a legalização da maconha, mas eu acho que além desse tema, tu mencionaste outros que também são importantes e vou deixar aqui a minha opinião sobre todos. Como meu comentário ficou enorme, vou dividí-lo em tópicos.
Então vamos lá:

SISTEMA POLÍTICO e o VOTO do brasileiro:
Sobre o sistema político brasileiro FALIDO, tenho a mesma opinião que tu tens, principalmente com relação ao voto secreto dos parlamentares, que funciona de forma a facitar e encobrir a malandragem e falta de caráter da maioria dos políticos.
Com relação ao voto do brasileiro, sou totalmente contra a obrigatoriedade porque para mim ficou bem claro, principalmente nessas últimas eleições, de que A MAIORIA dos brasileiros NÃO PRATICAM um VOTO CONSCIENTE.
Vejo que o pensamento que se tem na hora de votar é + ou – assim:
- AH!!! O meu voto não vai decidir nada, por isso vou votar em qualquer um.
Por isso, acabam votando até mesmo naqueles políticos cujos seus crimes foram comprovados e divulgados em rádio, TV, jornais, revistas, etc.
- Outros votam sempre nos partidos de oposição, mais ou menos como um voto de protesto, sem sequer analisar a história política desses candidatos. Alguns até costumam dizer: - Pior não pode ficar.
Mas sempre pode!!!
- Outros votam naqueles que sabem que não terão condições de ganhar, também como forma de protesto.
Enfim, a maioria vota mais por OBRIGAÇÂO (e até acham que estão praticando um ato de cidadania), do que acreditando no seu candidato e desejando que ele vença. Por isso, no mês seguinte, nem lembram para quem deram o seu voto. Também, porque não possuem nenhuma intenção de acompanhar se o seu candidato está cumprindo suas promessas e muito menos, cobrá-las.
E o que me deixou mais decepcionada nessas últimas eleições, foi que não foram somente os menos esclarecidos que agiram dessa forma. Os percentuais mostraram isso.
Então eu fico imaginando, já pensou se só votassem aquelas pessoas que realmente pesquisam, analisam e ESCOLHEM o seu candidato, e por agir sempre dessa forma e já pensarem na próxima eleição se o mesmo vai merecer novamente o seu voto ou não, de uma maneira ou de outra, vão acompanhar o trabalho que ele realizará, caso vença??? É claro que o fato dos votos no plenário serem secretos nos impede de sabermos muito a respeito do nosso candidato, mas mesmo assim, existem outras maneiras de sabermos como ele está se portando, pelo menos, em partes.

Gostei do comentário que tu fizeste sobre a descoberta do gene que pode prolongar a vida do ser humano. É mesmo muita INCOERÊNCIA nos preocuparmos em PROLONGAR NOSSAS VIDAS num momento em que precisamos encontrar soluções e agir com rapidez para AUMENTARMOS A VIDA DO PLANETA ONDE VIVEMOS.

E a GANÂNCIA???
Concordo contigo de que se trata de uma DOENÇA, cujo único REMÉDIO que conheço é o AMOR , que infelizmente, não podemos enfiar goela abaixo de ninguém, como fazemos com os outros remédios.
Taí algo que eu acho que podemos colocar num outro debate:
Quais são os fatores que influenciam ou determinam para que um ser humano tenha mais facilidade de amar do que outro, sendo que alguns amam somente a si, e outros não conseguem amar ninguém??? Já li algumas coisas a respeito, mas apesar de alguns estudiosos dizerem que depende de fatores externos, como: meio em que nasceu, cresceu e viveu. Outros dizem que existe influência desde o período de gestação, e que trazemos alguma coisa na nossa genética. Mas se a resposta real para essa pergunta fosse encontrada, imaginem... Porque junto como amor, vem o respeito e a preocupação com a vida das outras pessoas.
Sabe Tico, eu sei que já te falei, mais vou repetir:
Fiquei feliz quando tu mencionaste a importância das pessoas perceberem que DINHEIRO NÃO É TUDO.
Se todos pensassem assim, metade dos problemas da humanidade seriam resolvidos.

Fico por aqui e depois volto para dar a minha opinião sobre os outros temas do teu texto.

Abraço pra ti.

8:39 AM  
Blogger Cristal said...

Sobre a LEGALIZAÇÃO DO JOGO:
Sou a favor, por todos os motivos que tu já mencionaste.
Mas tenho algumas dúvidas:
Essas pessoas que ganham com essa ilegalidade, certamente vão lutar para que isso não aconteça, porque mesmo que eles possam continuar nessa atividade, terão que dividir seus lucros com o Governo. E qual será a TAMANHO DA FORÇA que eles tem para impedir que a legalização aconteça???
Porque para mim, essa desculpa que os Governantes utilizam, dizendo que o jogo vicia, prejudica famílias, vidas, ou que "esses" são jogos de "azar", (os legalizados não), e etc, são só DESCULPAS mesmo. Ou será que vamos acreditar que eles não sabem que quem quer jogar, joga, sendo proibido ou não.
Inclusive, estou lendo uma revista chamada VIVER – Mente e Cérebro, que peguei emprestada e não vou indicá-la, porque essa edição não está mais nas bancas, mas ela apresenta vários estudos feitos sobre os diversos tipos de vícios: álcool, maconha, cocaína, heroína, calmantes, sexo, trabalho, comida e internet. Pelo que já li, eles defendem a idéia de que 50% da tendência que uma pessoa tem ao vício, vem da genética. O que eles ainda não conseguiram descobrir é quais são os gens específicos que podem ser diferentes para cada tipo de vício. Mas eles apresentam outros possíveis fatores também.

Quem sabe, outra sugestão para um futuro debate: Quais são as causas ou motivos que levam uma pessoa a viciar-se em algo, e o mais importante: O que nós, (pais, amigos, a sociedade) podemos fazer para ajudar a evitar que o vício aconteça, e também, como podemos ajudar aqueles que já sofrem com algum vício, porque hoje em dia, quase todo mundo tem um amigo, irmão, filho, companheiro, sei lá, alguém próximo, que está sofrendo com algum vício.
Sabe Tico, eu tenho que confessar que houve um tempo em que eu enxergava as pessoas que tinham um vício, como “fracas”, e até me revoltava contra elas, porque sei o quanto as pessoas que a amam, sofrem com as consequências desse vício. Talvez porque meu pai foi alcoólotra e faleceu quando eu tinha 14 anos, deixando eu e minha família, totalmente desamparados, sem ter permitido a mim e aos meus irmãos, sentir como é bom e importante na vida de uma pessoa , ter um pai companheiro e protetor. Mas, felizmente amadureci. Muitas coisas que pude presenciar e até participar no meu dia a dia, me fizeram compreender que as pessoas que tem algum vício, são pessoas doentes, e que precisam de muita ajuda, as vezes, não só emocional, mas clínica também. Quem me dera, meu pai ainda estar vivo, para que eu pudesse fazer algo por ele, porque hoje eu sei que a pessoa que se torna dependente de alguma coisa, até mesmo de "comida", sofre muito. Porque o que no começo te dá prazer, como foi comentado por alguém aí em cima, depois, passa a te dar angústia, principalmente quando teu corpo começa a demonstrar a falta daquilo, e acaba tirando a liberdade que tanto precisamos para ser feliz.
O único vício que tive e que consegui vencer, foi com calmantes.
Tomei o primeiro quando a minha mãe faleceu e senti como era bom que existisse algo que eu tomasse e me fizesse dormir e esquecer toda a dor que eu estava sentindo.
Depois, passei a tomá-lo quando me sentia nervosa, e assim foi indo. Mas quando percebi que se não o tomasse diariamente me sentia mal, decidi que não iria deixar que aquele comprimido mandasse em mim e felizmente venci, não preciso mais dele. Mas estou ciente que nem sei se posso considerar que tive um vício realmente, porque não é tão simples assim, vencer uma dependência.

Mas, voltando a legalização do jogo, eu acredito que o Governo tenha motivos muito mais fortes que essa preocupação que dizem ter com as pessoas, para que não queiram essa legalização.
Eu acho que essas prisões de alguns Bicheiros, a apreensão de máquinas, o fechamento de alguns cassinos, que acontecem esporadicamente, nada mais é do que uma forma deles quererem mostrar à população que estão “atuando”. Quem sabe até se a prisão de um determinado Bicheiro não acontece porque existe outro, com ligações mais próximas e mais fortes, querendo que isso aconteça??? Sei lá!!!
Sem falar na concorrência que haverá com os jogos já legalizados... Quem vai perder com isso???
Eu penso que para conseguirmos que os políticos aprovem tal lei, somente se um percentual significativo da população (um número que fizessem os políticos se preocuparem com esses votos numa próxima eleição), se mostrassem a favor e exigissem uma atitude a respeito.
E uma forma de fazer isso acontecer poderia ser, realizando um trabalho similar como o que foi feito com o desarmamento, ou seja, primeiro fazer uma campanha de divulgação e informação para a população, com pessoas apresentando os motivos pelos quais acreditam ser importante a legalização, e outras, os motivos do inverso. Depois, então, fazer uma votação, como foi feito no caso das armas.
E aí... esperar para ver o que o povo pensa a respeito.
Agora... como conseguir que esse trabalho aconteça, aí, Tico, tu tens sentido na prática, que é a parte mais difícil, porque eu não conheço outra forma, senão, do povo exigir, ou então, que haja algum interesse partidário por parte de alguns políticos, tipo assim, um partido enxergue esse trabalho como uma forma de conseguir muitos votos e vencer um outro partido que esteja contra, ou qualquer outra coisa parecida.
Nada fácil, não é???

Então tá... volto depois, com a última parte...

10:28 AM  
Blogger Laercio said...

pode crer....tudo eu concordo contigo Tico....e é claro q um assunto desse naum da pra ser tratado apenas com algumas linhas e algumas palavras....
Mass naum comparo o nosso país com nenhum outro e o problema dele, na minha opinião, são pessoas sem coragem que estão no poder de nosso país nao para mudar ou melhorar algo no mesmo e sim para ganhar mais e mais dinheiro...a pribição de varias coisas é só fachadaaa.....a policia tem acesso a tdas as bocas e a todos os carregamentos..mais pra poder pagar uma escola a seu filho o policial q naum eh bobo e sab da decadencia da escola publica nesse país acaba aceitando dinheiro da "ilegalidade" nao os culpo...pois nesse país é MATAR OU MORRER MESMO....
"mais um dia irá mudar...
um dia iremos viver
será que eu posso sonhar?
será que as pessoas vão se respeitar?"

Um trecho de uma musica da minha banda...
poucas palavras..pois o tempo que tive eu ganhei lendo esse texto...e o comentario tem que ser pequeno neh...
to indo pra faculdade que eu pago..pois as publicas apenas 30% é reservada para qm estudou em escola publica..o resto é pra aqeueles que tem condiçoes de pagar uma escola sem trabalhar...
concerto carro pra cacete pra poder pagar a minha faculdadeee...e ainda assim naum consigo paga-la em dia!!!
as dificuldades de hj seraum as minha vitorias de amanha!!!

Abraçooo Tico!!!!

mtoooo amor pra tdos nós!

1:31 PM  
Blogger Cristal said...

Sobre a LEGALIZAÇÃO DA MACONHA:
Falar sobre a maconha, mesmo nos dias de hoje, com tanta informação a nossa disposição, ainda é complicado.
Como já foi comentado, o fato de algo ser proibido não impede ninguém de fazer uso daquilo que tem vontade. Então, olhando por esse lado, a maconha, deveria ser legalizada, sim.
Mas se fosse simples, já seria. Então, vou colocar a minha opinião e também as minhas dúvidas a respeito:
Bem, para começar, acredito que para conseguir que o Governo aprovasse essa lei, enfrentaríamos os mesmos problemas que citei com relação a legalização dos jogos:
. O “poder” dos traficantes sobre certos políticos, que fariam de tudo para que isso não acontecesse.
. As grandes empresas de cigarro, que não vão “engolir” um concorrente tão facilmente.
. A população que não conhece “essa parte” da maconha, (que é a grande maioria) que nós conhecemos e por isso tem medo e preconceito com relação ao uso dela.
E, se a população não quiser a legalização, nenhum político vai se meter a besta de querer defender essa causa. Afinal, estaria colocando seus votos em risco. E, hoje, qualquer pessoa que apareça defendendo essa legalização, vai ser rotulada como drogado, maluco ou sei lá o que. Até mesmo vc, Tico, se tu começares a tocar nesse assunto nos Circuitos de Poesia, por exemplo, será que todos os Educadores iriam aceitar??? A maioria deles, certamente sabe que tudo o que tu falarias é a verdade, mas eu acho que muitos iriam pensar nos pais dos alunos, como reagiriam quando soubessem que no Colégio que o seu filho estuda tem alguém defendendo a legalização da maconha. Eu sei que é hipocrisia, nem precisa falar, mas é a nossa realidade. Porque, na verdade, quando se fala em legalização, vem a idéia de que estaríamos dizendo que: pode usar, não faz mal. Não se pensa no fato do álcool também fazer mal e ser legalizado. O que nós pais fazemos com relação ao álcool??? Orientamos nossos filhos das conseqüências que eles podem vir a sentir se passarem a tomá-lo, principalmente, se for com freqüência, inclusive a hipótese deles se tornarem dependentes. Com relação a maconha, se fosse legalizada, teríamos que fazer a mesma coisa. Aliás, já fazemos isso, mesmo sendo proibida, não é???
Mas como fazer as pessoas entenderem isso, se até quando tentamos apenas explicar o que sabemos a respeito da maconha, já somos encarados como possíveis usuários???
Outra coisa que pensei: se for legalizado somente o uso da maconha, os traficantes vão investir muito mais nas outras drogas mais pesadas. E se for legalizado o uso de cocaína, heroína, e outras, será que os traficantes não criariam um “mercado paralelo = pirataria”, vendendo as drogas, inclusive no caso da maconha, por um preço inferior, já que não precisariam pagar os impostos, e talvez até aumentassem o percentual de “misturas “, para tornar a diferença de preço ainda maior ??? Há dúvidas de quem venderia mais???
Por tudo isso Tico, eu infelizmente, não sei te dizer o que seria melhor. Te entendo quando falas da situação do Rio, da guerra que vcs estão enfrentando e, sinceramente, gostaria de ter certeza que a legalização das drogas ajudaria a diminuir a guerra entre os traficantes e a violência de um modo geral, mas não consigo ter essa certeza.

E com relação a “justiça” que tu mencionaste no último parágrafo do teu texto, eu continuo acreditando que ela só existirá quando passarem a JULGAR OS CRIMES, sem fazer DISTINÇÃO, ou seja, independente da escolaridade, da classe social, da raça, das posses, da profissão (pública ou privada)e da idade
de QUEM COMETEU. E é claro, teria que ser revisto o conceito do que deve ser considerado crime hediondo.Mas essa revisão não poderia ser feita somente por políticos, senão, nós já sabemos quais seriam os resultados. Não sei se isso é possível, mas essa revisão das leis deveria ser feita por grupos especiais, por exemplo, no caso da Previdência Social, escolherem profissionais que se especializaram nesse assunto, como vi outro dia no Globo News, 1 Professor da USP e outros dois que não lembro seus cargos, mas todos os três apresentaram comparativos com outros países, do nosso sistema e leis relativos a aposentadoria, e além de mostrarem que se não for feito logo algo com relação as nossas leis atuais, em + ou - 10 anos o Governo além de não ter mais nenhuma verba para investir em hospitais, etc, não terão nem como pagar os aposentados existentes hoje.
Será que vão criar um novo imposto para nós pagarmos essa verba que vai faltar???
Olha, sei que tudo parece estar errado no nosso país, e as vezes fico meio neurótica pensando em tudo isso, mas acho que esse é mais um motivo para que exista a troca de idéias e opiniões, porque para lutarmos por algo, precisamos de muita informação a respeito.
Então um VIVA ao teu senso crítico, TICO!!! Ah... e do pessoal que comenta aqui também!!!
Vou continuar lendo os comentários, porque tenho certeza que ainda surgirão novas opiniões, novas informações, e há muita coisa ainda a ser aprendida.

Luz e muita energia para todos!!!

2:30 PM  
Blogger porra_eusoufoda said...

Porra Tico... essa foi foda heim cara!!!
Mas é preciso q seja assim mesmo...
(talvez com um pouco de ciência na parada as pessoas acreditem).Bom vc propós nos seus comentários (aqui mesmo) q o debate sobre a maconha ta aberto;sendo assim eu já vou te deixar a minha opinião...

Maconha... (no começo era só mais uma plantinha como outra qualquer).
O foda é q a porra da ganância descobriu q dá dinheiro vender em pequenas quantidades....
Aí o bicho homem fez a sua fábrica...


Eu me pergunto, pq alguém fuma?
As pessoas sempre buscam alguma coisa quando acendem um baseado, mesmo q não saibam o q é.

Para aqueles q depois de várias "puchadas" não encontram nada, nunca mais voltam a acender;e vão procurar o q estão buscando em outro lugar...

Para aqueles q se encontram dentro da fumaça e da marola, estes tornam-se o q chamamos de "usuários".

Eu te pergunto: Se a sua filha tiver vontade de "dar" pro namorado dela (ainda q vc não aprove isso e ela saiba), vc realmente acha q ela não vai dar?

Se vc disser pra sua mulher q hoje vc só volta de madrugada, e q ela não precisa se preocupar pq vc só vai sair com uns amigos; vc realmente acha q ela vai acreditar?

Se vc disser pro seu filho q se ele assistir tv muito perto da tela vai fazer mal; vc acha q ele não vai voltar assim q vc virar as costas?

Então pq q todo mundo acha q dizendo q a maconha é proibida as pessoas não vão ter acesso?

(Esse povo é muito maldito mesmo...)

Esse falso moralismo é foda...

E esse mal começa dentro de casa quando a sua mãe te diz: "Ai minha filha eu me casei virgem, vc tem q fazer o mesmo pro seu namorado te dar valor"
Mas então quer dizer q se eu não for mais virgem ele não vai me dar valor?
E se eu não gostar dele na cama como é q eu faço "anulo o casamento" e falo pro padre q ele é ruim de cama e eu não sabia?

O mesmo vale pra essas igrejas (com todo respeito a quem curte esse tipo de coisa)q ficam falando q "Isso é coisa do demônio"..."O cigarro do CAPETA"...

Vc acha mesmo q se alguém tiver com vontade vai deixar de fazer pq o cigarro é do Capeta? (Ele q venha tomar da minha mão...)

Ou aquele pai de familia, q diz assim: "Essa porra faz mal, não pode e ponto;eu não quero nenhum viciado dentro de casa".E sai todo fim de expediente, e enche a cara com o dinheiro q ganhou; chegando em casa mais bêbado q um gamba...

Com esse tipo de "psicologia infantil" não vai rolar mesmo...

As pessoas tem q entender q o vicio é uma questão de caráter pessoal; não há como impedir um viciado de se viciar, ainda q o tranquem em um quarto escuro;pq ele tem a alma e a mente viciada e não só o corpo.

A dependência vem com a falta de limites, e isso nada tem a ver com a maconha...

Se morrem 200 viciados hoje e a maconha é proibida.
Amanhã morreram 200 viciados com a maconha liberada, a diferença é q a corrupção q está por trás financiando o tráfico, não irá lucrar tanto quanto lucra agora.

Vc pode dizer a alguém q uma coisa é ruim, q é amarga, q faz mal a saúde, q só trará coisas ruins...Ainda sim, é direito dela provar e saber o gosto q tem por si própria.

A proibição da maconha é apenas uma artimanha do governo, nada mais.

O tráfico de drogas existe pq o governo assim o quer (E isso eu afirmo pra quem quiser ouvir).

Pq nenhum morador de favela gosta de bandido, nem de crime,nem de tortura, nem de tiro furando parede de sala e de quarto...
(Ninguém gosta)
Mas sabe pq a polícia não faz nada?
Pq todo fim de semana tem baile e cada um vai ganhar o seu pra ficar na sua.(Eu não condeno eles por isso, afinal a minha vida não vale 800 reais; eles devem achar q as deles tbm não).

O governo financia o tráfico,e finge pra sociedade q o combate.

Ou vc acha q alguem acreditou q foi o exército q achou as armas no morro da Providência? (Os caras devolveram tudo pra eles, pq a "Provi" faz um milhão e meio de tráfico por semana, e eles tavam parados por conta disso; aí resolveram devolver, o q são 15 fuzis perto de 3 milhões em 15 dias?

Essa é a nossa democracia meus caros...

Viva a hipocrisia...

Pq o seu filho não é pior q o dá vizinha só pq acende um baseado de vez em quando...

(Então chega de dar uma de Pai "careta")

Pq a sua filha não é pior q a da vizinha q se casou virgem...

(Pelo menos a sua filha é feliz pq dorme com um cara e o conhece;ao invés de assinar um papel q nada vale só pra vender a alma e ter um sobrenome)

Chega de querer tapar o sol com a peneira né gente...

Quem gosta de maconha vai continuar gostando sempre... Legal, ilegal, vendendo na fármacia ou tendo q importar...(não faz diferença nenhuma.)

Quem usa usa, e quem tiver q usar vai usar...
(não adianta pai bater, mãe chorar...)
E nem levar pra igreja, gente isso não é o demônio isso chama-se VONTADE.

E tudo na vida é feito por vontade...

todos temos escolhas...
vc escolhe provar
e se viciar se quiser.

ou vc decide q não.

ou vc usa de vez em quando...

Mas isso é um direito seu, é sua escolha.
é por isso q nos achamos os seres "racionáis"... pq temos o direito de raciocinar e escolher.

Pensem então e reflitam bastante.

Será q vale a pena manter proibido uma coisa q é direito seu escolher se vc quer ou não?

Até pq se vc não for usar mesmo, pq está tão preocupado em manter os bolsos da Corrupção cheios?

Pelo amor de Deus (SE VC ACREDITAR NELE)reflitam nisso.

"Vc pode ser um gênio e ser um viciado.
Vc pode ser um vicido e ser um gênio.
Mas vc jamais saberá como é ser um gênio ou ser um viciado, se vc for apenas um escravo do sistema."

Não seja um escravo...
vc já nasceu livre.


Se vc é a corrente, eu sou a força q vai rompe-la.
Então não me aprisione...
Pq ninguém pode me deter.


luz e fé Tico.

lembre-se:

Nunca escravo...


bjs


JAPA


FUI!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

3:52 PM  
Blogger LiLiTh Eliane* said...

Ótimo... um debate deveras interessante!!

A legalização é um assunto que realmente preciso pensar melhor à respeito... tenho dúvidas e falta de informação sobre os prós e contras (e não tenho vergonha de assumir!!).

Diferentemente da redução da maioridade... E isso não tem a ver com falta de oportunidades aos menos privilegiados, creio firmemente que um “menor de idade” que já tem capacidade para: escolher sua opção sexual; escolher seu representante público; já pode ser emancipado; já pode tirar seu CPF e abrir créditos na praça; já tem barba na cara; tem uma vida sexual ativa... etc. etc. etc... tem o dever de responder por um crime hediondo que possa praticar. A forma de julgamento entre pobres e ricos é um assunto paralelo a ser tratado e COBRADO POR TODOS!!! Pois é, um dos assassinos do índio Galdino está livre e possui um cargo público (filho do presidente do TJ e ganha R$ 6.600/mês)... A violência que ele praticou está relacionado à falta de oportunidade que ele teve na vida???? O motivo que leva alguém a matar não está apenas relacionado a problemas sociais (educação, saúde, miséria, etc).

Enfim... voltando às drogas!
Realmente as necessidades de cada estado são diferentes mas as conseqüências são as mesmas, as facilidades em obtê-las são as mesmas e como você mesmo disse estamos vivendo cada vez mais no lugar e hora errada... independentemente de estado! Comcordo com a Danielle, “não existe morro e asfalto, é uma coisa só!”. Ninguém está isolado de nada, ainda não tomei ciência de ninguém vivendo numa bolha!

A realidade em que vivemos pode ser distante mas não nos torna cegos aos acontecimentos,
cada um dos freqüentadores desse blog tem uma história a contar sobre violência relacionado às drogas e porque não presenciamos alguém ser morto por um fuzil, não quer dizer que não tenhamos capacidade de analisar os fatos, debatê-los e obter uma opinião sobre o assunto!! Complicado é colocar meia dúzia de filhos nesse mundo!!!!

Li muita coisa aqui que me esclareceu bastante sobre a maconha e se hoje houvesse um plebiscito para legalização dessa erva, creio que seria a favor. Mas veja bem: LEGALIZAÇÃO DA MACONHA!!!

Só para não esquecer, o tráfico não é enriquecido apenas pelo comércio da mesma, a violência e a destruição não é causado pelo maconheiro e seu fornecedor, a guerra nos morros e periferia não é para ver quem vende mais cannabis... E a cocaína? Ecstasy? Heroína? Crack?????

Legalização de drogas em geral???
Ainda tenho dúvidas.
E não é por falso moralismo!!!
Já assumi minha falta de informação lá em cima.
É por motivos políticos mesmo.

7:54 PM  
Blogger larissa said...

Tmb adorei a camisa da china rs
Te achei um pouco nervoso no programa, parecia preocupado com algo...

Tava te observando hoje, e acabei percebendo o quanto ta parecido com o Jim Morrison....
Já tinha feito essa comparação antes, as guias, o cabelo, a barba, os óculos grandes...
mas hoje pude comprova-la.
Mas com uma diferença, ele ficou assim no fim da carreira, e vc ta no auge!
Então trate de tirar essa barba que vc tem muito pela frente!
rs
Sei que isso não significa nada
mas é que juntando as comparações cheguei a essa conclusão.

Ah e saiba que sua Pamela Courson ta aqui do outro lado, rs
torcendo pra que de tudo certo pra vc!


Beijos meu Jim ;)


flogao/lissinha18

9:51 PM  
Blogger Mario Moragas said...

Bem, Tico. Vou comentar sobre os dois assuntos polêmicos levantados pelo seu texto: Liberação da Maconha e do Jogo, pois acredito que os demais assuntos são descritos por vc como uma extensão do pensamento coletivo.

Liberação da Maconha:
Acho que as pessoas que lutam por isso até hoje não estão focadas nos motivos da liberação. Até hoje todos os argumentos sobre os beneficios da utilização da maconha em vários setores da industria como matéria prima, como alguns citados por vc, são usados como convencimento para liberar o uso geral e irrestrito da mesma. Ou seja, querem liberar a plantação de maconha para utilização como matéria prima?? Concordo. Porém o discurso nunca para por ai, parece que sempre há o principal motivo por trás, que é a liberação da mesma para consumo como entorpecente. Acho que este assunto necessita de mais discussão e desdobramentos, pois, garanto que mais da metade das pessoas que defendem a legalização da mesma, só o fazem para poderem legalizar o consumo. Concluindo, este assunto só se torna polêmico por este motivo, pois não há meio termo. Quem quer legalizar, quer a utilização irrestrita da planta, e quem é contra não permite nem sequer que se toque no assunto. Um exemplo, a produção de cola é liberada no mundo inteiro, e nem por isso é liberado a consumo da mesma como entorpecente, pq não aplicar a mesma regra??

Muitos me acharão hipócrita, pois outras drogas são comercializadas legalmente e fazem tanto mal quanto, porém, acredito que qualquer mudança tem que ser realizada em partes, só assim as coisas funcionam. Do jeito que defendem, parece que não querem realmente que a mesma seja legalizada, somente querem causar impacto ou levantar polêmicas.

Outro aspecto importante por trás da legalização seria o enfraquecimento do tráfico, desviando o dinheiro das mãos destes para os setores legalizados, como as industrias, por exemplo, e de maneira indireta ao povo. Outro ponto que trava a discussão, pois muitos interesses seriam contrariados com a liberação, quem governa é quem mais lucra com essa 'clandestinidade', muitas vezes diretamente e outras indiretamente.

Legalização do Jogo:

Até hoje o governo nunca parou realmente para legislar e regulamentar o jogo no pais, como um empreendimento legal. Do jeito que liberam, o fazem com o propósito direto de legalizar a contravenção, pois os mesmos que controlam o jogo do bicho e tráfico são os que controlam o jogo legalizado. Não foram criados ainda mecanismos para impedir que isso ocorra. Simplesmente baixam uma lei que libera hoje, e outra amanhã que proibe. E quem sofre com isso, como ja descrito por vc, é o povo, que hora se vê trabalhando e hora está desempregado por motivo desse vai e vem de legalização e proibição. Este assunto necessita de muito estudo e seriedade para ser discutido. Querem liberar o jogo?? Concordo, mas não do jeito que querem, onde qualquer um pode abrir um bingo na esquina, sem regulamentação.

10:17 PM  
Blogger I-FAMA said...

Tico, parabéns pela coragem do texto.

o Tráfico (de drogas, de armas, de jogos de azar) está acabando com o Rio de Janeiro. Gostei de sua explicação sobre o canhamo, de suas suspeitas sobre o interesse escuso do judiciário quanto ao bicho, etc.

Pra mim, toda forma de proibição é uma estupidez. Principalmente quando se proíbe o que muita gente quer. Ora, não se proíbe alguém de beber, mas se acaso, bêbeda, a pessoa cometer qualquer delito, ela será punida. O mesmo deve valer para qualquer outra droga. Quanto ao papo que o consumo de droga gera desajuste social, é bobagem: desajuste social é fruto da falta de cultura, trabalho e educação. Viciados são minoria, podem ser tratados e, afinal, respondem pelos seus atos diante da lei.

Queria apenas fazer uma ressalva: temos que parar com essa de especificar que apenas uma classe daninha de brasileiros (os políticos, o judiciário, a polícia, a autoridade de um modo geral) é corrupta. Isso é ingenuidade. Essa gente é brasileira. E o brasileiro, de um modo geral, é corrupto. Em todos os setores e atividades. Basta ler um jornal qualquer de qualquer dia: até quadrilha pra vestibular tem! O "jeitinho brasileiro" é a expressão máxima de nossa corrupção entranhada. A corrupção é fato consumado no país pela nossa descrença na justiça, na lei, numa política pública que não nos serve.

abraços!

10:56 PM  
Blogger Palavras de um mundo incerto said...

Enquanto o Grêmio decide com o São Paulo, a vaga na libertadores, com vários corais, vários fanáticos e mostrando muita raça, eu me encontro aqui e com este pensamento; como seria bonito de ver a torcida do Grêmio ou São Paulo, unidas pelo país, pela justiça, e se abraçando com vontade e não com raiva como mostram neste momento.

Este é O Brasil.

Acompanhei ontem o Jô. Aprendi contigo e continuo aprendendo.

Você me faz tão bem.
Chega de egoísmo reforço o que disseste ontem: Com união não tem egoísmo.

Mudando de asssunto.
Reflitindo.


Estamos colhendo o que plantamos, e disso ninguém pode duvidar. Mas pode sim duvidar.
Mas tu seria aquele cego dessa sociedade ignorante que não está nem aí pra ti, e nem pra ninguém.
Esta criatura pensa só nela, só em seus desejos, só nas suas aventuras ilegais dessa vida mascarada que leva. Estamos colhendo o que plantamos. Mas tudo passa, só acontece a cada momento nesta vida hipócrita,nesta vida egoísta de um ser que é desumano e nada mais. Só é desumano. A sociedade é desumana.
Interesses, intenções e intolerâncias enriquecem esta democracia governada pelos homens que sem dizem
sábios desse país, dessa nação frágil, que em época de eleições, ricos e pobres se entregam para tais partidos e bandidos que os induzem com promessas de riquezas e tudo mais nesse mundo doentio que levam para si, e para onde passam.
E onde que os ricos ficam ricos e os milionários ficam pobres.

Jura pra mim!

Huuuuuuu!!!

Não recolheram-me!

É muito engraçado de ver que eles só faltam jogar o tapete vermelho, lavar seus pés, te levar numa lancheria e te encher de palavras bonitas, te olhando bem fundo nos teus olhos que, quando tu olhas, parecem te engolir, e mostram todo o interesse pelo teu voto, pela tua liberdade, pelo teu direito de cidadão dessa nação.
Aconteceu comigo quando tinha dezoito anos. Não aconteceu de ele me levar numa lancheria, de estender o tapete vermelho para mim desfilar, mas foi parecido. Ele estava concorrendo a deputado estadual, e compareceu com seus lambes virilhas, e cinicamente falou quem era, e engoliu-me com sua vampiridade de democrata. Na época eu era mais um, era mais um pobre-podre de mentalidade, era cego, era estúpido, era
um doente internado na irrealidade que vivemos, que tanto almejamos com votos, com fraudes e que só estamos colhendo o que plantamos. O que realmente nos dá tesão: a hipocrisia. Infelicidade daquela criança que é induzida desde cedo a viver, a praticar a hipocrisia desde quando começa a falar, a caminhar e a xingar seus
pais que são estúpidos e imbecis dessa sociedade nada negociável.Não deveríamos agir dessa maneira.
Primeiro ouça, depois fale. Respeite para ser respeitado.Estude para saber. Pesquise para dar opiniões certas. Não tenha medo de errar, somos humanos. Mas se tu és um falcatrua, um mentiroso, um ser irreal, procure a psiquiatria mais próxima. Não sei se vai adiantar, mas é o único conselho que eu posso te dar.
Ou tu preferes se juntar aos políticos, aos sanguessugas, aos sonegadores de impostos, que mesmo tendo dinheiro sobrando, querem mais, e tiram do povo a única coisa que restou da vida profissional: a aposentadoria. Não aceitarei mentira, nem dinheiro em troca de minha liberdade, de minha expressão. Temos que ter vergonha na cara, e mudar o mundo. Mas eu não tenho super poderes, sou um humano, feito numa relação carnal, que os dois corpos expressavam carinho, expressavam o tesão, expressavam as vontades de trepar, e as seguintes palavras: eu te amo, apelidos carinhosos, me coma, e tudo que tem direito na rotina de um casal qualquer.Não, somos apenas doentes dessa mídia, dessa faculdade formadoras de aprendiz de ignorâncias, de mentiras, de ilusão, de estupidez, de fofocas, de fantasias, de efeitos que elas provocam nestes seres cegos.

No livro do Paulo coelho Onze Minutos, passa muito bem o que eu estou dizendo:

Sou o que chamam de lei
Embora vocês me chamem de Marginal.
Eu sou o que vocês buscam
E aquilo que conseguiram.
Eu sou aquilo que vocês espalharam
E agora recolhem meus pedaços.

E não é verdade que estamos recolhendo o que espalhamos por aí, nas mentiras, nas ignorâncias, na estupidez, nas intolerâncias, nas ganâncias, nas traições. Isso é uma das verdades.

Abraços!!!

Marcos Ster

7:07 PM  
Blogger LiLiTh* Eliane said...

Acho que o Mario Moragas descreveu muito bem sobre a liberação da maconha.

Não adianta desatar os nós de uma vez... principalmente quando estão cegos.

Mas acho que para começar, a liberação da erva seria interessante, visto que os malefícios que pode causar não são piores que os das drogas legalizadas.

Volto a salientar: Liberação da maconha e não de outros entorpecentes.

8:20 PM  
Blogger Mario Moragas said...

Fico contente em saber que existem pessoas que pensam como eu. O radicalismo nas posições tomadas só servem para emperrar as discussões. Abs, lilith*.

9:43 PM  
Blogger Matias said...

Tico! Oi! Primeiro quero pedir desculpas se eu faço merda com a sua lingua =P.. me desculpa eu sou de argentina e to tentando aprender ^^
O que eu li (bah, o que eu pude entender =P) me diz que você é uma pessoa nobre e muito inteligente e isso ai e muito dificil de encontrar nestos dias, cara o que você fala de brasil e a injusticia é lamentável, nao só por o fato em sim, também é triste porque o mundo inteiro tá cheio disso, por exemplo aqui na argentina tambem ta tudo muito podre, e o mundo inteiro e hipocrita...
Eu moro aqui em Buenos Aires, mas minha namorada e carioca, agora mora aqui há 3 anos e eu to aprendendo um pouco de brasil por ela ^^ eu sou fã de detonautas desde que eu ouvi pela primeira vez olhos certos, então hoje tento ficar sempre ligado a o que voces fazem... e tambem chorei muito pela perdida do netto... eu houvesse gostado de ver ele ao vivo... =(.. e por isso que tambem queria te escrever... argentina ta muito perto..mais do que japao e EUA =P...porque voces nao vem aqui????

me desculpe usar este espaço pra isso mas eu já escreve no site antigo uma vez e nunca recebi resposta e no novo site nao encontrei um contato pra isso aqui, e nao pude me cadastrar porque e só pra brasil =(...


Eu sei que e impossivel e que você deve tar ocupado demais.. mas se tiver um segundo eu deixo meu email, eu tenho um studio de webdesign, eu nao gostei taaanto do novo site... tem algumas coisas que se poderia melhorar... mas fico muito legal e parabens pra voces e o disenhador.. se quer pode ver o que eu faço aqui:ambar
Tomara você pudesse escrever só um "nao seja chato e nao escreva mais" pelo menos =P
de qualquer jeito, um abraço muito grande, força e saude pra voces!
me desculpe outra vez por usar este espaço, desde argentina esperando voces, Matias

11:34 PM  
Blogger Priscila said...

Eu não consigo compreender pessoas que não apoiam a legalização...sinceramente, pra mim é algo tão óbvio, lógico, posso estar falando como uma ignorante, mas se todo mundo sabe que se gasta milhõessss para combater o tráfico (sem êxito), milhares MORREM como consequência dessa proibição que gera violência, não dá pra entender o motivo da proibição!!!!
Por favor proibam pinga vodka e tequila URGENTE pq tem muita gente sem fígado dando mais trabalho que muita gente sussa que só gostaria de ter uma plantinha em casa.
Ai vem um mané me dizer " e vc nao sabe se milhares nao iriam morrer dirigindo por que estao usando drogas??? iriam tirar a vida de outras pessoas por que estão drogados??? QUERIDOS! essas pessoas drogadas JÁ EXISTEM!!!!!!!!! ELAS NÃO VÃO DEIXAR DE USAR DROGAS PQ ELA É PROIBIDA!!!!!pelo contrário, conheço pessoas que só tem tesão nas drogas proibidas pq são proibidas (patético, mas é a realidade) acham realmente que o fato dela ser proibida impede alguem de experimentar ou ser usuário????? PQP! em que mundo essas pessoas vivem...quero viver também! pq deve ser conto de fadas..

9:10 PM  
Blogger Diego said...

O Brasil é domininado por uma mafia, a mafia dos politicos, entra eleição sai eleição são sempre os mesmos, e grande parte da culpa é nossa, de quem vota. Votamos com a pensamento que o nosso voto não irá mudar nada, até porque os "bonzinhos" que entrarem são consumidos pelos coruptos que já estão no poder à anos. Acho que o maior protesto seria a população não ir votar na próxima eleição. Ou o povo toma atitude, ou sempre iremos sofrer com reajustes de salários de mais de 28% enquanto aos aposentados recebem apenas 3%. Juizes, promotores e politicos foras da lei que usam seus cargos para obter peneficios próprios e ainda tem julgamento previlegiado, que cai entre nós, ninguem é condenado, e quando é, casos raros, tem selas com TV a Cabo, Comida boa, Cama, etc...assim quem não quer ficar preso ??

5:23 AM  
Blogger Danielle said...

O TRÁFICO DE DROGAS É ALTAMENTE LUCRATIVO NÃO SÓ PARA OS TRAFICANTES..MAS PRINCIPALMENTE PARA PESSOAS GRAÚDAS E INFLUENTES QUE ESTÃO POR DETRÁS DESSE ESQUEMA...PARA ELES NÃO INTERESSA A LEGALIZAÇÃO JÁ QUE ELES SE SUSTENTAM COM O LUCRO DO CONTROLE E VENDA DE DROGAS DA MANEIRA QUE MAIS OS INTERESSAREM .
O DINHEIRO DOS LUCROS É LAVADO EM SITUAÇÕES CORRIQUEIRAS SEMPRE COM O AUXÍLIO DE BRECHAS NA LEI QUE MAIS UMA VEZ FACILITAM O LUCRO PARA OUTROS TANTOS GRAÚDOS...E VAI SE CRIANDO UMA CORRENTE EM QUE ELES VÃO LUCRANDO, MENOS O USUÁRIO QUE É EXECRADO COMO SE ELE FOSSE O REAL PROBLEMA...
O REAL PROBLEMA É QUEM GANHA MILHÕES COM O TRÁFICO..QUEM SUSTENTA O TRÁFICO VENDENDO ARMAS E " COSTAS QUENTES " PARA O TRÁFICO SE MANTER CRIANDO UMA CORRENTE DE VIOLÊNCIA NA LUTA PELO CONTROLE DE UM SISTEMA TÃO LUCRATIVO.
...O TRÁFICO NÃO É DE DROGAS..MAS DE INFLUÊNCIA.
A NÍVEL MÉDICO É IMPORTANTE SABER OS BENEFÍCIOS E MALEFÍCIOS QUE A MACONHA TRAZ PARA SEU USUÁRIO..MAS À NÍVEL SOCIAL É BEM MAIS SABIDO QUE CIGARRO E BEBIDAS, DROGAS SOCIALMENTE ACEITAS, MATAM MUITO MAIS.
A LEGALIZAÇÃO DA MACONHA TIRARIA O PODER DAS MÃOS DESSES TAIS GRAÚDOS QUE ATUALMENTE DETÊM O PRODUTO, O PREÇO E O COMPRADOR...E QUE QUE AGEM COMO BEM ENTENDEREM.
A LEGALIZAÇÃO DA MACONHA FACILITARIA E POPULARIZARIA O ATENDIMENTO MÉDICO DOS VICIADOS QUE SAIRIAM DA EXCLUSÃO JÁ QUE É UM CASO DE SÁUDE PÚBLICA E NÃO DE POLÍCIA.
E É ÓBVIO QUE OS QUE ESTÃO POR TRÁS DO TRÁFICO FARÃO TUDO PARA QUE A SITUAÇÃO SE MANTENHA JÁ QUE ESSE É SEU MEIO DE SOBREVIVÊNCIA..MESMO QUE PASSEM POR CIMA DE DEZENAS DE MORTOS TODOS OS DIAS.

DANNY

5:20 PM  
Blogger maluquynha said...

oiii ti

sou sim a favor da legalização da famosa maconha isso até me provarem q estou equivocada

normalmente nós crescemos ouvindo q maconha é pra vagabundo
pra bandido...
e ninguém divulga sobre o assunto para informar as pessoas q estamos sendo manipulados pelos "grandalhões"
assim como querem q a população tenha conhecimento sobre o assunto?
já q a maior parte dos brasileiros ñ tem acesso a internet...
como vc mesmo disse a maconha tem seus danos semelhantes ao alcool...tabaco e por ai vai
e todos legalizados
pq só a maconha não?
já q com a proibição estamos vivenciando q ñ está dando certo
então o q custa tentar né?

MARCHA DA MACONHA
http://www.youtube.com/watch?v=0X8c-Dh141o

BLOG
http://www.marchadamaconha.org/blog

Bjuuuuuu

5:55 PM  
Blogger Guto said...

Como alguem pode emitir LUZ se lê um livro chamdo: INFERNO ( PATRÍCIA MELLO )

A MACONHA DEVE SER LEGALIZADA?

Então ofereça maconha à seu filho ou na mamadeira de qualquer BEBÊ na rua.

QUANTO MAIS FALAREM DO MAL, MAIS MAL IRÃO TER!.

QUANTO MAIS SEREM E FALAREM DO BEM, MAIS BEM IRÃO VIVER.

Eu vou ser censurado pela moderação? que pena! CENSURA EM 2007? eu pensava que em 2007 veria carros espaciais tbm.

Quem sou eu?

EU SOU VERDADE
EU SOU O CAMINHO
EU SOU A VIDA!!!
EU SOU O SENHOR!!!
OLHEM PARA MIM O ALTÍSSIMO SOMENTE!.

Guto Amorim ("indignado" com este blogg e com essas declarações, metafóricas e absurdas; Renato Russo hoje daria risada das mesmas metáforas dele, sendo usadas e nada sendo resolvido depois de 20 longos anos)

6:57 PM  
Blogger Clube da Insônia said...

Caro Guto ( ou pelo menos foi assim que assinastes certo ?)

Você tem todo direito de pensar e expressar o que quiser.
Neste blog, tirando ofenças que são censuradas sim, mesmo idéias e argumentos tolos e hipócritas como os seus, são publicados.

A hipocrisia nos consome, por que não dar espaço a ela também ?

Muita luz no seu caminho.

Ps: O livro INFERNO, se vc tivesse menos preconceito e mais curiosidade poderia no mínimo entender o porquê da violencia em nossa cidade. Mas assim como vc, muitos julgam os livros pelo título ou pela capa.

E é por isso que estamos indo para onde estamos.

Ps, Vc não é a verdade
nem o caminho
nem a vida
Mas pode ser um senhor...
E olho pra onde EU quiser.

Jesus, meu caro amigo, antes de mais nada pregava o respeito entre as diferenças.


Ok ?

Abs

Tico Sta Cruz.

1:04 PM  
Blogger Borboleta Bia said...

Guto, quantos produtos que fazem mal a saúde e damos aos nossos filhos?
Cabe a um pai mostrar o que acha certo ou errado, apontar o que faz bem ou mal, enfim educar. Mas lutar contra a vontade de alguém é quase impossível, salvo aos pais que educaram seus filhos com repressão psicológica, mas aqueles mais cedo ou mais tarde terão seu real caráter revelado.
Com a maconha sendo legalizada talvez de início desperte uma curiosidade sim nas pessoas e coragem para provar. Isso não significa que ela seja consumida de forma generalizada e amplie o número de viciados. Veja as drogas legalizadas como exemplo. Minha mãe foi uma fumante quase a vida toda. Era daquelas de trocar um prato de comida por uma pitada, nem por isso fui influenciada a fumar, bem pelo contrário, não suporto. Meu avô morreu a pouco tempo de câncer devido ao tabaco e muitas pessoas morrem da mesma forma, mas nem por isso elas servem de exemplo para outras pessoas deixarem o vício. Quantas e quantas pessoas morrem e matam inocentes nas BRs 101 da vida pelo uso excessivo do álcool?
Isso tudo resume a duas palavras escolha e consciência.
Legalizadas ou não qualquer droga vai continuar existindo e se tornando um vício cada vez maior só pelo fato de ter o sabor proibido.
Enquanto isso as pessoas que estão só afim do lucro não se preocupam nenhum pouco com a qualidade do produto oferecido, causando em muitos casos um risco ainda maior a saúde de seus “clientes”.
Nossa ciência poderia nos apresentar pesquisas que revelam qual o real nível de risco que a maconha oferece. Embora não concorde com a legalização somente para o uso medicinal, isso serviria apenas de desculpa para conseguir uma receita médica e molhar o bolso de médicos nada éticos. A matéria publicada na Rolling Stone (número 6 – março 07) que a M. citou acima aborda esta “meia legalização”.
Guto, vc realmente acredita que escondendo por trás dos panos tudo que é ruim é a melhor solução para os problemas? Com este teu pensamento podes ter certeza que em 20 anos a sociedade brasileira continuará da mesma forma, abanando bandeirinhas brancas do sofá de casa e reclamando para a televisão.
Quando poderemos resolver algum problema se não paramos para ler, escutar, pesquisar e analisar todos os ângulos?

Gabi

3:39 PM  
Blogger Camila said...

De todas as calamidades que afligem a Humanidade nos tempos modernos, guerras, miséria econômica, epidemias, ignorância, terrorismo, contaminações e muitas outras perversidades, a que mais dói é a injustiça. Há muitos conceitos divergentes sobre o tema, porque se sabe muito pouco e aceita-se menos. O que é a injustiça? Onde está? É a que aparece nos códigos e na Filosofia do Direito? Podem os juizes ser justos? Nenhuma destas perguntas obtém uma resposta que satisfaça a sede de justiça que padecem os desamparados. E a vergonha desse país... saudades.... Tico sempre buscaremos um caminho.... para mostrar para população como esta cidade,este país que era para ser marilhosa,segura,sem violencia...

bom,voce nem deve lembrar de mim mas encontrei com vcoe uma vez pegando onda na prainha estava com uma amiga minha... ate brincamos com voce sobre uma comunidade q fizemos p ela dizendo q era mto parecida com voce... lembrado? te vi no circo.. estava 2 fileiras a frente.. queria perguntar mais sobre os protestos.. mas ja encontrei as informações... beijossss
e mta luz.... camila

kaka_figueirinha@yahoo.com.br

4:38 PM  
Blogger denfire said...

Muito bom o texto, concordo praticamente com cada linha. E tenho certeza que grande parte da populacao brasileira, se o lesse, diria o mesmo.

Essa cultura da malandragem brasileira e o fim. Como voce disse, a ganancia e o grande mau do seculo.

Infelizmente isso sempre existiu, o Homem e uma especie em desenvolvimento. Ainda estamos engatinhando...

4:28 PM  
Blogger Borboleta Bia said...

Caro Guto,

Resolvi tornar público o e-mail que você me escreveu hoje 30|10. Ao contrário de você, não tenho nenhum pudor em falar sobre o que eu acredito publicamente.
Eu já havia até perdido minhas esperanças. Achei que o debate havia esfriado. Você demorou tanto para tomar coragem e tirar suas dúvidas quanto ao meu comentário. Fiquei intrigada.

Guto pergunta:

“Olá Gabi...

Como esta?

Meu na boa, vc é usuária de maconha ou fã da banda detonautas? Porque para saber à quem vc defende e protege, primeiramente eu precisa saber de quem vc depende.
Achei muito interessante o seu comtário abaixo:” (no caso acima)


Apesar do tempo não mudei minha opinião.
1 - Nunca fui usuária de droga nenhuma, provavelmente você encontrará em minhas veias muita coca-cola e pouco açúcar. Não acho que isso seja um mérito meu, é apenas uma questão de escolha. Conheço meus limites embora não tenha testado todos ainda. Até o momento não tive vontade própria para fumar maconha, tomar bala ou cheirar pó.
2 – Apesar de acompanhar o trabalho dos Detonautas, não preciso puxar o saco de ninguém para chamar a atenção. Não sou xiita, tenho conhecimento o suficiente para formar minhas próprias opiniões e tirar minhas próprias conclusões.
3 - Não tenho poder de anjo para proteger quem quer que seja. Tanto não tenho poder algum que mesmo você achando meu comentário interessante você continua com uma visão totalmente preconceituosa e limitada sobre o assunto drogas.
4 – Sou dependente do meu eu, ele me ensinou a amar e respeitar as escolhas das outras pessoas.
5 – Vou te dar uma poesia de presente:

José (Carlos Drummond de Andrade)

E agora, José?
A festa acabou,
a luz apagou,
o povo sumiu,
a noite esfriou,
e agora, José?
e agora, Você?
Você que é sem nome,
que zomba dos outros,
Você que faz versos,
que ama, protesta?
e agora, José?

Está sem mulher,
está sem discurso,
está sem carinho,
já não pode beber,
já não pode fumar,
cuspir já não pode,
a noite esfriou,
o dia não veio,
o bonde não veio,
o riso não veio,
não veio a utopia
e tudo acabou
e tudo fugiu
e tudo mofou,
e agora, José?

E agora, José?
sua doce palavra,
seu instante de febre,
sua gula e jejum,
sua biblioteca,
sua lavra de ouro,
seu terno de vidro,
sua incoerência,
seu ódio, - e agora?

Com a chave na mão
quer abrir a porta,
não existe porta;
quer morrer no mar,
mas o mar secou;
quer ir para Minas,
Minas não há mais.
José, e agora?

Se você gritasse,
se você gemesse,
se você tocasse,
a valsa vienense,
se você dormisse,
se você cansasse,
se você morresse....
Mas você não morre,
você é duro, José!

Sozinho no escuro
qual bicho-do-mato,
sem teogonia,
sem parede nua
para se encostar,
sem cavalo preto
que fuja do galope,
você marcha, José!
José, para onde?

Abraços,
Gabi

5:23 PM  
Blogger Borboleta Bia said...

Guto,

Na boa, você deve estar com uma tremenda dor de cotovelo.
Segundo, não me use como pombo-correio.
Seja homem para falar o que você pensa. Defenda e sustente suas opiniões com argumentos realmente convincentes. Sua linha de pensamento é confusa.
Não acredito em consenso, mas se ambas as partes colocar na mesa críticas construtivas podemos buscar soluções para diversos problemas.
Quais os meios de comunicação você se refere como criado por pessoas físicas?
Acho que não tenho assistido aos mesmos programas que você. Tudo bem que não perco meu precioso tempo na frente da TV, mas como comunicóloga te garanto que a mídia de massa não dá nem 1% do espaço que deveria para um assunto que considero sério e de utilidade pública. Temos que buscar soluções para os problemas que estão a cada dia subindo as escadas de nossas casas e não é parado em casa, sem protestar que vamos plantar a semente da mudança. Em pleno ano de 2007 ainda somos censurados. Não podemos falar em rede nacional de forma aberta sobre o assunto drogas, porque assim como você a maioria dos brasileiros são preconceituosos e a outra parte tem o rabo preso. Nossa população acha mais prazeroso zapar para um programa de entretenimento. Resultado, a TV não está interessada em formar cidadãos pensantes. Se é a novela, reality show ou um programa pé no saco de domingo que dá mais audiência é por aí que eu vou. É isso que dá lucro, ou você acredita na história da carochinha? Meu caro, vivemos numa sociedade capitalista, ninguém tem um negócio que gera bilhões para brincar de fazer programa cult. Não é isso que a massa quer. Não interessa se o gosto é duvidoso, mas a máquina tem que funcionar.
A mídia, o mercado fonográfico, a indústria em geral sobrevive assim.
É bom deixar claro que não concordo com este mercado agressivo, mas sou realista.
Pelo que eu entendi você é músico e está correndo atrás por um espaço. Provavelmente deves ter participado do concurso criado pelo Detonautas no início deste ano e por algum motivo não ganhou.
Posso te dar algumas dicas?
Se você realmente sabe fazer boa música terás espaço, ou você é só mais um daqueles metidinhos que falam, mas não entendem porra nenhuma?
Corra atrás dos seus sonhos, não gaste suas energias com rancor.
Nenhum sonho é realizado do dia para noite.
Se sua banda não ganhou o concurso é porque ela não estava preparada, não era momento. Antes de apontar o dedo podre para a banda que venceu por méritos próprios, pare e analise aonde sua banda errou. Saiba perder, lute com determinação! Entenda também que não é você que tem que se achar o bom, o tal. São as pessoas que devem reconhecer o seu talento. Nenhuma banda vive eternamente com jabá, em algum momento a máscara cai e o próprio mercado a consome por músicas boas ou ainda piores. Construa o alicerce de sua carreira com humildade. Se você tem algum problema com o Tico resolva com ele, ok?

Abraços,
Gabi

Tico,
Segue abaixo o e-mail enviado pelo Guto:

“Grabiela,
Bom dia!.

Já esta respondido a minha pergunta.

É lamentável que meios de comunicação criados por pessoas físicas se tornem obsessão de usuários de drogas e defensores de grupos ou tribos de movimentos culturais, totalmente produzidos e maquiados por uma mídia suja e um "poder" fonográfico brasileiro ridículo, que imunda nossas frequências de radio-difusão com músicas clichês, receitas arroz-com-feijão de linhas melódicas, solos e composições.
A pouco tempo tivemos um concurso para uma banda de abertura, de uma outra banda de pop-rock nacional das mais Mac Donalt´s que existe nesta nossa mídia robotizada e previsível (totalmente fruto de jabá de gravadora), que se mostrou ser uma lástima, sendo que até o ORKUT foi utilizado como meio de eleição da "tal" bandinha desafinada. É prá rir ou prá chorar?!?!?!.
Meu..?!?!?!... será que cabe QUE PAIS É ESTE?. Cai como uma luva né?.

Acho legal tbm vc postar esta minha indignação, se possível por favor:
- Contra o JABÁ!.
- Contra o LIXO MUSICAL!.
- Contra o USO E LIBERAÇÃO da MACONHA!.
- E contra a ALIENAÇÃO de pessoas e idéias.

Quem julga um outro ser humano como tôlo é DITADOR! e não um responsável, por um meio de comunicação e exposição de opiniões públicas.

Será que vc vai postar isso para o Sr. Luis Guilherme ler?. Espero que sim!.

Obrigado.

Luis Augusto Amorim.
Guitarrista - São Paulo-SP.

Ps. eu estou trabalhando na cidade do Rio de Janeiro até jan de 2008, para qualquer outro debate, ou mostra de opiniões estarei a disposição.”

5:06 PM  

Postar um comentário

<< Home