terça-feira, dezembro 13, 2005

Pormenores

Quando estou sozinho e angustiado...
Me conforto nos seus beijos.
Seus seios me calam.
Quero servi-la, toca-la
Meus dentes se travam.
Tenho um sonho molhado...

Diante de seus olhos, sou o que quiser ver.
Já tive que me desequilibrar para me sentir pleno.
Como posso desconfiar do amor se não duvido do ódio ?
Umpoucodemim e quasemeenveneno.

Sigo atento a cada movimento da lua.
O diabo também não duvida da fé.
Desconfio de tudo, continuo na tua.
Enquanto existir vontade, o desejo virá na colher.

9 Comments:

Blogger Danielle said...

SONHO..
MISTÉRIO..
REFÚGIO...
MOMENTO...
VONTADE...
PORMENORES
DO DESEJO
QUE SE COMPLETA
E NÃO SE SATISFAZ NUNCA.
POR SIMPLESMENTE
SER TOTALMENTE
ANGUSTIADO..DESEQULIBRADO...DESCOBNFIADO...
PLENO EM SI MESMO

BEIJOS DE COLHER
BYY
DANNY

1:40 AM  
Blogger Izadora Barreto said...

=***

3:13 AM  
Blogger Luiza said...

adorooooooooooooooooooooo!!!!
caraca...to pensando no início de tudo....o início, q nda verdade era o meio, q parecia confuso, q não fazia sentido e olha agora....tá lindo! coeso! compreensível!

agora me dei conta de q o ódio e o amor andam juntos...eu ódiava esses pormenores nonsense, agora eu os amo!!!! vai entender....

até sábado!
bjaum
;)

5:19 AM  
Blogger Matreya said...

FICO EXTASIADA...PERTURBADA...
MAL SEI O QUE DIZER...
MAS OS PORMENORES..OS DETALHES
ME GUIAM PARA O QUE FAZER
BEBO DESSE VENENO DO DESEJO
MATREYA

6:01 AM  
Blogger ...εїз... said...

=D

Seus pormenores despertam ainda mais a vontade ! E o desejo vem ...

Beijo e fica bem !

...

You won´t have along wait for me, baby
I´ll be there in just a little while ...

Get together one more time !


[five to one]


pq doors ? pelo que diz a música em si e pq vi ontem meu dvd 'no here gets out alive' e vi vc cantando ... vejo muita semelhança.


;*

6:29 AM  
Blogger Tathy said...

tá lindooooooo...
vamos lá...
Bjooooo.

10:13 AM  
Blogger Jackie said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

1:12 PM  
Blogger Jackie said...

Olá mocinho
A garota estrela sussurrava ao vento pensamentos e vontades.
Do outro lado do céu, o garoto estrela ouvia e respondia.
Num chão de estrelas, com pó de estrelas por todas as partes e em todos os poros, com estrelas nos olhos, na boca e em cada pensamento, perceberam-se cadentes.
E cada um fez um pedido...Devorou os silêncios, um a um. Disfarçou o fel de alguns, com goles de um Porto que ardia-lhe a garganta. Há algo de uma poesia decadente em copos marcados de batom, em um carmim fosco.
Saiu plantando estrelas cadentes, imaginando como manter a terra fértil, para que florescessem.
Algumas, fugiriam para o mar, ela sabia. O mar tem esse encanto, sobre alguns de nós. Um misto de fascínio e devaneio, numa vontade-quase-certeza de poder andar sobre as águas.
Outras apenas, como fazem normalmente, encontrariam o céu.
Algumas, errantes, encontrariam céus apenas seus. Daqueles efêmeros e fulminantes, que ocupam olhares, esperanças, rios de sangue, lágrimas e a escuridão.
Apenas plantava, mundo afora, em toda parte de chão ou de sonho.


Beijo beijo

1:12 PM  
Blogger Rose said...

Quando estou sozinha e angustiada...
Me conforto na sua voz.

Hoje escutei vc o dia inteiro, no carro, no laptop, na piscina, na academia.
Foi overdose de Lindo o dia todo.

E ainda tem a noite pela frente...

bjo.

1:37 PM  

Postar um comentário

<< Home