segunda-feira, março 26, 2007

Papo aberto ( mantenha o respeito)

Hoje com certeza foi um dia histórico para o Rio de janeiro.
Mesmo com pouco mais de 300 pessoas na cinelândia, num ato que pelas proporções da violência na cidade deveria contar com um público de bloco de carnaval, conseguimos unir asfalto e favela numa mesma mobilização.

Estavam lá líderes comunitários de várias comunidades carentes.
Hoje a tarde, os mesmos estiveram reunidos com o secretário de segurança para uma conversa aberta em relação ao que chamam de cessar fogo.
Vários familiares de vítimas da guerra civil da cidade, Gabriel o Pensador, representantes da UNE, ONGs e algumas pessoas que participaram pelo livre exercício da cidadania.

Ainda sinto falta de mais artistas.
Digo isso por ter consciência da importância de figuras públicas adoradas e respeitadas pelo grande público, que podem colaborar agregando suas imagens a estas manifestações, para que tenhamos cada vez mais a participação popular.

É nosso dever, cobrar por nossos direitos !!!!

Sabemos que a classe política não é composta só por bandidos de terno e gravata, embora a grande maioria esteja realmente só interessada em seus excelentes salários e todos os benefícios oferecidos.
Mas por que os bons não se manifestam também ????
Por que não se colocam diante da nação de forma mais presente, como fazem em suas campanhas eleitorais ?

A imprensa esta fazendo seu papel, chamando o povo para uma resposta nas ruas.
As Ongs e líderes comunitários começaram a se organizar para unir forças.
A população ainda tímida aos poucos vai aderindo.
O movimento estudantil já abraçou a causa.
Na sexta feira, estarei me reunindo com seus líderes numa palestra na UFRJ e no Domingo num ato público na sede da UNE no Rio de janeiro.

O carro está quase pegando no tranco, no entanto
precisamos de mais !!!!
Mais pessoas e menos promessas.
Mais gente ativa e menos força de expressão.
Só com a união verdadeira é que poderemos virar o jogo.
Todos os setores movidos com uma só intenção:
Ter nossos impostos aplicados nas áreas para as quais são destinados e não mais desviados por estes senhores gananciosos que comandam o país. É o mínimo.

Não foram poucas as pessoas que já chegaram perto de mim e me pediram cuidado com as palavras.
Dizem :
" essa gente não tem escrúpulos e são perigosos".

Sim, preciso realmente ter cuidado com minhas palavras.
Preciso medi-las na hora de exigir o que tenho por direito.
Preciso pensa-las antes de mostrar minha indignação com a indiferença a qual estamos submetidos.
Porque além de todos os problemas que já temos, liberdade de expressão e pensamento, representam problemas graves no país do coronelismo.

Preciso tomar cuidado, pois não vivemos numa democracia de fato,
vivemos na CRACIA DO DEMO.
Será que algo de mal pode acontecer comigo, só porque estou falando abertamente de assuntos que deveriam ser pauta de salas de aula dos adolescentes do segundo grau ?
Exercer meu papel de cidadão é algo tão perigoso assim ?
Em que mundo nós vivemos meus amigos ?????????????

Trato abertamente sobre os assuntos com os quais estou envolvido.
Tenho minhas opiniões e estou disposto a discuti-las.
Sei reconhecer meus erros e sei ouvir também, embora não seja obrigado a concordar com tudo. Mas não pense que estou nessa brincando de revolucionário.
Estou nessa porque acredito ser importante debater, questionar, discutir, lutar, com respeito e inteligência por aquilo que acredito e creio que muitas pessoas também gostariam de estar expressando o que venho expondo em entrevistas e espaços dados pela mídia com responsabilidade, pois tenho consciência do meu dever e do que represento para muitos jovens.

É complicado, difícil estar exposto como estou, ainda mais num país tão hipócrita como o Brasil. Alguns insistem em tapar o sol com a peneira. Julgam, culpam, vão apontando os dedos para os outros, sem sequer conhece-los.

Não vamos conseguir diminuir a violência se não tocarmos nos assuntos chaves de forma honesta, clara e séria. Especulações ou crises morais não cabem nesse momento.
São vidas que estão em risco e não contas de banco.

Precisamos discutir abertamente assuntos referentes ao CONTROLE DE NATALIDADE, DROGAS, JOGO e todos os outros que influenciam no dia dia de quem convive numa cidade tomada pela paranóia e pelo medo. Os valores são outros, os tempos mudaram, mas alguns insistem em usar um olhar retrógrado.

Vamos ser claros uns com os outros.
Não podemos adiar mais tais assuntos.

Autonomia legislativa é algo urgente nesse país.

Um estado como o Rio de janeiro não pode estar sob as mesmas regras de Santa Catarina onde os problemas são distintos, existem fatores em comum, mas não todos iguais.
O Brasil é um continente, de uma diversidade cultural enorme, de geografias diferentes, com recursos naturais abundantes, necessidades individuais.
Imagine o Nordeste com todo seu potencial turístico sendo bem administrado.
Por que podemos jogar na LOTO e não podemos gerar empregos como em LAS VEGAS onde os cassinos são liberados ???
É de ordem moral essa proibição ????


Todos nós sabemos os problemas de saúde causados pela MACONHA.
Mas sabemos a origem da proibição ?
Sabemos que os Estados Unidos criou essa condição para proteger sua indústria de ALGODÃO, enquanto o Cânhamo que era produzido em países como a Índia, representava uma grave concorrência aos produtos fabricados com esse tipo de matéria prima ?
O Cânhamo amigos, é mais resistente do que o algodão e cresce em condições muito mais simples, em terras pouco férteis. Com ele, pode-se produzir os mesmos materiais que são produzidos com a matéria prima super utilizada pela indústria americana.
De cânhamo eram feitas as velas dos navegadores portugueses que descobriram o Brasil.
( Favor ler uma reportagem especial sobre o assunto, que saiu na revista SUPER INTERESSANTE )

Sabemos que a venda de armamentos de guerra para os conflitos civis ( estado x crime organizado) movimenta milhares e milhares de dólares ?

Se a preocupação fosse com a nossa saúde, então seria proibido o cigarro e o álcool também, que são responsáveis por índices altíssimos de mortes. Na embalagem do tabaco consumido livremente em qualquer lugar consta mais de 4.500 substâncias tóxicas. Os acidentes de trânsito no Brasil provocados por pessoas alcoolizadas matam mais do que guerras como a do Vietnã.
Qual é o critério ?

Se o problema das DROGAS tem relação com a SAÚDE, então deve ser tratado por especialistas em SAÚDE e não por autoridades policiais.
Existem seres humanos que são dependentes químicos e isso é uma doença não um crime.
A guerra imposta por esta proibição mata mais que a própria droga e pior, mata inocentes que as vezes nunca se relacionaram com qualquer substância proibida.
Mata crianças, alicia jovens, rende lucros estratosféricos.
É com a nossa saúde que estão preocupados ???

E as balas perdidas ???
E toda a violência gerada por essa repressão assassina que não poupa ninguém ???

Só estou fazendo perguntas, não creio que seja o momento de assumirmos uma legalização de nada, pois nossa polícia não é estruturada o suficiente para suportar os caminhos alternativos que serão usados por aqueles que venham a ter seus lucros prejudicados com uma possível taxação sobre a venda legal dessas substâncias.

As vezes o mesmo cara que aponta o dedo para um usuário e o discrimina faz igual ou pior quando se envolve em problemas causados pela cervejinha do fim de semana.
Quantas mortes não acontecem em brigas de bar, causadas por descontrole de usuários da famosa CACHAÇA ?

É preciso que se ofereça a população INFORMAÇÃO séria a respeito desses assuntos.
Que exista um diálogo entre pais e filhos, entre professores e alunos, entre autoridades e sociedade. Temos que repensar alguns conceitos e pré conceitos. A VIOLÊNCIA não escolhe classe, cor e nem religião. Esta inserida na vida de todos nós, desde o papel que jogamos no chão até o xingamento no trânsito ou no desrespeito com o vizinho.

Não é momento de culpar um ou outro, nem de excluir ninguém por uma opção que só diz respeito a quem governa sua própria vida.
Quantos de nossos líderes, ídolos, gênios, inventores, políticos, artistas, jornalistas, escritores, engenheiros, médicos, sem distinção de profissão, são excelentes profissionais, pessoas admiradas e de ótimo caráter e no entanto usuários de algum tipo de droga, mesmo que as legalizadas ?

Repito, estou colocando questionamentos e não afirmações.

Em relação ao controle de NATALIDADE.
Quanto tempo vamos precisar para entender que isso é uma medida URGENTE ????
Alguém aqui acha que distribuindo camisinha pra essa gente pobre, miserável que não tem educação e nem informação, vai resolver o problema do alto índice de natalidade ?

Vejam essas famílias inteiras nas ruas, fazendo de seu filhos uma fábrica de esmolas. Olhem ao redor nos sinais, milhares e milhares de crianças largadas, sem estrutura familiar, sem orientação, crescendo despreparadas para atuar na sociedade. Acabam servindo no futuro de mão de obra para o crime que recruta e remunera muito bem.
São diversas mulheres grávidas com filhos no colo, perambulando por ai sem dignidade nenhuma. Isso é uma total falta de respeito com essas pessoas e com a sociedade.
Alguém pensa que vai conseguir PROIBI-LOS DE TREPAR ????

Pois talvez seja esse o único prazer que tenham, e prazer sem informação, sem precaução, gera criança e criança sem educação, sem família, sem pai, sem horizonte, gera adolescente que está exposto aos mesmo desejos materiais que seus filhos de classe média. Querem um tênis, um celular, querem reconhecimento, querem o que todo adolescente deseja, esse sentimento é comum a qualquer ser humano nessa fase da vida. Alguns tem e outros não e ai ?????

Alguns vão dizer : " mas isso não justifica a violência"
Então veja o comportamento de seus filhos ou sobrinhos quando algo lhes é negado.
Talvez, vc possa educa-lo e ensina-lo que não é agindo de forma agressiva que o mesmo vai conquistar o que deseja.
Mas quem ensia para estas crianças que nem pais tem as vezes ?

Muita gente pensa que na favela só tem marginal e bandido.
Mas pouca gente aceita que nesses lugares em relação ao que é oferecido como condição e qualidade de vida, o número seja pífio ao que representa a realidade de um trabalhador brasileiro que ganha um mísero salário mínimo e precisa sustentar vários filhos, netos e agregados.

Se os Ministros são heróis com 10 mil reais, o que são os trabalhadores e que sobrevivem com 400 reais por mês e ainda sim não se rendem a criminalidade?

Ganham a vida como podem sem necessariamente ter envolvimento com qualquer atividade ilícita. São a maioria nas comunidades pobres que não contam nem com hospitais, nem com escolas, nem com postos de saúde, muito menos com lazer e cultura de qualidade.

O que vocês esperam de seres humanos que são criados assim e convivem diariamente com a indiferença por parte do poder público ?

O Crime organizado acaba por fazer o papel que o estado deveria fazer nessas comunidades e dai vem a admiração e o respeito por este estado paralelo.
A criança aprende por imitação.
Imita quem está mais próximo, quem são seus exemplos?
Quem são seus ídolos ?
Quem são seus pais ?
Quem são seus próximos ?

Pois bem meus amigos, o problema é muito maior do que parece, mas é possível resolve-lo com um pouco de boa vontade e mais representatividade por parte da população.

Dialogar nunca é demais e nesses momentos de crise, precisamos deixar de lado nossas diferenças para que resgatemos o nosso direito de ir e vir, que esta sendo
destruído por conta do sucateamento dos serviços públicos e da negligência de nossos representantes.


Não preciso esconder nada de ninguém.
Pago minhas contas em dia.
Não sou ganancioso e nem faço o que faço por dinheiro,
levo uma vida humilde e compatível com a realidade do meu país.
Quero dignidade e conforto.
Sou responsável pelo sustento de minha família.
Sou um cidadão honesto e procuro me manter assim mesmo sabendo que meus impostos financiam vida boa para gente desonesta.
Não sou perfeito, nem santo.
Já fiz muita besteira, mas tenho minha consciência limpa.
Não sigo suas regras e nem seus conceitos morais.
Ética pra mim e não fazer com os outros o que não desejo que façam comigo.
Tenho meus defeitos como todos tem.
Não quero salvar o mundo, mas pretendo fazer a minha parte e no que puder colaborar, estarei colaborando.

Estou aqui, aberto para um debate honesto, desde que os interessados se coloquem da mesma forma.
Chega de hipocrisia, as crianças estão morrendo, pais estão enterrando filhos, famílias inteiras esfaceladas por nossa omissão e por nossa indiferença.
A violência não pode precisar te atingir para que faça alguma coisa para mudar este quadro.

Vamos questionar ou aceitar tudo como se fosse uma ordem ?
Vamos agir ou ficar reclamando vendo Tv e pulando carnaval ?


Tico Sta Cruz

45 Comments:

Blogger Mari Fontes said...

Não vamos mesmo...

É, realmente,as coisas q falamos,a s vezes são interpretadas de modo diferente.talvez, precisamso ter mais cuidado sim....mais não vamos deixar de fazer tudo possivel pra virar esso jogo, não vamos esconder nossas idéias nem nossos projetos .


Estamos junto nessa batalha...

Beijos

Boa semana pra ti

Mari

=*

11:04 PM  
Blogger Danielle said...

NA MANIFESTAÇÃO DE ONTEM HAVIA UM NÚMERO MAIOR DE PESSOAS..MAS COMO VOCÊ DISSE..AINDA NÃO É O SUFICIENTE...NÃO MESMO !
A VIOLÊNCIA É UM PROBLEMA DIÁRIO..NÃO HÁ MAIS HORA E LUGAR QUE SEJAM SEGUROS. A BALA PERDIDA NÃO ESCOLHE RAÇA, CREDO, CLASSE SOCIAL..SOMOS ALVOS ! ALVOS DE UM SISTEMA DE SEGURANÇA, SAÚDE E EDUCAÇÃO TOTALMENTE PODRES...
A SOCIEDADE ESTÁ AGONIZANDO E NINGUÉM NOTA ? NÓS SOMOS A SOCIEDADE E ESTAMOS AGONIZANDO JUNTOS...
ME FALAM QUE SÃO MUITAS QUESTÕES A SEREM DISCUTIDAS E QUE NAÕ SE PODE RESOLVER TODAS ELAS...COMO NÃO ? SEM TENTAR REALMENTE NÃO HAVERÁ SOLUÇÃO...PRECISAMOS DISCUTIR E AGIR AGORA !
PORQUE NÃO DISCUTIR CERTOS TEMAS ? PORQUE PRE-CONCEITOS ? SEM DISCUSSÃO..SEM MOVIMENTAÇÃO A SOCIEDADE NÃO ANDA..FICA ESTAGNADA SENDO ALVO DE SEUS PRÓPRIOS ERROS...
É HORA DE DISCUTIR, ORGANIZAR, COBRAR, LUTAR POR SEUS DIREITOS E NÃO FICAR EM CASA BANALIZANDO A VIOLÊNCIA EXPOSTA NO JORNAL , NA TV, NA PORTA DA SUA CASA...
NÃO PODEMOS NOS TORNAR NÚMEROS QUE ENGROSSAM AS ESTATÍSTICAS DE UMA NAÇÃO FALIDA...
TEMOS QUE REAGIR !
NO NOSSO DIA A DIA NÃO REAGIMOS QUANDO SOMOS ATINGIDOS ?
ENTÃO..ESTAMOS SENDO ATINGIDOS DE TODAS AS MANEIRAS..DE TODOS OS LADOS...
NÃO PODEMOS MAIS FICAR IMPUNES Á NÓS MESMOS...
ISSO NAÕ É FICÇÃO..É A REALIDADE QUE TODO DIA BATE NA NOSSA CARA...

COM REVOLTA..
MAS COM ESPERANÇA & PERSEVERANÇA
COM LUZ & AMOR

BEIJOS DE BOA MADRUGADA TICO...

DANNY

11:10 PM  
Blogger Khalee Whiteagle said...

Agir.
Cada vez mais.

é muita desordem, muita sujeira...muita coisa fora do lugar...

é desnorteador às vezes..mas não se a gente sabe que a gente pode ajudar isso a mudar e melhorar.

a gente pode, estamos fazendo por onde.

questionar é algo incrível e vc faz isso muito bem.. a gente se acostumou muito facilmente e por muito tempo a só aceitar e engolir o que nos é mostrado.

precisamos questionar tudo, sempre. e ir atrás do que a gente sabe ser o melhor pra todo mundo. sem imposições, sem conflitos. simplesmente por QUERER O BEM de todos.

Ainda temos a chance de provar que somos capazes disso.Capazes de mudar, ter coragem de mudar e nos unirmos.

só tenho que te parabenizar por tudo o que você tem organizado e manifestado...desde sempre.

vamos em frente, amigo.

beijos

11:33 PM  
Blogger Simone said...

Simplesmente sensacional o manifesto que leu ontem! Concordo inteiramente com o que disse. Não podemos pedir paz, sem pedir junto o fim do foro privilegiado aos políticos, que se beneficiam de uma medida da ditadura militar!!!! A CORRUPÇÃO FINANCIA A VIOLÊNCIA.
Quero contribuir mais ativamente dos seus protestos, na organização e divulgação. Se for do seu interesse, por favor, entre em contato.
Abs

5:44 AM  
Blogger mari said...

Tico,bom dia.
Gostaria de saber se posso enviar o linck do seu blog para alguns deputados aqui de são paulo...acho que todos devem saber que existem cabeças pensantes e mangas arregassadas prontas para mudar!!
Aguardo resposta.
Mariana-mari

6:21 AM  
Blogger Janete said...

Caramba Tico, voce disse tudo que todo cidadão honesto quer dizer.
Infelizmente eu poderia ter participado mas não participei. Me perguntando internamente pq não fui, o que falou mais alto foi o medo. Medo de voltar pra casa de ônibus e tarde.
PRECISO ME MOBILIZAR MAIS!
TENHO UMA PROPOSTA PRA FAZER QUE ACHO QUE PODE ALCANÇAR MAIS PESSOAS SE FOR BEM DIVULGADA: PODERÍAMOS ESCOLHER UM DIA DA SEMANA PRA USAR BRANCO (SEGUNDA FEIRA, começo de semana, por exemplo) SIMBOLIZANDO O PEDIDO DE PAZ, E UM OUTRO PRA USAR PRETO (SEXTA FEIRA, inicio de fim de semana, quando aumenta o número de violência, por exemplo) SIMBOLIZANDO O LUTO PELA VIOLÊNCIA. Assim, cada um faria a sua parte, independente da dificuldade de cada um, sem precisar mudar muito a rotina. Todos tem uma camiseta branca e preta.
Lendo o que vc escreveu, me lembrei de algo. Na comunidade onde moro, criaram uma creche pra mães que trabalham fora deixarem seus filhos. O que observei é que o número de adolescentes que tem filhos aumentou, pois é só colocarem as crianças na creche às 7 hs da manhã, passarem o dia pelas calçadas conversando e brincando, e pegarem as crianças às 5 hs da tarde, de banho tomado e alimentados. Acontece que aquelas mães que realmente precisam deixar seus filhos lá pq trabalham, não encontram vagas. NÃO CRIARAM UMA CRECHE PARA CRIANÇAS DE MÃES QUE TRABALHAM FORA; ADOLECENTES TEM MAIS FILHOS PQ TEM UMA CRECHE ONDE AS CRIANÇAS PASSAM O DIA. É uma verdadeira inversão dos papeis e ninguém vê isso, ou, finge que não vê.
Te admiro muito rapaz!

7:26 AM  
Blogger Clube da Insônia said...

Divulguem o blog, acho ótimo debater idéias, receber críticas inteligentes, sugestões !!!

Participem, incluam seus textos, as pessoas gostam dos comentários, é um espaço alternativo de expressão.

Conto com vcs.

Tico Sta Cruz

9:51 AM  
Blogger Gustavo said...

tico santa cruz, tomei conhecimento do blog ontem, numa reportagem da revista ÉPOCA.
Gostei muito do blog!
Infelizmente, nem 1/6 da população brasileira tem acesso à cultura.
tudo começa nas escolas(principalmente as publicas), onde sei la, 80% dos alunos estão!!Eles mal tem professores, quem dirá esclarecimentos políticos! Não há incentivo ao raciocínio! Qualquer indivíduo com um mínimo de consciencia, não concordaria com metade das coisas que vê por ai!
Porém, o maoir problema são os que têm senso critico e não exercem! simplesmente ignoram.
Estou lendo um ensaio de um escritor ingles John Stuart Mill, que trata sobre o PRINCIPIO DA IGNORANCIA. interessante demais! se tiver a oportunidade, leia.

bom, estas foram algumas humildes palavras de alguem que, como voce e muitos outros não se contenta com a atual situação.

Continue seu exemplar projeto!

12:56 PM  
Blogger .bia in the sky with diamonds ; said...

Vou ser mto sincera. Eu detesto Detonautas. Por isso quando minha amiga comentou sobre você e esse seu empenho eu ri, achei que era uma jogada de marketing, qualquer coisa do tipo.
Acho que você pode lembrar disso...ela esteve presente na manifestação da Alerj e protestou pelo fato de vocês terem sujado as escadarias deixando trabalho aos faxineiros que estavam em final de turno. Isso foi podre, mas não sei, talvez vc tenha alguma justificativa plausível pra isso.
A questão é que hoje eu assisti ao Sem Censura e você quebrou todos os meus preconceitos em realação ao trabalho que você desenvolve. Li seu blog com atenção e acho incrível que você trabalhe desse jeito pelo Brasil. É difícil ver isso partir de pessoas que já tem dinheiro e tudo mais. Não que eu esteja dizendo q vc é rico até pq não sei, mas o Detonautas é uma banda famosa, com mídia, e é lindo vc utilizar essa mídia em prol das pessoas, em prol do seu país. Enquanto vários artistas que se dizem 'engajados' fazem meia dúzia de letras furiosas e estão em casa bebendo e organizando festas enquanto o mundo acaba à sua volta!
Parabéns!
Conte comigo!

2:13 PM  
Blogger Ana said...

Olá Parabéns pelo movimento !
Precisamos de pessoas como vocês para reunir a massa e lutar contra toda essa loucura em que a sociedade se encontra. Precisamos despertar e lutar , não dá mais para aguentar... E a força está conosco, tenho certeza.

Gostaria muito de participar do movimento VOLUNTÁRIOS DA PÁTRIA mas não tenho conseguido obter informações. Alguém poderia se comunicar através do meu e-mail e mandar alguma informação?(doijda@gmail.com)
Agradeço muito e que assim seja:
“Que o nosso egoísmo se transforme em união.
Onde o amor for infinito eu encontre o meu lugar.
Que o estorvo da maldade não me impeça de voar.”
Um forte abraço Ana Claudia

2:21 PM  
Blogger Paganini said...

Tico,

como você sou antiproibicionista. Eu incluiria no rol de abolições a prostituição. Gostaria de sugerir o pragamatismo nestas ações. Seja qual for o caminho para ser ouvido - pela desobediência civil ou passeatas - acho importante que se tenha propostas concretas e objetivas a apresentar quando a oportunidade aparecer. Muita gente bem intencionada desperdiça chances de ouro quando só oferece a "retórica do social" - educação, emprego, etc. etc. - e termina por nada acrescentar e novamente entramos no "loop" do assembleísmo sem fim. Exija, por exemplo, plebiscitos para legalização de drogas, aborto, jogo, prostituição, redução da maioridade penal e intervenção federal. Ao meu ver, essas são decisões que não devem ficar na mão de quem só tem interesse em manter o status quo. O plebiscito é instrumento legítimo da soberania de uma sociedade democrática. Outros exemplos: remoção de favelas, curriculum mínimo para políticos, obrigação dos representantes de fazerem uso exclusivo dos serviços públicos - ou seja, está vedada a contratação de planos de saúde, escola particular, etc... - e mudarem-se com toda a família para as áreas mais carentes e violentas.

Um abraço

2:43 PM  
Blogger Noturno said...

EDUCAÇÃO. Esta é a palavra mais utilizada ultimamente. Todos os problemas de violência seriam resolvidos com mais educação segundo a classe política de nosso pais. Uma vergonha, ultrajante tentar colocar o problema da violência como culpa dos jovens que não tem educação, ou seja, direito a um banco na escola. Quem é que neste pais não vai à escola? Não preciso responder. Ricos com certeza vão à escola, e das melhores, bem pagas por sinal. Mas se frequentam escolas caras, fazem cursos de idiomas, vão à universidade e tudo mais, por que vemos a classe média alta tão envolvidas com a violência e não com a erradicação dela? São elas também contribuintes para as estatísticas da crescente violência. E os governantes só falam que o problema do Brasil é a falta de investimento na educação. Como se o pobre, que é o que não tem direito a uma educação, fosse o único a cometer delito neste pais. Pessoas que tiveram acesso a educação como a Ristoffen,que matou os pais a pauladas, uma forma cruel e violenta, o rapaz do caso da rua Cuba, o estudante de medicina que metralhou pessoas no cinema, a estudante de direito que assaltava com o namorado, apareceu recentemente no JN, fazia filmes e tudo das estrepolias e assim por diante, estes também não tiveram acesso à educação? Não digo que educar não melhore, que aumentando e melhorando a qualidade de ensino que não ajude, que quanto mais gente se educando menos pessoas "manobráveis" teremos a merce de outros que as usam no tráfico, assalto etc...mas o grande problema deste nosso pais eh a IMPUNIDADE e todos sabem disso. A impunidade sim é um câncer que se alastra rapidamente promovendo inversão de valores. Ela eh o mal que assola este pais e não a falta de educação como querem os governantes que acreditemos. Parabéns ao Sérgio Cabral e suas idéias e ao Tico Santa Cruz pelo espaço aberto.
Grande Abraço.

3:55 PM  
Blogger Roberta Fernanda said...

Tico, tantas coisas que precisam ser mudadas, que pensamos ate se podemos conceguir. Mas podemos sim, muitas pessoas estao se concientizando, e nao estao querendo perder suas vidas em vao, ou nao fazer nada e deixar tudo ficar em branco.
O numero de pessoas esta aumentando, e os problemas ficando mais claros, mais expostos ainda.

Talvez o desinteresse esta diminuindo um pouco, nas escolas, e na spessoas me geral, e é esse desinteresse que faz as coisas chegarem a certo ponto.
Muitos jovens, como eu mesma, ja estao tendo uma diferente visao, e isso contribuira muito no futuro, ja que somos nos que estaremos ativamente nele.

Estamos aprendendo a lidar com esses verdadeiros problemas.


E essa falta de vergonha, de tudo oq esta acontecendo ira acabar, se acreditarmos no que queremos, pelo menos diminuira muito.

Beijos, Roberta!!!

4:25 PM  
Blogger Giselle said...

Tico,
Te agradeço desde já por toda a sua sensibilidade e ação!
Obrigada por estar conosco por essas causas!. Afinal, é muito pouco só falar, temos também que agir, mas infelizmente o que tenho visto em todo o país é uma vergonha, um verdadeiro marasmo das autoridades e principalmente do povo!
Ora nossos líderes enchem os bolsos com contas em paraísos fiscais, pra eles é tudo muito certo: Dane-se o Brasil!
Mas e nós?, até quando ficaremos debaixo dessa opressão?, até quando veremos nossas crianças morrendo de fome, matando uns aos outros, tendo como última opção o tráfico e a prostituição infantil.
Até quando vamos nos deixar explorar?, tráfico de drogas,de armas, de seres humanos.....
Mais uma vez obrigada pelo empenho, e pela mobilização! Que o nosso Poderoso Santo guerreiro São Jorge te proteja!! Se cuida!
Afinal você nos faz tão bem!!!!!! Nos faz sentir de novo o que quase não sentíamos mais: Coragem!
Bjs e desculpe, e desculpe pela letra, mas nada melhor do que tua arma, a música pra descrever tal sentimento de força!

5:41 PM  
Blogger Bruninha said...

Olá! =D
Passo sempre por aqui, mas dificilmente comento (meus comentários são os piores).
Mas agora estou fazendo um trabalho pra escola sobre ATUALIDADES.. é incrível como eu procurei coisas BOAS pra colocar também.. Mas nos jornais, nos sites de notícias e pra todos os lados que olhamos, só vemos VIOLENCIA , IMPUNIDADE, DESRESPEITO. Realmente, parece que estamos vivendo na "Cracia do Demo".

Gostaria de poder participar das manifestações, mas sou de São Paulo . =/

Ah! mais uma coisa! Minha mãe viu vocês no MaisVocê (aliás, disse q achou ridículo a falta de espaço que deram pra vcs) e me façou de um projeto q vocês estão fazendo nas escolas.. Será que você poderia me mandar mais informações, se não for pedir muito? =)
Por favor, mande no meu e-mail (pittynauta@hotmail.com) ou no meu blog mesmo... ;)
Obrigada, mesmo se não for possível. =)

Por fim, diante de tantas coisas que vi durante a pesquisa desse trabalho (aliás, escolhi Atualidades novamente para o próximo bimestre, a fim de poder, mais uma vez, expor minhas opiniões, mesmo que não da maneira q eu gostaria, já que o trabalho consiste em questões no estilo de vestibular e Atualidades é o único tema que não dá pra usar as questões dos próprios vestibulares), vendo tantas coisas, escrevi isso.. Que não é lá uma grande coisa, mas que fala de uma coisa grande, imensa! E que vem crescendo a cada dia.

.Brasileirinho

Andando nas ruas com a cabeça baixa
Um menino solitário que na sociedade não se encaixa.
Cabelos despenteados, roupa amarrotada,
Tênis rasgado, expressão derrotada.

Ele vê tudo o que se passa
E tem vontade de pôr a mão na massa;
Mudar o que deve ser mudado
Achar a chave do cadeado

Mas pra isso ele precisa de incentivo
Quer lutar pra mostrar que está vivo;
Anda e pensa nessa luta
E as pedras no caminho ele chuta.

Pedras no caminho
Do menino sozinho
Pedras no caminho
De um pássaro sem ninho

A vontade de fazer justiça lhe fora repreendida
E nesse momento ele não via outra saída
Andava pelas ruas com a cabeça baixa
Sentindo que na sociedade ele não mais se encaixa

Mas dentro desse ser humano tão pequeno
Há um sentimento que não é tão ameno;
Ele quer mostrar pro mundo todo
Que ele não escorrega nesse lodo

Cansado, pára e senta no chão,
E sem querer expõe o coração
Todos que passam vêem-no sozinho
Chutando as pedras do caminho.

Pedras no caminho
Do menino sozinho
Pedras no caminho
De um pássaro sem ninho.



bju bju
=)

*Bruna G.

5:57 PM  
Blogger LiLiTh* Eliane said...

No outro comentário quando fui irônica com a liberação das drogas, é porque sei que não temos estrutura para torná-la legal.
Há um trabalho imenso a ser feito antes de se cogitar a legalização, bem como, esclarecimento às pessoas sobre controle de natalidade, doenças, vícios, violência e até mesmo a importância do voto de cada um.

E isso não é ficar esperando que a Câmara ou os Ministérios façam alguma coisa a respeito, cada um de nós podemos contribuir para esses esclarecimentos.

Se não dá para participar ativamente em movimentos, ainda existem vários trabalhos voluntários em que podemos ajudar.

Não precisa ser numa ONG famosa. Não precisa ser doando dinheiro às Instituições.
Não precisa ser especialista em alguma coisa.
Não precisa ser em tempo integral...

A escola pública do bairro, associação de moradores, creche, orfanato é um ótimo começo.

É um trabalho árduo... muitas vezes incompreendido e sem retorno instantâneo. Mas a responsabilidade de mudar algo nesse país é nossa também.

Cumprir o dever de cidadão não é apenas votar no seu candidato (que nem lembra quem foi dois meses depois), não é apenas cobrar soluções dos representantes... é colocar a mão na massa também!!

Tantas coisas podemos fazer!!!

Basta apenas querer ajudar... querer mudar!!

************ )0( *************

ADENDO: Realmente não fui e nem conheço como é um presídio, mas se é tão terrível assim, isso seria um bom motivo para não querer estar lá e, consequentemente, pensar no que se quer para o próprio futuro. Dezesseis anos é idade suficiente para ter um mínimo de noção do que é certo e do que é errado, é idade suficiente para saber que se errou tem que pagar. Não é a redução o x da questão... é o crime que não pode ficar impune.

Ainda não achei "Por trás das grades"... internet discada é uma porcaria!!

Bjsssssss

7:18 PM  
Blogger Cinthia Fróes said...

Sem palavras...
talvez o MELHOR e MAIS PROFUNDO texto de todos!
No comments.
Abs.
Cinthia Fróes. (cinthiafroes@yahoo.com.br)

9:22 PM  
Blogger *Elisa Falaschi* said...

Agir sempre...

Cada vez mais...

Pode contar cmg sempre...
Estamos juntos nessa!!!

Temos q cobrar nossos direitos!!
Falar a vdd por mais q ela seja cruel e incomode algumas pessoas.

Lutar SEMPRE!
Pra q desistir??
Se podemos virar esse jogo!

A manifestação ontem foi linda, mais um passo dado!
Unidos somos mais fortes e sei q podemos e pode contar cmg sempre!!

Luz & amor Ticolino!
Te amo, te admiro muito, vc é um ser humano iluminado!!
Bjus
*Elisa*

11:21 PM  
Blogger Khalee Whiteagle said...

Divulgo sempre tudo o que acredito e valorizo, incluindo aí Detonautas e o CDI.

Conte conosco sim, Tico, sempre.
Sempre.


beijos, terça foi demais demais de bom!!!!!!!!!!
:)

4:13 AM  
Blogger Danielle said...

DIVULGANDOOO !
TEMOS QUE OPINAR E PARTICIPAR !!
A MANIFESTAÇÃO FOI LINDA !
MAS A SOCIEDADE PODE MAIS CERTO ?
E O CIRCUITO SEMPRE EMOCIONANTE !
O QUE FOI AQUELE FINAL ? SEM PALAVRAS...
A NOVA MÚSICA NÃO ME SAI MAIS DA CABEÇA DESDE A 1A. VEZ QUE OUVI...
LINDA DEMAIS !
BEIJO IMENSO PRA VOCÊ !
COM AMOR

DANNY

6:39 AM  
Blogger *Carol Carolina* said...

Força!
depois que maré abaixar só os fortes sobreviveram!

vc é guiado por um espírito que não é do nosso planeta mesmo, admiro mto essa sua garra.

hj e sempre.
bjo no coração

10:42 AM  
Blogger Hernany Tafuri said...

Olá Tico, tudo bem?
Ontem - 27/03/07 - o assisti no programa "Sem Censura" da TVE. Gostei da sua postura de não aceitar o comodismo histórico e conveniente da sociedade brasileira. Creio que a tão esperada Paz só poderá ser alcançada com Fé em DEUS. Fé é sinônimo de acreditar em algo e trabalhar por ele, pois a Fé sem obra é morta.
Segue um dos meus poemas, que resume o meu pensamento quanto ao estado atual desta sociedade; espero que você goste.
Parabéns pelo trabalho no Detonautas; gosto das letras da banda, que estão distantes da vala comum da nova música brasileira.
Abraços do Hernany Tafuri de Juiz de Fora/MG

Quanto vale?

Quanto vale a conduta
de um homem?
Uma pérola ou um
chiqueiro? Um milhão
ou um país inteiro?

Quanto vale um voto?
Um jogo de camisas
de futebol? Um lugar ao sol?
A anticonsciência
da corrupção? A insatisfação
do dever amolecido
ou a certeza do direito
corrompido?

Quanto vale um poema?
(Este, não está à venda).

10:45 AM  
Blogger Janete said...

Tico, acabei de passar por uma passeata de estudantes. Tinha muuuuiiiiiitttttttaaaaa gente. Daí, me lembrei dos cara pintados das Diretas Já! De repente é por aí. Fazer um trabalho de mobilização dos estudantes, até porque eles tem mais tempo dos que os trabalhadores e causam um "tumulto" sem fazer muita coisa, só com quantidade. Poderia se começar um trabalho de bairro, com uma pequena passeata pela rua principal do bairro, em um horario que coincida mais ou menos com entrada e saída dos mesmos. Eu moro no Méier. A passeata seria na Dias da Cruz. Enfim, é de contar no dedo aquele estudante que ainda não foi vítima de violência. Na escola de minha filha, por exemplo, tem um grupo de pivetes de bicicleta que só assalta alunos de lá, talvez por que NÃO seja uma escola pública, a ponto de eu ter que pagar transporte pra um percurso de menos de 1 km. Ela nunca foi vítima mas vive em pânico.

Enfim amigo, é mais uma sugestão

11:38 AM  
Blogger Elisa said...

Acho que chegamos num estado em que todos vão ter que fazer algo para que possamos reformular tudo que está errado, mas está instituído há tanto tempo que parte da sociedade se anestesiou e incorporou como "normal". Essa parte anestesiada precisa sair da sua acomodação e gritar pelos seus direitos básicos ( de ir e vir com segurança, saúde, educação...)que infelizmente não estão existindo mais.
Não vivemos realmente numa democracia, mas não podemos esquecer que somos nós, o povo, que elegemos os políticos que estão aí. Muitas pessoas votam sem informação e sem consciência política. Precisamos fazer uma mudança no nosso sistema de educação, que hj é um dos piores do mundo. Um povo sem educação social, cultural e política não sabe votar. As pessoas não se lembram em quem votaram e nem cobram dos elegidos uma atitude honesta, ética.
Acredito que assuntos considerados polêmicos como drogas, controle de natalidade, maior idade penal deveria ser discutido por todos nós sempre. Tenho amigos e sempre que estamos tomando uma cerveja, fazemos nossa filosofia de botequim: discutimos, temos idéias, fazemos projetos, mas depois as obrigações diárias acabam fazendo com que esqueçamos. É isso que não pode acontecer.
Essas manifestações são parte importante do processo de transformação social pois só com a participação popular conseguiremos mudar algo. Mas não adianta ir na manifestação e depois chegar em casa e esquecer tudo, devemos trazer estas questões para o nosso meio, devemos discutir sempre, para não deixar essa chama de indignação se apagar. Esses assuntos todos dariam horas de conversas e páginas e mais páginas escritas aqui. Sempre que possível irei nas manifestações e nos debates, pois se todos nos conscientizarmos da atual situação e realmente tentarmos em algum momento teremos a resposta.
Abraços,
Elisa.

11:40 AM  
Blogger *¢£@üD!NhA" said...

Saudações!

Realmente Tico, a refomulação dos valores são os primeiros passos para esta mudança ocorrer, e mesmo que seja um processo gradual, uma hora tem que começar.
O PAPO ABERTO é realmente a fonte desta, e uma das mairoes dificuldades pelo condicionamento imposto à nós como muito bem sabemos.
Em especial nas escolas, que a demagogia tomou conta; ou ainda só se mostra conformismo mesmo. Pra quem convive nesse meio, torna-se simplesmente repulsante ter que ver que as atitudes mais supérfulas são dadas como vida, e a possibilidade (E NECESSIDADE!) de mudança ser cogitada num parágrafo utópico, em ideologia literária, contada pela história como se o passado pudesse tomar o presente.
Sou contra a idéia de que querendo mudar o passado a gente vai realizar o presente; é óbvio que isso não acontecerá, mas é esse bom-senso que não acontece.
O exemplo mais concreto é pela história...
Contam-nos feitos como fatos heróicos, e a partir disso temos por espelho a mesma desestruturação e hipocrisia primordial. A história é simplesmente a amostra de que sempre o ser-humano social passou por cima de suas necessidades, e só houveram mudanças quanto o caos explodia a sua frente, e a fuga dada como ato de mudança se fez; e assim prosseguiu, o homem passando por cima de suas etapas existências, empurrando-se pra frente e deixando a estupidez crescendo cada vez mais. A cada geração enganada chamaram de evolução, e o processo de atropelamento se chamou de superação, aí então, o "processo gradual" da evolução do homem.
Definitivamente, não é disso que precisamos, nem isso o que esperamos mais.
Nem de expectativas, nem promessas, nem falsas ideologias...
é a vivência, é essa vida aqui, hoje.
Não a favor do estudo do passado, não do julgamento inútil.
Façamos a nossa história em sociedade acontecer; o resto é conseqüência.
.
.
Fique bem...cuide(m)-se!!!!!..
.
.
.
FORÇA!!






Cordiais cumprimentos... t+.

1:44 PM  
Blogger Igor 2m said...

Tico,
Serei breve.

Venho acompanhando suas ações através da imprensa desde o ano passado.

Sem duvida posso afirmar que concordo com 99% das suas palavras e me identifico com suas angustias, que sem duvida devem ser as mesmas de milhões de cidadãos no Brasil.

Estive presente no Ato da Cinelandia e pela primeira vez senti verdadeiramente q a sociedade começa a esboçar uma reação de maneira correta.

Estou com voces nessa luta.
Quero deixar aqui o meu contato para todos aqueles que quiserem trocar uma idéia sobre o Rio de Paz e suas ações: igor2m@hotmail.com

Abraços,
Igor

6:58 PM  
Blogger Noturno said...

Brasil – Dando murro em ponta de faca.De acordo com os estudos de Karl Marx sobre a economia capitalista, a tendência deste sistema é a criação de uma população cada vez maior de miseráveis.Com a evolução tecnológica e o aumento da produtividade do trabalho, o desemprego aumenta, decrescendo a massa salarial que compra os produtos, ou seja, pode haver aumento de emprego efetivo, porém, com aumento do desemprego relativo aos novos níveis de produção.Não adianta botar culpa na corrupção dos políticos ( todos defensores e aproveitadores do sistema ).Estamos num beco sem saída, prendendo cada dia mais criminosos, construindo mais prisões, sem perceber que enquanto prendemos 100, o sistema gera mais 1000 novos criminosos.O destino do capitalismo é a pauperização crescente da população.Como podemos observar, em 500 anos de capitalismo, somente cerca de 20 países tiveram um certo desenvolvimento. Os demais países do mundo ( mais de 200 ), vivem no subdesenvolvimento com miséria crescente, constituindo o capitalismo periférico de desenvolvimento restrito, que orbitam em torno das grandes potências, e sem perspectiva de solucionar os graves problemas sociais.Os brasileiros estão desesperados, a imprensa coloca a culpa nos corruptos ( aqueles que defendem e usufruem do sistema ), sem ter consciência que não há resposta sócio-econômica dentro do sistema, mesmo se todos os políticos fossem santos.A solução está em nossa capacidade de compreender o desenvolvimento dialético, à medida que o capitalismo fica anacrônico, tem que gerar o novo ( socialismo ) capaz de dar respostas ao antagonismo ( capital x força do trabalho ) do sistema anterior.O capitalismo não é o fim da história, e sim uma fase do desenvolvimento da história humana, uma passagem, que pressente a necessidade do novo, de mudanças radicais na estrutura social.
Bye.

10:01 PM  
Blogger Slipk-Down said...

Li aqui tudo, bela iniciativa Tico, aqui na minha cidade já tentei vários movimentos, vivo em um coronealismo tremendo ?!!

mas é embaçado unir se quer 20 pessoas, ando estudando e talz, muito ocupado e me revoltei esses tempos com política, estou esperando dar uma sarada

abraços

4:57 AM  
Blogger Thais Faustino said...

Tico, li tudo que você escreveu e me identifico demais, porque há pouco tempo minha ficha caiu pra muitas coisas que não haviam caído ainda. Só fiquei sabendo dessas manifestações depois que elas aconteceram.... to fazendo jornalismo e trabalhando na área... entrei numa crise psicológica quando vi que dificilmente há uma saída pra um profissional de mídia agir com ética, sem maquiagem nos fatos... podendo informar as pessoas o que elas precisam ser informadas, fazer as pessoas pensarem, questionarem e não só ficarem "não tem jeito", "a vida é assim", "isso nunca vai mudar"... vejo os universitários passivos, sem espírito revolucionário e nem mesmo reformista... nada. Querem diploma, status e dinheiro.
Precisamos dar força à nossa voz e partir para atititudes reais... muita gente quer distrair os problemas, distrair a vida, porque ao nível que estamos é algo, de fato, enlouquecedor. Mas se a gente não faz nada estamos sendo mais loucos ainda... quero participar disso, não vim a este mundo a passeio e quero me unir a pessoas que também não conseguem se adaptar, se acomodar.
Estou organizando com uns amigos um encontro regido pela arte, mas que o principal ponto é a liberdade de expressão... vamos nos juntar para trocar idéias e questionar tudo que mexe com a nossa cabeça, tudo que estamos vendo acontecer para que possamos assim pensar e partir para atitudes reais, não adianta só filosofar. o 1° encontro será no dia 1 ° de abril, as 10h da manhã no Parque Lage, se quiser ir ou falar com alguém pra ir, estaremos lá.
Ficarei de olho em tudo que está acontecendo para participar também.

beijos e um abraço forte!

5:53 AM  
Blogger Raquel said...

Bem eu acabei de criar um blog inspirada na sua atuação. Na realidade eu vim procurar seu blog por ter visto sua luta pela igualdade. Queria muito fazer alguma coisa e ser util ao meu país mas não sei exatamente como, se vc tiver alguma opinião eu vo agradecer muit. Pelo menos com a criação do blog já foi um começo. Admiro sua luta e tenho certeza de que ela dará muitos frutos. E se precisar de voluntário é só avisar!

7:30 AM  
Blogger M. said...

Noturno, ora,ora,Karl Marx era niilista por demais. Karl Marx é um dos maiores pregos da história!Apesar de convicções,pensamentos apocaliptcos,a mudança deve ser feita!M-U-D-A-N-Ç-A! Não vamos salvar o mundo nem o Brasil,mas pensa bem, se os polítocos fizessem o que são pagos para fazer(e como são bem pagos,né?),se trabalhassem e roubassem menos,menos corrupção,mais dignidade...isso estaria bem melhor,não acha?Tenho certeza que sim.
Quanto a maconha,sou contra liberação,ou pelo menos acho isso. Temos enormes problemas com o álcool e o tabaco,um deles é o consumo por menores de idade.Acho que o problema dessas drogas legais deveria ser resolvido.Aí sim,dá para pensar na liberação da maconha.Isso é muito sério.Um assunto complexo mesmo.
Continuaremos lutando por um país mais digno! A mudança existe,é real!
Depois eu volto, já estou atrasadaaa!
Beijos na nuca,Guilherme.
Uma careta para o Karl Marx(*rs*)

Obs. Respeito Karl Marx,entendo sua importância. Só que eu,Mariana,acho essa pessoa uma das maiores malas,metódicas do mundo!

M.

8:16 AM  
Blogger *¢£@üD!NhA" said...

Hmm...

Achei interessante a citação de "Noturno" pelo capitalismo, pois o sistema realmente é a reflexão do condicionamento social.
Só não acredito que substituindo sistemas a socieade tomará um rumo mais perseverante ou concreto, pois a análise social distribuí-se pelos indivíduos que a formam, logicamente.
Ideologias pra cumprir ou vender já temos de sobra ao longo de milhares de anos e da existência do "homem social"; creio que não precisamos de estruturas sistemáticas para isso, mas sim uma humanização uniforme pelo bom-senso. A organização se dá pelas necessidades e posições tomadas.
De modo, não tem como convercermos uma população de que todos os movimentos que ela fez para sustentar sua família e que comandaram em sua vida em muitos anos não passam de esforço inútil, ou ainda, de sustento pros aproveitadores. Primeiramente, (se entendessem) iriam prosseguir, pois a mudança foi um fato nunca cogitado e ainda pouco amadureciodo, muito amendrontado.
De tudo isso sabemos, mas devemos levar em consideração que a substituição de sistemas requer valores e muito estudo sobre essa pauta colocada, e se levarmos em consideração o histórico sistemático da sociedade, temos grandes frustrações em utopia; hoje demagogia.
Espero que realmente lutemos por algo novo, mas sem falsos títulos ou status em ego.
Não estou dizendo isso por algo aqui citado, mas por uma análise de sociedade, veremos que ainda o "título de organização" mexe muito com a cabeça das pessoas.
A consciência em estado de espírito é o primeiro meio de reformulação, e certamente a base disso.
Outro fator que não se coloca na cabeça de ninguém, mas para isto ainda, creio que devemos estrturar um estudo; pois dar o que não se tem é a chave, mas terá maior expressão em geração futura...Mas esperar, já esperamos a muitos anos; o caos já não tem mais paciência.
.

.
Perseverança amigos.

Cordiais cumprimentos .....t+

8:47 AM  
Blogger yo anna y eta said...

ola!carnaval é sinonimo de putaria,nem todos temos coração pra aguentar uma palhoça dessa.acho que pior que isso poderia não haver pessoas que estejam juntas.. q pensam juntas...
e apesar de tudo então imagino que tanta putaria podia voar desse planeta e nunca mais voltar.pessoas decentes.e as vezes atacar as pessoas certas,né??!! eu vou parar de sentir raiva de tudo e um dia depois que eu dormir farei algo da minha vida

10:18 AM  
Blogger Biazio Guarezi Neto said...

Como a Raquel disse ali em cima eu também criei um blog para me ajudar na luta contra o que vejo de errado! Gostaria muito de estar no RIO para participar dessas manifestações que estão ocorrendo! Se tiver alguma opinião sobre como eu posso aqui fazer alguma coisa que gere mais frutos eu agradeceria!


Um abraço de um amigo! Você nunca vai estar só nessa luta!

1:17 PM  
Blogger Cesar said...

Poxa, gostaria de ter ido a essa manifestação, agora q eu to morando no Rio, mas infelizmente só fiquei sabendo agora, vou tentar me ligar mais e ir na próxima que tiver, e aproveitar para levar uns amigos. Tentar convencer outras pessoas de que essa causa é importante.

Me mudei agora pro Rio, mas já aprendi a amar a cidade, e não gostaria que o crime continuasse tomando conta da cidade, vamos nos manifestar. Exigir providências das autoridades. Vamos deixar a hipocrisia pra TV e vamos todos lutar na realidade. Quando falo em lutar, falo do sentido figurado, afinal, já estamos bem fartos das brigas reais.

Aliás, gostaria de chamar a atenção também para a violência nos estádios de futebol. Já um pouco esquecida. Eu to morando aqui no Rio, e morro de vontade de conhecer o Maracanã, mas também morro de medo. Depois de tudo que eu costumo ver na TV. Gostaria de ter a oportunidade de ir ao estádio sem precisar ficar com medo.

Valeu pela atenção. Até a próxima

César Silva Gomes (alguém que ainda acredita no Rio, e no Brasil).

1:18 PM  
Blogger Rogerio said...

E aí Tico, na paz?
Graças a uma carona salvadora eu consegui participar do ato na Cinelândia (muito obrigado, menina-cujo-nome-esqueci). Foi tocante, em vários momentos eu me senti emocionado e durante todo manifesto eu me senti útil ao meu país. Se alguém nunca foi por medo, vergonha ou qualquer outro tipo de sentimento que te impede, te mantém inerte, lute contra isso e vá. Você vai sair de lá mudado.
Quanto as mudanças...acho que a postura dos orgãos públicos deve mudar. O Estado não pode ser pai e assistencialista, deve ser um chefe. Dar oportunidade e cobrar. Não pode fazer creche para mãe adolescente ficar de papo na rua, mas seria legal se a mãe adolescente trabalhasse na creche, recebendo uma bolsa e comprovando que vai ás aulas...algo do tipo.
Se os políticos não tivessem tanto interesse em manter uma indústria da miséria tudo poderia ser diferente.
Uma vez disse Chico Buarque: "A ditadura me encheu muito o saco...mas eu também enchi muito o saco deles".
Que tal enchermos o saco dos políticos?

1:19 PM  
Blogger Biazio Guarezi Neto said...

Acabei de criar meu blog tb para ele ser uma das formas pelas quais eu luto contra o que julgo errado!

Gostaria muito de estar ai no RIO para participar das manifestações!
Aqui onde eu moro não sei como fazer algo que gere bastante frutos! Alguém podia me ajudar? não sei se o link do meu blog apareçe aqui então vou deixalo para alguém que tiver uma ideia falar cmg! biazioguarezi.blogspot.com ..
Obrigado pela atenção de todos e nunca desistam dos seus ideiais PQ sem eles a vida perde a graça!

Tico vc nunca vai estar só nessa luta! Abraços de um amigo!

1:24 PM  
Blogger Patricia Nate said...

esse é exatamente o tipo de texto que todos nós deveriamos ler todo dia, ao acordar, pra não esquecer de nenhum ponto, ja que o pais esta em um estado critico, talvez assim as pessoas fossem mais atras do que precisamos com urgencia.. poucas vezes li um texto resumindo tão bem alguns dos maiores problemas que estamos enfrentando..
"Quantas mortes não acontecem em brigas de bar, causadas por descontrole de usuários da famosa CACHAÇA ?"
e por acaso caso é um ponto que fala exatamente do que relatei no meu blog hoje.. santa hipocrisia no mundo..
mas acredito que todos acabaram se movendo contra tudo isso, eu ainda tenho esperanças, acho que isso vai mudar..
parabens por suas ideias, por tudo que escreveu, e por lutar por isso..

5:50 PM  
Blogger Paganini said...

Chamo a atenção dos leitores para a objetividade e a necessidade de resultados efetivos de toda essa discussão. Estamos aqui para oferecer apoio ao Tico e não confundí-lo. Muito do que foi apresentado nos comentários repete fórmulas e comportamentos que historicamente não tiveram efeitos práticos e/ou tolheram iniciativas realistas e pragmáticas (passeatas, aversão ao antiproibicionismo de qualquer espécie, teorias econômicas e sociais desgatadas, moralismo, etc.). Pois eu acredito na objetividade de certos atos, e aí incluo a "desobediência civil" como um genuíno poder popular. Antes de se manifestarem levianamente, peço a gentileza de pesquisarem o tema e estudarem-no por alguns dias. A terminologia foi cunhada por Henry Thoreau muito antes de nossos bisavós terem nascido.

6:12 PM  
Blogger Noturno said...

M, democracia é isso, liberdade de expressão, de ação, de pensamento. Pena que vivemos em um Estado de direito, mas não verdadeiramente democrático. Ainda somos "obrigados" a votar, a servir a Pátria etc...Mas vc está certa e KMax não está errado, pois não existe o certo ou o errado neste caso, na verdade tudo é relativo.
Bye.

10:06 PM  
Blogger Noturno said...

M.Você está certa e KMax não está errado, na verdade tudo é relativo.
Bye.

10:08 PM  
Blogger Priscila said...

Infelizmente aqui em SP não tenho a canal do Rio que passa o programa Sem Sensura, em Barretos sempre assisto esse programa e acho muito interessante. Há duas semanas assisti o Governador do Rio de Janeiro sendo entrevistado e realmente me surpreendi, não pelo seu discurso, afinal políticos tem esse dom não é??? mas no caso dele notei realmente vontade de mudar de FATO o que acontece no Rio, diferente dos governadores anteriores, espero não estar sendo muito "poliana" e que seja real tudo isso. Ele apóia legalização das drogas, tem um projeto para isso, com argumentos realmente sólidos que faz no mínimo nos perguntarmos o qto somos hipócritas...
Se vc quiser fumar cheirar ou injetar não vai se deparar com grandes dificuldades para encontrar ...Por que não funciona essas questões serem tratadas como crime???? Por que elas estão ligadas a auto-destruição,eu não estou comprando uma arma para matar e roubar, eu estou querendo comprar algo que vai me dar prazer momentâneo e posso ou NÃO estar pouco me fudendo para as conseuquencias no meu organismo...mas isso é um problema MEU e não da polícia, só se torna um problema da polícia se eu ao utilizar essa droga estar mais apto e aí sim ... cometer um crime.
Mas não é possível que todos estão cegos e ainda não viram que o Maior crime é continuar a tratar essas questões da forma que são tratadas, gerando mortes cada vez mais frequentes decorrentes da "AUTO -DEFESA" nos morros que se armam até o ultimo fio de cabelo por estarem cometendo o crime(?) do tráfico de drogas ...e enquanto isso MILHÕES sendo gastos pelo Estado e como consequencia gerando UMA GUERRA!
É SIMPLES! basta imaginarmos que a partir de amanhã tomar cachaça seja crime ( e aqui incluo como uma droga tão pesada qto as não legalizadas por que perdi um tio e tenho outro que está no mesmo caminho)...

Se a cachaça fosse crime ela seria vendida em bares? Onde ela seria vendida? Haveria tráfico de cachaça? haveria tantas plantações de cana de açucar ? haveria alcool combustível? quem traficasse a cachaça iria buscar formas de se defender da polícia para não ser pego? iria corromper menores de idade? ...

Volto a dizer perdi um tio, e tenho outro que está no mesmo caminho...

A economia falou mais alto ?????

COncordo plenamente Tico, estão se LIXANDO para a nossa saúde...se estivesse preocupados proibiriam o cigarro e o alcool também...


CACHAÇA: Encontre no boteco mais próximo de sua casa, a um precinho tentador de 0,50 a dose!

bjs

11:22 AM  
Blogger Palavras de um mundo incerto said...

Olá Tico!

Como gostaria de saber no seu Blog que foram 100 mil pessoas NA CINELÂNDIA. Isso é sonho, que um dia acho eu, possa se realizar, e um dia já se concretizou. Mas que bom aumentou o número de protestantes. Estou lendo loucamente um livro a respeito do ANO 68, O ANO QUE NÃO TERMINOU, AUTOR ZUENIR VENTURA. Este livro relata muito bem as dificuldades, as situações que o povo se encontrava,as revoltas que tínhamos,e era um ambiente completamente diferente do que encontramos hoje. A população saia para as ruas protestar e lutar por seus direitos e hoje em dia,isso não é forte. Nesta época também, vários artistas famosíssimos como: Gilberto Gil, Caetano veloso,Nélson Rodrigues, Chico Buarque, Paulo Autran e entre outros,o jornalista Franklin Martins um dos principais organizadores de manifestações da época, junto com Marcos Medeiros, o cineasta Arnaldo Jabor que usava o teatro para abrir a mente da platéia(povo)e junto com eles os intelectuais. Infelizmente não vivemos, e não encontramos atitudes de certos artistas(não vou citar nomes), que em época de eleição se apresentavam para o povo, e depois do show o ganancioso, o ladrão ia se manifestar, pedindo voto. iSSO É A DEMOCRACIA DOS VAMPETAS.

Marcos Ster.

6:50 PM  
Blogger *¢£@üD!NhA" said...

Saudações...

Tico, mais do que nunca estou este espaço realmentwe construtivo para nossas opiniões, construção pessoas e principalmente para nossa causa.
EStamos aqui para lhe dar apoio sim, e disso nem é necessário mencionarmos maior fato. Creio que ninguém aqui está por querer dificultar sua ação ouqualquer pensamento que possa vir a ser mostrado; antes de qualquer situação, um sistema, uma teoria, um pragmentismo social não passa de uma interpretação que cada indivíduo tem sobre ela, não sendo regra pra ninguém como é obviamente claro.
Acredito que cada um sabe o que diz, e também as seqÜências que se seguirão daqui em diante.
.
.
Perseverança.
.
.
Cuide(m)-se.

Cordiais cumprimentos..........t+.

8:18 PM  
Blogger Mundo de Gilcobain said...

Jovem acha que é imortal...
Jovem quer tudo e ao mesmo tempo nada...
Tem mania de achar que o certo é errado e que o errado aos nossos olhos se torna certo!
Mania de diversão, de querermos abraçar o mundo e fazer tudo ao mesmo tempo, agora, já...
A gente pensa que o mundo pode acabar á qualquer momento e quer curtir cada instante como se fosse o último! A gente pensa que temos tudo ou que não temos nada... E é tanta coisa passando por nossas cabecinhas de vento...
Deixa estar... Um dia a gente cresce e vê que o mundo não é cor de rosa e que simplesmente não é como gostaríamos que fosse =/

By Gil Cobain =)

6:47 AM  

Postar um comentário

<< Home