sexta-feira, fevereiro 09, 2007

Esse ai sou eu !?!

Sim, eu tenho minhas dúvidas, minhas paranóias,
os meus percalços e os meus defeitos
e também digo para que ninguém julgue ninguém
embora muitos digamos o mesmo e todos julguemos.
Eu Não sei bem o que é o mal ou o que é o bem.
Também não quero falar de ninguém
Mas quando eu falo; logo penso:
Pra que?
pra quem?
por que ???
Não tem,
uma explicação perfeitamente coerente
então reajo com hipocrisia estendendo essa faceta
cinicamente e quando vejo até duvido, pois tem coisas que falei que já nem sei,
se sou capaz de me orgulhar
ou de esconder
só pra tentar disfarçar...
então
me disfarço de você.

Começo lamentar só por lembrar
que o teu futuro não sei.
Só pra que tu possas esquecer
O que pensei.

Faço tudo que posso,
o provável e o improvável
pra me livrar de você.
Mas mesmo quando penso que venci sei que
estou pensando nisso só por assim dizer,
porque a verdade da verdade é que no fundo
do meu cérebro lá naquela região que comanda todo o resto do corpo e dos meus pensamentos,
estou pensando em ti.
Por ti
Pra ti
pra que?
por que ?
Por quem ????

Além do mais, também posso e por assim dizer
desdenhar dos meus defeitos e assumir o que sou,
por que sou, por quem sou, com quem vou e onde estou.
Pois ainda por cima, escuto vozes que vem de lugares desconhecidos bem de dentro de mim.
Isso me basta.

Eu em mim mesmo e é o que eu tenho e o que só a mim pertence.
Meu ego coagindo com a razão pode ou não antecipar ou
interceder, atuar não por saber, mas para impressionar e pra questionar.
impressionar e questionar o que ?
A quem ??
O que ?
Por que ?
Pra que ????
Por quem ???

Preciso de vossas atenções, pois quero falar e quero ser ouvido, mas quando os outros falam não dou ouvidos e ainda faço zumbidos, depois desculpo-me novamente através de algum cinismo exibido e retiro-me do ambiente com o dever cumprido.

Agora então
posso encerrar meu discurso infame e dizer-lhes...
a vocês, (vejam a redundância tomando forma)
e a você, que na verdade sou eu me
vendo em você, ( aqui diz : o público dá uma gargalhada sem graça :
eu digo - sorriam seus panacas
e vocês sorriem ok ? )

( me imagine dizendo isso )

- Sorriam seus panacas ?

( vocês estão sérios )

Vocês não são panacas ????
É por isso que não estão sorrindo, acertei ????

- Então vejamos,
Talvez sejam vocês os espertos ....
acertei?

Aqui diz :
( Vocês permanecem sérios)

( Eu Gritando )

- Sorriam espertalhões !!!!!

( Ninguém sorri )

Ora bolas, mas ninguém me dá atenção.

(Aqui diz : reaja naturalmente.)

( alguém pensou,o que é reagir naturalmente ?" )

Tá vendo só,
e assim começa tudo de novo.

Vejam, pois podem existir pequenas mudanças.

Sim, eu tenho minhas dúvidas, minhas paranóias,
os meus percalços e os meus defeitos
e eu também digo para que ninguém julgue ninguém
embora muitos digamos e todos julguemos.
Já não sei bem o que que é o bem.
Esses que vocês dizem praticar.
Mas também não quero falar mal de ninguém.
Então veja;
Quando eu falo logo falo de alguém
com quem,
pra que,
pra quem,
por que ???
Por quem ?
Não tem uma explicação perfeitamente coerente
então reajo com hipocrisia estendendo essa faceta
indecente e quando vejo até duvido, pois tem coisas que falei que eu já nem sei e sobre a gente sou capaz de me orgulhar, jamais esconder
só pra tentar disfarçar...
me disfarçar de você.

Então começo a me excitar só por lembrar
que o teu futuro não sei.
Só pra que tu possas esquecer
o que pensei.

Faço tudo que posso,
o provável e o improvável
pra estar perto de você
e mesmo quando penso que venci,
sei que estou pensando nisso por assim dizer
por na verdade e pela verdade do que tenho no fundo
do meu coração, lá naquela região que comanda a alma, estou perto, bem perto de ti.
por ti,
pra ti !!!
E o
pra que,
por quê,
Por quem,
Pra quem,
Já não faz mais sentido.
Além do que, também posso por assim dizer,
dizer que eu tenho tudo o que eu queria
e desdenhar de mim e dos meus defeitos.
Assumir o que sou, por que sou, por quem sou, com quem vou e onde estou e viver de utopia,
pois ainda por cima escuto vozes que vem de lugares desconhecidos bem de dentro de mim.

Eu em mim mesmo e é o que eu tenho.
O que só a mim pertence.

Meu ego coagindo a razão pode ou não antecipar ou
interceder, atuar por saber ou não e impressionar por querer ( de propósito, quis dizer )
só pra depois mostrar sapiência.
Olha que incoerência.
Não consegue parar de se apreciar
apreciar o que ?
a quem ??
por quem ???
Pra que ????

Preciso de vossas atenções, pois quero falar e quero ser ouvido, mas quando os outros passei a dar ouvidos
os zumbidos agora estão bem longe de mim.
Se mantenho ainda algum cinismo exibido
retiro-me do ambiente conivente
com o dever cumprido. Ponto final.
Fim ?

Agora sim, podendo então
encerrar meu discurso infame e
dizer-lhes finalmente...
Que me importo com você.
Pois eu sou você.

Esse ai sou eu ?!?

Tico Sta Cruz

31 Comments:

Blogger Mariana Pacheco_DRC said...

Guilherme, fico feliz por um lado.
Por outro deixo a pensar q talvez possa ser assim. Você ser assim!
Acho melhor mudar. Né?

Xii....Axo melhor ainda não...Afinal, quem somos nós [eu no caso] pra tirarmos conclusões de tudo e de todos sem antes perceber como vai ficar? Ah! E SE ficar!

Beijos..

Eu te amo muito.
Seja feliz.

Mariana

6:23 PM  
Blogger *Elisa Falaschi* said...

Tico, q texto loko.
Viajei lendo ele...vc está cada vez melhor parabéns!

Tem horas q nos perguntamos msm:
Esse ai sou eu ?!?
Até hj eu tento saber quem sou eu...pra q estou nesse mundo...como as coisas as vzs são tão sem nexo!

e as respostas pra essas perguntas:
Por ti
Pra ti
pra que?
por que ?
Por quem ????

A quem ??
O que ?
Por que ?
Pra que ????
Por quem ???

Tudo é meio confuso...afinal nós somos confusos...mas nós quem??
eu??
vc??
vc?? ou eu??
quem é vc??
quem sou eu??

Lindo o texto anjo!
Te amo muito e fiko muito feliz por ti, com o seu sonho sendo realizado com a banda e seus fãs e amigos(exército detonáutico) estamos vivendo com vc esse lindo momento! ^^
mas pera aew...fiko feliz por ti??

por ti,
pra ti !!!
E o
pra que,
por quê,
Por quem,
Pra quem,

*rsrsrs
Xiiii Tico seus textos nos fazem pensar e muuuuuuito viu!! *rsrs
Te amo muuuito msm, mas do q vc imagina!
Bjus
*Elisa*

6:39 PM  
Blogger Cristal said...

Não encontrei pequenas , + sim, grandes mudanças.

Não te preocupes, também não sabemos quase nada sobre o bem, mas se tu já sabes sobre o mal, já estás na frente de muita gente.
E quer saber:
Prefiro que te orgulhes, e jamais esconda.
Prefiro que te excites e não te lamentes.
Sempre digo que as pessoas podem nos surpreender, então como o futuro podemos saber???
Acredito que podes fazer + do que o provável e o improvável, porque o teu cérebro, tua alma e o teu coração querem a mesma coisa. E é por isso que o pra que, o porquê, por quem e pra quem, já não fazem mais sentido.
Prefiro que tu não lutes contra as tuas verdades, porque isso te trará sofrimento. Te prefiro autêntico e feliz. Mas prefiro, também, não apontar teus defeitos, e sim, evidenciar as tuas qualidades. Não te quero perfeito, te quero humano, real.
Não seria ilusão alguém acreditar que possui algo a mais do que além de si mesmo???
Isso é o que basta.
Um dia, eu acreditei que tinha tudo o que queria e que já tinha encontrado todas as respostas, mas daí, novas perguntas surgiram...
Necessidade de impressionar???
Talvez seja só um detalhe da razão principal: a necessidade que temos de conjugar o verbo "amar".
Queremos ser ouvido,
queremos atenção,
veja bem, usei a primeira pessoa do plural.
Muitas vezes sentimos dificuldade em "ouvir", mas feliz és tu que já percebeu, porque conheço muitos que ainda nem chegaram nessa fase.

Se esse aí é vc???
Prefiro a prática do que a teoria pra poder te responder.

Muitos Beijos...

8:03 PM  
Blogger Danielle said...

NÃO SEI...
UM ESPELHO TEM MAIS DE UMA FACE
DEPENDE DO ÂNGULO..DO OBJETO...
AS VEZES NEM TODAS AS FACES ESTÃO VISÍVEIS PARA NÓS MESMOS
TU PODES SER TU
TU PODES SER EU
SE TU ÉS ESPELHO ? ENTÃO TE REFLETES...
SE TU ÉS PRISMA ? ENTÃO TE ESPALHAS...
SE TU ÉS...
ENTÃO...NÃO SEI....

BEIJOS

DANNY

8:56 PM  
Blogger " Carla said...

Tu podes não me perceber, mas estou sempre por perto.
Tu podes não me entender, mas eu te entendo em pequenos detalhes.
Tu podes não me sentir, mas, por todo tempo eu tenho prucurado tocar teu coração.
Tu podes não acreditar, mas eu sei quando choras, pois sou eu quem enxuga tuas lágrimas e chora contigo.
Sei quando estás triste, pois o meu coração me diz.
Sei quando estás feliz, pois a minha'lma exulta com cântico.
Sei quando sonhas, pois sou eu quem vela teu sono.
Pode parecer-te estranho, mas eu não respeito mais a distância geográfica. Estou sempre contigo: quando choras, quando ris, quando estás triste, quando estás desanimado, quando precisas de alguém.
Tudo isso pode parecer presunção, mas eu realmente sei muito de ti, pois desde que te conheci não vivo mais para mim; VIVO PARA NÓS DOIS.


Amo-te
i
n
c
o
n
d
i
c
i
o
n
a
l
m
e
n
t
e
!
Por não dizer platonicamente também, tu és meu anjo e meus demônios, tormento misterioso a aguçar minha mente.Meu diapositivo...

PaZ e LuZ* prá ti sempre!!!
Bjos noturnos

10:56 PM  
Blogger Matreya said...

ÉS O QUE TE PERMITES SER...

VEJA...A NOITE DESVANECE
O DIA JÁ AMANHECE
COM AMOR

MATREYA

1:13 AM  
Blogger Vanesquinha said...

O meu estado emocional
Se converte em temporal
E depois vem a chuva ácida
Assim que a tempestade acaba
O arco-íris não tem mais cores
Além do preto e do branco
Elas foram deixadas para trás
Assim como o meu encanto
O frio congelou o sol
Que não brilha mais no céu
Os pingos de água agora são pedras de gelo
Cujo alvo sou eu
De dia o tempo está sempre nublado
E à noite o céu não tem estrela
Fico procurando uma estrela cadente
Para pedir que me traga um presente
Um pedido, um favor, uma súplica
Para que não me reste mais dúvidas
De que o céu não é o limite
E de que algo mais existe.

Vanesquinha.

2:52 AM  
Blogger fansdonetto said...

Sinceramente?! Esse foi o texto mais louco (dos escritos por você) que eu já li! Mas no bom sentido! Tive que ler 3 vezes pra, talvez, entendê-lo comletamente...
E mesmo assim, sabe o que eu tenho a dizer?!
Seja quem quiser ser! Seja você, seja seu vizinho, seja seu amigo...
Não importa! Só seja feliz!!
Concordo, a gente diz que nao quer revelar pra nao ser julgado, mas infelizmente (mais ou menos) todos nós julgamos! E muitas vezes o fazemos sem perceber...
Portanto..não importa quem você seja, o que você faça ou deixe de fazer, sempre vai ser criticado e julgado...então seja que você escolher ser, pra ser mais feliz!
Não vamos apontar seus defeitos, pois como alguém disse acima "Não te quero perfeito, te quero humano, real".
(Pela 12574315ª vez) APENAS SEJA FELIZ!!!

[Tá cada vez mais difícil fazer meu comentário! Os comentários anteriores são tão especiais, poéticos..o meu não tem nada de especial nem poético, mas tenha certeza de que assim como todos os outros, é de coração!)
Beijos
Amo quem você queira ser sempre!
Saudades...

fer*

7:15 AM  
Blogger Khalee Whiteagle said...

Sim, esse é você, Tico...uma grande parte de quem você é...

E você falou tão bem de como você percebe sua forma de agir/pensar..

Acho lindo que você se partilha com a gente dessa forma tão completa, tão profunda, tão sem medo, calculada mas honesta, verdadeira. é você mesmo.

você passa algo muito verdadeiro pra gente. libertador.
ao mesmo tempo que você adora se esconder e se esquivar, não se revelar, por um lado, por outro você se entrega quase completamente. quase?

muitas vezes a gente se dedica tanto e se esforça tanto em se esconder que as pessoas acabam percebendo de cara aquilo que a gente enterrou dentro da gente durante a vida toda...

Por que a gente tem isso de evitar o que mais quer, Tico?
Por que tantas vezes temos medo de ser felizes e de vivermos o que mais desejamos?
Por que é tão fácil agir assim?

Por que a gente evita tanto o que a gente SABE que é BOM?
Pra quê?

Por que a gente acha que pra viver a gente precisa se torturar, sofrer, se esconder, temer, fugir?

isso não é viver..e cada vez mais tenho aprendido isso.

você tem me ensinado muito isso.
você e a vida.

somos sim, todos, espelhos uns dos outros.
somos partes da mesma energia.
o que um vive repercute no outro.
normal.

você entende a gente assim como a gente te entende, a gente te enxerga, sim, porque no fundo nós somos você assim como você é a gente.

no fundo tudo é simples...bem simples..

é bom ver tantas luzes se acendendo por aí..dentro das almas, dando uma nova vida pra esse planeta..
pra essa humanidade louca imatura.

beijos, querido.

9:04 AM  
Blogger 100 %detonautas... said...

[Não sei se foi...por isso la vai dinovo]

Quer ir?! Vai...nessas situações não se mexe. É o destino, coisas que necessitam acontecer. Como uma sinfonia, tem a hora dos violinos e a hora dos tambores. Quer ir?! Vai...eu não vou te pedir pra ficar, não quero que isso afete no futuro “não fui porque você não deixou” ou “não fui porque você chorou”, é melhor deixar do jeito que está. Afinal o que eu posso fazer? Simplesmente aceitar o fato. Todo dia alguém é passado pra trás, essa foi minha vez. Normal. Eu não te culpo não sabe? O erro está em mim e pra te falar a verdade eu acho que você suportou tempo demais do meu lado. Eu não me suportaria, juro! Mas foi bom, alias, maravilhoso, perfeito até demais. O detalhe é que nada é perfeito e o defeito era eu. Ninguém nunca teve coragem de chegar e me jogar na cara o quanto eu sou chata, impaciente,grudenta, fútil...mas não precisa, eu sei que sou assim.É claro que você iria preferir alguém com mais conteúdo, mais bonita, mais sensata. Coisas que eu não sou. Definitivamente eu não tenho o conteúdo que talvez você esperasse que eu tivesse, eu falo muita abobrinha, conto umas piadas sem graça, sorrio por besteira, apronto feito pivete. Tudo bem, eu enrolo umas coisas de Historia da Arte, musica , sei tudo a respeito de Historia Geral, mas me diz quem em sã consciência vai querer conversar comigo pra discutir religião?! Hoje vocês se interessam mais por outras coisas...Eu não sou Tão feminina e você já deve ter percebido isso. Não adianta. E eu sei que vocês preferem mulheres assim, arrumadinhas, bonitinhas, intocáveis. Morro de inveja delas que passam horas no salão, compram um zilhão de jeans pra usar uma só vez, conseguem passar uma semana com a escovinha intacta, usam salto alto, não quebram a unha. Não combina comigo,Quero aprender a tocar bateria, ando descalça, meu cabelo é enrolado e solto, não dispenso um banho de mar por causa de uma escovinha, não reclamo se quebrar a unha, uso salto só em ultimo caso, eu mesma customizo meus jeans, eu mesma faço meus brincos... se fosse eu não ia me querer. Qual a graça de uma menina que não sabe ser menina? Outra coisa que homem odeia é mulher grudenta, e eu sou. Grudenta e carente. Não sei ficar sem carinho, sem beijo, abraço, etc. Eu ligo sim! Eu gosto de cuidado e de cuidar. Não sei ficar com alguém sem me preocupar, sem dar carinho, sem dar atenção...nossa que coisa mais quadrada né? Pois eu acredito em príncipe sim, acredito em homens que abram a porta do carro, que paguem a conta, que liguem de madrugada só pra matar a saudade da voz. Isso é ridículo eu sei! Acreditar no amor é ridículo, assim como eu. Mas eu acredito.Também sou mal-educada, homem não gosta de mulher mal educada, eu não gostaria. Mulheres tem que ser finas, elegantes assim como manda a etiqueta. Que homem acha bonito ou interessante uma mulher que se lambuza igual criança tomando sorvete?! Que homem acha legal uma mulher que passa pelos moleques de rua e fala com eles na maior intimidade?! Que homem acha normal uma mulher que vai na pizzaria e fica tirando fotos com o garçom ou passa horas no balcão jogando conversa fora discutindo a consistência da massa?! Isso é muita falta de educação. Sorrir escandalosamente no cinema naquela cena, lamber o ketchup dos dedos depois do sanduíche, comer batatinha com as mãos...eca!Cara de pau? Jamais! Que homem quer namorar um mulher assim? E eu sou, sou mesmo, assumidérrima, de subir no palco e cantar, de chegar e me apresentar na maior, de tirar onda sem nem saber quem é. Eu vou lá na frente e danço até suar! Mas homem gosta de mulher seria, calada e eu morro de inveja delas que ficam uma festa inteira sem dar um passo, dançar uma musica, só olhando...é lindo isso. Quem vai querer namorar uma louca feito eu?!Eu ainda amo a moda antiga. Basta o pensamento estar em alguém pra ninguém mais me interessar. Não adianta, eu não consigo dar beijo sem gostar. Isso hoje em dia é pateta, ridículo, bobagem... só pra sofrer. Mas eu como uma boa e velha ridícula sofro mesmo, sou feita de porcelana.

Sorria...se axar graça!!
Console-se se axar bem pensar: uhuuu existe alguem pior q eu!!
só naum sinta pena!!
vamus tocar o barco juntos em busca da felicidade issu sim!!


adoruuuuuuuuuuuuuuuuuu vc menino!!axo vc um doce de pessoa!!
vamus confirmar essa agenda q eu to morrendu de saudades de vcs!!
viu?!


xeilins nu S2 queridoooooooooo!!
Drc sempre!!


www.fotolog.com/ddzinhabrasil

1:28 PM  
Blogger Wolf_Angel said...

"Meu corpo treme de terror, coberto de gotas geladas de suor. Mas tenho medo de quê? De mim?Não há mais ninguém aqui, só eu. E Ricardo ama Ricardo. Calma, que sou eu quem está comigo. Há um assasino aqui? Não. Sim! Eu! Então foge! Eu, fugir de mim? Que idéia! Por quê? Pra que eu nçaoi me vingue de mim mesmo por tudo que eu me fiz de bem? Não, pelo que eu fiz de mal aos outros. Eu sou cruel, insensível. Mentira! Não sou não! Idiota, não fala assim de você com você! Minha cabeça conhece mais de mil línguas. Cada uma delas conta uma história diferente, e todas me chamam de canalha...."
(William Shakespeare - Ricardo lll)




Sick cycle.
Texto quasee dadaísta ein, nunca vi exemplo mais perfeito,parabéns

abraço fortíssimo

Lais

8:23 PM  
Blogger Renato Junqueira said...

Fala Tico,faz tempo que só leio mas não comento,mas dessa vez me deu vontade de comentar...caramba texto demais! Momento de auto-análise,muito bom, que bom que você consegue ver seus dois lados e pensar sobre eles!Valeu por mais uma boa leitura!
Abraço cara,
Renato,RJ.

6:42 AM  
Blogger Mariana said...

Eu realmente não não sei o quê te dizer,nem sei porque eu vim aqui..pra quê?por quem? por que eu sempre venho aqui?

Mas pára pra pensar...acho que é justo(pelo menos pra alguém que não sou eu...)que possamos ter alguns de nós mesmos...é só a gente sozinho...dentro de 4 paredes,batendo contra a parede ouvindo o que a gente tem a dizer...pensei...eu...quanta pretensão a minha, que era uma das únicas a ficar louca com tantos dentro de mim...consigo me auto-julgar, consigo me anilisar...só não acho a saida...e não sei se euquero...acho que ás vezs curto tudo isso...eu não sei se o que escrevo neste momento tem a ver com teus textos, com você repartido em vários...eu não sei...mas uma coisa nele, me fez lembrar dos meus pedaços outalvez sejam mais que pedaços...acho que somos vários e inteiros...talvez se fossem apenas pedaços se encaixariam os meus nos teus,os deles,todos,você,mas você mesmo que vai aceitar esse comentário ou não...me deixou mais louca ainda...pelo menos por hoje...hoje eu vou me ver mais vezes...multilada,inteira,feia,linda,generosa,ruim,cruel, cínica,burra,puta,santa...hoje você libertou demônios.

Beijos na nuca, Guilherme.

M. (acho q esse meu "M" não é mais tão legal...uma vez que vez que, apenas no teu blog aparece escrito todas as letras do meu nome...e nos outros que costumo visitar,aparece só meu singelo "M"...o que vc fez?! estou brincando...)

8:57 AM  
Blogger Mariana said...

"Come as you are
As you were, as I want you to be
As a friend
As a friend, as an old enemy
Take your time
Hurry up, the choice is your, don't be late
Take a rest
As a friend, as an old..."

é melhor assim..ás vezes....

9:39 AM  
Blogger *Carol Carolina* said...

"Vamos aceitar tudo que o outro é.
Defender tudo que o outro é.
Amar tudo que o outro é.
e fazer amor o dia inteiro" - filme brasileiro: separações.

Após um fim d semana de extrema solidão e dedicação a mim mesma, decidi q esses versos seriam minha meta atual; pois nao sei como estarei daqui uns dias né...

Queria q fosse fácil aplica-los a vida. Vou tentar. Eu tento, tento msm. quero, quero mesmo. O fato é q somos tão parecidos(seres humanos) e tao diferentes, que mal conseguimos distinguir quem é quem;
Para mim, a diferença esta em: como decidimos viver, há que vozes devemos escutar, e quem nós damos ouvidos....

Olha, eu nao to boa para ouvir o que eu nao quero, sendo verdade ou nao. sera q dá para respeitar? compreender, sei lá. talvez amanha eu queira sua opiniao; mas hj: cala a boca!

As vzs é facil para mim levar a vida assim; as vzs esqueco que nao preciso ser tao sozinha e que alguem pode querer estar comigo; as vzs passo correndo pela sala, e deixo meus pais curiosos e preocupados, pois entro n quarto e choro até sentir pena de mim mesma, o rímel borrar e parar;

eu ja critiquei tanta gente, ja falei demais, ja me meti em assunto alheio, vixi, ja errei e acertei.
Hj eu to preferindo demonstrar que eu to aqui. Que eu to sabendo o que ta rolando, to de stand by ou que nao faço ideia de como vc se sinta; mas.....eu to aqui. Quero a palavra parceria como ideal; quero ser uma inteira para completar outro inteiro(amigo, namorado, familiar animal d estimação, qlq coisa). Que mané metade da laranja o que!!!!

eu quero de verdade que até mesmo a sua opinia exagerada sobre vc vá pro inferno, pq talvez vc nao se conheça assim tao bem ou não *rs*

quando eu paro para descrever meus momentos assim, me sinto louca, e muito convencida, por achar q eu enxergo exatamente o que esta acontecendo, porem nao tenho controle nenhum e muito menos autoridade para reverter isso. entendeu?!.....confuso. eu sou confusa. quem sabe então eu possa ser uma fracassada? ou simplesmente uma pessoa sensível e controladora, que nao aceita nem o desafio da consciencia; essa infeliz que fala, fala, fala, e grita de madrugada, e me julga , critica, e poe defeitos, e perguntas e uma incansavel dúvida, que alterna os dias em felizes e nao-tao felizes....

eu decidi uma coisa: CHEGA!
quero ser descontrolada cmg mesma, e nao quero me preocupar com o que eu mesma vou pensar sob determinado assunto da minha vida.
e eu quero de verdade que eu, vc e todo mundo se dane; pq ngm sabe ao certo como é estar aqui.......exatamente em mim! nem as vozes( sabe lá aonde elas moram *rs)

por tras desses belos olhos e sorriso: eu sou simplesmente EU.
Ngm disse que é fácil, mas, pode apostar; eu vou tentar!

essa ai sou eu!
e ai? vai encarar?

beijo

2:02 PM  
Blogger Libelula da Noite said...

Ainda tentando digerir e entender tudo isso...

=)


Bjo!

4:57 PM  
Blogger Luana Cruz said...

Olá Tico tudo bem?

Bom, eu poderia escrever um monte de palavras bonitas aqui referente a algo escrito no seu texto, mais não quero ser hipocrita, a verdade é que eu não entendi patavinas do que você escreveu *Risos*...

Outra verdade é que o ser humano é um eterno ponto de interrogação, por mais que os ciêntistas estudem e estudem anos e anos as atitudes humanas certamente que não chegariam a lugar algum, e você não é diferente por que você também é humano, uma frase muito sabia minha mãe vive a pronunciar:
- Coração dos outros é terra onde ninguém anda! E ela está certa. Mais indiferente do que você seja o importante é ser você mesmo e ser feliz consigo e o resto que se f***, certo!!!

Boa semana e até breve.

7:33 PM  
Blogger D.R.C said...

Tico TE AMO!
Caraca! esse texto é tudoooo...
É por isso q sigo em frente com humildade e amor aí, pela vida!
DETONAUTAS ROQUE CLUBE!!!
Te amo. Nina.

4:39 AM  
Blogger larissa said...

Se esse é vc??
Realmente não sei....
será q um dia poderei descobrir??



Espero q esse dia chegue logo!




Beijuss


Larissa...


www.flogao.com.br/lissinha18
loira_lary@hotmail.com

5:45 AM  
Blogger larissa said...

Eu fico procurando me encontrar
nos seus textos...
Não são como as musicas
onde eu me encontro
em cada refrão.

Eles são tristes...
cheio de desabafos d rancores
d um mundo cruel
onde todos tampamos os olhos pra não ver.
Enquanto vc os escreve pra tentar mostrar pra nós
onde estamos vivendo.


Talvez não seja por esse lado q vc os enxergue, ou tenta nos mostrar.
Mais pelo menos pra mim
é essa a impressão q passa.
Sei q não t importa o q acho ou deixo d achar deles.
Mais gosto d saber a "imagem" q passo para os outros
e gosto d dizer tmb.
Não q eu esteja falando da sua "imagem" mais sim dos seus pensamentos....

Ah quer saber?? Acho q to viajandooo rs isso sim!

Tenho q ir trabalhar e não consigo sair daki rs

masssssss depois eu volto d novo!!

Bjusss AMO VC

Larissa

www.flogao.com.br/lissinha18
loira_lary@hotmail.com

5:52 AM  
Blogger ....:::: Anonima ::::.... said...

Por mais independente que somos;
por mais que tenhamos amigos;
por mais que tenhamos sucesso;
por mais que nos resolvemos;

por mais que alguem diga que não precisa;
mesmo que tenhamos uma festa a ir todo dia;
mesmo que sejamos ''o cara''...

sempre precisamos de atenção;
em maior ou menor quantidade...
mas sempre precisamos...

E mente discaradamente quem diz que não!!!

6:33 AM  
Blogger Insano said...

Dae Tico,tudo bem contigo???Muito legal o texto...Na verdade eu acho que no fundo somos todos parecidos,lógico que com pensamentos diferentes,atitudes diferentes,ideais diferentes,mas todos parecemos uns com os outros...Não sei como posso pensar isto,pois nem sei quem sou e o que estou fazendo deste mundão!!!!Mas curti muito o texto...Pô cade aquelas velhas sacanagens deste blog estou com saudades delas....hahaha...Tu não vai me explicar o que significa a insone???Pô desse jeito eu vou chorar,pois a minha cuca esta se acabando..hahahaha,brincadeira,mas por favor atenda o pedido de uma fã desesperada.Bjos e que DEUS ilumine vc e os garotos...AMOOOOOOO MUIIIIIITOOOO VCSSSSSS!!!!!!!!!!!!!!!!!

10:22 AM  
Blogger Jackie said...

Olá mocinho,
entro aqui e vejo um texto tão parecido com meu eu ultimamente.
Passei muitos dias de arrumação.
Não, meu quarto continua uma bagunça e ainda tem um portal para o Reino Perdido do Beleléu.
Arrumava esta tempestuosa alma. Não... arrumar não é a palavra certa.
Estava apenas cuidando, explorando, conhecendo, mapeando.
Eu me perdi. E foi tão bom...
Sempre encontro as melhores coisas assim.
O espelho interno sempre revela algo de bom e indescritivel.
beijos

11:20 AM  
Blogger flavinha! said...

Minha vida é assim. Brinco de esconde-esconde. Conto até cem, abro os olhos, cadê? Procuro, procuro e não acho. Não me acho. Às vezes dou sorte e encontro um pedaço meu perdido, uma frase atrás do muro. Mas a verdade inteira, quem sou, com todas as letras, palavras e sentidos, parece estar sempre a frente. A um palmo do meu nariz. E eu me atrevo. Corro, tropeço, me aventuro e vou. Conto até cem (posso ir?), quero me descobrir por aí. Quem é aquela embaixo da cama, sou eu? Quem é aquela, atrás do armário, com um pedaço revelado para poder ser encontrada? Sou eu? Sim. Sou eu. Às vezes dou de cara comigo, levo susto, chego a não acreditar. Às vezes - como por encanto - me encanto. E existem horas que só vejo sombras, vazios, interrogações. São meus mergulhos fora de foco. Miopia emocional? Traga-me os óculos, por favor. Eu não quero perder nenhum pedaço meu. Eu não quero deixar de me encontrar por medo. Eu quero descobrir o que há de melhor e pior em mim, minhas verdades, meus silêncios e me amar e me aceitar por inteiro. Quero me encontrar para me perder. Brincadeira que nunca acaba.

mudando de assunto: você me mata de orgulho: até a Hebe quis dar uma conferidinha no shape da criança!!!! rs AHHHHHHHHH Tiqueza esse Santo Forte até minha vovó gradou, juro!!!!!!!!!!! hahahhahahha
beijossssssssssssssssssss
Flavinha

12:13 PM  
Blogger Pâmela R. said...

É bonito, bem escrito, gostoso de ler, mas Não me encontro nele em momento algum...
Importo-me com os outros, mas não acho que sou eles.
Sou chata, impulsiva, implicante, psicótica, paranóica, agitada, briguenta, mas também sou doce, inteligente, companheira, perspicaz, e acho que cada uma dessas coisas faz eu ser eu e não você.
Ok, vc pode ser tudo isso também, mas da sua forma. E talvez seja isso que faz importar-me contigo.

Talvez tenhamos um pouquinho um do outro, mas não sou você;
Talvez saibamos, façamos ou gostamos das mesmas coisas, mas não sou você;
Maaaas, se eu for você, vou precisar melhorar muito, não quero que você sofra as coisas ruins que sofro, não quero que sinta o que eu sinto, quero que sejas feliz o tempo todo.
Se eu sou você, vou continuar fazendo minha arte, vou vivendo por aí.

Sei lá.
Confuso.

Um beijo


X;)

2:21 PM  
Blogger *cL@üD!NhA* said...

Saudações!

“(...) O Sol já se deitou no horizonte, atrás de nós, o céu banhado de nós, a cidade repousa na suave brisa do anoitecer. (...)
Não sentes que teus pensamentos se elevam, e reinam, qual jubilosa andorinha, sobre as nuvens, coroadas de ouro? Que maravilhosas as paisagens da tarde! É a minha vida que descubro. Vê como são meus dias: uns, retidos na penumbra; outros exaltados e livres. – Neste momento um grito agudo fere nossos ouvidos:
vem de um hospital de alienados que está próximo. Mais estreitamente se apertam nossas mãos, como se algum gênio nos houvesse roçado com sua asa de terror. Desvanecei-vos, ó potências malignas!(...)
…Que procuramos com nossos esforços? O repouso? A felicidade? Não, nada mais que a verdade, embora terrível e má...
Eis, portanto, como se dividem os caminhos do homem: se queres o repouso da alma e a felicidade, crê; e se queres ser um discípulo da verdade, busca... (...)”
[Nietzsche – Vontade de Potência]

*

E se eu sou você; desse jeito, acho que estamos bem (ou não).
**Risos**

Obs.: Seu texto me emocionou, de verdade - você é genial!

Cordiais e carinhossísimos cumprimentos... t+.

2:34 PM  
Blogger Wolf_Angel said...

Ticoo....
Sabe o que é?
(prepara q lá vem bomba ou favor né, relaxa, eh só uma bombinha d nada)
Toda vez que escuto ''sonhos verdes'' fico pensando na bendita/maldita casa verde do Machado de Assis, afinal, tem a ver ou é só devaneio meu?

abraço forte

4:34 PM  
Blogger Elis Reichert said...

"Pois, em toda ação, a intenção principal do agente, quer ele aja por necessidade natural ou vontade própria, é revelar sua própria imagem... assim, ninguém age sem que manifeste o seu eu latente"

A política, a educação e o crime

Todos os candidatos à Presidência da República Federativa do Brasil – todos –, nos últimos 17 anos, comprometeram-se solenemente, no curso das respectivas campanhas eleitorais, a dar à educação prioridade absoluta. Nenhuma outra prioridade, diziam eles, com ênfase e consistência diferenciadas, se antepunha a essa, já que a ausência dessa é a matriz das demais mazelas nacionais.



Esse compromisso, sem exceção, consta dos programas de todos os que disputaram as primeiras eleições diretas pós-regime militar, incluindo os candidatos-picaretas de partidos de araque, as tais legendas “barrigas de aluguel”, a que se referia o falecido Ulysses Guimarães. Foi reiterado nas eleições seguintes, incluindo a do ano passado. Curioso destino, o das prioridades nacionais.



Nestes 17 anos, houve cinco eleições e quatro presidentes da República, de quatro partidos diferentes: Fernando Collor (PRN), Itamar Franco (PMDB), Fernando Henrique (PSDB) e Lula (PT). A responsabilidade (ou irresponsabilidade) com o tema e suas conseqüências está, pois, amplamente compartilhada. Ninguém está em condições de atirar a primeira pedra.



A evidência do fracasso conjunto manifesta-se já na primeira pergunta que sobre o tema habitualmente se faz. Não se indaga por que a educação não melhorou. Pergunta-se por que piorou. Mesmo não dispondo de estatísticas, o cidadão médio brasileiro tem a percepção clara de que o fator violência é cada vez mais presente entre os jovens. E não só os da periferia.



Aqui em Brasília, jovens da classe média cultivam o estranho hábito de juntar-se em gangues e assassinar gratuitamente outros jovens. Há dias, num dos shoppings mais badalados da cidade, o Píer 21, um grupo de seis rapazes, entre 18 e 25 anos, espancou um menino de 15 anos, sem que este tenha feito rigorosamente nada.



A vítima sobreviveu, mas terá que se submeter a cinco cirurgias no rosto e conviver com o trauma emocional, para o qual não há reparo cirúrgico. Não foi caso isolado e nada indica que deixará de repetir-se. Os seguranças do shopping, chamados a socorrer a vítima, fingiram que não era com eles. São pagos para proteger as lojas e o patrimônio do shopping, não as pessoas.



O abominável crime que vitimou há três dias, no Rio de Janeiro, o menino João Hélio, de seis anos, arrastado em carro roubado por bandidos pelas ruas de quatro subúrbios da cidade, fez reacender pela enésima vez a luz vermelha da segurança pública. Os criminosos tinham 16 e 18 anos. O que dirigia o carro, de 18 anos, já havia cometido latrocínio quando tinha 16 anos. Mas, beneficiado pelo Estatuto do Menor e do Adolescente, estava solto.



O seu parceiro no crime, que hoje tem 16 anos, poderá repetir em três anos (prazo legal máximo de detenção de menor) a sua saga: ser libertado, com a ficha criminal em branco (imposição da lei) e reincidir no crime, já que o sistema prisional brasileiro não oferece a mais remota chance de recuperação do detento.



Perplexa e indignada, a sociedade mais uma vez volta a discutir pena de morte e redução da idade penal. O primeiro quesito já mostrou sua ineficácia. Na periferia das grandes cidades brasileiras, sobretudo no eixo Rio-São Paulo, a pena de morte já vigora há muito tempo – e a violência não diminui (muito pelo contrário).



Alguém tem dúvida de que as milícias mineiras, que estão afugentando os traficantes das favelas cariocas, não hesitam em eliminar fisicamente os bandidos que enfrentam?



Hoje, elas figuram como solução para os aflitos moradores das favelas, vítimas da omissão criminosa do Estado. Bem em breve, serão o problema. Segurança pública é dever do Estado. Quando é exercida por outra via, não merece o rótulo de segurança.



Segundo o prefeito carioca César Maia, a taxa de homicídios no Rio e no Brasil, de pessoas acima de 30 anos ou de mulheres em qualquer idade, é semelhante à de países do Primeiro Mundo. Mas quando se trata de jovens do sexo masculino, na faixa de 15 a 24 anos, chega a ser até cem vezes (!!!) maior que a daqueles países.



Isso, claro, impõe revisão na idade penal mínima – e essa discussão já começou e desta vez, diante da multiplicação de crimes praticados por rapazes naquela faixa etária, deve produzir resultados mais efetivos. Mas, com certeza, não resolverá o problema da violência. Apenas aumentará a população carcerária.



E é aí que algumas providências precisam começar a ser tomadas. Prisão no Brasil é casa de ócio. Prisioneiro não trabalha, não produz – e consome. Lesa duas vezes a sociedade, quando a agride criminalmente e quando é sustentado pelo Estado, sem lhe dar contrapartida. Não há política penitenciária. Misturam-se presos de baixa periculosidade com os de alta. Nivela-se pelo pior.



Não há, excetuando-se um ou outro presídio-modelo, penitenciárias agrícolas que tirem o preso da ociosidade. O que se vê é o espetáculo das gaiolas humanas, que animalizam ainda mais quem lá está e produzem motins semanais, sob o olhar indiferente dos governantes.



Quando Collor assumiu a presidência, em 1990, Diego Nascimento da Silva, que dirigia o carro que esfolou o menino João Hélio, tinha apenas um ano. Seu comparsa, nasceria um ano depois. Quando FHC assumiu, em 94, Diego, com cinco anos, deveria estar numa creche. Provavelmente, estava solto na favela. Em 98, deveria estar cursando a 2ª série do 1º grau.



Na mesma seqüência, em 2002, estaria na 6ª série e, hoje, aos 18 anos, já estaria prestando exame vestibular. É a chamada ordem natural das coisas, na qual estão inseridos os que têm o privilégio de nascer em berço esplêndido. Diego, no entanto, estava na rua, roubando carros – e matando. Não faz parte da prioridade nacional. Em vez de cidadão, tornou-se um monstro.



Está preso e pode ser até morto numa cela. É comum. Isso, porém, não fará com que os índices de criminalidade diminuam, nem aplacará o sentimento de angústia e espanto da sociedade brasileira.



O quesito educação é o único que corta o mal pela raiz. Mas seus efeitos são de médio e longo prazos – e as eleições acontecem de quatro em quatro anos, sendo as únicas e efetivas prioridades dos governantes. É preciso reformar a política ou não sairemos jamais desse abominável círculo vicioso.



Ruy Fabiano é jornalista


TAMBÉM ESTOU ENJOADA DESSE MUNDO!!!!
=(

5:05 PM  
Blogger Mariana Pacheco_DRC said...

Ticcooooo!!!

Caracaaa...Ameiii o programaaa de hj, amei msm!

Gostei tmb do q vc dissse a respeito de traição e tal...
Só axei um pouco "indelicado" da parte da moça perguntar pra vcs [em rede nacional] se vcs jah trairam ou jah foram traido..assim, axo q eh total desrespeito [ dela com vc e de vc com a sua mulher, falar abertamente se foi traido eu se traiu]

Enfim..o resto, mto bommm! Gostei de vcs terem divulgado o livro, o cd.

É isso aee!

Beijos..

Mari

8:05 PM  
Blogger ** Carol Farina ** said...

Prefiro confundir a ser confundido, prefiro confundir a ser compreendido.
Prefiro dizer que não julgo...mas posso acreditar nisso?
Prefiro não machucar e não transpassar barreiras.
Prefiro esperar pontes a ter que quebrar muros.
Prefiro tentar ajudar a passar despercebido,
Prefiro magoar e descobrir que sou alguém para alguém do que não magoar e achar que as coisas só valem para um dos lados.
Pra que?! Pra quem?! Por quem?!
Porque eu acredito que por mais bem fiquemos sozinhos, todo mundo quer ter alguém, mesmo que esse alguém sejam vários.
Mesmo que esse alguém venha somente de vez em quando...ou quase nunca.

*Mas, tem coisas que falei que já nem sei,
se sou capaz de me orgulhar
ou de esconder
só pra tentar disfarçar...
Então me disfarço de você*

Prefiro ter a certeza do amanhã incerto a viver com a certeza das “insurpresas” do meu dia-a-dia.
Prefiro ainda não esquecer de nada porque cada erro e acerto vivido fizeram parte da minha tragetória e me fizeram quem sou.
Prefiro saber quem sou (mesmo que só um pouco), pois foi um pouco de mim que me trouxe até aqui.
Prefiro não me livrar de nada pq certas coisas, certas pessoas, nego-me a esquecer.
Inclusive você.
Pra que!? Por que!?Por quem !?!?!?!?
Se eu soubesse não estaria aqui. Nem você!!!
Prefiro não ter certeza de nada e viver e amar, pois sei que um dia eu descubro as respostas...
Ah! Um dia sim!
Prefiro também desdenhar de meus defeitos a ter que viver na penitência de sentir sozinha o lado amargo de cada um deles.
Assim posso assumir tranquilo quem sou! Sem medos de que um dia me desaprovem e tornem a me julgar, julgar por achar que me conhecem.
Quando na verdade, só sabem de parte de quem sou, porque a outra parte eu escondo.
Eu sou metade, metade que conheces e outra que tentas descobrir.
Mas em mim, e em minhas vozes sou inteiro, e isso me basta.
Se queres me ver por inteiro terás que lutar.
Não porque quero me esconder de você, mas pelo medo que sinto de que um dia parta por saber quem sou de verdade....
Ou que saiba e o pior, me compreenda!
Mesmo que tenha a certeza que eu completo sou tão interessante quanto eu metade. Eu temo.
Mesmo que ainda precise de você, mesmo que ainda sem você nada seria, eu ainda preciso me esconder, só um pouco, só o que julgo muito “meu”.
*pois tem coisas que falei que eu já nem sei e sobre a gente sou capaz de me orgulhar, jamais esconder
só pra tentar disfarçar...
me disfarçar de você.*

As vezes tento me calar, tento me guardar, mas são tantas as vezes que preciso me mostrar e poder ser quem sou que acabo me revelando para você.
Só você conseguiu me fazer ser quem realmente sou, ali, com toda a multidão.
Eu sou eu, sem máscaras e sem esconderijos.
E pode ser que pense que todos ali são como são, sem máscaras e fantasias.
Passíveis de mudanças e decepções.
*Faço tudo que posso,o provável e o improvável
pra estar perto de você.
Agora sim, podendo então encerrar meu discurso infame e
dizer-lhes finalmente...
Que me importo com você.Pois eu sou você.*
Ao menos em um pedacinho de você, eu sou você.
E essa aí? Sou eu?

9:12 AM  
Blogger Maristela Trin said...

Mais um comentário falado porq não dá pra plugar som. Então, eu plugo silêncio e tá dito o que sinto. O ruim não silencia. O bom...pausa pra mil compassos.
Carinho,
Maristela Trindade
maristotelica.blogspot.com

licença para blogar no OUÇO ESSAS LETRAS que é dedicado aos que curto. No maristotelica tem o endereço se quiser...
silêncios muito sonoros.
batchos

7:09 AM  

Postar um comentário

<< Home